domingo, 7 de junho de 2015

"Como Transcender a Inveja e Ser Mais Feliz"

"Como Transcender a Inveja e Ser Mais Feliz"


Pergunta de leitor:

"Olá Pedro :) Quero pedir-te ajuda numa coisa que me afecta muito. Eu sinto muito inveja dos outros e esta emoção impede-me de ser feliz. Eu não a sigo mas fico com uma grande sensação de mau estar por algum tempo. Já reparei que a maior parte dos pensamentos que me vêm à cabeça nesses momentos é de inferioridade e de que não sou capaz de qualquer coisa, mas eu não lhes dou atenção, apenas os contemplo. Mas quero vencer isto, estou a dar o máximo de mim para isso, e quero pedir sugestões a ti. Obrigado :) "


Resposta, comentários:

Aaah seu invejoso! :D

Para começar, inveja é uma emoção humana normal. Vem do nosso lado animal e está associada à nossa preocupação em sobreviver. Logo não a condenes, nem odeies, nem julgues, nem critiques. Aceita-a como uma emoção normal humana.

Depois, a emoção não é tua. Não és tu quem sente essa emoção, é o ego. A emoção negativa da inveja é como uma mosca, carro ou nuvem que passa e da qual te apercebes, mas não é tua nem és tu. Faz parte do ambiente impessoal da vida, e do ego. Não te identifiques com a emoção, não estás a sentir inveja, apenas estás consciente de uma emoção do ego chamada inveja.

Inveja é basicamente o ódio do ego por alguém que tem, faz ou é algo que ele também quer ter, fazer ou ser. Vem de uma mentalidade de escassez, pois o ego acredita que se o outro tem aquilo que ele quer, ele já não o poderá ter. Mas a verdade é que quando vemos alguém com algo que gostaríamos de ter, ou a fazer/experienciar algo que também gostaríamos de fazer/experienciar, o significado disso é a vida como que a dizer-nos que aquilo é algo que também podemos ter, fazer/experienciar. Que é algo que também é possível para nós, e não o oposto. Abundância é uma realidade, escassez é apenas uma ilusão. Escassez é a ilusão de quem não está consciente da realidade da abundância. Há de tudo para todos por todo o lado, não existe qualquer barreira real entre nós e a nossa felicidade, pois a felicidade é um estado interior, não depende da aquisição de algo exterior.

Então como se começa a transcender a inveja?

Como disseste, é essencial que não se siga a emoção e que a contemplemos no momento em que surge (senti-la sem pensar em nada, estando atentos à sensação no corpo que ela traz, e esperar que passe).

Mas há outras coisas que podes começar a fazer todos os dias que te vão ajudar a deixar de sentir o sofrimento da inveja, e a ser mais feliz:

* Antes de saíres de casa, diz a ti próprio a seguinte afirmação: "Eu fico feliz com a felicidade e sucesso dos outros, pois isso significa que também é possível para mim";

* A seguir, sem imaginar sons, visualiza-te a sorrir e a sentir satisfeito perante a felicidade e sucesso de alguém;

* Ao veres alguém feliz, com sucesso, com algo que gostarias de ter ou fazer, sorri subtilmente de satisfação. Isto não é para pareceres um santo que tem um orgasmo espiritual com a felicidade dos outros ^_^ é para te treinares a ignorar, rejeitar e contrariar o ego. É uma técnica de transformação;

* Ao mesmo tempo que sorris subtilmente durante uns segundos, diz a ti próprio: "Obrigado vida por me mostrares que é possível eu ser feliz".

E finalmente, tens de te aperfeiçoar como ser humano para seres capaz de experienciar aquilo que gostarias. A inveja é mais intensa e regular quando não conseguimos experienciar na vida aquilo que gostaríamos, o que torna a ilusão da mentalidade de escassez mais convincente ("se eu não tenho é porque é raro e só existe para uma minoria" = falso). Ao te dedicares à tua evolução e a viveres com excelência, a inveja será extremamente reduzida, pois vives a vida que queres, e como descobriste que tudo se tem de merecer karmicamente, sentes-te automaticamente satisfeito por ver a felicidade e sucesso dos outros. Quanto mais coisas boas no mundo, melhor. E apesar de as pessoas poderem ter algum nível de felicidade e sucesso, a vida traz sempre algum sofrimento até ao último segundo lol esta visão traz compaixão pois muitas das lições que temos de aprender são dolorosas, logo a felicidade e sucesso dos outros são um equilíbrio na sua experiência subjectiva da vida.

Por exemplo, vês um casal de namorados e sentes inveja porque ele tem namorada e tu não. A inveja é inútil e uma ilusão, porque a verdade é que a vida te está apenas a mostrar que ter namorada é algo que tu também podes experienciar como ser humano. Que foi possível para ele, e que é possível para ti. Mas tens de trabalhar para isso, tens de te aperfeiçoar como ser humano, e homem que interage e se relaciona com as mulheres. Depois um dia terás namorada, e mesmo que depois estejas solteiro, ao veres um casal de namorados não vais sentir inveja pois sabes, por experiência real, que é algo que também consegues experienciar, e sabes o que custa e a responsabilidade que é, e a alegria e entusiasmo que é ter namorada, e sabes que é bom, e ficas contente por ver o casal pois é algo positivo na vida humana.

Na verdade a emoção de inveja não desaparece.

"Mau, então caraças pá?!"

:D

O ego não pode ser mudado, apenas largado. O que acontece é que a emoção fica tão reduzida, que dura suavemente um ou dois segundos e mal dás por ela. É uma diferença abismal, e se deres por ela, acharás cómico. Humor cura, por isso brinca com as emoções negativas que sentes.

Faz todos os dias os exercícios que sugeri, e descobre a diferença =)


Obrigado pela tua pergunta.

2 comentários:

Romário Belarmino disse...

Pedro, conheço pessoas que mesmo tendo "tudo" ou mais do que os outros, ainda assim continuam a sentir inveja. Acho que, para essas pessoas, a inveja quase se tornou numa doença.

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "conheço pessoas que mesmo tendo "tudo" ou mais do que os outros, ainda assim continuam a sentir inveja."

Sim, claro. A satisfação de um desejo não o elimina, apenas traz outro desejo, e com ele mantém-se a inveja. Isso é comum pois a maior parte das pessoas é dominada pelo seu ego e emoções negativas.