quinta-feira, 19 de março de 2015

"O Que é Preciso Fazer Para Se Chegar a Um Namoro Ou Relação Mais Íntima"

"O Que é Preciso Fazer Para Se Chegar a Um Namoro Ou Relação Mais Íntima"


Pergunta de Leitor:


"Olá Pedro, tudo bem? Antes de mais deixa-me agradecer-te, pois a minha vida actual não seria a mesma coisa se não fosses tu! Obrigado! Pedro, o que é preciso fazer para se chegar a um namoro, ou até mesmo a uma relação mais íntima? Qual é a poção mágica? :) Tenho-me apercebido de que não consigo passar da conversa com a mulher para o namoro, e não sei o que fazer. Quando falo com as mulheres tento fazê-las experienciar um momento agradável, onde posso contribuir para a vida delas. Contudo, mesmo tendo uma conversa agradável não passa daí. O que sugeres Pedro?"


Resposta, comentários:


"O que é preciso fazer para se chegar a um namoro, ou até mesmo a uma relação mais íntima?"

Essa é uma pergunta interessante. Parece-me que o perguntaste meio na brincadeira, mas é a minha responsabilidade clarificá-lo e desmistificá-lo vezes infinitas se necessário, revelando que não há qualquer poção mágica. E mais, que em nome da tua felicidade deves sempre desconfiar de todos aqueles que te disserem, ou tentarem convencer, que há uma poção mágica.

Essa é uma pergunta interessante, sem dúvida. Foi essa a pergunta que mais me torturou a maior parte de minha vida. Foi o partir em busca da resposta para essa pergunta que trouxe o início de todas as minhas mudanças, evolução, aventuras, e sem essa pergunta é um facto que hoje não existiria Cool Vibes. É portanto uma pergunta interessante, pois é uma pergunta útil, e posso dizer que é a pergunta que mudou a minha vida para sempre, e principalmente que mudou a minha essência e experiência subjectiva do mundo para sempre, para além de tudo aquilo que eu imaginava possível.

Eu lembro-me perfeitamente de caminhar pela rua com 19 anos, a caminho do metro, e em muitas outras situações, e ver casais de namorados e questionar-me, "como é que isso acontece?", "como é que se tem namorada?", "como é que se vai de solteiro, de não ter ninguém, a estar num namoro?", "como é que se faz uma rapariga gostar de nós, e querer namorar connosco?". Solitário, introvertido, tímido, inseguro, pessimista, virgem, de baixa auto-estima, e envolvido na imaginação, através de desenhos, banda desenhada, música e filmes, a frustração era grande por não conseguir ter namorada, nem sequer tentar ter namorada por medo e por não saber sequer por onde começar. A frustração levou-me à depressão, e a depressão à Salvação.

Chegou o ponto em que se tornou insuportável, e como o homem que se está a afogar e desesperadamente busca por oxigénio, esse estado, o meu "fundo", mudou a minha percepção e atitude perante a vida e principalmente as mulheres e a minha relação com elas, e fez-me partir em busca de oportunidades. E de informação. Chegou o dia em que eu tinha mesmo aceite a minha condição e desistido, "não vale a pena", pensei, "mais vale esquecer isto de ter namorada e focar-me no curso e naquilo que gosto de fazer". E essa atitude foi mesmo real durante umas semanas. Hoje compreendo que por ter aceite a verdade sobre mim e desistido, deixei algo acontecer que antes nunca tinha deixado. pois na verdade eu não tinha desistido das mulheres e de ter namorada... eu sem o saber tinha largado o desejo, a ânsia de ter namorada, haha! E isso pode-se dizer que corresponde a deixar acontecer algo, que foi, sem a presença desse estado negativo de precisar e querer ansiosamente que uma mulher gostasse de mim, permiti pela ausência dessa negatividade que de facto elas começassem a gostar de mim. Levou umas semanas a acontecer, mas era óbvio, mesmo para um miúdo que estava no zero como eu, que algo estava diferente. De repente uma ou duas tinham tido uma atitude perante mim que eu nunca tinha visto antes, e que nessa altura me parecia de interesse perante mim. De um interesse diferente... que talvez significasse que gostassem de mim, não só como colega, ou amigo, mas algo mais. Era apenas a minha percepção, ou talvez não, mas para o homem desesperado por oxigénio, se ali parece que há oxigénio ele irá para lá a correr, quer dizer, a nadar muito rápido ^_^ imediatamente diz aquilo que posso descrever como "tentei aproveitar a oportunidade". Pela primeira vez na vida estava disposto a arriscar, a enfrentar o meu medo, a tentar mesmo sentindo-me nervoso. Antes nem sequer consegui dizer à rapariga, directa ou indirectamente que gostava dela, nem me sentia confortável para falar sobre mulheres de quem gostava com os amigos da altura. Era um tema que me torturava e deixava nervoso, e eu evitava-o. Evitei-o como um campeão, até ao fundo do meu poço lol e depois claro, bati com a cabeça no fundo e meti-me numa posição em que já só havia uma saída: ou tudo isto muda, ou morro a tentar, nada mais é aceitável. Apercebi-me também nesta fase inicial como no passado outras raparigas tinham mostrado o mesmo tipo de interesse, mas para mim, no momento me que isso acontecia, pelo meu desconforto e nervosismo, ou não o via, ou não o entendia, ou pensava que estavam a brincar, ou pensava que significava outra coisa, e lembro-me de as evitar, e de várias maneiras tentar sair dessas situações. Não admira que não tivesse namorada... eu fugia quando o potencial se aproximava, e depois fantasiava com uma rapariga a vir ter comigo, a beijar-me e a dizer que gostava de mim, que me amava. Eu era um génio incompreendido, haha! Uma injusta vítima do Universo... que eu inventava, e que portanto ao estilo de conspiração impessoal individual, contribuía e perpetuava a minha própria situação e sofrimento =) o ego é esperto, é um falso universo de esperteza que nunca, mas nunca, devemos sobestimar.

Entretanto, claro, e aquilo que mais apoiou e motivou a minha mudança de atitude em termos de estar disposto a arriscar, foi a minha busca por informação sobre como ter namorada. Começou no início de Março de 2004, depois de jantar, quando pela primeira vez na vida o fiz. Fui ao Yahoo e escrevi "How to get a girlfriend". Isto levou-me a todo o tipo de descobertas de informação, que ao início até me era aborrecido ler, eu preferia as BDs e os livros de ficção científica... virgens, haha! Mas aos poucos lá fui aprendendo, umas coisas ajudaram-me a mudar a minha mentalidade, outras fui experimentando com as raparigas que conhecia, e na vida em geral. A maior parte das coisas que descobri nessa altura não eram das melhores, eram ainda falsas informações vindas das típicas ilusões do ego sobre como as mulheres são e como a vida amorosa e social funcionam. Portanto nem tudo o que fiz foi estiloso, experimentei várias patetices também. As semanas foram passando, os meses foram passando, comecei a usar a internet e o Hi5 principalmente, a sair à noite, a ter todo o tipo de experiências de desafio on e offline. Entretanto surgiu-me do nada o filme do Segredo na faculdade lol

Esta primeira fase, chamemos-lhe assim, foi de muito desafio e rotura com tudo e todos que faziam parte da minha vida. Eu estava o tema do desenvolvimento pessoal e atracção/vida amorosa pelo menos 4 a 5 horas por dia, todos os dias. Recordo-me de chegar ao fim de certos dias, em que me tinha dedicado apenas 1h ao tema, e sentia que nada tinha feito lol As principais lições para mim nessa fase foram:

* As mulheres no geral sentem-se atraídas por homens confiantes, e para se ser confiante tem que se enfrentar os nossos medos e desafiarmo-nos na nossa vida social, e principalmente com as mulheres;

* Pensar positivo sempre, e visualizar as coisas como eu gostaria que fossem;

* Largar tudo aquilo que me mantivesse num estado negativo, ou que pudesse potenciar em mim um estado negativo - pessoas principalmente. E assim lá se foram 80% dos amigos da altura. Lembro-me como se fosse hoje, lembro-me desse momento claramente, quando pela primeira vez na vida ouvi (foi num áudio) que se quisermos ser positivos temos de largar as pessoas negativas da nossa vida e rodearmo-nos de pessoas positivas. Assim que ouvi isto senti-me preocupado, pois nunca tinha pensado nisto (claro) e ao ganhar consciência disso apercebi-me de que quase todas eram negativas, haha! Mas o estado era este: era inaceitável para mim o sofrimento que tinha, por isso estava disposto a experimentar tudo para sair desse buraco e mudar. Eu acreditava que a fonte do meu sofrimento vinha de não ter namorada lol um equivoco obviamente aceitável, mas descobri depois que não tinha nada a ver. O que é irrelevante para a evolução, pois o caminho em busca da Verdade começa-se em qualquer lado. Para mim foi a busca por me sentir melhor, sentir feliz, e ter namorada. Sempre houve uma inocência e pureza na minha intenção, apesar de ser um pateta campeão negativo. Eu apenas me queria sentir melhor, e andava a descobrir que uma pessoa positiva era uma pessoa feliz, então eu queria ser uma pessoa positiva. Ao mesmo tempo acreditava que tendo namorada seria feliz também.

* Largar aquilo que me impedia de desenvolver as qualidades necessárias para me tornar atraente para as mulheres. Isto porque tinha descoberto que só ser simpático e bom amigo delas não leva a namoro. Tem de haver uma parte física e sexual também. A ligação não pode ser apenas mental e emocional, tem também de ser física e sexual. Sem isso continuaria a ser apenas o colega ou amigo. E tinha descoberto que o que fazia a mulher sentir essa vontade sexual para com o homem, sentir-se atraída pelo homem, era principalmente a sua confiança, que se desenvolvia na vida social através de constante desafio. Ora, ler BDs, livros e revistas, ver filmes e desenhar "prendiam-me em casa", e era lá fora na vida social que estava a solução para o meu sofrimento. Então passei por uma fase de bronco, haha! Tive de ir para o extremo social (que podia ser o título de um novo álbum dos BAN, se estivéssemos em 1989), no qual a maior parte da minha vida era passada fora de casa, de dia e de noite, e tirando os temas do desenvolvimento pessoal/vida amorosa, já não me informava sobre nada. Eu estive quase a ser um pintas básico haha! Até cheguei a usar foto em tronco nú no Hi5, pelo desafio que isso representava lol se me fazia sentir vergonha ou medo, lá estava eu a fazer. Fosse ir a sítios, fazer certas coisas ou dizer certas coisas, o nível de desafio foi subindo e subindo ao ponto de quase já estar viciado em me desafiar, pois isso trazia-me um estado mais elevado, na altura, compreendo eu agora. Eu cheguei mesmo a estar convicto que a arte e essas práticas não eram saudáveis pois a pessoa mantinha-se isolada e ficava com uma vida social e amorosa deficiente, insuficiente, com falta de qualidades que contribuem para a nossa felicidade, e que sem vida social e relações e ligações com o sexo oposto não se desenvolvem. Isto é um disparate claro, disparate de um sosse que mal estava a mudar e a descobrir estados mais elevados, e já achava que sabia alguma coisa :D estava correcto apenas na parte de, se não se tem certas qualidades, só nos dedicando à área a que essas qualidades correspondem é que as vamos desenvolver. Aqui tudo bem, mas a arte em si é excelente e se utilizada com essa intenção pode ajudar as pessoas a experienciarem estados mais elevados que o seu, o que pode ser inspirador e levar a pessoa a querer ser diferente.

E há um filme que me ajudou nesse aspecto: Lost in Translation. Vi-o no cinema em 2004, e foi uma inspiração. Antes não sabia como era o processo realista do surgimento de uma relação amorosa. Como é que na realidade um homem e uma mulher se conhecem e acabam por namorada. E esse filme trouxe-me o primeiro exemplo, pois mostra o Bill Murray a conhecer casualmente e com humor simples a Scarlet Johansson, mostra os seus encontros casuais e pequenas conversas e brincadeiras, os convites para sair, as saídas, a ligação a desenvolver-se a través dos momentos e experiências por que passaram juntos, a intimidade e proximidade física a desenvolver-se, e até mostram o contexto ideal para tudo isso, e uma bonita atitude de integridade de ambas as partes. E eu na altura acho que nem conhecia a palavra integridade, haha! Muitas das palavras que passaram a fazer parte da minha vida como atracção, atitude, energia, consciência, alegria, amor, ligação, intimidade, sexo, etc, antes não faziam, era como se não existissem! hahaha

Felizmente no final de 2009 atingi outro fundo inesperado, e isso levou-me a partir em busca de respostas mais elevadas, que comparadas com as anteriores fazem o ser positivo e ter namorada parecer uma brincadeira de crianças. Foi então quando a minha dedicação espiritual começou a sério que fiz as pazes com a arte e voltei a desenhar, e a fazer muitas outras coisas que de 2004 a 2009 achava impensáveis por não serem "atraentes para as mulheres", haha! mas que faziam parte de mim, da minha... autenticidade, ups! :D afinal a cena tem níveis, não é um processo de um só passo! lol hoje o desenho é algo que me acontece. Eu não desenho, eu vejo um desenho a surgir na folha, consciente de todo o processo, mas sem ter qualquer controlo sobre este. O melhor que posso fazer é "sair da frente", tendo a intenção de que o desenho seja o mais bonito possível, e que simbolize algo que me faz sentir bem na vida. A minha intenção actual é fazer desenhos que tenham uma essência positiva e elevada, e que sejam inspiradores, na medida em que vão directamente ao inconsciente e ajudem a curar percepções/ilusões do ego que andam a potenciar e perpetuar sofrimento na pessoa. Infelizmente ainda não cheguei aí, e posso nunca chegar, não importa. Mas vou colocando no papel as ideias visuais em que acredito serem benéficas. Seja em desenho ou banda desenhada, imagens desenhadas ou situações que metaforicamente representem certos princípios espirituais. Ou talvez eu esteja completamente errado e não seja suposto vir um dia a fazer isto, mas vou desenhando por amor, e para já isso chega-me.

Mas isto havia uma pergunta não era? ^_^

"Tenho-me apercebido de que não consigo passar da conversa com a mulher para o namoro, e não sei o que fazer."

Não te preocupes, ninguém consegue. lol isto porque não se passa de uma conversa para um namoro :D passa-se de uma conversa para outra conversa, e daí para uma ligação, para a troca de contactos, para convites, para saídas, para beijos, para sexo, para sexo, para sexo :D e depois para namoro =) não se salta de uma conversa para um namoro, há fases diferentes e passa-se por todas pela sua ordem. É um lento processo de aproximação de dimensões (mental, emocional, física) que se vão relacionando quando há compatibilidade. Não há como o apressar, forçar, criar, gerir, manipular, controlar ou carregar em botões do comando para fazer o código de acesso ao último nível :D é algo que se descobre e deixa acontecer. A vida amorosa acontece, só se tem de partir à descoberta e ir falando com as mulheres por quem nos sentimos atraídos, ou que nos deixam fascinados de alguma forma. Não importa porquê, o que importa é ir lá falar com elas e darmo-nos a conhecer, e esperar para ver o que acontece, e estar consciente o suficiente para perceber quando há compatibilidade mínima para passar para a fase seguinte, e aí então fazer a escolha apropriada para permitir que as coisas aconteçam entre ambos nessa fase. Por exemplo, se na primeira conversa testemunhas compatibilidade (a mulher sorri, parece aberta a ti, faz-te perguntas, parece que está entusiasmada com a tua presença), a escolha certa a fazer é trocar contacto com ela para poderem voltar a falar, e a partir daí contactá-la sempre que te apetecer as vezes que te apetecer, sem fingir que não queres ou fazer jogos parvos de esperar lol meter uma mulher numa sala de espera não é o mesmo que a meter num quarto de amor ;)

"Quando falo com as mulheres tento fazê-las experienciar um momento agradável, onde posso contribuir para a vida delas."

Não tentes. Tenta é saltar-lhes para cima! Com amor =) estás a ter precisamente aquilo que estás a tentar ter: momentos agradáveis. E dependendo de como és, é possível também que estejas a contribuir para a vida delas, pelo menos potenciando um momento diferente e engraçado no seu dia-a-dia. Mas se queres namorada, tens de estar aberto a tudo. Tens de estar aberto a ser rejeitado, a ter o contacto dela, a enviar-lhe mensagens no Facebook, a convidá-la para sair, a olhá-la nos olhos, a beijá-la, a teres o trabalho de tirar a roupa antes que ela te a rasgue toda com a pressa de fazer amor contigo :D tem de ser tudo ao mesmo tempo, a boa intenção de tratar a mulher com respeito, mas tratá-la como uma mulher! Elas gostam de sexo e relações mais que os homens, quando o homem é digno disso e a faz sentir-se bem. Não dá para se usar o "ter conversa agradável e contribuir para a vida da mulher" como técnica de um só movimento para de repente se ter namorada. Isso é uma intenção e atitude geral na vida, pois quando se vê a vida como uma dádiva e oportunidade de salvação de sofrimento, e se vê a alma dos outros, e se ganha consciência de que eles vêem do mesmo que a vida, não há escolha senão termos uma atitude de gratidão e respeito. É uma forma de ser completamente diferente da pessoa comum, que não tem consciência dessa realidade, mas apenas uma programação mental para manter o seu pior lado animal sob controlo. Salta-lhes para cima de todas as formas, elas merecem. Não as prives da totalidade do teu Ser, dá-lhes alegria de todas as formas possíveis. Física incluída, elas gostam, eu garanto ^_^ e eu também, e estou solteiro. É só uma inocente informação útil, haha! =D

Sê o "pateta" que brinca com a vida.

O sério que se sente desconfortável com isto ou aquilo, e que acha isto ou aquilo errado é o eterno infeliz, e não traz felicidade a ninguém, mesmo que finja que sim e se convença que sim =)

"Contudo, mesmo tendo uma conversa agradável não passa daí."

É normal, pois somos incompatíveis com a maior parte das mulheres, seja qual for o nosso nível de experiência e consciência. Muitas vezes dizemos algo e nem sequer obtemos resposta. Outras vezes apenas obtemos uma breve resposta negativa ou mal educada. Outras vezes apenas obtemos uma breve resposta positiva e simpática. Outras vezes temos uma conversa agradável. Outras vezes para além disso trocamos o contacto. Outras vezes o beijo acontece pouco depois da conversa começar. Outras vezes o beijo acontece antes da conversa. Outras vezes troca-se mensagens pelo Facebook e sms com a pessoa. Outras vezes ela aceita o convite, outras não. Outras vezes sai-se com a pessoa e a saída é agradável, e mais nada. Outras vezes sai-se com a pessoa, o beijo acontece, e nunca mais se volta a ver a pessoa. Outras vezes volta-se a ver a pessoa mas já não há beijo lol outras vezes há sexo, ou mais beijos. Outras vezes depois disso sente-se uma ligação mais íntima e próxima, e sai-se com a pessoa mais vezes, e dá-se a mão. Outras vezes namora-se dias, ou semanas, ou meses, ou anos :D E a relação acaba sempre, nem que seja porque um dos dois deixou o mundo.

