quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

“Como Ser Um Homem Solteiro Masculino e Universalmente Atraente Para As Mulheres”

Como Ser Um Homem Solteiro Masculino e Universalmente Atraente Para As Mulheres”


Pergunta de leitor:

Porque nenhuma mulher gosta de mim?

Olá Pedro, tudo bom?

Com o passar do tempo apercebi-me que nunca tive nenhuma mulher/rapariga que gostasse de mim, pelo menos nunca nenhuma disse-me. Eu não sou o Brad Pitt, mas não sou mau rapaz, quer dizer, há piores como também há melhores, quando estou interessado eu mexo-me e faço acontecer, ou pelo menos tento, e da parte delas as coisas mais comuns que oiço são:

"Só te vejo como um amigo."

"És boa pessoa mas não gosto de ti nesse sentido."

"Não quero um namorado."

Eu tento compreender e pensar de uma forma mais evoluída do tipo "ela é livre para não gostar de mim", mas a verdade é que acho que o problema é meu, porque ja são muitas, só que não sei qual é o problema. Obviamente que às vezes surgem raparigas interessadas em mim, é raro, mas elas existem... só que 100% das vezes eu nem atracção sinto por elas... Isso parece algo sobre validação, e até pode ser, mas carambas só quero conseguir ter uma relação bonita, será pedir muito? Obrigado Pedro, um abraço.”


Resposta, comentários:

Todo bom, quero dizer, tudo bom! :D

Pelas reacções e respostas que referes, a maior parte das mulheres simplesmente não se sentem atraídas por ti. E sim, o problema é teu, haha!

Não precisas de ser um Brad Pitt para teres satisfação com as mulheres na tua vida social e amorosa. Não tens de ter aparência e corpo de modelo ou de ginásio. Muitos parecem o Brad Pitt, mas porque a sua essência não é masculina, apesar de terem uma cara bonita e abdominais definidos, a mulher não se sente atraída por eles. Não há a química, a faísca, a pica, a tesão... haha! Porque apesar da cara bonita e dos abdominais definidos, a atitude do homem é fraca. Ele é fraco, inseguro, vive para agradar por necessidade de aprovação e validação, sente-se desconfortável com ele próprio, tem uma auto-imagem negativa, vive preso na cabeça em pensamentos, é limitado e sabotado por desejo e fica demasiado sério e aborrecido, avança a medo, hesita no momento da verdade, etc, etc. Então, apesar da sua aparência, esforços, simpatia, elogios e por vezes até ofertas, eles nada conseguem. A mulher não sente atracção por eles, não há polaridade masculino/feminino, logo a mulher apenas vê esse tipo de homem fraco como um amigo, ou um conhecido que contacto de vez em quando porque se sente só, precisa de companhia e de desabafar sobre o namorado, ou parceiro sexual, que por exemplo ou não lhe dá atenção suficiente, ou anda com outras :D

E tu não queres ser esse amigo ou companheiro, acredita haha! É frustrante e revoltante! É uma tortura pois o homem tem uma ligação assexuada com a mulher mas continua a sentir-se atraído por ela. E atracção não satisfeita dá sempre em sofrimento, seja este consciente ou inconsciente. É um tipo de relação que é falso, pois a intenção verdadeira do homem não era ser amigo dessa mulher, era sim fazer amor com ela e quem sabe, namorar com ela. E ela também, muitas vezes, não é mesmo amiga dele. Usa-o como apoio emocional por exemplo, ou quando lhe dá jeito a boleia para a discoteca e depois para casa ;) ela aproveita-se da fraqueza e interesse desse homem nela, e ela sabe que o está a fazer. É o jogo das distâncias: ela mantém o homem a uma distância segura para o controlar. Ela sabe que ele não tem a coragem de avançar, que é uma companhia segura nesse sentido. Então mantém-no a uma distância perto o suficiente que dá ao homem uma falsa esperança de “ela gosta de mim, talvez um dia se apaixone e me beije ou queira fazer amor e namorar comigo!”. Ao mesmo tempo mantém-no longe o suficiente para este andar sempre na dúvida, e se ele se tenta afastar ela volta a aproximar-se o suficiente para lhe dar a falsa esperança novamente e recuperá-lo. Ou seja, parece que andam para trás e para a frente, mas estão sempre a 2 metros de distância sem se tocar, haha!

