AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

sábado, 13 de junho de 2015

"Como Ter Amizades Coloridas: Será Boa Ideia?"

"Como Ter Amizades Coloridas: Será Boa Ideia?"


Pergunta de leitor:

"Olá Pedro, estas bem? :)

Eu quero um compromisso e um namoro com uma mulher, mas ela diz que só quer uma amizade colorida comigo. Devo me afastar dela certo?

Ela diz que as razões dela para não querer um namoro, são o facto de ela não ter muito dinheiro e ainda sermos muito novos, e que não quer ter preocupações nem coisas sérias. Mas eu não penso assim.
Que achas Pedro?"


Resposta, comentários:

Antes colorida que a preto-e-branco :D

Se a ideia de ter uma amizade colorida com uma mulher não te agrada, então diz-lhe que não estás interessado. És tu que sabes do que gostas, és livre de escolher.

A minha sugestão é que tenhas essa amizade colorida. Porquê? Porque vais ganhar mais experiência com mulheres e isso é essencial para estares pronto para o "compromisso e um namoro com uma mulher" que dizes querer. Repara, podes querer ter isso, mas podes ainda não estar pronto para o poderes ter. E como é que ficas pronto para o poderes ter? Tendo todo o tipo de experiências com mulheres, incluindo essas amizades coloridas. Em essência uma "amizade colorida" é uma ligação com uma mulher na qual curtem regularmente sem estarem comprometidos um com o outro. Ora, ao ela te dizer que quer isso, acabou de te dizer:

"Fábio, eu quero curtir contigo regularmente, mas sem estarmos comprometidos, o que significa que podes vir curtir comigo e ao mesmo tempo estás livre para andar a conhecer outras mulheres e ter todo o tipo de experiências com elas"

E quem sabe, enquanto andas a curtir com ela, descobres uma que queira namorar contigo :)


E quem sabe também, com o passar do tempo, e com mais dinheiro, ela esteja disposta a "preocupações e coisas sérias", e queira então namorar contigo. Não sei que idade ela tem, mas parece-me estar no início dos 20s, e é normal nessas idades querer-se desfrutar sem compromissos. É apropriado na adolescência e durante a vida universitária querer-se apenas festas e curtes sem compromissos, pois é suposto ser nessas idades que se ganha experiência com o sexo oposto, o que traz maturidade e sabedoria para uma futura relação quando se é mais velho.

Se ambos estão solteiros, e ela acabou de te dizer o que quer e porquê, não há nenhum julgamento moral a fazer em relação a teres uma amizade colorida com ela.

Agora pode surgir a seguinte dúvida válida:

"Então mas eu tenho uma amizade colorida com ela e ando a conhecer outras mulheres? E a sair e curtir com elas? Isso não é traí-la?"

Neste contexto não é traição, pois trata-se de uma amizade colorida, o que em essência é um tipo de ligação que existe precisamente para ambos estarem livres para fazerem o que quiserem com quem quiserem (à semelhança da relação aberta). Repara, antes de te meteres na amizade colorida, convém dizeres-lhe que "eu quero estar livre nesta amizade colorida para poder continuar a minha busca por namorada, e isso implica andar a sair com outras mulheres. Tu sentes-te bem com isso? Aceitas isso?". Portanto é tudo feito às claras. Não tens depois de lhe andar a contar tudo, a torturá-la com detalhes do que andas a fazer com outras mulheres, pois haverá sempre da parte dela ciúmes, e da tua parte também, pois a liberdade é para ambos. É uma amizade colorida, não é uma relação de amor. Ela quer a amizade colorida precisamente para poder continuar livre na sua vida para poder fazer o que quiser, com quem quiser, quando quiser. É por isso que ela "não quer ter preocupações nem coisas sérias". Portanto tem este lado negativo dos ciúmes, ao mesmo tempo que tem o lado positivo de ganhares mais experiência com mulheres.

Isto é apenas uma sugestão, tu é que sabes o que queres escolher. A vida trouxe-te essa mulher que apenas quer curtir contigo, e essas coisas não acontecem por acaso. Amar as mulheres não é o mesmo que amar as nossas preferências pessoais lol se uma mulher quer apenas curtir comigo, eu curto com ela e aprendo o que tiver de aprender, enquanto desfruto a experiência. Se a vida me coloca à frente uma mulher que quer namorar comigo, eu namoro com ela (isto tudo tendo em conta se eu realmente gosto da mulher e me sinto atraído por ela, claro). Repara, eu tenho de me sentir atraído pela mulher e de gostar dela, mas isso é o que sinto espontaneamente em relação a ela, e não é o mesmo que tentar controlar ou forçar o tipo de ligação e experiências que tenho com ela.

É o largar das rédeas e esquisitices pseudo-morais que nos faz ganhar experiência de vida e evoluir. Uma relação não é uma brincadeira, é uma responsabilidade. Não é para satisfazer o ego, é para o desfazer. Não te iludas, uma vez numa relação, o ego vai-te atacar com todo o tipo de desejos não satisfeitos. O que significa isso? Falta de experiência com mulheres, antes da relação. E sem a capacidade de conhecer mulheres e de ter com elas todo o tipo de experiência, vem durante a relação uma frustração inconsciente, vem o medo de perder a mulher com quem se está, vem pensamentos do género "talvez haja uma melhor lá fora", etc, o que leva a estados negativos de infelicidade e a escolhas e atitudes que vão sabotar a relação. São então todo o tipo de experiências com todo o tipo de mulheres que nos vão fazer evoluir nessa área e fazer tornar num homem mais capaz de uma relação como deve de ser. Porque queres um compromisso e um namoro com uma mulher? Consegues ir até à verdadeira origem dessa vontade? Será essa vontade baseada em realidade ou ilusão?

Mais uma vez, tu é que sabes. Não tens de forma alguma ter essa amizade colorida, e se escolheres não a ter, essa não é uma escolha errada. Apenas deixo a sugestão que pode ser bom que a tenhas, pois ganharás mais experiência com mulheres (o que te permitirá ter acesso a mulheres mais evoluídas em termos de relações), e é uma oportunidade de colocares em causa aquilo que bem pode ser apenas percepções e preferências do ego.

Obrigado pela tua pergunta.



6 comentários:

nelson goncalves disse...

"Os 7 Maiores Erros Que As Pessoas Cometem Na Sua Vida Amorosa - ebook grátis!" ainda está disponível o ebook?

Alex N.Marcio disse...

Olá Pedro.

Há algum tempo atrás pelo que me lembro você não recomendava ter amizade colorida, por motivos de narcisismo, desejo e controle do ego, em que ambos usam-se sem precisarem dar satisfações.

Agora nesse texto parece que já não é mais assim, ainda não acho que é preciso ter certas experiencias com mulheres para se iniciar um namoro, como por exemplo uma amizade colorida, assim como não é preciso participar de uma orgia para se ter alguma experiencia sexual.

Essas coisas me lembram bastante Pua, só que de uma forma menos manipuladora, mas a essência parece ser a mesma, ganhar experiencia, satisfazer os desejos, afinal eles tem todo o tipo de experiencias mas não levem eles a grandes coisas e grandes mulheres.

Queria saber, o que te levou a mudar de ideia?

Obrigado.

Pedro C. disse...

Alex N. Márcio: "afinal eles têm todo o tipo de experiências mas não levam eles a grandes coisas e grandes mulheres"

Eu não mudei de ideias, é a intenção que importa.

Neste caso específico, ninguém está a usar ninguém. Neste caso específico, a intenção não é apenas ter amizades coloridas e nunca querer saber de ninguém para ter relações.

Orgias não estão ao mesmo nível de amizades coloridas lol

Estás a demonizar amizades coloridas como se fossem um pecado imperdoável que te levasse ao inferno para sempre.

E sim, precisas de todo o tipo de experiências com mulheres para poderes ser um bom namorado, não te iludas. Namoras quando quiseres, e tens experiências descomprometidas quando quiseres quando és solteiro, e não há nenhum julgamento moral a fazer em relação a isso. Quem não tem amizades coloridas de vez em quando não é melhor (moralmente superior) do que quem tem ^_^

A essência não é de todo a mesma, é que não tem nada a ver. Uma coisa é o narcisismo de só se querer curtes porque não se quer amar ninguém, o que exige uma relação e dedicação. Outra coisa é ter-se curtes e amizades coloridas de vez em quando, mas também se querer relações. Só que enquanto não se encontra alguém que quer uma relação connosco, vai-se ganhando experiência conforme aquilo que as mulheres querem. Se a mulher só quer curtir, então só se curte, até um dos dois se fartar. Neste caso a ideia nem sequer foi dele, e ele não está a fechar a porta a ter relações de amor. E isso é essencial de perceber: ter experiências com mulheres como curtes e amizades coloridas não impede o homem de ter depois relações amorosas. Uma coisa não impede a outra, depende da intenção do homem. E eu concordo que se o homem apenas quer curtes e sexo descomprometido, ele é um narcisista e está a usar a mulher (e a mulher a ele), o que não o leva a nada de especial na vida, apenas a uma busca constante por orgulho e prazer. Mas esta atitude e intenção que eu partilhei é diferente e válida, alinhada com a humildade da necessidade de se ganhar experiência para se ser o melhor namorado possível, e de servir a mulher com quem estamos no momento. Ela quer uma amizade colorida? Óptimo! Bora curtir regularmente :) relaxa, é a intenção que importa, e isto não é o mesmo que fazer um pacto com o diabo lol

Pedro C. disse...

Nélson Gonçalves:

Brevemente :)

Pedro Ribeiro disse...

Hey Pedro! Gostava de saber qual é a tua opinião sobre os signos, mais propriamente sobre horóscopos. Devemos levar isso em consideração? Ou achas que isso é tudo treta? Obrigado.

Pedro C. disse...

Pedro Ribeiro: "qual é a tua opinião sobre os signos, mais propriamente sobre horóscopos"

Eu não sou um perito em horóscopo e signos, mas do que sei e verifiquei por experiência pessoal, os signos acertam em algumas das nossas características. Algumas... e depois, o que fazes com essa informação? lol como mudas? como te transformas? Como ganhas consciência do que é real e verdade para transcenderes o teu sofrimento actual e experienciares a vida de uma forma mais feliz e alegre? A minha opinião, se tiver algum valor, é de que para além de acertarem em algumas características, os signos são apenas "entretenimento pseudo-espiritual", e não verdadeiro trabalho espiritual. Quem estiver interessado que explore essa área, mas para mim é desnecessário e não passa de mais uma distracção.