Se tens tido conversas agradáveis, em vez de te focares no que não aconteceu e ficares frustrado com isso, sente-te grato pelo que aconteceu: tiveste uma conversa agradável com uma mulher bonita. Isso é excelente! infinitas vezes melhor do que ter uma conversa agradável com o idiota, desinteressante e primitivo sosse pseudo-amigo de infância! =D não há muito melhor no mundo, lamento, é tudo ilusão. E um dia vais descobri-lo, perceber o que estou a dizer, e será uma desilusão do tamanho do Universo. E vai durar algum tempo... mas depois passa, e o "pateta" tornar-se num "super pateta" que brinca com a vida =D pois vê a inocência por detrás da "patetice" da vida, e vê que nada é a sério ou definitivo, e que no fim fica tudo bem pois não passou de um sonho no qual se participa voluntariamente para se aprender como alma a "regressar" à Verdade da nossa Existência.

E com isto já me esquecia da outra lição essencial da fase inicial desta evolução: auto-respeito. Não confundir com arrogância, são coisas completamente diferentes. Na prática eu chamo-lhe selecção consciente. Trata-te bem, pois tens valor, e define o que não aceitas. Eu dou-te uma dica: não aceites não ser respeitado. pessoas que colocam à frente da felicidade e bem estar dos outros a satisfação dos seus desejos narcisistas estão fora de questão como amigo, namorada ou companhia. A atitude selectiva, aprendi eu, é atraente para as mulheres, pois tem mais energia que a atitude carente de baixa auto-estima, ou orgulhosa de desejo narcisista, cegas relativamente à essência dos outros, que querem todas aqui, agora e para sempre, independentemente da sua falta de qualidades. Não é ser-se difícil, isso é para meninos e meninas que não têm nada de bonito para oferecer. É ser-se impossível para os não íntegros. É nunca deixá-los aproximar-se mais que certa distância, ou estar por perto mais que certo ponto. E sempre que possível e necessário, dar-lhes zero tempo, espaço e validação. Sem isto não há verdadeira aprendizagem, evolução e felicidade, e nós temos direito a ela, e estamos cá apenas para isso. Não há outro propósito, todos os outros propósitos são ilusões do ego, vindos de impulsos animais e desejos sociais. Podem até ser positivos alguns deles, mas ainda fazem parte do sonho que nos limita. Há mais e subjectivamente melhor para além desses princípios.

São os princípios que importam, e não as pessoas. Pessoa é um conceito superficial para identificar um corpo que se mexe e tem uma personalidade e emoções lol Pessoa em si não significa algo que deve ser cegamente aceite. Só porque estamos diante de uma pessoa, não quer dizer que temos de gostar dela e deixá-la entrar na nossa vida. Compaixão é uma coisa, relação é outra. Depende de como a pessoa é. E o que define como a pessoa é, em termos de integridade e respeito pelo que é Bom e Bonito no mundo, é a sua essência. E a sua essência terá umas qualidades e não outras, que são princípios em acção no mundo, através da personalidade da pessoa. Isto significa que, e se o Cool Vibes serve para alguma coisa que pelo menos seja para isto, é bom olharmos para o mundo em busca de princípios, experiências e estados (o não linear invisível que é a origem de tudo), e fazer as nossas escolhas através disso. A pessoa importa, digamos assim, se seguir certos princípios, se não, não importa. Isto não significa odiar a pessoa, desrespeitá-la, prejudicá-la ou castigá-la. Significa que não a aceitamos na nossa vida. Se queres ser feliz não podes conviver com aqueles que são agentes do sofrimento através do seu narcisismo, e que idolatram o ego e a sua maneira de ser. tens de aprender a detectá-los e a ver-te livre deles.

Eu não tenho amigos, isso é outro conceito para mim. Eu procuro estar com pessoas cujas qualidades eu admiro. Não há cá estar juntos por razões superficiais do género, "ambos somos pessoas".

Hahahahahahahaaha!!

^_^

Porque ambos somos seres humanos e estamos ambos num caminho de evolução, seja este consciente ou inconsciente, eu respeito todos e desejo a todos alegria, lamentando o sofrimento de todos, mas...

