quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

“Como Perder a Timidez e Encontrar a Coragem”


“Como Perder a Timidez e Encontrar a Coragem”


Pergunta de leitor:

“Olá novamente Pedro, agora vou perguntar algo para ajudar um amigo meu. O que você recomendaria actualmente para uma pessoa que é muito tímida, insegura e negativa? Ele já tem 26 anos, gostaria de saber por onde ele pode começar a mudar sem que ele se sinta tão mal diante das situações sociais. Porque quando se está num nível mais elevado certas coisas não afectam tanto, mas e quando se está num nível tão baixo quanto o dele, o que fazer para dar os primeiros passos? E como conseguir as mudanças mínimas para poder evoluir?”


Resposta, comentários:

Olá!

O que eu recomendaria actualmente para uma pessoa que é muito tímida, insegura e negativa é o mesmo que recomendaria no passado: deixar-se de tretas e enfrentar os seus medos sociais.

A questão é que para ele ficar disposto a passar pela agonia que é enfrentar esses medos, tem de primeiro se sentir mal, muito mal mesmo, por ser como é. Enquanto ele não alcançar o seu ponto de saturação de sofrimento, enquanto não alcançar o seu fundo, ele nunca irá querer mudar e aumentar a sua consciência. Enquanto ele não atingir esse ponto máximo de sofrimento ele não irá largar o que tem de largar, nem estará disposto a fazer o que tem de fazer para mudar e ser mais feliz.

Será que ele quer mesmo ser ajudado e mudar? Ou essa é apenas uma ideia tua? Se for uma ideia tua larga-a, pois a motivação de mudança não pode ser forçada em ninguém. Ou a pessoa realmente quer mudar e pede ajuda de uma forma clara, ou esquece.

Nós somos tímidos, inseguros e negativos porque queremos :D ele ainda não sofreu o suficiente para querer largar isso tudo. Essas características parecem muito inocentes, e parece que a pessoa é uma grande vítima, mas a verdade é que isso vem tudo de um grande egocentrismo onde a energia é tão baixa que nem se consegue fazer o que as pessoas normais fazem. Eu sei isto por experiência própria. Timidez é consequência natural do narcisismo de pensarmos em nós próprios a toda a hora, e de uma forma negativa. E escondida por detrás da pseudo-inocência da timidez está uma certa arrogância. Porquê? Porque os medos sociais vêm do medo de se ser descoberto em termos de essência pelos outros. Do medo de que os outros descubram os nossos horríveis pensamentos secretos. Do medo que os outros descubram como realmente somos e em que realmente pensamos, e nos critiquem e rejeitem por causa disso.

A idade nunca é desculpa, vamos sempre a tempo de enfrentar os nossos medos. Temos de enfrentar os nossos medos e ponto final. É mexe-te ou esquece. Tem de ser tão importante para nós mudar, que estamos dispostos a morrer por isso. O que “morre” é apenas o ego, por isso é seguro :) ir dizer olá a uma mulher bonita não é perigoso haha! só um idiota pode acreditar que é. Mas para o ego é altamente perigoso! Porquê? Porque é algo com potencial de rejeição, e se o fizer e for rejeitado, perde o seu orgulho e cai na vergonha, e isso é o apocalipse para o ego! Haha! A sua falsa auto-imagem de perfeição é desfeita e isso faz dói dói no eguinho :D É por isso que por detrás da falsa-inocência da timidez (a aparência do coitadinho bonzinho vítima que não faz mal a uma mosca) há um certo nível de arrogância. O tímido é tímido pois para ele o seu falso orgulho da sua falsa auto-imagem de perfeição é mais importante do que ser socialmente normal e competente. É mais importante do que amor e ter namorada, é mais importante do que ter todo o tipo de experiências com mulheres seguindo a atracção que sente por elas.

É estranho que uma pessoa tímida tenha uma auto-imagem negativa de si própria que tenta esconder dos outros, e ao mesmo tempo tenha uma falsa auto-imagem de perfeição que lhe traz orgulho e que não quer ver desfeita. Ambas dominam o estado da pessoa em momentos diferentes. A dinâmica é a de a pessoa se querer esconder para se proteger de críticas e rejeições. É horrível viver-se assim, eu sei, é um pesadelo sem escape, um labirinto infinito sem saída. Nada exterior parece aliviar a agonia interior que se sente, pois nem nós gostamos de nós próprios nesse nível de consciência.

É por isso que é essencial deixarmos-nos de tretas e pormos-nos a mexer! Foi o que eu fiz, e resultou =)

Seja como for ele pode começar por escrever afirmações que tenham a ver com se sentir alegre na vida social, e conseguir ir dizer olá a mulheres bonitas, etc, e fazer visualizações sem diálogos sobre isso tudo. Ele pode começar pela mente e os seus pensamentos, mas não pode ser preguiçoso, tem de ser um trabalho diário e intenso. E tem de passar a ler muito sobre isso e a rodear-se de coisas positivas largando ao mesmo tempo coisas negativas.

Mas não é possível aumentar de consciência sem entrarmos em acção, enfrentarmos os nossos medos e nos sentirmos mal. É um sacrifício para o ego, mas depois da tempestade vem a bonança e tudo fica melhor. O tesouro da coragem não tem preço =)

Obrigado pela tua pergunta.

Segue o que Amas,

Pedro C.

2 comentários:

Angelo disse...

Olá Pedro, tudo bem? Tenho uma duvida. Neste momento tenho uma relaçao sexual com uma mulher. Demorou quase meio ano até conseguir que a coisa avançasse com ela. Agora que finalmente o consegui noto que não é realmente o que quero pois ela trabalha comigo. Descobri que não quero só uma relação sexual e o facto de trabalhar comigo também não me agrada muito... Quero uma relação sem qualquer impedimento com liberdade para se profundizar. A minha pergunta é se é integro sair e conhecer outras mulher enquanto estou com a mulher actual?

Pedro C. disse...

Ângelo:

1 - Falas com ela e explicas-lhe o que explicaste aqui;

2 - Se for essa a tua vontade, terminas o que tens com ela;

3 - Vais conhecer outras mulheres. A minha sugestão é nunca teres algo físico ou sexual com duas mulheres ao mesmo tempo. Pois isso traz-lhes o sofrimento desnecessário dos ciúmes, e karmicamente pode trazer-te experiências negativas no futuro. Mas é só uma sugestão, faz aquilo que achares certo para ti.