AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quarta-feira, 9 de março de 2016

“A Diferença Entre a Vida Social de Um Homem Solteiro e de Um Homem Comprometido”

“A Diferença Entre a Vida Social de Um Homem Solteiro e de Um Homem Comprometido”


Pergunta de leitor:

“Olá Pedro! Como vai?  Aqui no Brasil, tem-se uma cultura de que quando se está namorando com alguém, não se deve sair sozinho para as boates, ou barzinhos entre outras coisas, pois se encontrarem e virem você na festa sozinho, logo vão dizer que você está procurando alguma mulher ou quer ficar com alguém e está traindo sua namorada, dependendo do lugar que você for, casa de dança ou algo sim, lugares típicos de pessoas solteiras.

Vejo que na Europa é diferente. Conheci um casal de portugueses há mais ou menos 1 mês e eles agem totalmente diferentes aqui. Ele sai para festas sozinho e ela também, entretanto nenhum dos dois se importam, ou pelo menos é o que parece. Perguntei se eles não tinham ciúmes um do outro e eles disseram que mantinham um relacionamento aberto. Eu namoro há 2 anos e tipo, desde que comecei a namorar eu não saio sozinho para determinados lugares.

Continuo saindo com amigos mas só para jogar à bola. Eu saio muito mais com minha namorada e com os amigos e amigas dela. Entretanto a frequência com que vejo meus amigos diminuiu muito desde que comecei a namorar. Aqui no Brasil, por exemplo, se eu colocar uma foto de uma festa que eu fui com alguma mulher amiga minha, logo vão pensar que eu estava ficando com ela, quando na verdade não houve nada, mas só pelo fato do contexto em si, da festa e da mulher ser bonita, todos, inclusive minha namorada, com certeza irão pensar que eu fiquei com a mulher.

Certa vez li em seu blog que para sermos fiéis a uma pessoa devemos recusar convites, deixar de sair sozinho, etc. E recentemente li que quando o homem está satisfeito com a mulher em si, ele deixa de fazer certas coisas, inclusive sair sozinho. Eu estou muito satisfeito, por isso não sinto a necessidade de procurar outras mulheres, mas e a necessidade social?

De apenas conviver e interagir e conhecer novas pessoas? A vida social de um homem tem apenas como fim um interesse físico/de namoro/sexual, e conhecer mulheres? Qual é o objectivo da amizade entre um homem e uma mulher? A vida social de um homem solteiro muda muito quando ele começa a namorar não é? Pelo menos comigo mudou. Alguns amigos meus, saem normalmente com outros amigos deles para festas ou eventos, e tudo mais, e as namoradas deles não têm ciúmes, porque também elas fazem isso e eles permitem. Eu acho que se elas querem ficar indo para festas e eventos e tudo mais é melhor cada um ficar solteiro, porque um relacionamento requer compromisso, e compromisso requer sacrifício, toda escolha requer sacrifício.

Quero saber até que ponto isso é aceitável, ou como devo agir em relação a tudo isso. Sei que o amor deixa livre e tudo mais, e que devemos ter desprendimento, mas ao mesmo tempo devemos cuidar da pessoa e sermos leais a ela, dedicarmos tempo e atenção ao máximo com a pessoa que estamos amando. Até onde vai o limite de confiança que devemos ter com a nossa namorada? Gostaria que você analisasse cada pergunta e lesse o texto com calma, para responder melhor.  Desde já muito obrigado pela resposta. Um abraço.”


Resposta, comentários:

“Gostaria que você analisasse cada pergunta e lesse o texto com calma, para responder melhor.”

O quê, mas é preciso ler os textos e perguntas para responder? Eu respondo sempre sem ler! :D dá muito trabalho ler, haha!

Podes fazer aquilo que quiseres, e só serás genuinamente capaz de fazer aquilo que o teu nível de consciência e energia actual te permitir e fazer achar apropriado na tua percepção.

* Depende das amigas. Se são "amigas" porque quando as conheceste apesar de te sentires atraído não tiveste a coragem de avançar nessa direcção e de as beijares, de uma perspectiva mais elevada não é apropriado saíres com essas "amigas" quando tens namorada. Sai antes com a tua namorada, não precisas de sair a sós com outras mulheres.

* Com que intenção queres ir sair para festas para beber com os teus amigos? Porque não vais antes sair com a tua namorada, e porque não sais com os teus amigos para contextos mais inocentes sem ser apenas festas e bebedeiras? Será que é porque nessas festas com álcool há outras mulheres...? Os teus amigos são solteiros...? É que de uma perspectiva mais elevada há coisas de que se ganha consciência de que não são apropriadas fazer quando se tem namorada, nem sequer se tem a necessidade ou motivação de o fazer. Estarás mesmo preparado e pronto para Amor e uma relação amorosa? Ou estás num nível de consciência de apenas atracção e curtes...?

* O objectivo depende da intenção do homem, que geralmente é atracção reprimida, escondida ou negada. Se há compatibilidade pessoal as pessoas ficam amigas pois surge naturalmente uma ligação entre ambas. Do lado da mulher, porque todos temos um ego e ela também (lol), é sempre bem-vinda mais uma pessoa a dar atenção e companhia, e a validá-la, independentemente de atracção ou sexo. Se o homem é simpático e há conversa minimamente divertida e interessante, ela aceita-o como companhia regular assexuada.

* Ama e Perdoa sempre a mulher, não fiques a odiá-la na tua memória, pois o ego é inocente e comete os erros por ignorância e inconsciência. Mas, porque traição é um sinal de falta de Integridade, e se tu queres ser Íntegro e ter uma boa relação com uma boa mulher, no contexto de relação amorosa perdoas a primeira traição - ou seja, não acabas a relação - mas à segunda vez é o adeus. Depende também sempre daquilo que estiveres disposto a tolerar por validação e sexo, haha!

Damos sempre o benefício da dúvida e uma segunda oportunidade, mas não sugiro dar mais que isso, pois não há tempo a perder na vida. Avança sempre sem hesitar para o que realmente importa na vida, sê gentil mas também firme, atento e selectivo, pois há pessoas que têm todo o prazer narcisista em te verem falhar e sentir miserável :) deixa-as para trás, e caminha na direcção certa.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

Sem comentários: