segunda-feira, 31 de outubro de 2016

“O Mistério do Sinal Subtil de Interesse Feminino”

“O Mistério do Sinal Subtil de Interesse Feminino”


Pergunta de leitor do Cool Vibes:

“Saudações, Pedro! Por favor, tem uma rapariga que dá SSIF – sinal subtil de interesse feminino, mas uma vez mandei uma mensagem fazendo um convite para sair e ela não disse sim e nem não, será que ela está insegura? Achas que pode ser porque não sou claro no que quero e qual é minha intenção?

Pois sou tímido e inseguro, não crio conforto, segurança e diálogo o suficiente, mesmo assim devo dizer o que quero e digo exactamente assim, sinto-me atraído por ti e quero sair para um cinema contigo. Será que irá assustá-la?

Uma última pergunta, não achei no blog sobre isso, como devemos nos portar quando homens inoportunos fazem comentários desagradáveis ou mexem com uma gaja por quem estamos afim ou com quem namoramos? Devemos impor respeito de forma firme contra essa idiota ou há uma maneira mais subtil de fazer isso... Muito Obrigado!!”


Resposta, comentários:

Olá! Já não ouvia falar do SSIF (sinal subtil de interesse feminino) há muito tempo, haha! Lembro-me de ser um dos termos que usava no curso da Arte Social, sobre como conhecer mulheres de uma forma autêntica. SSIF… mais parece nome de detergente :D também havia o ZIF (zona de interesse feminino), haha! São termos que têm a sua utilidade mas que já não uso. São uma grande ajuda em certa fase inicial do caminho, pois clarificam várias coisas para quem não tem experiência, e dão alguma confiança psicológica a quem ainda é tímido, mas depois são largados quando tudo começa a acontecer naturalmente, de uma forma espontânea e menos esforçada e mental.

Seja como for, é um facto que as mulheres demonstram o seu interesse de forma subtil. Seja o interesse em falar com o homem, em sair com o homem ou em fazer sexo com o homem. É mesmo muito raro a mulher ser directa, clara e óbvia em relação ao seu interesse por um homem. Quanto a ti eu não sei, mas eu pessoalmente não tenho paciência para andar a fazer trabalho de detective, a tentar decifrar o que a mulher quer dizer com determinado gesto, olhar ou sequência de palavras. É-me indiferente, e por experiência sei que é irrelevante.

Porquê? Repara, é o ego que vive obcecado por sinais de interesse da mulher. E isto acontece pois o ego masculino é viciado no orgulho que sente quando uma mulher demonstra interesse nele. E tudo bem, só que o ego ao mesmo tempo tem medo de ser rejeitado, logo secretamente quer saber desses sinais de interesse, e arma-se em detective, para apenas ir falar, ou avançar, com mulheres que demonstram estar interessadas nele, para assim poder evitar ser rejeitado. Portanto o ego masculino é basicamente um cobarde arrogante que só se mete nos jogos que sabe que vai ganhar, haha!

Para mim isto é fraco, e insuficiente. Eu não quero saber se a mulher está interessada ou não. Eu quero saber se eu estou interessado. Ou seja, se eu estou interessado, eu avanço. E porque sou autêntico e sincero, a mulher sabe o que se passa e sabe o que eu quero, e se não estiver interessada vai deixar isso claro. Se estiver interessada vai deixar as coisas avançarem e acontecerem entre nós. A minha sugestão é não perder tempo com interpretações de gestos em busca de sinais de interesse, numa de ter medo de ser rejeitado, mas sim ir em frente com coragem. Quando se vai em frente com coragem descobre-se a verdade. Ficar à distância a avaliar se ela está interessada ou não, é apenas uma perda de tempo e energia, que coloca o homem em estado de paranóia preso dentro da cabeça (o que não é atraente, não é confiante, não é interessante, nem deixa nada de bom acontecer). E é uma atitude cuja origem está no medo de ser rejeitado – pois se a mulher demonstrar à distância estar interessada, isso garante ao homem que se lá for falar com ela não será rejeitado e assim não terá colocado o seu precioso orgulho em risco. Isto é como um “guerreiro” que só se junta aos seus companheiros no campo de batalha quando tem garantias de que vão ganhar e de que ele sairá ileso do confronto. Grande herói! Haha

Sem coragem não há amor. Nem amor, nem felicidade, nem integridade, nem uma vida melhor, nem mulheres a adorar-nos, nada. Não vamos inspirar ninguém, não vamos ter uma vida tranquila, não nos vamos sentir bem com nós próprios, nada.

Agora, dizes que ela deu sinal subtil de interesse feminino. Ok, e pode ter dado, mas será que deu mesmo? Porque o que acontece mais a homens tímidos sem experiência é baralharem tudo, e acharem que estão a receber sinais de interesse da parte da mulher quando ela está tudo menos interessada. Muitas mulheres são simpáticas e dão o número não por estarem interessadas, mas para se verem livres do homem de uma forma rápida e suave, sem ele se passar da cabeça por ter o seu precioso orgulho ferido. E lá porque uma mulher responde às nossas mensagens, isso não quer dizer que goste de nós como potencial namorado ou parceiro sexual, mas apenas como amigo.

Ela pode não te ter dado sinais de interesse e teres interpretado mal, e pode não ter respondido por muitas razões. Se calhar até tem namorado, ou faleceu-lhe o pai recentemente. Nós nunca sabemos. O mais provável é ela não te ter respondido pois não está interessada. Mas uma coisa é certa, quando uma mulher está interessada ela faz alguma coisa! Sempre! Ela procura o homem, ela convida para sair, ou simplesmente aceita o convite para sair. Há um entusiasmo mútuo que é expresso tanto pelo homem como pela mulher, mas para isso a mulher tem de estar interessada, tem que se sentir atraída, e tem de haver uma ligação emocional entre ambos. Muitas vezes a mulher não responde a um convite porque não há ligação emocional. Se não há ligação emocional, para que há-de ela responder? Para que há-de ela aceitar o convite e ir sair com o homem? Se o que ela mais procura não existe, como pode ela estar interessada? Mesmo que a mulher só ande numa de ter sexo, isso só acontece com um homem com quem sinta o mínimo de ligação emocional. É por isso que na realidade o “só sexo” não existe, há sempre mais alguma coisa. O erro de muitos homens inexperientes é o de achar que a simpatia da mulher é um sinal de interesse (ser-se educado para um estranho não quer dizer que se goste desse estranho), e convidar para sair antes de haver uma breve ou longa conversa na qual exista uma ligação emocional estimulante o suficiente para a mulher poder querer voltar a vê-lo e sair com ele. Tens de olhar para a tua situação e tentar perceber o que realmente se passou. Só tu sabes os detalhes, falaste o suficiente com ela? Que estavas a sentir quando vocês falaram? Como se conheceram? Que sinais de interesse foram esses?

“Pois sou tímido e inseguro, não crio conforto, segurança e diálogo o suficiente, mesmo assim devo dizer o que quero e digo exactamente assim, sinto-me atraído por ti e quero sair para um cinema contigo. Será que irá assustá-la?”

Enquanto fores tímido estás tramado, tal como eu estava tramado. Se queres deixar de ser tímido, tens de dar menos importância ao que pensas sobre ti próprio, e dar mais importância ao que gostarias que acontecesse entre ti e a mulher. Tens então de desafiar essa timidez e insegurança, tens de funcionar através da tua vergonha e contrariá-la. Portanto se te deixa desconfortável revelar a tua intenção à mulher, então é precisamente isso que tens de fazer. Quando uma mulher está interessada ela não se assusta, ela fica contente que tenhas elogiado a sua aparência e lhe tenhas demonstrado que gostas dela e que queres ir ao cinema com ela. Só que para além disso tens de ter uma conversa normal com ela. Tens de descobrir mais sobre ela como pessoa, falar sobre o que ela gosta, fazer-lhe perguntas sobre o que gosta, os seus sonhos, como é o seu dia-a-dia, como ela gostaria que fosse a sua vida, onde gostaria de ir, histórias cómicas da sua vida, brincadeiras de criança, aventuras e maluqueiras de adolescência, prato favorito, signo, música e filmes de que gosta, etc, etc. É durante essa conversa que virá a ligação, se ambos forem compatíveis. Mas sem a conversa, mesmo que sejam compatíveis, nada vai acontecer. Pode haver atracção, mas sem ligação emocional esquece. A mulher é um ser humano, não é um objecto sexual de validação :p fala com elas! Interessa-te pela pessoa.

