sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

"Porque As Mulheres Não Respondem Nas Redes Sociais"

Porque As Mulheres Não Respondem Nas Redes Sociais

Tinder, Facebook, Badoo... o homem envia mensagens a mulheres com quem quer falar e a maioria nunca responde. Porquê? E como dar a volta a esses resultados e à sensação de frustração que isso traz?

Subscreve o novo canal de Youtube do Cool Vibes em:




Pergunta de leitor do Cool Vibes:

Olá, Pedro! Eu gostaria de entender mais a dinâmica do Tinder (ou outro app desse tipo). Faz uns 4 anos que saio regularmente com mulheres que conheço na web. Às vezes, me parece que tenho certa habilidade para isso, mas ainda me vejo com dúvidas para entender as mulheres nesses aplicativos. Acredito que sei abrir uma conversa, que sei puxar um assunto legal de algo que eu observei, sei sair do básico que é "Oi. Tudo bem?", "Onde você mora?".

Eu percebo que existe dois tipos de interação: 1º. Aquela onde a conversa se desenrola naturalmente e de forma interessante, onde sempre se tem assunto e parece até que falta tempo para tanto assunto. (geralmente, nesse tipo de interação, marcamos de nos encontrar pessoalmente até mesmo no mesmo dia ou logo numa próxima oportunidade) 2º. Aquela em que parece que só você está se esforçando para puxar assunto. E o que está me incomodando é que essa segunda interação é a maioria, e isso me deixa intrigado: Será que estou fazendo algo de errado? Ou o natural é assim mesmo?

Hoje, depois de abrir uma conversa, se a mulher responde uma pergunta minha e não me devolve pelo menos um 'E você?' para a conversa continuar, mostrando que há interesse dela também, eu simplesmente esqueço e vou para outra. Muitas vezes, ultimamente, a minha conversa não dura 5 linhas, eu abandono logo. Será que estou sendo radical demais, Pedro? Eu não vejo problemas se a mulher não tem interesse em mim, eu só não quero perder tempo batendo cabeça.

Será que a maioria das mulheres que estão no aplicativo estão meeeeesmo com vontade de se relacionar? Ou estão +- (mais para menos que para mais)? Ou será que elas nem mesmo sabem o que querem? Às vezes, penso que a maioria está lá por 'n' fatores, mas que apenas poucas estão realmente interessadas em sair para conhecer pessoas. Pedro, o que se passa? Será que você pode esclarecer algo? Muito obrigado.”

Obrigado pela tua pergunta! Segue o que Amas,
Pedro C.

12 comentários:

tuno disse...

Pedro, o problema das mulheres carentes é que, se calhar, elas nem percebem de que são carentes e que acabam por sufocar o homem com esse tipo de atitude. E o “trunfo” que a maioria delas costumam usar é o de tentar manipular o homem, dizendo-lhe que ele não sabe valorizar uma mulher de verdade, preferindo as mulheres de rua. Ou seja, na minha modesta opinião, penso que as mulheres carentes confundem amor com manifestação do estado de carência. Elas acham que o homem com quem se relacionam não deve ter o seu respectivo espaço e/ou liberdade, chegando a pensarem que são donas desse mesmo homem, controlando todos os passos do sujeito. Entretanto, com esse tipo de atitude, penso que o que a mulher acaba por fazer, é acabar com a relação e ponto final. Muito sinceramente, penso que isto é tudo, menos amor. Pedro, o que achas disto?

Andre Ramos disse...

Olá Pedro, como estás ?
Achas que vale a pena subscrever algum site de relacionamentos como o badoo para conhecer mulheres ?
Que site recomendas ?

Abraço

Outlets e companhia disse...

Feliz Natal Pedro! Obrigada pelos áudios.

Fábio disse...

Olá Pedro, tudo bem? :)

É o seguinte...como lidar com os colegas de trabalho que falam mal nas minhas costas e mandam tipo indiretas mas sem nunca citarem o meu nome?

Eu só dou confiança a duas pessoas, o resto dos colegas estão cortados.

Obrigado e abraço

Danilo Macedo disse...

Muito obrigado pela resposta. Foi muio esclarecedora.

Pedro C. disse...

De nada Danilo, foi uma honra.

Pedro C. disse...

De nada Outlets, foi uma honra. Espero que o teu Natal tenha sido espectacular!

Pedro C. disse...

Olá André, estou óptimo! Sim, vale a pena se for esse o teu objectivo e for algo que te traga algum nível de satisfação fazer. O processo pode levar tempo a trazer resultados, e pode ser frustrante, portanto tem de ser algo que seja divertido para ti fazer. O que conheço melhor é o Badoo, e apesar de ser necessário gastar algum dinheiro e ser persistente, as boas experiências acontecem. O que vale sempre a pena é arriscar e experimentar, e descobrir onde isso te leva. É assim que se ganha sabedoria.

Luís Neves disse...

Boas! Obrigado pelo conteúdo sempre aqui presente! Conheci este blog em 2010 e embora tivesse passado uns anos sem cá vir fico feliz em ver que o conteúdo continua excelente! Em respeito ao post, de facto conhecer mulheres é das coisas que mais puxa por nós como homens e nos faz evoluir, é bom e maravilhoso conhecer os 5%, mas é ao passar pelos outros 95% que damos o maior salto na nossa evolução! eheh
Parabéns pelo blog!

Abraço.

Pedro C. disse...

Tuno:

Exactamente! As tuas observações estão a melhorar, o que é bom sinal :)

Uma mulher carente não é uma mulher de verdade lol e como disseste muito bem, a manifestação do estado de carência não tem nada a ver com amor. Essa atitude sufoca o homem pois não o deixa viver em paz, suga-lhe energia, cansa-o, baixa-lhe o estado de consciência, coloca-lo num estado negativo, e ele só quer é fugir da mulher carente! E faz muito bem em fugir, e quanto mais rápido fugir melhor, pois perde menos tempo de vida, tempo esse que pode investir em desfrutar uma vida alegre e procurar uma mulher que lhe traga algo de positivo (em vez de negativo = carência). Não há relação feliz sem independência emocional.

Pedro C. disse...

Luís Neves:

De nada, é uma honra. Obrigado eu pela visita! Toda a experiência, seja ela agradável ou desagradável para o ego, é o que nos traz sabedoria e faz evoluir. Os 95% que não querem uma relação connosco, ou com quem se tem as piores e mais curtas relações, ou apenas sexo, ensinam-nos lições importantes que depois nos ajudam a ser um excelente namorado, ou esposo, se chegar a isso.

Luis Rodrigues disse...

Olá Pedro , eu gostei dos últimos minutos do audio " Mulheres nem se conquistam e nem se compram " Principalmente da parte que você diz : Que o que interessa é apreciar a mulher no momento e mais nada, a mulher não tem de sair connosco , não tem de ficar com o nosso numero de telemóvel , não tem de gostar de nós , não tem que nada, etc. Isso que você disse teve muito significado para mim porque deixa o homem sem preocupações e stress para falar com uma mulher. Podemos falar com uma mulher e não tem de dar em nada. Somente viver o momento .