AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

"Que Fazer Quando Queremos Quem Não Nos Quer e Não Queremos Quem Nos Quer"

Que Fazer Quando
Queremos Quem Não Nos Quer e Não Queremos Quem Nos Quer


Subscreve o novo canal de Youtube do Cool Vibes em:








Perguntas de leitores do Cool Vibes:


Bom dia Pedro Constantino. Uma coisa que eu me deparo na minha vida é que eu quero quem não me quer, e quem me quer eu não quero . O que fazer nesse caso ?!! Escolher quem não se quer ?!! Fazer o esforço de querer ?!! Porque aqui na ilha da Madeira é complicado ter mulher e as mulheres também são complicadas !!! Por mais simpáticos e sorridentes que sejamos elas nem fazem caso !!!

Bom dia Pedro Constantino . Por falar em mulheres, uma coisa que me deparo e não sei se é assim para outras pessoas é que no meu caso as mulheres que eu quero não me querem e aquelas que eu não quero me querem. O que fazer nesse caso ?!! Fazer um esforço para gostar daquela que não se quer ?! Claro não posso forçar aquelas que não me querem a sentirem algo por mim !!

Bom dia Pedro Constantino Por falar em mulheres, como reagir quando nós queremos quem não nos quer e não querermos quem nos quer ? Será que devemos aprender a gostar de quem não queremos ? Sim !!! Porque não podemos forçar quem não nos quer a querer !!”

-

Obrigado por este post Pedro, revela algo que me inquietava perceber. Coloco aqui a minha questão se for conveniente.

Se temos a intenção de ter uma possível relação ou apenas algo físico com uma mulher, só se vai conhecê-la por sentirmos o suficiente entusiasmados e atraídos por sua beleza (e depois pela sua personalidade, se for o caso de uma relação)?

Por outras palavras, quando o homem avança para o beijo, deve dedicar o seu tempo amoroso inteiramente com essa pessoa, sem olhar para outras mulheres mais bonitas aos seus olhos?

No caso mais concreto, há uma rapariga que me manda possíveis sinais de interesse. Como ela não me conhece de todo, suponho que ela se sinta atraída por mim, mas eu não me sinto suficientemente encantado por aparência dela e, por isso, não avanço para falar com ela, de modo a não desiludi-la posteriormente. Mas por causa desse esforço, de ela me querer conhecer, eu não sei qual a melhor forma de lhe dizer para ela parar com esse esforço, sem a magoar, e se for o caso ter apenas amizade ou amizade colorida :)”

Obrigado pelas vossas perguntas!

Segue o que Amas,
Pedro C.

6 comentários:

Dima Jil disse...

Agradeço pela resposta! Vou ter em conta as suas sugestões.

A rapariga da que falei tem um corpo normal, só que eu não sinto atração suficiente... Talvez seja melhor deixá-la encontrar outra pessoa, sem perder tempo com esse tipo de amizade, mas tenho de refletir melhor.

Luis Rodrigues disse...

Boa noite Pedro Constantino . O que fazer por exemplo quando gostam de nós mulheres que têm filhos de outro e nós não as queremos ? Isso é o que as vezes costuma acontecer comigo !!!

Pedro C. disse...

Dima Jil:

De nada, foi uma honra.

Só tens de decidir o que queres em relação a essa rapariga (ou o que não queres), e depois fazer a escolha que faz sentido fazer conforme o que decidires/quereres/não quereres.

Pedro C. disse...

Luis Rodrigues:

Bom dia! As mulheres com filhos são iguais a qualquer outra mulher em que não estamos interessados. Não importa o porquê, o que importa é que não estás interessado. Se não queres uma mulher que já tem filhos, então afasta-te dela, não a procures, e rejeita os seus convites e avanços. É o que elas fazem quando não estão interessadas num homem, e é o que é suposto fazer-se nessas situações.

Renato Bass Hero disse...

Olá Pedro!

Enquanto escutava este podcast me veio a mente uma situação que tive com uma garota e que ainda me incomoda. Há um pouco mais de três anos me interessei por uma garota que apesar de eu não ter um convívio muito próximo, acabo por vê-la uma a duas vezes por semana.

Na época eu conhecia o Cool Vibes há uns três meses e identifiquei que estava tomado pelo estado de desejo, o que sei que tem um efeito muito negativo na interação com as mulheres. Não sabendo lidar com esse estado, tratei de dizer-lhe logo o que sentia de uma forma um tanto precipitada, ela me rejeitou e ao mesmo tempo me interpretou de forma equivocada, como se eu a estivesse pedindo e namoro.

Passou-se cerca de um ano e fui a um acampamento no qual ela também estava, lá tentei me aproximar mais uma vez, ela não rendeu muito assunto comigo na primeira aproximação e na segunda, havia uma espécie de dança de salão, me dirigi a ela para convidá-la para dançar, mas ela fugiu de mim, chamando para dançar o primeiro homem que viu, fiquei muito envergonhado/constrangido porque sobrei sozinho no meio da pista e não soube lidar com isso.

Depois disso, ou seja, mais ou menos uns dois anos para cá, nunca mais tentei qualquer aproximação dela, quando a vejo em um grupo de pessoas na direção a qual estou indo, desvio meu caminho, quando me deparo com ela em um corredor onde desviar não é possível, apenas cumprimento.

Entretanto algo que me incomoda e que ocorre desde o início, lá em 2013, é que sempre percebo ela olhando para mim, em 2013 e 2014 a retribuía com um sorriso, mas depois da situação constrangedora que passei, não altero minha expressão, sempre permaneço sério, e como eu disse acima, me limito a cumprimentá-la se esse olhar ocorrer a uma distância curta, que é a minoria das vezes. Várias vezes ela demora bastante a desviar o olhar.

Mesmo ela não sendo uma mulher de uma beleza acima da média, soube que outros dois rapazes do nosso meio de convívio se aproximaram dela e também foram rejeitados, isso com atitudes que não vejo acontecer com mulheres do mesmo meio que são notoriamente mais bonitas do que ela, um deles chegou a ir a sua casa pedir-lhe em namoro. Acho que esse rapaz não teria se exposto dessa forma se não sentisse que estava sendo correspondido em algum nível, o que me fez crer que ela faz esse jogo do olhar intencionalmente, como uma forma de alimentar o ego e ver quantos ela consegue deixar interessados. Soube por uma amiga que outras garotas pensam dela o mesmo que eu.

Minhas dúvidas são as seguintes: Estaria ela a me olhar dessa forma para manter-me interessado para mera satisfação de seu ego ou haveria outro significado para esse comportamento? Outras mulheres que me rejeitaram na vida não agiam assim comigo, inclusive eu entendia a ausência de contato visual como uma demonstração clara de rejeição, não tinha maiores problemas em aceitar, em poucos dias o sentimento de rejeição estava superado.

Já saí com várias mulheres nesses últimos dois anos e quase cheguei a namorar, mas mesmo não tendo mas a impressão positiva que tinha a respeito dela, ainda me sinto atraído e afetado com sua presença, entretanto não acho que seria íntegro eu tentar qualquer nova aproximação uma vez que já fiz isso em duas oportunidades, também não creio ser íntegro ainda ter esses pensamentos bem como essas coisas me incomodarem, para mim é uma demonstração clara do meu baixo nível de consciência. Ter que conviver com ela algumas vezes na semana me atrapalha no processo de desapegar, não estou sabendo lidar com isso.

Além das dúvidas, gostaria de sua opinião a respeito da situação por completo, fique a vontade para requerer maiores esclarecimentos caso tenha sido confuso em meu relato.


Desde já agradeço sua paciência em ler esse texto enorme, por já ser um leitor do blog e inscrito nos canais do Cool Vibes no YouTube me sinto merecedor de um forte puxão de orelha por estar trazendo uma situação dessas a essa altura do campeonato.

Um abraço do Brasil.

David Nunes disse...

Pedro, o que achas do trabalho de Donald Trump?
Inicialmente, pelo que a informação chegava, pensei que ele era radical. Entretanto, vendo mais profundamente, ele parece ser mesmo é não preocupado com a aprovação dos outros, enquanto muitos criticam e o odeiam. Além disso, fui atrás de ver algumas de suas propostas e elas parecem até com as de Reagan, no que tange á liberdade individual e o Estado menos participante na vida das pessoas.
Além disso, ele aparece na lista de "101 ways to success- David R. Hawkins", no item "Enthusiasm (Donald Trump)".
Poderias falar, se haver tempo, sobre o homem e sobre o item "Enthusiasm", o que podemos aprender com ele, e se te lembra um pouco MC Gregor ( não estar preocupado em ser "politicamente correto")?