AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quarta-feira, 24 de junho de 2015

"Um Mistério Chamado Interacção: Como Iniciar Conversas Com Mulheres - Curso Online, Parte 3"


"Um Mistério Chamado Interacção: Como Iniciar Conversas Com Mulheres" 


Parte 3 do curso online do Cool Vibes, "Como Ter Uma Vida Amorosa Alegre".


O que faz um homem conseguir ir falar com qualquer mulher bonita que queira?

Como se inicia conversas com mulheres?







Faz as tuas perguntas na secção de comentários do blogue.


Para a semana:


"Uma Aventura Com Uma Mulher Chamada Saída: Encontros Amorosos"





11 comentários:

nelson goncalves disse...

Antoine Lavoisier - Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma.

Pedro C. disse...

Obrigado Nélson! :)

Pedro Calixto disse...

Meu querido amigo Pedro, eu sou muito criativo a inventar grandes coisas e gosto muito de me divertir com as pessoas mas o meu maior problema é de interagir com uma desconhecida e iniciar uma conversa com ela. Minha amiga disse-me que tenho pouca autoconfiança, não tive adolescencia na pratica de relacionamentos com mulheres. Agora é que estou a ter a minha adolescência com consciência mas com muito poucos resultados. As vezes vou para falar com uma mulher num ambiente social mas ela pouco fala comigo e fico sem vontade nenhuma para estar com ela e nem sequer lhe pergunto o nome. Fico muito frustado e ás vezes sinto-me como me estivesse a rejeitar a mim próprio com esta situação. O que devo fazer para mudar este paradigma?

Pedro C. disse...

Pedro Calixto: "Fico muito frustrado e ás vezes sinto-me como me estivesse a rejeitar a mim próprio com esta situação. O que devo fazer para mudar este paradigma?"

O teu problema chama-se desejo.

"As vezes vou para falar com uma mulher num ambiente social mas ela pouco fala comigo e fico sem vontade nenhuma para estar com ela e nem sequer lhe pergunto o nome."

Isto significa que foste rejeitado, e isso quer dizer que ela não está interessada. Deixa-a em paz com elegância, não penses mais nela nem na situação e vai falar com outra mulher se te apetecer. É normal a maior parte das mulheres não estar interessada em nós, a realidade é que apenas uma minoria gosta de nós como somos. Onde há desejo há frustração, e é por isso que te sentes assim quando vais falar com uma mulher que não está interessada em ti. Tens de descobrir em ti o entusiasmo de falar com mulheres apenas porque são bonitas e queres estar um pouco com elas, sem nenhum objectivo em mente. E se não quiserem falar ficas tranquilo à mesma e não ficas a pensar nisso.

Eu já expliquei em vários posts como começar a transcender o desejo. Tens de contemplar e usar as afirmações que partilho, é a tua única solução. Até lá todas as perguntas e respostas são inúteis pois não é conteúdo que te vai mudar, é experiência e fazer os exercícios. Sem contemplação esquece, não há como escapar às emoções negativas do ego.

Pedro Ribeiro disse...

Hey Pedro!
Venho aqui relatar que hoje fui corajoso e disse o que realmente sentia pela rapariga por quem estou atraído, fui direto e sincero. Não falei num tom sério, mas sim num tom de brincadeira cheguei até a dizer-lhe coisas que nunca na vida pensei em dizer, por orgulho e por medo... tais como "Acho que estou apaixonado por ti... estou a falar a sério! :D" "Rita és linda, dá-me um beijinho na boca", "Não gosto nada de estar apaixonado, nunca sei o que dizer, não tenho jeito nenhum para isto" (sinceridade, porque a verdade é que não tenho mesmo, daí nunca ter tido qualquer namorada). Disse-lhe coisas que se calhar não devia ter dito mas fui totalmente sincero e enfrentei os meus medos e ignorei o orgulho. No final ela disse que já tinha namorado, mas pareceu-me que estava a mentir. De qualquer das maneiras acho que a reação dela é o que menos importa, visto que a minha intenção era enfrentar os medos (rejeição) e ignorar o orgulho e a falsa imagem de perfeição que tinha.
Queria agradecer-te a ti, pois nunca me senti tão bem por expressar o que sinto sem problemas com o fecho da situação.
Obrigado Cool Vibes! Longos anos de vida! Estarei aqui para ver! =D
Abraços para todos os guerreiros que se desafiam no dia-a-dia.
Não desistam, porque vale a dedicação!

Romário Belarmino disse...

Olá Pedro.
Antes de mais, gostaria de te dizer que estou a gostar dos áudios. Olha, há, quase, um mês atrás, conhecí uma rapariga numa discoteca, dançamos e nos divirtimos, imenso, até de manhãzinha. Depois desse dia, já tivemos outras saídas e foram bem divirtidas. Agora, o problema é que ela é mais velha do que eu e, por outro lado, é mãe de três filhos, sendo dois deles, já maiores de idade, pelo que não estou a sentir-me muito confortável nesta relação e estou a pensar, sériamente, em pôr fim à mesma. Contudo, ela demonstra ter muito carinho e admiração por mim. Infelizmente, eu não me sinto o mesmo que ela, pelas razões que já citei. Entretanto, não quero magoá-la. Será que devo, doravante, passar a recusar os convites dela para saídas? Será que devo deixar de falar com ela, tanto pelo telemóvel como pelo facebook? Qual é a melhor maneira de fazer isso? O que me aconselhas?