A qualidade da experiência que tenho com determinado ser humano tem de ser semelhante à que tenho sozinho em termos de energia, alegria, boa disposição, bem estar, etc. Se não for, adios!! :D esperar que alguém nos faça mal para se ter uma razão plausível para se deixar de ser amigo dessa pessoa, é o melhor que os níveis não íntegros têm. Mas também, o seu nível de consciência é semelhante, logo está tudo perfeito: os semelhantes atraem-se e ficam por perto uns dos outros. Mas se estás nesse buraco tens de começar a "partir corações", haha! Isso não existe, o que existe é ferir o orgulho do ego =) o ego acha-se perfeito, e não gosta de ser rejeitado, mesmo que seja por uma razão válida. Ele não quer nada disso, ele quer ser sempre titular da equipa campeã do mundo de futebol, mesmo que nem sequer jogue futebol! traz orgulho? O ego compra. Traz orgulho? O ego veste. Traz orgulho? O ego come. Traz orgulho? O ego diz. Traz orgulho? O ego filma, edita e mete no Youtube :D

Eu sei o que é viver nos níveis mais baixos, é terrível. Mas chegou o ponto em que já não aguentava mais e comecei a evitar e a rejeitar, e a afastar-me, de quem percepcionava como negativo, e depois de todos aqueles que eu percebia que não me estavam a respeitar, e que na sua vida colocavam a satisfação dos seus desejos à frente da felicidade e bem estar dos outros. Não era preciso fazerem-me nada, alguns fizeram, mas outros foi por saber coisas que faziam, através deles próprios, todos orgulhosos a contarem os seus feitos desonestos em que com manhosice conseguiram ficar com mais dinheiro, não pagar isto ou aquilo, ou saírem beneficiados numa situação através de alguma manipulação e esperteza. Tchau aí! =D esta atitude não deixou muita gente contente, haha! mas deixou-me a mim, haaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahahaha!! :D foi quando descobri que largando esse tipo de pessoa, era como se estivesse a arranjar "espaço" para outro tipo de pessoa mais bonita interiormente, pois rapidamente comecei a conhecer outras bem mais maduras e interessantes. Nunca negligenciar isto tem que ser mais importante que comer, pois comer sempre comi, ser feliz é que está quieto :D aliás, descobrirás de que com a energia do Espírito deixarás de precisar de comer tanto. Hum... será a Integridade a solução para a obesidade? Não sei. Será que a obesidade é um problema real? Também não sei, sou tão magro que se me meto de lado desapareço, haha! Seja como o corpo for, o alinhamento com a Integridade não só traz felicidade, como depois com essa energia (felicidade) começam a acontecer coisas que antes não aconteciam. Se a pessoa acha que está só e solteira por causa da sua aparência, está errada, lol eu também achava isso, mas a verdade é que desde 2004 tenho tido todo o tipo de experiências com mulheres, sem nenhum manipulação ou mentira, sendo que desde 2010 que as coisas acontecem-me sem quase esforço da minha parte, e essas experiências envolvem namoros, beijos, sexo e até mulheres a expressar directamente que me querem sexualmente (a última vez que saí à noite estava ao balcão à espera de ser atendido, e uma mulher mete-me um flyer em frente aos olhos e beija-me na boca, hahaha!), e o meu corpo é o mesmo cómico exemplar de "pele-com-osso" que era em 2004! :D

Na Verdade um namoro não é algo a que se chega através de acções decoradas. É algo que nos acontece quando as condições necessárias estão presentes (a mulher surge quando o homem está pronto, a relações acontece quando a pessoa realmente a quer e está pronta para ela). Sendo as principais a compatibilidade pessoal e sexual com a mulher, e um nível de consciência positivo.