Portanto o teu problema é falta de masculinidade, e eu tenho alguns princípios e verdades em relação a isso para partilhar contigo.

Elas só te vêem como amigo pois não se sentem atraídas por ti. Falta-te confiança.

Elas dizem-te que és boa pessoa mas que não gostam de ti nesse sentido pois falta-te autenticidade.

Elas dizem-te que não querem namorado porque não querem namorar contigo. E não o querem pois não sentem atracção por ti, o que significa que não querem fazer amor contigo, que é o que leva um homem e uma mulher a namorar. Não te iludas: uma mulher só quer namorar com um homem que lhe dá vontade de abrir as pernas haha! Sem sexo não há namoro para ninguém. Por muito que gostem um do outro como pessoa, isso só por si apenas leva a amizade, e tudo bem. Leva a uma ligação assexuada de convívio e conversa apenas, e tudo bem. Mas aqui a intenção é ter uma relação amorosa, namorar, e para isso tem de haver atracção mútua, e não chega gostarem um do outro como pessoa, o que é um factor pois é um sinal de compatibilidade, mas como já disse, só por si apenas leva a amizade. Uma mulher que apenas goste de um homem como pessoa mas que não se sinta atraída por ele NUNCA o vai querer como namorado, isto é um facto, e é uma verdade absoluta. Mas se a mulher se sentir atraída por ele, se tiver vontade de fazer amor com ele, mesmo que não goste lá muito dele como pessoa, ela vai estar disposta a namorar com ele. É o sexo que manda na vida amorosa, é a atracção que manda, haha! E há casos e exemplos disto que estou a dizer por todo o lado.

Então o que podes tu fazer para teres mulheres a quererem fazer amor contigo?

Primeiro lembra-te sempre disto:

Por muito que te desafies, por muito que evoluas, por muito que te tornes naturalmente atraente ou universalmente atraente, por muitas mulheres que abordes da melhor forma possível e que sejas o mais atraente possível na primeira conversa, ou primeiro momento, não podes mudar a verdade absoluta de que apenas uma minoria das mulheres (5% aproximadamente) vai gostar mesmo de ti exactamente como és. Ou seja, apenas 5% das mulheres que abordares vão gostar mesmo de ti e serão compatíveis contigo para uma boa relação amorosa, ou namoro. Quanto mais rápido te alinhares com esta verdade e funcionares com a realidade, menos irás sofrer. Tens então de descobrir a alegria de ir falar com mulheres pela experiência em si, e não pelos resultados. O ego tem a fantasia de ser um macho campeão da sedução que é desejado por todas as mulheres que aborda, mas isso é uma ilusão, isso não existe. E também, quem é que tem tempo para todas as mulheres?! Haha!

Se te focares nos resultados vais andar sempre frustrado, como estás a demonstrar estar. Não conseguimos controlar o processo, apenas acelerá-lo, sendo autêntico e falando com o maior número possível de mulheres. Na verdade não se controla nada na vida! Haha isso é uma ilusão. Tudo acontece automaticamente e espontaneamente por si só, como consequência natural do nível de consciência em que se está. E há uma série de factores que definem a compatibilidade entre um homem e uma mulher. Alguns deles são o nível de consciência, o tipo de personalidade, o nível sócio-económico, o estilo de vida e horários, o corpo/aparência, o ADN, etc. Nada disso pode ser controlado ou mudado na mulher, apenas pode ser descoberto. E para ser descoberto temos de o procurar, e o processo de procura é um processo de selecção. Vamos vivendo a vida descontraídos e despreocupados com o assunto, e quando realmente queremos vamos falar com as mulheres atraentes que se cruzam connosco. Ou que encontramos no Badoo ou no Tinder, por exemplo :D

