AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quinta-feira, 17 de março de 2016

“Como Lidar Com Pessoas Violentas e Mal Educadas”

“Como Lidar Com Pessoas Violentas e Mal Educadas”


Pergunta de leitor:

“Pedro, podias abordar o tema da violência? Como lidar com pessoas violentas, que são mal educadas, acham que podem mandar em tudo e todos, ameaçam etc. No meu caso tenho um colega de turma que encaixa nesse perfil, e com a minha raiva fica difícil de perceber o que é certo fazer quando por exemplo ele tenta fazer dos outros submissos, ou simplesmente fala de forma rude.”


Resposta, comentários:

O que tens de fazer é selecção consciente, ou seja, evita-o. Se é colega de turma não tens de estar com ele nos intervalos, nem na hora de almoço, nem depois das aulas. Não tens de conviver com ele nem conversar com ele. Ele não tem de fazer parte da tua vida de forma alguma. Os não-íntegros não se combatem nem mudam, evitam-se, e enquanto fazes isso aproximas-te do que te interessa e de quem te interessa. A tua emoção de raiva tem de ser transcendida pois não importa, é apenas uma percepção do teu ego. Tens de largar a tua opinião emocionalizada dele e focar-te na tua evolução e auto-conhecimento.

Repara, o tubarão morde e mata pessoas. Não é preciso, nem faz sentido, nem tem qualquer utilidade, odiar-mos com raiva o tubarão por causa disso. Por outro lado o tubarão nunca será um golfinho, não há como o mudar com opiniões, discursos, ameaças, lógicas, sentimentalismos ou violência. Lá porque o tubarão morde e mata pessoas, não vamos vestir uns speedos, meter faca do mato na boca e mergulhar à caça deles todos para os eliminar pois o nosso ego acha que são maus, haha!

Identificamos a essência do que existe, e se não for benigna simplesmente evitamos "mergulhar onde há tubarões". Essa é a atitude inteligente e íntegra.

"ele tenta fazer dos outros submissos, ou simplesmente fala de forma rude."

Pois é esse o nível de consciência actual dele, é essa a sua fase de evolução e ele está ser vítima do seu ego. E tal como tu está na escola de almas do sonho chamado vida a aprender até ficar Iluminado. É desagradável, logo evita-o, mas ele está inconsciente e o seu comportamento é automático, e ele está no mesmo caminho e contexto de evolução que nós. Logo, não faz sentido odiá-lo, mas sim contemplá-lo com compaixão pela sua limitação como ser humano.

E depois só é possível fazer dos outros submissos e falar de forma rude com quem tem uma essência que o permite, com quem tem uma essência fraca, sem auto-respeito nem coragem. Fraqueza convida inconscientemente agressão. É uma tentação a que o ego animal não consegue resistir, pois se percepciona alguém fraco associa isso a uma presença que lhe pode prejudicar a sobrevivência e vê essa pessoa como alguém a eliminar da tribo. É por questões irracionais de sobrevivência tribal animal. Logo ele não é um super-vilão num mundo perfeito de anjos, mas sim uma pessoa limitada em interacção com outras pessoas limitadas. Não há vítimas nem atacantes, apenas diferentes essências de ego, e karma negativo a "pagar" e a desfazer, através de escolhas íntegras.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

Sem comentários: