quarta-feira, 16 de março de 2016

“A Verdade Sobre o WhatsApp e Como Viver Feliz Sem Ele”

“A Verdade Sobre o WhatsApp e Como Viver Feliz Sem Ele”


Pergunta de leitor:

“Olá Pedro. :) Tudo bem? Actualmente o aplicativo WhatsApp toma muito tempo das pessoas. 90% delas estão sempre no telemóvel, a escrever e a falar, falar, falar, é conteúdo demais, e conversas demais. Este aplicativo para telemóvel tem a sua utilidade pois os famosos Grupos de Trabalho e de Faculdade são até úteis devido às informações e avisos que outras pessoas colocam neles que podem até nos ajudar.  Mas usá-lo a toda hora é um exagero, e pode ser prejudicial.

Eu não gosto muito e sofro quando as pessoas dizem que sou distante por não usá-lo, como se eu não fosse desse mundo. Já outras pessoas falam que eu posso perder muitas coisas boas ou ficar para trás em certos assuntos por não usar o WhatsApp sempre. O uso constante do WhatsApp seria motivado por uma busca por atenção, por motivos de carência e orgulho? Ou não? Mesmo ligando todos os dias para minha namorada, ela reclamou porque eu não falo com ela no WhatsApp. Eu não tenho muito tempo para isso, mas é como se eu estivesse querendo ficar excluído do mundo porque realmente TODO MUNDO em qualquer lugar usa esse aplicativo. É incrível... Uma ajuda por favor Pedro. Obrigado!”


Resposta, comentários:

Hey! WhatsApp doc? :D

A mente é viciada em entretenimento, e sim, o uso constante dessa aplicação vem de busca por atenção por motivos de carência, dependência e solidão, em busca por sua vez de orgulho e mais energia. Eu nem sei o que esse WhatsApp é, nunca tinha ouvido falar, nem estou interessado, nem preciso de tal coisa :) deixo esses brinquedos electrónicos para aqueles que gostam de ser pseudo-ciborgues :D

Terá claro a sua utilidade prática como qualquer outra tecnologia e ferramenta criada pelo ser humano, mas claro que de certeza a maioria usa isso só para se entreter e distrair da realidade em vez de desfrutar e enfrentar a realidade. O ego gosta de se focar no irrelevante pois quanto mais longe te colocar da Realidade e da Verdade melhor, haha!

Pessoalmente eu prefiro convívio ao vivo, frente a frente, e quando não dá para estar com alguém estou bem sozinho, não preciso de chats. Os chats são chatos! :D Já nem sequer tenho Facebook. Tenho as minhas dedicações e saindo de casa sozinho sei que consigo conhecer alguém se quiser. Sem WhatsApp. É magia! Haha! Basta-me o telemóvel e o email, e quando quero usar a internet para falar com mulheres e conhecê-las uso o Badoo de vez em quando no computador, que é um site simples.

Tudo em equilíbrio, pois em excesso tecnologias como o WhatsApp e o Facebook prejudicam-nos pois consomem-nos muita energia, bloqueam-nos a criatividade e a produtividade, e distraem-nos da realidade, que é onde estamos, onde está a nossa vida, onde temos de fazer todas as escolhas, onde estão os nossos amigos verdadeiros, etc.

Curiosamente quem anda viciado nessas coisas é que não é deste mundo, pois a sua atenção não está neste mundo, não está na realidade, está num objecto de plástico com imagens :D escolhendo o Espírito colocamos-nos do lado da Integridade, e isso significa que 85% das pessoas vão-nos achar distantes, estranhos e de outro mundo, nas mais variadas situações e contextos. Aquilo que o mundo mais adora passa a ser para nós completamente desinteressante e aborrecido, e neste caso esse tipo de aplicações que nos retiram a atenção do que importa, a Realidade.

Quanto à tua namorada, a atitude dela é criancice. Se não lhe chega falarem por telemóvel, e exige que também falem pelo WhatsApp, ela está demasiado lá em baixo em termos de energia para ser possível ter com ela uma boa relação. Ela precisa de demasiada atenção, o que é um sinal de baixa energia. Tens de ser firme e ser autêntico, tens que lhe dizer a ela, e a todas as pessoas que te queiram impingir o WhatsApp, que não estás interessado nisso, que não precisas disso, que basta contactar por email e telemóvel, e que a tua vida é melhor sem isso. Quem quiser usar usa, mas quem não quiser usar é livre de não usar e ninguém tem nada a ver com isso.

Por outro lado, o WhatsApp é óptimo! Repara, enquanto que os negativos, não íntegros e narcisistas estão todo o dia com os olhos nos telemóveis, na internet, no WhatsApp e nos WhatsTheFuck, sentem-se um pouco melhor e deixam os outros em paz. Enquanto estão distraídos com a atenção totalmente no telemóvel e no WhatsApp não estão a olhar para os outros e a julgá-los num estado de ódio, não andam a pensar em coisas tão negativas como andariam normalmente, e não andam por aí a fazer porcarias no mundo e aos outros. É como atirar um bocado de carne para um lobo: ele fica logo todo distraído e tu passas na boa! :D Portanto o WhatsApp serve o mundo pois distrai o ego dos não íntegros e até os faz sentirem-se um pouco melhor. No nível deles até é uma coisa boa.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

1 comentário:

nelson goncalves disse...

Boa noite Pedro.
Há pouco tempo falei-te da mulher que eu oferecer o bolo não o fiz porque só encontrei um no hipermercado , a qualidade não era grande coisa.
Ontem quarta feira estava almoçar com as colegas de trabalho e ela almoçou a minha frente , de repente subitamente senti-me mal na zona do lado esquerdo em cima como um aperto , mal olhava para ela , olhava para os lados ou para baixo. Uma colega que estava ao meu lado , dei conta que ela ria-se subtilmente ou seja elas já devem ter topado alguma coisa , entretanto acabei de sair dali a dor passou.
Hoje a hora do almoço comecei a ter dores do lado esquerdo perto dos abdominais (foi durante o almoço todo) passado algum tempo saí dali fui dar uma volta ate a baía a dor passou.
Em ambas as situações senti a dor física.