segunda-feira, 7 de março de 2016

“Como Ser Um Homem Comprometido Numa Relação Feliz”

Como Ser Um Homem Comprometido Numa Relação Feliz”


Pergunta de leitor:

Pedro, agora que fizeste um áudio sobre a vida do homem solteiro, sugeria-te fazeres um sobre a vida do homem comprometido, em que te dediques a como ter uma relação feliz e como é que devemos agir quando ela faz o que não gostamos, e etc. :)”


Resposta, comentários:

Para se ter uma relação feliz primeiro temos de ser felizes solteiros, e isso depende do nosso nível de consciência. Eu não acredito em orientações para relações, em partilhar guiões para decorar, para saber que comportamentos ter em determinadas situações que podem surgir numa relação.

Tudo o que precisamos de ter para a relação ser boa temos de o ter e desenvolver em nós antes da relação. Uma vez na relação, tudo acontecerá conforme o nosso nível de consciência. É algo espontâneo, e não algo que podemos controlar mentalmente decorando comportamentos e supostas soluções.

Antes de termos uma boa relação, e termos a sabedoria para saber o que fazer e quando o fazer, temos de primeiro iniciar muitas conversas e conhecer muitas mulheres, sair com muitas mulheres, experienciar sexualidade com muitas mulheres, ter relações com muitas mulheres, ganhar experiência em todos os aspectos do processo de seguir a atracção que sentimos com muitas mulheres. Sabedoria vem de experiência, e não há nada a fazer. E para além disso, é necessário uma dedicação diária e concreta à nossa subida de nível de consciência, o que exige auto-conhecimento e transcendência de limitações, pois é o Espírito que nos traz uma boa relação.

Ou temos consciência, energia, sabedoria e experiência suficientes para termos depois uma boa relação, ou nada feito, pois nem sequer iremos ter acesso a uma mulher de consciência mais elevada.
Eu acredito em ter um estilo de vida de contemplação, de espiritualização de todos os aspectos da vida, em que vamos subindo de nível de consciência, ganhando experiência, e depois então sim, temos o que é necessário para sermos capazes de experienciar uma boa relação. Quando a intenção por detrás de tudo é aprender, servir, transcender o ego e tornar-se amor, tudo é válido no caminho para uma boa relação.

Ter relações faz parte do nosso caminho de evolução, por isso tem relações sempre que quiseres. Lembra-te é que uma vez numa relação não há nada genuíno que possas fazer para a melhorar ou tornar boa. A qualidade da relação depende sempre do teu nível de consciência quando esta se inicia. E lembra-te que a melhor relação da tua vida muito provavelmente não será uma das primeiras que tiveres.

Se já és comprometido, o que podes fazer é aprender ao máximo, amar ao máximo e apreciar ao máximo a mulher com quem estás. A relação será como será, e acabará quando acabará. Não o podes controlar, mas podes com humildade e gratidão aceitar o que a vida e o Espírito te trouxerem, para aprenderes o que tens a aprender.

como é que devemos agir quando ela faz o que não gostamos”

Seja numa relação, saída ou primeira conversa, sempre que uma mulher faz algo que não gostamos temos duas opções:

Ou perdemos o interesse na mulher pois ela está a demonstrar ser de uma forma de que não gostamos genuínamente;

Ou simplesmente verbalizamos-lhe que não gostamos do que ela fez, damos-lhe o benefício da dúvida e uma segunda opção.

Nunca se trata de controlar a mulher ou de a tentar mudar, mas sempre e apenas de a amar e sermos autênticos em relação a se estamos interessados nela ou não.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

2 comentários:

João F. disse...

Duas antigas perguntas minhas num dia! eh eh!

Pedro C. disse...

João F.:

És um batedor de recordes, haha!