Evoluindo só há uma coisa que melhora: o número de mulheres que se sentem atraídas por nós, sejam compatíveis a outros níveis ou não. Ser naturalmente atraente, ou universalmente atraente, significa apenas ser autêntico, masculino e experiente na arte (ou processo) de abordar mulheres, fazê-las sentirem-se bem, conversar com elas, conhecê-las, sair com elas, fazê-las rirem-se, ter intimidade e afecto, beijá-las, fazer amor com elas, ter uma ligação com elas, relacionar-se com elas, etc, não por esta ordem mas tudo ao mesmo tempo, digamos assim. Ou seja, se evoluirmos sendo mais autênticos e masculinos, o que vai acontecer é que vamos ter mais experiências estimulantes com mais mulheres, e menos rejeições. Apesar de o número mínimo das que realmente gostam de nós se manter, vai haver um número bem maior de mulheres que se vão sentir atraídas por nós devido à polaridade masculino/feminino e à nossa experiência e competência em todo o processo. Isto vai levar a mais reacções positivas, mais conversas divertidas e estimulantes, mais curtes e beijos, mais sexo, mais saídas, mais opções, mais números de telemóvel, mais diversão, mais ligações, etc. E isso é tudo bom. Conseguir isso é ter uma vida de solteiro extraordinária, e é isso que deveria ser a tua intenção em vez de te focares no objectivo de ter uma relação bonita.

Porquê?

Porque uma relação bonita não é algo que se consegue, ou que se alcança, ou que se obtém, ou que se cria, ou que se controla, ou que se força... é algo que se merece. E quando se merece é algo que nos acontece automaticamente como consequência natural de se ter uma essência bonita e uma vida de solteiro bonita. Uma relação bonita é a consequência natural de se ter uma vida de solteiro extraordinária. As mulheres sentem atracção por homens satisfeitos consigo próprios e com a sua vida, não por homens frustrados porque as mulheres não gostam deles e assim nunca mais têm uma relação bonita, haha!

Portanto começa por esquecer isso de “só quero conseguir ter uma relação bonita”, e foca-te antes em ter uma vida de solteiro tão extraordinária que estás tão bem solteiro que até te custa ter uma relação :D

Esta atitude é mais autêntica do que a de querer uma relação, na verdade.

Repara, o homem foi criado para ser livre. É essa a sua condição natural. Uma relação bonita é sem dúvida algo muito bom de se ter na vida, mas é raro. A maior parte das pessoas mete-se em relações pelas razões erradas, por motivos negativos e narcisistas. Por carência e dependência emocional, porque não conseguem estar sozinhas, porque quando estão solteiras são incapazes de conhecer pessoas do sexo oposto e então sentem-se sós e perdidas, anseiam demasiado pela aprovação de alguém do sexo oposto, e há aquelas que o fazem por medo de perder a outra pessoa, ou por interesses económicos e outras facilidades monetárias e materiais. Uma relação em si é algo complicado pois inclui dois egos, haha! O casamento não é “até que a morte nos separe”, mas é sim na realidade “até que o ego nos separe” :D e os divórcios são a prova disso.

Os divórcios até acabam por ser mais sinceros que muitas das relações ou casamentos, pois num divórcio há de certeza uma pessoa que está mesmo farta da outra, mas numa relação ou casamento nem sempre há apreciação genuína mútua, como já expliquei devido às motivações negativas e narcisistas comuns que levam a essas ligações. Não tenho nada contra relações e casamentos, obviamente, mas esta é a realidade. São óptimos quando são bons, mas raramente são mesmo bons. Aquelas relações que duram até à morte de um dos parceiros, muito poucas são mesmo boas. As pessoas simplesmente continuam juntas devido a motivações negativas, o medo de estar sós, o saberem que uma vez solteiras não conseguem conhecer facilmente outras pessoas do sexo oposto, o medo da reacção do parceiro, e na sua percepção mais vale ter alguém numa relação sem atracção e sem entusiasmo mútuo, do que não ter ninguém. É fraqueza e falsidade. É o sentimentalismo de quem vive sem coragem e autenticidade. Estas pessoas mantêm-se juntas devido a dependência emocionalisada trazida pelos instintos de sobrevivência e reprodução, não é portanto por amor, é por ilusão. Os casais que realmente são felizes são a excepção, são muito raros mesmo. Os outros parecem estar felizes, mas essa é apenas a aparência da relação e não a essência, é a fachada que metem para o público. A sua ligação é negativa, não é positiva. Uma pessoa dependente nunca é feliz numa relação. Mas uma pessoa independente pode ser.

