AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quinta-feira, 3 de março de 2016

“Como Perder a Insegurança Num Namoro”

“Como Perder a Insegurança Num Namoro”


Pergunta de leitor:

“Pedro, com seus ensinamentos alcancei um nível de consciência excelente, e aconteceu o que antes não era capaz de imaginar. Comecei a namorar uma garota excepcional, de nível de consciência do medo, no início, mas extremamente íntegra e feminina, e me senti muito atraído.

Nós dois juntos decidimos aprender esse caminho de evolução, e ela elevou muito de nível de consciência. Hoje ela está muito excelente! Só que comigo sinto que algo aconteceu de errado por volta do começo destes últimos meses em que estamos. E de um dia para o outro tornei-me muito carente, e a ausência dela por pouco tempo, como um fim-de-semana por exemplo, me deixa completamente louco e atrapalhado!

Meu ego invade meus pensamentos com cada coisa! Por exemplo, achar que eu não sou bom o suficiente para ela (só porque os pais dela não me aceitam), ou achar que ela prefere outro rapaz do que eu, e outras coisas que sei que são falsas. Pensamentos assim me dominam ao ponto de pensar em terminar o namoro de forma brutal sem motivo algum. Há um tempo atrás isto não me dominava.

O que devo fazer Pedro? Pensei em terminar o relacionamento, por respeito a ela. Pois não é excelente só por essas coisas do meu ego. Estou tonto como uma barata que levou umas chineladas! Grande abraço Pedro!”



Resposta, comentários:

Ainda estás na fantasia lol Pensas que alcançaste um nível de consciência excelente, mas se isso fosse verdade não terias os problemas e sofrimento que descreveste no comentário.

Uma mulher que está no nível de consciência do medo não é uma mulher excepcional, e muito menos é íntegra, haha! Pode parecer ser, mas uma coisa é aparência e outra é essência. Acredito que tenhas subido de nível de consciência, mas não muito. Nem tu, nem ela.

Uma relação amorosa é o terreno mais difícil para o ego, e é por isso que digo que é a melhor oportunidade que temos para aprender a Amar. Mas essa aprendizagem tem de ser a sério e com convicção, não pode ser apenas na nossa imaginação. É comum a meio de uma relação surgir o medo de perder a mulher, daí a tua súbita carência. Ambos me parecem dependentes, e que se alimentam da energia um do outro, daí parecer-te que ambos evoluíram, haha!

O medo de perder a mulher vem da incapacidade do homem, uma vez solteiro, de conseguir facilmente e regularmente conhecer mulheres. Sem essa capacidade o homem acredita na ilusão de que a mulher com quem está ser a sua única hipótese e esperança de experienciar intimidade e sexo na vida. Mas intimidade e sexo não dependem de nenhuma mulher em específico, não há só uma cara e um nome com quem podemos ter isso. É algo que podemos ter com qualquer mulher com quem haja atracção mútua. Temos é de ter a coragem e competência de as conseguir abordar, conhecer e beijar.

Sem procurarmos seriamente ser Amor e sem um estilo de vida de contemplação, o ego vai-nos sempre atacar dessa forma e sabotar o que de outra forma poderia ser simples e bonito. É o ego que quer terminar a relação porque ele não está interessado em Amor (o ego nunca está interessado em ser desfeito, haha!). A minha sugestão é aguentares firme e dedicares-te mais seriamente ainda ao teu caminho de evolução, não dando tanta importância a esses pensamentos e emoções.

Os pais dela não te aceitam? Que se lixem os pais dela! Os pais dela não têm nada a ver com a vossa relação, isso só diz respeito a vocês os dois. É a vossa vida! É a vossa felicidade. O que importa é a satisfação que ambos sentem quando estão juntos, não a opinião de quem está de fora, sejam essas pessoas quem forem.

Pensa mais em como a Amar e servir, e em como passar os melhores momentos possíveis com ela. Pensa menos em ti e foca-te mais nela e no momento (contemplação). Sem coragem não há Amor, e vais ter de aprender a confiar no Espírito. Sentes-te louco e atrapalhado, e depois? Qual é o apocalipse? :D estás a dar ouvidos ao ego e não ao Espírito, e esse é o nosso grande e único problema :)

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

Sem comentários: