quinta-feira, 10 de março de 2016

“Como Lidar Com o Desejo Sexual da Testosterona e da Luxúria”

“Como Lidar Com o Desejo Sexual da Testosterona e da Luxúria”


Pergunta de leitor:

“Olá Pedro! Como estás? Se nós homens temos dificuldades em lidar com a luxúria que é provocada em parte pela testosterona, o que podemos fazer para diminuir ou controlar um pouco isso? Devemos canalizar esta energia nos estudos e em outras actividades como a meditação? Desde já muito obrigado Um abraço”


Resposta, comentários:

Como homens faz parte do nosso caminho de evolução aprender a lidar com a nossa testosterona e consequente desejo sexual.

Luxúria é uma atitude e percepção narcisista, não-íntegra, egocêntrica da nossa sexualidade. Portanto o homem pode ter desejo sexual, isso é normal, mas não tem de experienciar luxúria. E para não experienciar luxúria o homem tem de ser íntegro.

A luxúria e desejo sexual transcendem-se através da Contemplação, Serviço e aplicação no dia-a-dia de princípios espirituais (humildade, gratidão, vulnerabilidade, etc). Quando a emoção de desejo sexual surgir contempla-a, não penses sobre ela, rejeita qualquer pensamento que ela te traga até que esta desapareça e vai fazendo o que tens a fazer. Faz sempre isso sempre que a emoção desejo sexual e luxúria surja. Todas as emoções são ilusões e são temporárias, e quanto mais tempo e vezes as contemplares mais elas perdem poder sobre ti.

Depois podes também não a levar a sério pois esta tem como base a ilusão de que precisamos de algo, de que nos falta algo. Como podemos precisar de algo se nós na Verdade já somos tudo? Nós somos o Espírito, e o Espírito é tudo, logo nem sequer faz sentido precisar de algo :D

E vê a emoção de desejo sexual de luxúria com humor. "Lá estou eu outra vez a começar a babar-me todo!", haha! Humor ajuda a curar a percepção da emoção, retira a seriedade desta, ajuda a desfazer a ilusão de importância e a aperceberes-te de que estás a testemunhar uma emoção mas não és a emoção, logo aquilo que és e a tua Existência é independente dessa emoção e dos pensamentos que ela traz (são portanto apenas sugestões do ego). Existes antes dela, durante ela e depois dela, por isso não tens de seguir a emoção. Admites a emoção, aceitas a emoção, expressas a emoção apropriadamente, mas não a tens de seguir nem fazer o que ela te diz. E como já disse, humor não só ajuda muito como é também essencial na transcendência de qualquer emoção, ilusão ou limitação.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

2 comentários:

Raoni Dantas disse...

Essa pergunta foi minha eu acho! kkkk

Eu só sinto alegria (e orgulho à campeão lol) quando vejo perguntas antigas minhas publicadas e respondidas!

Obrigado pedro!

Pedro C. disse...

Sim, era tua :)

De nada, é uma honra.