Depois, todas as relações são temporárias. Tudo na vida é temporário, e não há como o controlar. As relações começam e acabam. Começam quando há atracção e entusiasmo mútuo, e acabam quando essa atracção e entusiasmo desaparecem. Não importa quanto tempo duram, ou quais as aparentes razões pelas quais acabam. O seu fim é uma realidade que temos de aceitar, assim como o seu início. Lutar por uma pessoa ou relação é estúpido pois é estar-se a forçar algo que a realidade já nos mostrou que não dá. É lutar para tentar comer uma sopa com uma chave de parafusos quando a realidade já nos disse que não é suposto ser assim :D é repetir algo que não resulta esperando um resultado diferente, ou que finalmente resulte... e essa é a definição de insanidade, segundo o Albert Einstein, haha! Portanto a atitude feliz é nunca forçar nem o início nem a continuação de nenhuma relação, pois na verdade temos de aceitar aquilo que merecemos, devido ao nosso karma. É importante também largar as ilusões da relação perfeita e infinita. Terás óptimos momentos com mulheres, e terás algumas relações, e a tua felicidade virá apenas de como és.

Dizes que não és mau rapaz, e que as mulheres geralmente dizem que és boa pessoa. Ora, se assim é, e se geralmente elas não se sentem atraídas por ti, é porque não estás a ser autêntico como homem. Isso acontece a quem finge ser um santo haha a quem vive com medo de ser rejeitado e por isso vive para agradar aos outros. Uma mulher não se sente atraída por um homem fraco e falso a esse nível. Uma mulher quer um homem que é ele próprio e autêntico, que se conhece e sabe o que quer, que vive como quer, que revela o que quer. Um homem que segue o seu caminho, e não a aprovação dos outros. Um homem que é poderoso pois é independente da validação dos outros e da sociedade. Um homem que encarna a personagem do bonzinho e politicamente correcto, que evita ser sincero para não chatear e não magoar, que finge ser um santo para ser aprovado pelo maior número possível de pessoas, não é um homem a sério e não atrai as mulheres no geral.

Tens de perceber como realmente és e o que realmente queres. Tens de viver a vida como realmente queres. Tens de ser tu próprio e estar disposto a ser rejeitado e criticado por aqueles que são diferentes de ti, que não concordam com as tuas escolhas e estilo de vida, que são de um nível de consciência inferior, ou superior, ao teu, etc. Tens de esquecer o que os outros pensam de ti e seguir o teu caminho independentemente da aprovação e validação dos outros. Isso é poder, isso é confiança. E tens de realmente querer a mulher e não ter problemas e desconfortos pela atracção que sentes por ela. É a atracção que leva a fazer amor, e é fazer amor que pode levar à relação bonita. Não é uma pseudo-amizade nem fingir ser um santo :D

As mulheres no geral querem um homem que é autêntico e que realmente as quer. E que está na boa com tudo isso. Auto-conhecimento + confiança = masculinidade. E depois, na verdade, uma relação bonita não é mesmo o que tu queres :D o que tu queres é que as mulheres gostem de ti a um nível sexual, porque ao nível pessoal já gostam ;) se as mulheres te começassem a abordar na rua todos os dias a dizerem que és espectacular e que querem fazer amor contigo, tu ficavas satisfeito como homem e esquecias logo essa ideia da relação bonita. É assim que funciona, o homem vê a mulher e se a achar bonita quer fazer amor com ela. Se ela não quiser o mesmo, o homem fica frustrado e o seu ego incomodado pela rejeição. Mas o homem aproxima-se nesse momento da mulher não para ter uma relação bonita, pois não é essa a sua motivação no momento, mas sim porque se sente atraído por ela e isso leva directamente a querer fazer amor com ela. Só depois de se conhecer pessoalmente a mulher e de se fazer amor com ela é que se pode saber se realmente se quer uma relação com ela. E só depois é que se sabe se a relação é bonita ou não haha! Querer uma relação é apenas algo que se quer quando se anda a sair e curtir com uma mulher de quem se gosta muito. Senão quer-se uma relação porquê? Com quem? É uma motivação baseada em que factos e factores reais? Primeiro conhece-se a mulher pessoalmente e sexualmente, e só depois é que se sabe como ela é e como é ter essa ligação com ela, e só depois é que pode surgir a motivação de ter uma relação com ela. Essa motivação é suposto ser baseada em experiência real, e não em imaginação e idealização. Portanto como homem na verdade só sabemos que queremos ir ter com aquela mulher que achamos bonita. O resto logo se vê. Queremos conseguir ir falar com as mulheres que nos atraem, e ter todo o tipo de experiências com mulheres, e depois logo se vê o que acontece. E essa é a base do homem solteiro que tem uma vida de solteiro extraordinária: ele é livre, confiante e independente para desfrutar a sua vida de solteiro ao máximo.

