terça-feira, 8 de dezembro de 2015

"Reality, Spirituality and Modern Man" - David R. Hawkins



Reality, Spirituality and Modern Man

David R. Hawkins







2 comentários:

Raoni Dantas disse...

É incrível como apenas pelos títulos dos livros do Hawkins nos sentimos atraídos para lê-los...é uma pena mesmo que só tenham em inglês...

Bem que você poderia ser o tradutor oficial dos livros do Hawkins e assim contribuir de maneira incrível para o mundo e ainda ficar rico fazendo algo que seria muito trabalhoso mas tenho certeza que tu o farias com prazer e excelência...

Vamos lá Pedro...já estás quase chegando aos 40 anos...:) :) além do Cool Vibes (que na minha opinião é melhor que o Star Wars) poderias ser o tradutor oficial para o português dos livros do Hawkins...e o melhor: com os teus desenhos ;)

Pensa nisso Pedro! Com certeza deixarias um belo legado neste Planeta Terra.

Não para mim, mas para o povo português, brasileiro, angolano... :)

Forte abraço, muito obrigado por tudo que fizestes neste ano de 2015, Feliz Natal, Feliz Ano Novo e nos vemos melhor em 2016!!

Pedro C. disse...

Raoni Dantas: "Bem que você poderia ser o tradutor oficial dos livros do Hawkins..."

Não, na verdade é má ideia lol há significados e subtilezas que se perdem nas traduções, e só o David R. Hawkins sabe do que estava a falar, e só ele sabe porque usou determinada palavra ou expressão. Não é boa ideia "brincar às traduções" com o trabalho de alguém com total acesso à realidade espiritual não-linear. Só David R. Hawkins poderia traduzir o seu trabalho, sem se perder ou distorcer significados. Os seus livros não são apenas textos e conteúdos, são energia, expressa intencionalmente de forma específica, e a sua tradução iria bloquear a poderosa inspiração que está por detrás do que está escrito, que deve ser lido na língua original se a intenção é ter acesso a essa sabedora silenciosa que está na energia geral de cada livro.

O que temos de fazer é pegar em nós e evoluir como ser humano, aprendendo inglês. Saber inglês já é essencial nos dias de hoje, não se trata apenas de um mero luxo secundário. Há que arranjar o dinheiro e reservar tempo suficiente para se aprender inglês, e depois desfrutar e beneficiar daquilo que está, e deve ser, lido na sua língua original.

Outro caso semelhante, mas a outro nível, é o genial escritor de fantasia J.R.R. Tolkien, famoso pela trilogia "The Lord of the Rings" e "The Hobbit". Este senhor era inglês, um apaixonado por línguas e mestre nessa área. Ora, obviamente que os seus livros traduzidos perdem a riqueza linguística da versão original, que foi escrita em inglês por Tolkien, mestre da sua própria língua. As expressões e palavras são diferentes, e perdem-se significados, descrições, impacto, etc, com a tradução, pois há palavras em inglês com "sons" e energia que não há em português (e vice-versa, claro), e há expressões que simplesmente não existem em português, e que foram intencionalmente usadas por Tolkien com um efeito específico em mente, e é por isso que esses livros são tão bons e famosos. Não é apenas pela história e imaginação, que são óptimos, mas também pela forma como foram escritos pelo mestre em línguas que Tolkien era, e pela sua essência e energia, cuja expressão foi intencionalmente escolhida por Tolkien usando o que melhor sabia da língua inglesa.

Por-me a traduzir os livros do David R. Hawkins seria absurdo e arrogante, pois seria estar convencido que tenho o mesmo nível de consciência que ele lol não, leio os livros dele na versão original, porque amo aquela energia e sabedoria, e humildemente coloco-me no meu lugar :)

Feliz Natal e Bom Ano Novo.