AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

sexta-feira, 18 de março de 2016

“Como Responder a Uma Mulher Com Amor”

Como Responder a Uma Mulher Com Amor”

Pergunta de leitor:

Olá Pedro! A minha namorada no passado teve uma depressão devido a uns problemas na vida.  Estava a conversar no outro dia com a minha namorada e ela perguntou-me se, caso ela voltasse a ter uma depressão, se eu continuava com ela. Eu respondi que não sabia o que fazia pois só estando na situação e vendo como me sentia. Talvez sim, talvez não.

Ela disse-me que a minha resposta era um bocado egocêntrica pois só estava a pensar em mim e disse que, na sua opinião, quando duas pessoas se amam isso é irrelevante. Embora compreenda o ponto de vista dela, acho que uma pessoa depressiva pouco ou nada tem a oferecer para uma boa relação e possivelmente me iria deitar também abaixo. Não me refiro a ela sentir-se mal de vez em quando, refiro-me a uma depressão, em que os estados são constantemente negativos. Estou a ser demasiado egocêntrico ou o certo aí seria continuar a relação? Abraço!”


Resposta, comentários:

O que lhe disseste está correcto: "não sabia o que fazia pois só estando na situação e vendo como me sentia". Não só foi correcto como humilde, pois primeiro aceitas que não adivinhas o futuro, e depois lidar com alguém depressivo não é nenhuma brincadeira. Antes honesto que fingir ser um "super-homem do amor" que nada o afecta e está sempre pronto para amar, haha! O mundo não precisa de mais falsas Madre Teresas. Só houve uma verdadeira ;)

O que posso dizer é que talvez te tenha faltado uma explicação mais humilde em termos de, apesar de gostares dela, não saberes se terias a capacidade para aguentar uma relação com alguém depressivo. A pessoa depressiva é a única responsável pela sua depressão, e tem de fazer algo em relação a isso, e tomar medicação é perfeitamente válido e normal, se necessário.

Por outro lado, amar-se à mesma depende do nível de consciência de ambos. Se não estás num nível depressivo é normal que não te interesses pela falta de vida e energia que aí se experiencia. Logo ninguém te pode exigir que sejas infeliz só para outra pessoa não se sentir rejeitada. Quando a mulher faz uma pergunta desse tipo, pode estar só a tentar perceber o quanto o homem gosta dela, no momento em que ela faz a pergunta. Ou seja, ela na verdade pode não querer saber se a amarias no futuro estando depressiva, mas queria sim saber se a amas agora. A forma como respondeste, apesar de sincera, não a teve lá muito em consideração. Repara como poderias ter respondido com mais amor:

"Eu gosto de ti, mas nunca tive uma relação com alguém depressivo. Não sei como isso é, e isso assusta-me um pouco. Só estando na situação e vendo como me sentia. Não por não gostar de ti, mas precisamente por gostar de ti e o teu estado me afectar e deixar triste. Não sei se conseguiria lidar com isso, mas sei que iria tentar."

Com esta resposta sincera, tendo-a em consideração e comentando o que sentes por ela, ela não te iria achar egocêntrico.

Por outro lado, o hipotético (“e se no futuro...”) é inútil :D Só o que é real importa para fazermos as nossas escolhas. Nenhum dos dois sabe se ela vai estar depressiva ou se tu acabavas a relação. Logo o que era importante responder tinha de vir do momento real em que a pergunta foi feita, ou seja, a intenção dela para a fazer. E parece-me que a intenção dela era perceber se realmente gostas dela, ou não.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

Sem comentários: