quarta-feira, 5 de julho de 2017

"Estou em uma relação muito satisfatória com uma bela garota"


Recebi recentemente este comentário de um leitor do Cool Vibes que pode vir a ser inspirador para quem tenha as mesmas intenções:


"Olá Pedro, tudo bem?


Conheci o Cool Vibes em 2013 procurando no Google por formas de conquistar uma mulher pela qual estava apaixonado ser nunca ter tido alguma intimidade, mas ouvindo seus podcasts percebi que estava no caminho errado, entendi o que realmente precisava fazer era evitá-la completamente. O resultado foi espetacular, não esperava uma superação tão rápida daquela paixão vinda do meu elevado nível de carência. Foi a primeira vez que fiz algo por mim mesmo nesse sentido, nunca mais entrei em contato, nem sequer procurei o perfil dela no Facebook.



Tive uma outra situação de apego, que é a primeira pergunta do seu podcast "Escolhas Certas Com As Mulheres" que me incomodou por muito tempo. Segui o seu conselho e me afastei o máximo que podia, hoje é uma questão superada. Mesmo dando minhas tropeçadas no caminho, conseguia pelo menos ter consciência de que sentimentos e comportamentos que tinha eram íntegros ou não, isso era minha bússola. Fora esta situação, saí com outras mulheres nesse meio tempo, mesmo estando muito poderoso, como você mesmo disse.

Quando lembro de como eu era percebo que evolui, me tornando mais masculino, decidido e consciente do que quero, hoje sou mais feliz comigo mesmo e o que sou.



Em janeiro deste ano comecei a sair com uma garota que tem demonstrado ter as 10 qualidades que procuro em uma mulher. Essas qualidades vem de uma lista que fiz seguindo uma orientação de um podcast seu. Em resumo, estou em uma relação muito satisfatória com uma bela garota em quem vejo muitas qualidades, quando lembro das outras pelas quais me interessei, as que cheguei a sair e as que não, percebo que nenhuma reunia em si as qualidades nesta que agora é minha namorada.



Estou passando pra lhe agradecer neste tópico porque acho que é o que mais tem a ver com o que eu queria te contar, assim como aconteceu na parábola dos dez leprosos, creio que poucos são os que voltam para pelo menos dizer muito obrigado. Seus textos e podcasts me ajudaram a me interessar e a trilhar um caminho de evolução pessoal.



Sempre que tenho a oportunidade indico seus textos e podcasts a amigos e conhecidos, a vontade de partilhar dos princípios que me tem feito tão bem é muito grande. Sou brasileiro e nunca saí do meu país, mas se um dia eu for a Lisboa, espero poder te agradecer pessoalmente e tomarmos um café.

Muito obrigado pelo belo trabalho que realiza através do blog do Cool Vibes.



Um abraço,
Renato."


Resposta, comentários:

Obrigado pelas tuas palavras. A dedicação foi tua, portanto o mérito é teu e mereces estar a desfrutar a relação que agora tens com essa bela garota de quem gostas :) os princípios resultam, uma vez correctamente e consistentemente aplicados no nosso dia-a-dia, mesmo que a sua explicação não faça sentido. É o lado não linear e invisível da vida, e da nossa essência, que determina o tipo de experiências que vamos ter enquanto humanos. Mas quem se dedica a este caminho beneficia, seja directamente ou indirectamente, seja a médio ou longo prazo. É uma chatice do caraças, por vezes é aborrecido e até doloroso, juntando a isso não fazer sentido e parecer uma colecção de paranóias cósmicas falsas... mas é Verdade, resulta e vale sempre o esforço.

Segue o Que Amas,
- Pedro C.


4 comentários:

tuno disse...

Pedro, não é novidade para ninguém que as mulheres adoram falar. Contudo, existem algumas mulheres que, quase, não falam durante as interações com os homens, ou porque são muito tímidas ou porque não gostam mesmo de falar nesses momentos. Daí que eu acho que, neste caso, o homem terá de fazer um "esforço adicional", procurando falar mais, a fim de poder compensar a fraca capacidade de "eloquência" da mulher porque, caso contrário, ambos irão acabar sem se conhecer um ao outro, e sendo assim, ninguém sairá a ganhar. O quê que achas?

tuno disse...

Pedro, nas nossas lides do dia-a-dia, o tempo não tem jogado a nosso favor, quando o assunto é mulher, infelizmente, muito embora seja óbvio que a nossa vida não gira e nem tem que girar à volta das mulheres. Agora, nem por isso, iremos deixar de poder manifestar o nosso interesse por uma rapariga bonita com quem iremos, eventualmente, cruzarmo-nos na rua, quando, por exemplo, estivermos a caminho do local de trabalho e/ou da universidade. Entretanto, nesses casos, o tempo tem sido o nosso pior inimigo, uma vez que, tanto o homem como a mulher, tem como a única preocupação em chegar ao local de trabalho/escola, a tempo e horas. P.S.: Pedro, a única vantagem é que, nesses casos, a concorrência é menor. Aliás, práticamente, ela é, quase, nula. Como já tinha dito mais acima, o único inimigo, é o factor tempo.

Pedro C. disse...

Tuno:

Se a mulher fala a menos isso é falta de inteligência e de conteúdo para partilhar. Sim, ela pode simplesmente ser tímida, mas isso também não é normal. Ela não reúne as qualidades necessárias para ser uma boa companhia ou parceira. Fazer o esforço adicional é um erro pois estás a tapar buracos do seu carácter que mais tarde vão estragar tudo entre vocês. A atitude é ser selectivo, não é compensar nada nas mulheres. Elas ou são como te agrada, ou não são e acabou-se. Se uma mulher nem para conversar normalmente serve... isso é muito mau sinal. Há muitas mulheres por todo o lado, e muitas que são inteligentes e sabem falar, por isso não percas tempo. Essas mulheres que quase não falam ou são demasiado tímidas não são para ti, são para outros tipos de homem. Salva-te de problemas! :D

Pedro C. disse...

Tuno:

Sim isso é comum. As pessoas têm coisas a fazer e estão com pressa. Se calhar de manhã não é a melhor altura para as abordar, mas sim ao fim da tarde quando já saíram do trabalho. Nada está garantido, mas em termos de probabilidade ao fim da tarde terás mais hipóteses de abordar mulheres que não estão com pressa para chegar ao trabalho ou escola.