A fase inicial do caminho para os tímidos é dolorosa, pouco ou nada acontece, mas não há desculpas: mexe-te ou esquece! Sê corajoso e enfrenta os teus desconfortos. Outros já o fizeram e saíram dessa vida emocionalmente miserável. Deixa-te de tretas, tal como eu deixei, e não desperdices mais a tua vida. Atira-te de cabeça! E quando uma mulher te rejeita, ou não te responde, ou não aceita um convite teu, esquece-a imediatamente, não penses mais nela nem no que aconteceu, e passa para outra! Não percas tempo com filosofias, sentimentalismos ou interpretações. Volta ao mundo real e entra em acção. Sê um guerreiro social, desafia-te! Contraria as emoções negativas do ego. Vai sair sozinho, aprende a vestir-te melhor, descobre a alegria de falar com estranhos, acredita que há mulheres que vão gostar de ti, e que é apenas uma questão de tempo até começares a fazer sexo regularmente e a teres namorada. Pensa positivo e entra em acção!

Quanto à última pergunta, tudo se resume a karma. Isso nunca me aconteceu. Eles só fazem isso quando sentem que podem fazê-lo sem sofrer consequências, devido à essência fraca de espírito de quem está com a mulher. Mais uma vez, é o sistema de cobardia do ego. Já me aconteceu foi o oposto! Haha a mulher estava sozinha e fui falar com ela como normalmente faço, e só depois é que o interessado, amigo (ou até namorado haha) aparece. Quando isso acontece afasto-me e passo para outra. Nunca é minha intenção ir falar com uma mulher que está acompanhada, só que por vezes acontece. Se tens namorada nunca vás para um contexto onde há homens a meterem-se com mulheres haha! Se não te queres molhar não andes à chuva. Se não queres que outros homens se metam com a tua namorada, não vás à discoteca com ela. É um ambiente anti-intimidade, é inútil para um relação desse tipo ir-se a uma discoteca. Se a relação for mais desligada, casual ou superficial, e estás na discoteca com ela, bom esse é o karma de ter esse tipo de relação e ir à discoteca com ela, haha! Eu não gosto de andar a perder tempo a emendar situações, eu prefiro cortar o mal pela raiz. Se tenho namorada não vou com ela a discotecas, e se for é muito raro e é apenas a discotecas onde sei que esse tipo de sosses não vão. E quando vou é mais no início, quando nos estamos a conhecer, e mesmo assim é raro, e nunca me aconteceu nada disso. Se não te queres molhar não andes à chuva ;)

“…uma gaja por quem estamos afim…”

Aqui não há gajas, há mulheres. Gaja é um termo que objectifica a mulher. E se estás interessado na mulher, cortas o mal pela raiz indo embora com ela o mais rápido possível do local onde a conheceste. E se a mulher com quem falaste um pouco for abordada à tua frente por outro homem, e ela se sentir mais interessada nesse homem… temos pena! :p isso não é um problema, não significa que sejas fraco, cobarde ou inferior. Significa que eles nasceram um para o outro e fazem um casal mesmo querido, hahaha! Se ela te vira as costas para falar com outro, isso não diz nada sobre ti, mas sim sobre ela. É na verdade má educação. Mas por outro lado, ela é livre. Se ela gosta mais do outro ela tem o direito de te deixar e de ir com o outro onde quiser, fazer o que quiser. Ela não é tua :p ninguém é nosso, nunca! Nós não somos atraentes para todas as mulheres que existem, essa é a verdade. Portanto se ela prefere outro, apesar de teres ido lá primeiro falar com ela, isso só significa que ele é mais atraente para ela que tu. E depois? Não somos atraentes para todas as mulheres, nem compatíveis com todas as mulheres. Deixas o casalinho em paz e passas para outra =) pois mesmo que mais nenhum homem tivesse ido falar com ela, o interesse dela por ti seria o mesmo. Ou seja, nada iria acontecer haha!

