AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

terça-feira, 14 de março de 2017

““Fizeram Sinal Para Eu Me Meter Com Elas””


Fizeram Sinal Para Eu Me Meter Com Elas

"Houve uma ou duas raparigas que me fizeram sinal para eu me meter com elas, mas pura e simplesmente “caguei”, fingi que elas nem estavam lá (...) O que tens a dizer em relação a isto e como lidar com a situação?"

Subscreve o novo canal de Youtube do Cool Vibes em:



Pergunta de Leitor do Cool Vibes:


“Olá Pedro! Está tudo fixe? Antes de mais, parabéns pelos 10 anos de Cool Vibes, que tanto me tem ajudado na vida. A pergunta que tenho neste comentário pode ser um pouco patética, mas é algo que me anda a atormentar já há algum tempo.

Tenho ganho consciência de que, quando saio à noite, para uma discoteca por exemplo, estou satisfeito por apreciar a música, mas nos últimos dois anos tenho sido extremamente frio com as raparigas que lá estão, principalmente pelas mais bonitas fisicamente. Nesse contexto, ao olhar para uma mulher bonita, em vez de sentir entusiasmo, sinto revolta :/ E isto por causa de experiências que já tive, e de histórias de que já ouvi falar. Já tive algumas boas experiências com elas na noite, em que falámos na boa, ofereci bebidas etc.., que me deixou muito satisfeito e feliz. Mas também já apanhei várias mulheres desagradáveis. E já ouvi histórias, inclusive aqui no Cool Vibes, de homens que foram falar com raparigas na discoteca e elas reagirem mal por causa disso. E com base numas conversas que tive com uma antiga colega minha de casa, que me dizia que não valia a pena meter-me com miúdas nesse contexto, que elas iam logo achar que as queria para sexo ou algo do género, e que se iam fechar por causa disso, nos últimos tempos tenho evitado ao máximo a troca de palavras com mulheres na noite, até mesmo o olhar. Para além de ir apreciar a música, infelizmente parece-me que tenho uma intenção escondida de rejeitar raparigas caso alguma se meta comigo. Porque já houve quem me metesse na cabeça que as mulheres na noite não são abertas a que os homens vão falar com elas. O meu ego adora ir buscar o seu orgulho ao facto de ser ele a rejeitar as miúdas na noite. Mas depois isto traz-me uma grande insatisfação e sentimento de culpa, e quero pôr um travão nisto já!! xD

Na noite passada fui ao Plateau, nunca tinha lá ido, fui conhecer um espaço novo. Era uma noite de anos 80 e 90, que adoro :D Adorei o espaço, os DJs misturam muito bem e é muito agradável! :) Muito provavelmente vou voltar lá mais vezes!! Não fui em busca de nada, fui apenas pelo prazer de ir e por apreciar bons sons e conhecer músicas para o meu trabalho como DJ (oh yeah!). Mas houve uma ou duas raparigas que me fizeram sinal para eu me meter com elas, mas pura e simplesmente “caguei”, fingi que elas nem estavam lá, não por medo ou vergonha mas sim por orgulho. Quando tinha namorada, ainda era compreensível a minha atitude de não querer saber das outras, mas agora como estou solteiro outra vez, isto não faz mais sentido.

Depois quando cheguei a casa, olhei para mim próprio e fiquei super-frustrado e com um grande sentimento de culpa por causa da minha atitude. Descobri que isto só me traz frustração e que não me ajuda em nada. Acabou-se, quero e vou mudar isto, porque já estou farto de mandar oportunidades para o lixo, por causa do meu orgulho estúpido. Pedro isto é normal acontecer? O que tens a dizer em relação a isto e como lidar com a situação? Mais uma vez obrigado, e um grande abraço :D”

Obrigado pela tua pergunta.

Nota: O mesmo leitor, depois de aplicar os princípios que partilho neste áudio, enviou este comentário:

"Oi! A noite passada foi de facto alegre! Procurei um estado mais elevado e coisas quase mágicas aconteceram. Já não tive mais aquela revolta dos últimos tempos, muito pelo contrário. Acabei por interagir com vários grupos de mulheres (e também com homens), e uma delas apresentou-me duas amigas. Estou realmente feliz por voltar a ser o homem em que me estava a tornar. O teu áudio motivou-me muito, e estou novamente a recuperar o entusiasmo de interagir com o sexo feminino :) Obrigado mais uma vez! Um abraço :D"


Segue o que Amas,
- Pedro C.

6 comentários:

Caio disse...

Olá Pedro, saudações do Brasil.

Antes de tudo, parabéns pelo blog, já te acompanho há alguns anos e o que posso dizer é que mudou minha vida.

Já tive namoradas e não tenho problemas em arrumar mulheres para sair. Acontece que, de uns tempos para cá, venho me sentindo desmotivado em continuar a falar com as raparigas com quem saio. Geralmente, saio algumas vezes, beijamos-nos, fazemos sexo, mas depois eu perco o interesse e simplesmente me afasto, deixo de chama-las para novas saídas. E quando elas voltam a me chamar, trato-as bem, mas sempre postergo o encontro, até que desistem. Já aconteceu até de algumas ficarem bravas comigo, dizendo que as usei e depois joguei fora, o que foi bem desagradável.

Na maioria dos casos eu não sei porque me afasto, simplesmente não tenho mais vontade.

O que acontece comigo? Estou fazendo certo em simplesmente me afastar, sem explicar minha falta de interesse para a mulher? Será que não se trata do meu ego gerando em mim esse desanimo e sabotando minhas relações hahah?

Mais uma vez obrigado,

Forte abraço.

Gregorij Branco disse...

Olá mais uma vez Pedro como estás?

Tenho uma questão que já me anda a incomodar á algum tempo e sei que me podes ajudar nisto.
Tenho neste momento 27 anos e á mais de 3 anos que não estou com nenhuma mulher. Tenho uma vida social normal, saio muitas vezes á noite sozinho, meto-me com muitas mulheres e até agora nada. Sei que muitas vezes dizes que o resultado não importa e que a felicidade vem de dentro de nós, mas o que acontece é que eu tenho uma paixão na vida: Mulheres, adoro estar perto delas, observá-las pela beleza delas isso fascina-me no sexo oposto, mas a verdade Pedro é que já estou a ficar seriamente frustrado com isto, porque repara bem: como podemos ter uma paixão se por uma qualquer razão não a conseguimos seguir? Será que a vida assim vale a pena? Para mim não basta observá-las, quero senti-las, quero estar mais perto delas em todos os aspectos, mas não estou a conseguir. Não quero forçar nada a acontecer, mas ao mesmo tempo não quero ficar "sentado" a ver a vida a passar. Sinto que a minha vida até é bastante possitiva, tenho bons amigos, tenho outras paixões que consigo seguir mas no final de um dia sinto saudades de estar com uma mulher pois isso torna a vida muito mais bonita, mágica e inesquecível.

Desculpa esta mensagem tão longa mas acredito que com as tuas sábias palavras e experiência de vida me podes realmente ajudar nisto.

Obrigado e até uma próxima!.

Gonçalo Tiago disse...

Oi! A noite passada foi de facto alegre! Procurei um estado mais elevado e coisas quase mágicas aconteceram. Já não tive mais aquela revolta dos últimos tempos, muito pelo contrário. Acabei por interagir com vários grupos de mulheres (e também com homens), e uma delas apresentou-me duas amigas. Estou realmente feliz por voltar a ser o homem em que me estava a tornar. O teu áudio motivou-me muito, e estou novamente a recuperar o entusiasmo de interagir com o sexo feminino :) Obrigado mais uma vez! Um abraço :D

Pedro C. disse...

Caio:

Primeiro de tudo parabéns pela tua capacidade de conhecer mulheres e fazer sexo com a regularidade que gostas. Isso é uma qualidade.

Segundo, não estás a fazer nada de errado, e é normal isso acontecer. És um homem e foste criado assim. Faz parte da tua natureza estares livre e solteiro e ires tendo experiências com mulheres diferentes (atenção, sendo solteiro). Todas as mulheres são uma experiência temporária, simplesmente tens conhecido mulheres que não te entusiasmam o suficiente para continuares uma relação, e assim que o desejo sexual é satisfeito, elas perdem o interesse pois na sua essência não têm como te continuar a cativar. Não há nada de errado nelas nem em ti, simplesmente não são compatíveis o suficiente para o entusiasmo continuar em ti e haver aquela ligação de longa duração.

Se não lhes prometeste nada, não lhes deves nada. Se a tua intenção nunca foi as usares e deitares fora, então o problema é delas pois estão a fantasiar algo que não aconteceu. As mulheres vão querer sempre uma ligação depois do sexo, está na sua natureza. Tu tens de fazer o que tens a fazer e evitar quem não te entusiasma para mais. Mas podes ser mais honesto ao início e no final. Ou seja, apresentares-te como o tipo de homem que tem opções e que dificilmente fica numa relação mais longa, e quando perdes o entusiasmo envia-lhes uma mensagem a dizer que foi bom mas que não vês futuro na vossa relação pois não são suficientemente compatíveis e não há volta a dar. De resto continua a fazer o mesmo e desfruta a vida! :)

Pedro C. disse...

Gregorij Branco:

Estás há mais de 3 anos sem fazer sexo? Percebi bem? Isso é muito tempo! Parece que de resto estás a fazer tudo bem, mas tens de mudar a tua atitude. Essa apreciação das mulheres tem uma inegável base sexual, e tens de assumir isso. Tens de continuar a abordá-las, mas tens de revelar a tua intenção sexual com classe. Elas têm que perceber que as desejas dessa forma. Tens que avançar, tens que tomar a iniciativa. Tens que as fazer sentirem-se bem, tens de lhes tocar, e de ficar com o contacto para combinar saídas. Seja na primeira conversa ou numa saída, tens de as beijar!

Tens de avançar sexualmente ou esquece. Isso do não forçar apenas se aplica DEPOIS de teres avançado (para iniciar conversa ou dar um beijo, por exemplo), e elas não quererem, aí não forças claro. Mas tens de avançar e fazer as coisas acontecerem, pois a natureza feminina é passiva e receptível, e se não fores masculino (objectivo e pro-activo) na tua vida amorosa, NADA vai acontecer lol ou quase nunca vai acontecer e nunca terás verdadeira satisfação. Tens de enfrentar os teus desconfortos sexuais, e cá para mim parece-me (mas posso estar errado), que andas a jogar pelo seguro para evitares ser rejeitado (passividade disfarçada de espiritualidade). No fundo é só sentires a atracção e avançares sem hesitação, tendo em consideração como a mulher se sente momento a momento. Dá-lhe!! Salta-lhes para cima com carinho e deixa a humidade fluir que elas gostam ;)

Pedro C. disse...

Gonçalo Tiago:

Óptimo! Espectacular recuperação :) é normal haverem fases de desmotivação, frustração e até revolta, pois lidar com o sexo oposto é algo que provoca muito o nosso ego.

Mas os princípios resultam, logo há sempre que manter o mínimo de esperança e voltar a entrar em acção com entusiasmo :) o melhor está sempre para vir! Agora é desfrutares ao máximo a nova fase em que estás.