Pedro Calixto disse...

Bom dia querido amigo tudo bem por aí? Tens toda a razão em afirmares que o meu problema é o desejo de encontrar alguém que nos complementara. Passo muito tempo a pensar nisso e é esse o meu problema. Eu acredito que uma das coisas mais bonitas que uma pessoa pode ter nesta vida é ter é alguém com quem possa compartilhar as nossas alegrias e tristezas, estar sempre ao nosso lado nos momentos mais difíceis da nossa vida, brincar ás crianças, rirmos das coisas mais insignificantes, viajarmos juntos. Nós não podemos negar essas coisas porque ao fazermos isso, estamos a transmitir ao Universo que não precisamos desses momentos para sermos felizes. Temos que acreditar que um dia esse sentimento virá até nós de qualquer forma. Porque se nós somos Amor, também temos que viver no amor, queremos dar e receber Amor. Podia-me dar uma ajuda colocando por aqui os links necessarios para eu poder ter acesso aos posts e execicios para praticar e assim resolvia o meu conflito da ansiedade? Eu já sou seu seguidor há 5 anos, ja fizestes inumeros videos e publicaçoes no blog e daí haver alguma dificuldade em selecionar a matéria. Já estou muito melhor desde que comecei a seguir as tuas publicaçoes. Antigamente olhava para uma mulher bonita e so pensava em sexo mas agora olho uma mulher bonita como uma pessoa normal. Tenho é esse problema do desejo que tem que ser corrigido com alguma urgência para poder evoluir. Ja fui ao teu workshop com uma amiga em Lisboa. Tenho andado desfazado neste momento das suas publicações mas quero voltar á carga. Boa tarde e aguardo a sua resposta.

Pedro C. disse...

Pedro Calixto: "o meu problema é o desejo de encontrar alguém que nos complementara"

"...que nos complementara"? Que expressão é essa? Não será antes, "que me complementará"? No fundo é indiferente pois nenhuma mulher te complementará, nunca. Nenhuma mulher é a nossa fonte de felicidade, como acreditas ser. Estás preso numa fantasia e julgas saber alguma coisa do assunto, mas tens de acordar para a realidade se queres ser feliz. O teu problema não é o desejo de encontrares alguém que te complete nessa linda fantasia romântica sentimental que acreditas ser uma relação com uma mulher. O teu problema é a carência narcisista do teu ego masculino que deseja a validação das mulheres, por vários motivos de orgulho. É por isso que te sentes frustrado quando uma mulher não quer falar contigo. Tu não sabes o que é amor, pois amor não fala como tu falas, nem tem os teus problemas, por isso larga a ideia de que sabes alguma coisa disso, pois esse orgulho de "eu sei o que é amor" irá impedir-te de evoluir. O teu problema é narcisismo e fraqueza de espírito, não é amor lol tu ainda nem gratidão ou apreciação tens pelas mulheres com quem vais falar, apenas frustração pois não te aceitaram e validaram. É isso que tens de meter na cabeça, ao mesmo tempo que largas a tua falsa sabedoria alucinada. Uma relação com uma boa mulher pode ser algo bonito, mas não é a nossa salvação lol o solteiro frustrado sofre depois quando está numa relação com o medo de perder a mulher, e acaba por a perder. É o teu nível de consciência que dita a tua felicidade, e não se tens namorada ou não.

Este post explica bastante do que precisas, principalmente como contemplar:
http://coolvibesblog.blogspot.pt/2015/06/como-comecar-sair-da-prisao-do-ego-e.html

De resto, começa a ler e a ouvir todos os posts cujos títulos de interessem, desde Janeiro de 2010.

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "Infelizmente, eu não me sinto o mesmo que ela, pelas razões que já citei. Entretanto, não quero magoá-la."

Obrigado Romário.

As pessoas magoam-se a elas próprias com a sua percepção emocionalizada das situações. Quem escolhe o ego como guia está condenado a sentir-se magoado, faças tu o que fizeres. Podes sempre ser educado, mas não tens o poder de não magoar alguém, pois esse poder está na escolha da pessoa entre seguir as ilusões do ego ou a sabedoria do Espírito. Se não estás interessado em ter filhos acho que fazes muito bem em não deixar essa relação desenvolver-se mais. Creio que o melhor é seres sincero com ela, enviar-lhe uma mensagem, ou falar pessoalmente com ela, e explicar-lhe o que sentes e que é melhor não se continuarem a ver.

danieldasilvabett2 disse...

Eu gosto de ficar no sofa olhando a parede verde, pra ser sincero, nao consigo pensar em nada, sera que tem algum problema? (pro bloge EU NAO SOU UM ROBO)

Pedro C. disse...

danieldasilvabett2: "Eu gosto de ficar no sofá olhando a parede verde, para ser sincero, não consigo pensar em nada, será que tem algum problema?"

Sim, eu acredito que não sejas um robô :)

Se estás no sofá a olhar para a parede nem sequer tens de pensar em nada. Se realmente estás sem pensar em nada, estás a contemplar. Tens é de prestar atenção a como te sentes, pois estar sem pensar não tem problema nenhum.