«Eu tento compreender e pensar de uma forma mais evoluída do tipo "ela é livre para não gostar de mim"...»

Assim que fores rejeitado esquece logo a mulher e a situação, e não penses mais nisso, pois na verdade não temos como saber exactamente porque fomos rejeitados. Pode ter sido incompatibilidade ao nível do ADN, ou ela pode ter namorado, ou pode-lhe ter falecido a mãe recentemente, ou ela pode ter sido despedida do emprego recentemente, ou tu estavas num estado demasiado nervoso, etc.

Obviamente que às vezes surgem raparigas interessadas em mim, é raro, mas elas existem... só que 100% das vezes eu nem atracção sinto por elas...”

Pois mas essas são precisamente as mulheres do teu nível de consciência, haha! Essas são as mulheres que karmicamente mereces. Para além de te fazeres de santo, parece que ainda por cima és orgulhoso e achas que mereces melhor do que aquilo que realmente mereces :D deixa de ser esquisito e arrisca ir em frente com uma dessas mulheres. Alguma coisa nelas te há-de agradar, e com a tua aceitação irás de certeza descobrir que elas são melhores do que aparentam, e terás muitos momentos felizes com elas. Por outro lado, o ego odeia intimidade e amor e evita-os ao máximo. E vai desde abordar o tipo errado de mulheres (que na tua intuição sabes que te vão rejeitar pois não têm nada a ver contigo), a rejeitar aquelas que gostam de ti. Porque o ego nunca quer ser descoberto. O amor é o seu fim... e intimidade significa dar-se a conhecer a um nível mais profundo, e o ego tem medo do que as mulheres possam descobrir, pois sabe que ele não é lá grande coisa, não tem tido pensamentos nem intenções lá muito bonitos, e tem medo de ser rejeitado ao partilhar os seus segredos, digamos assim. Porque ter intimidade é tornar-se um com a mulher, partilhando o que se pensa, sente, quer, é... dando acesso à mulher ao nosso interior e essência. É assustador para o ego que quer evitar revelar a verdade sobre si próprio, quando este sabe que essa verdade não é lá muito bonita :D

Portanto ao mesmo tempo que vais abordando as mulheres por quem te sentes atraído, tens de todos os dias olhar para dentro e te contemplar. Tens de te conhecer como homem e ser humano. Tens de descobrir a tua essência e alinhar a tua aparência com ela. Tens de ser tu próprio e autêntico. Tens de ser sincero, confiante, livre e independente. Tens de viver como queres, sabendo o que queres, e admiti-lo sem medos. Tens de realmente querer a mulher por razões reais e para experiências reais, e largar os sentimentalismos do falso santo. Esperar as motivações baseadas em experiências reais, e deixar de imaginar e idealizar a tua vida amorosa. Tens de ser um homem a sério que arrisca e que segue o seu caminho. Tens de ter todo o tipo de experiências com mulheres na tua vida de solteiro, e só te metes numa relação com uma mulher que realmente o mereça. E se surgir uma mulher que goste de ti, não sejas orgulhoso nem esquisito, pois é o teu karma e é com essa mulher que vais ter os momentos bonitos e as experiências estimulantes porque anseias, e que irás aprender as lições que te levarão ao próximo nível, a um nível mais próximo de seres um homem solteiro masculino e universalmente atraente para as mulheres.

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

1 comentário:

Miguel disse...

Obrigado Pedro, vou procurar seguir o que me sugeriste para melhorar :)
Abraço