Atenção que é comum o homem pensar que quer namorar, que quer uma relação íntima com uma mulher, mas na verdade o que apenas quer, devido ao seu ego, é o orgulho que vem de saber que uma mulher o quer. Há muitos homens, portanto, que na verdade querem apenas a validação e atenção das mulheres, querem sentir que são desejados por elas, querem provar a si próprios que conseguem atrair uma mulher. Ou querem apenas sexo e o prazer físico que daí vem. Procura descobrir qual é a tua verdadeira intenção perante as mulheres, pois se há desejo narcisista, tal como no meu caso, é precisamente isso que te está a impedir de ter namorada. No mundo força (desejo narcisista) provoca contra-força (aversão, atitude defensiva). O antídoto para esse desejo é humor. Admiti-lo e revelá-lo à mulher com humor, e ver todo o processo entre ambos com humor. Seja o que se está a passar dentro de ti (emoções e pensamentos), seja o que a mulher diz e faz perante ti. Tudo é uma oportunidade para brincar, pois humor ajuda a curar as percepções negativas do ego que deixam as pessoas num estado negativo que as impede de amar e serem amadas.

Portanto vive com Alegria, o resto é pinners.

Obrigado pela tua pergunta.







12 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Muito inspiradora a tua história Pedro! Obrigado pelo post.

David Nunes disse...

Obrigado Pedro, pelo exemplo de vida inspirador!

Angelo disse...

Olá Peter, exelente post! A tua historia motiva-me muito a seguir em frente. Tenho estado a sair mais e a fazer coisas que me poe nervoso. Ainda estou inseguro e nao sei bem em que isto vai dar mas decidi fazer todos os dias algo que me dá medo, e ponto, decisao tomada, nao haverá caminho atras. Uma duvida: Já consigo ir a bares e tar lá sozinho mas ainda nao dei o passo de falar com mulheres (e tambem homens). Quero ir pouco a pouco. Por isso pensei em primeiro começar a olhar para elas e está aqui a minha duvida: Quando olho para uma mulher bonita veem me logo pensamentos do tipo: Sou exquesito por olhar para ela, sou feio, pensara de sou parvo ou que pensa que devo ter uma cara de parvo do caraças. .. Qual é a melhor maneira de olhar para uma mulher sem parecer estranho é que mesmo contemplando tenho estas sensacoes. Obrigado Pedro!

Joao Henriques disse...

Muito Obrigado Pedro, pela tua resposta! Sem duvida que me ajudou. Agora sempre que falar com mulheres que acho atraentes e interessantes vou lhes logo "saltar para cima" haahahha e depois logo se vê no que dá. :) Obrigado!

danieldasilvabett2 disse...

Ola Pedro. Tudo bem.
Mas a final, o que e mesmo banda desenhada?

Romário Belarmino disse...

Pedro, a mim me parece que entre a vida de solteiro e a de se estar numa relação é 50-50. Ou seja, quando se está solteiro tem as suas desvantagens, mas, também, tem as suas vantagens. E o mesmo acontece quando se está numa relação. E o maior problema de uma relação é quando há um desgaste, momento em que todos os defeitos começam a vir à tona. E é momento em que já ninguém se entende, pelo que a única solução que resta, é acabar a relação.

nelson goncalves disse...

Pedro no facebook tens data de nascimento real? Devemos por?

Daniela santos disse...

pedro,qual é a tua opinião acerca de a ex namorados(as) que voltam a contactar a pessoa com quem já tiveram num relacionamento...mas sem quererem voltar a ter o relacionamento sério que tinham??

..diz que gosta da pessoa mas não quer voltar a ter uma relação com essa pessoa, so curtes sem compromisso...o meu ex namorado queria isso e após eu ter dito que não queria , ele continuou a contactar me e a insistir sendo que não deixou de haver atracção entre nos, mas senti-me desrespeitada devido á intenção dele.

Pedro C. disse...

Daniel da Silva: "o que é mesmo banda desenhada?"

É histórias aos quadradinhos, ou quadrados (HQ).

Pedro C. disse...

Nélson Gonçalves:

Se vais colocar algo no Facebook coloca sempre algo verdadeira. Nunca mintas em relação à tua idade.

Pedro Calixto disse...

Gostei dessa "saltar para cima“ bota gel :-)

Outlets e companhia disse...

Hahahaha, genial! Os seus conselhos parecem ser para homens, mas não. Que maravilhoso ler esse blog. Levarei anos lendo e digerindo, são muitos ensinamentos de alguém tão jovem.
Grata por dividir tanta riqueza com todos nós! lol