Portanto se há atracção mútua entre eles, óptimo! Deixa-os em paz, deixa-os divertir-se, pois é garantido que haverá atracção mútua entre ti e outra mulher… não podes é perder tempo em orgulhos e competições. Até porque ele não te roubou a mulher, pois nunca ninguém é nosso. Yap, a solução não é arranjarmos alguém que nos valide para sempre… a solução é tornarmos-nos independentes de tudo e todos, flutuando assim alegremente pelo mundo fora, incompreendidos mas felizes, vistos como loucos mas conscientes, livres e descansados sem os problemas e sofrimentos dos outros, pois no fim a vida e as mulheres têm o seu lado bonito e divertido, mas nada bate o nosso Eu Verdadeiro.


E o mistério do sinal subtil de interesse feminino é que este não passa de validação, pois amor não é algo que se obtém de uma mulher, o que uma mulher nos pode dar é validação, afecto, carinho e sexo. Amor é algo que nos temos de tornar, e só o guerreiro sabe o que amor é. Por isso vai em frente e desafia-te! O melhor da vida está à tua espera, e a sua Beleza está para além da tua imaginação.

Obrigado pela tua pergunta, segue o que Amas.

Pedro C.

4 comentários:

myself disse...

Boa noite Pedro, sei que o teu blog é mais vocacionado para os homens, mas já o sigo há muito tempo e gostaria de colocar uma questão que penso que não tenha necessariamente a ver com o genero...
Tenho 33 anos e há cerca de 8/9 anos que vivo sozinha, já tive a minha parte de relaçoes, mas neste momento voltei à minha vida de solteira, da qual estou a "reaprender" a usufruir.
A minha questão é a seguinte: porque será que a maioria dos homens, quando conhecem uma mulher que "tem casa" querem combinar jantares e serões em casa e evita outro tipo de saidas "mais sociais" (café, cinema, etc)?
Eu explico: sou uma pessoa bastante reservada e considero que a minha casa "não é para qualquer pessoa", apenas pessoas bem proximas de mim e com quem partilhe realmente uma intimidade, no entanto, acontece-me com alguma frequência tentarem fazer-se de convidados, "pôr entraves" a um café normal na rua, dizerem que preferiam ir ver um filme em casa, entre outras situações.
Acabo por fazer uma ginástica enorme para tentar explicar que não quero esse tipo de encontro (o que às vezes torna-se pouco agradavel ter de explicar quando mal conheço a pessoa), no entanto, a maioria dos homens não entende e muitas vezes até acaba por nem haver encontro nenhum, tal é a insistência deles... (cordesia do meu mau feitio!)
Existe alguma explicação para isto? Estarei a ser (muito) egoista ao evitar esta intimidade, ou deverei manter-me firme no que acredito? (que os homens devem respeitar a minha vontade)
Já li muitos artigos do teu blog (os audios não são bem o meu genero), e pelo que li, um homem interessado quer sair com a mulher onde possa conversar, interagir e conhecê-la melhor e isso faz-me sentido, mas não entendo porque tem que ser na minha casa!!
Acabo por concluir que tentam ir para um sitio mais intimo para tentarem chegar ao sexo mais depressa(mesmo que não tenham a minima ideia se sou ou não interessante ou se prefiro sexo no carro ahah)

PS: só para esclarecer, não me considero assim tão feia que tenha de ser "escondida" ahahahah

Obrigada pela tua resposta

Pedro C. disse...

Myself:

Quero ver foto lol :P

"Acabo por concluir que tentam ir para um sitio mais intimo para tentarem chegar ao sexo mais depressa"

É só isso haha! Eles querem ir para tua casa pois é o contexto no qual é mais rápido chegar ao sexo. Estão os dois sozinhos a falar sentados no sofá... daí ao sexo é bem mais rápido que ir a um café do qual têm de sair, viajar até local com privacidade e fazer sexo :D não interessa se és interessante ou não, a tua aparência é boa o suficiente para eles quererem sexo, e é só sexo que eles querem haha o que preferes não lhes interessa, eles estão apenas interessados no que eles preferem :P

Boa sorte! E que tenhas uma vida de solteira alegre ;)

myself disse...

Obrigada Pedro, pela tua resposta :)

Pedro C. disse...

Myself:

De nada, foi uma honra :)