AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

“Como Perceber Quando Uma Mulher Não Tem o Que é Preciso Para Ser Boa Namorada”

“Como Perceber Quando Uma Mulher Não Tem o Que é Preciso Para Ser Boa Namorada”

Pergunta de leitor:

“Oi! :)

Estou um bocado acanhado, gostava que me ajudasses numa situação.

Ontem fui sair com uma miúda à tarde e foi divertido, gostei de sair com ela embora ela passasse demasiado tempo a mexer no telemóvel, mas foi algo que suportei bem. A saída foi agradável e a miúda era divertida.

Mas depois, como já era bastante tarde, ela perguntou-me se eu queria ir ao Music Box com ela, porque íam lá bandas de que ela gostava muito, mas não tinha companhia. Eu não tinha grande interesse pelas bandas nem gosto muito de sair para discotecas no primeiro encontro, mas como vi que ela queria tanto ir, decidi fazer-lhe companhia.

No início foi divertido mas depois ela começou a dançar e eu fiquei um bocado em pé lol. Tentei dançar mas não conseguia acompanhar o ritmo dela haha! Mas até aí tranquilo, porque ela gostava, e eu não tinha problema em estar lá.

O problema foi aqui... quando ela me diz que dois amigos dela lhe tinham mandado mensagem para ir ter com ela. Eu não fiquei lá muito feliz com a ideia, e acho que isso se notou, porque eu queria estar com ela, não queria lá amigos lol mas pronto. Entretanto, chegaram os amigos e eu começo a ficar mais para trás (não me lembro porquê mas não me conseguia integrar, tenho ideia de ser por eles estarem todos a dançar.) Entretanto, começo a ver um dos amigos a ficar muito íntimo com a rapariga, o que me fez sentir triste e até um bocado desprezado. Eu não tenho a certeza, pois estava já um bocado longe, mas parece-me que se começaram a beijar.

Assim que vi isso (que não foi muito tempo depois deles chegarem), decidi que não valia a pena estar ali e fui ao pé deles desejar-lhes um resto de boa noite mas que me ía embora porque já estava um bocado cansado. Fui para casa a sentir-me realmente triste (não chateado, mas algo como que se tivesse sido trocado.) E hoje, ao acordar, recebo um sms da rapariga a agradecer pela noite.

Fiquei na dúvida como deveria agir. Se lhe devo dizer que fiquei um bocado triste por isso ter acontecido pois estava interessado nela e ela até estava a ser uma boa companhia, mas que com os amigos lá não deu para se conhecer melhor. (Por não ter 100% de certeza, não ía referir o beijo na mensagem.) Ou se não devo referir nada disso, responder-lhe como se não fosse nada, e passar à próxima miúda.

Mas a verdade é que aconteceu...

PS: E fiquei na dúvida se tinha sido suficientemente claro quanto à minha intenção em sair com ela. Porque nas conversas eu sugeria directa ou indirectamente que a achava gira e cenas assim, mas nunca lhe o disse directamente.”

Resposta, comentários:

Mais uma “vítima” emocional do narcisismo alheio :D

gostei de sair com ela embora ela passasse demasiado tempo a mexer no telemóvel”

Passar demasiado tempo ao telemóvel não é aceitável. Repara como dizes que suportaste isso. Toleraste isso. Não confiaste na tua intuição, e intuição é como que o início da Visão do Espírito. Logo aí eu já teria ficado desinteressado e não teria nenhum dos problemas que tiveste, nenhuma situação chata a gastar tempo, dinheiro e energia inutilmente, nem iria para casa a sentir-me magoado :D o sinal do desastre que se avizinhava está todo aí em tamanho gigante! Lol

Quando se está numa saída com alguém, está-se com essa pessoa a 100%. O telemóvel é como se não existisse. É simplesmente uma falta de respeito desprezar a pessoa que está connosco numa saída para dar atenção a algo inútil e irrelevante para o contexto como o telemóvel. Ela aí simplesmente demonstrou não ter capacidade para estar com alguém devidamente numa saída a dois, o que é das qualidades mais básicas e essenciais de todas na vida amorosa e na vida em geral lol na sociedade actual em que o narcisismo, o orgulho e o negativo são glorificados, este tipo de atitude é aceite como normal, obviamente. Mas aqui, no contexto de Amor, evolução de consciência e Integridade, é inaceitável e em essência uma falta de respeito que vem, claro, de narcisismo. A pessoa que passa tempo ao telemóvel durante uma saída basicamente não quer saber para nada da pessoa que está à sua frente.

“a miúda era divertida”

Parecia divertida ^_^

Parecia.

Quase todos parecem divertidos numa saída lol para mim quem passa tempo ao telemóvel durante uma saída é em essência uma pessoa aborrecida, sempre em busca de estímulos e distracções que a animem. A sua falta de energia é tal que não consegue sequer ter uma saída normal com consideração por quem está à sua frente. Como já disse é uma atitude inaceitável no contexto em que se procura alguém para uma relação alegre, que exige a capacidade de consideração e dedicação. Eu nem teria escolha, automaticamente só iria era querer fugir dali, nunca mais perder tempo com aquela pessoa e esquecê-la para sempre :D o meu entusiasmo por ela teria acabado espontaneamente e imediatamente, pois ela demonstrou no momento, na prática, na realidade, não ter aquilo que é preciso ter para ser uma boa companheira e namorada. Com uma mulher assim não é possível experienciar a vida a dois como sendo Um… e tudo abaixo disso é aborrecido. Assim sendo, passado pouco mais de 10 minutos eu teria dito que me tinha de ir embora, e ía à minha vida, feliz.

Feliz.

Não haveria convívios indesejados nem estado de tristeza em casa. Zero problemas, zero sofrimento, pois teria Visto o sinal, o potencial e fechado a porta a tempo. Felicidade é também a consciência da escolha certa, e evitar a tempo o maligno e o negativo, estejam estes disfarçados de miúda gira divertida ou de Batman :D com auto-respeito e Amor, descobre-se a Alegria da selecção, quando Sabemos que acabámos de nos ver livres de alguém que nada mais é – devido ao seu nível de consciência actual – uma fonte e potencial de sofrimento, e bloqueio aos níveis de alegria e felicidade que nos interessam.

“Eu não tinha grande interesse pelas bandas nem gosto muito de sair para discotecas no primeiro encontro, mas como vi que ela queria tanto ir, decidi fazer-lhe companhia.”

Foste atrás do “osso” :D

Se a rapariga fosse de facto fixe, a tua atitude teria sido excelente. Porque ela não era fixe, foi um erro que só te trouxe uma saída miserável e sofrimento solitário caseiro na noite negra e fria :D

A atitude foi excelente pois apesar de não estares interessado em ir, foste por ser algo que a faria feliz. Ignoraste as tuas preferências para fazer algo por ela. Isso é excelente, e até fiquei impressionado que o tenhas feito, pois é comum falhar-se nesse momento da verdade. Ela precisava de companhia, e tu mesmo não te apetecendo, serviste-a com a tua companhia. Isso foi bom, num contexto de escolha íntegra, de ignorar as sugestões do ego, de a servires, de te esqueceres de ti próprio, etc.

Claro que, se tivesses seguido a tua intuição e Visto que a atitude do telemóvel não era aceitável, terias recusado ir com ela ao Music Box, e terias feito muito bem. Eu também o teria feito, sem qualquer hesitação. Então qual é a escolha certa? Depende da intenção. Em termos de evolução, para chegar à Integridade e Amor, ir com ela foi uma escolha certa pois o ego não foi seguido (ele não queria ir), e serviste-a com a tua companhia, como também se serve oferecendo uma bebida ou fazendo um elogio. Em termos de auto-respeito e selecção, a escolha certa era não ir pois Sabe-se que o que depois aconteceu poderia acontecer (Sabe-se o tipo de energia/experiência, não o específico linear). Auto-respeito é o mesmo que Amor, logo seria a escolha mais elevada. Sem Amor não há consciência da falta de Amor, ou de atitudes que não são de Amor (a tal relação forma/fundo de que falo no áudio dos gráficos), logo não haveria consciência de que ela era uma má escolha como companheira e namorada. Portanto em certo nível de consciência o certo era ir, e noutro mais elevado o certo era não ir. Na Verdade tudo o que aconteceu está certo e foi perfeito, pois sem a experiência do que aconteceu, não terias como aprender a lição que precisas de aprender para te veres livre desse tipo de sofrimento =)

Tentei dançar mas não conseguia acompanhar o ritmo dela haha!”

Claro sinal de incompatibilidade ^_^ até se vê daqui a descoordenação do par! Haha

A tua atitude foi fixe, tu deste o benefício da dúvida a toda a situação, tu tentaste, tu fizeste mesmo não te apetecendo, mas a partir do momento que aceitaste a atitude do telemóvel, meteste-te numa arena de energias negativas do ego, e aí não há nada a fazer, é sempre desagradável para quem não é assim, acólito da ceita global do narcisismo :D

nem gosto muito de sair para discotecas no primeiro encontro”

Bem observado. Isto porque numa discoteca há demasiadas distracções e barulho, o que impede de conhecer a pessoa bem, e depois há o potencial de serem incomodados e interrompidos várias vezes por sosses a tentarem fazer-se ao bife ^_^

É boa ideia a primeira saída ser para um sítio calma e bonito, no qual estão tranquilos a sós e podem conversar à vontade facilmente, sem interrupções ou distracções. Assim a mulher mostra o que vale, pois não há nada que nos distorce a percepção dela, nem ela tem a energia e distracção de atenção de outras pessoas para parecer mais fixe e bem disposta do que na verdade é ;) quando são apenas os dois, um em frente ao outro, tudo o que é dito, todas as reacções, todas as pequenas escolhas, vêm directamente da essência. Basta olhar nos olhos e esperar, enquanto a conversa e o humor vão-se manifestando. Olhando e esperando em frente a ela, não foi preciso muito tempo para se manifestar uma expressão de narcisismo: desprezo pela pessoa que estava à sua frente, em detrimento da distracção do telemóvel. Nervosismo não é desculpa, pois por detrás do nervosismo pode haver uma sinceridade e humildade. Mas no caso dela esquece lol uma saída com alguém do sexo oposto tem como intenção descobrir como é estar a sós com essa pessoa. Tem como intenção perceber como é estar com essa pessoa num contexto de intimidade, ou se essa intimidade de facto é possível. É agradável, estimulante, bonito, interessante, tranquilizante, estar com aquela pessoa ou não?

É como uma simulação, como se já estivessem a namorar e a sair. Assim descobre-se a qualidade da experiência de estar a sós com a mulher. Porque numa relação a maior parte dos momentos são passados a sós entre os dois, seja num restaurante, café ou em casa, por exemplo, é essencial percebermos como é estar com alguém a sós antes de decidirmos que queremos namorar com aquela pessoa e ter esse nível de proximidade e intimidade com ela. O ego quer apenas saber da satisfação de desejo (prazer) e de validação e aceitação (orgulho), logo as qualidades invisíveis que realmente importam (inteligência, sentido de humor, humildade, etc) é como se nem existissem lol o ego escolhe um parceiro tendo apenas em conta se o outro satisfaz o seu desejo e se o valida e aceita como parceiro haha! A atitude é quase como se fosse, “se me queres então eu quero-te como namorada”. Não há qualquer auto-respeito ou selecção. Beijar, não beijar, fazer amor, não fazer amor, isso é indiferente para a atitude de auto-respeito. O não do auto-respeito vem relativamente a ter uma relação com determinada pessoa. O fazer amor com alguém sem estar numa relação não é sinal de falta de auto-respeito, é uma experiência que se partilha com outro ser humano como outra qualquer, como sair e conversar, como comer, como rir, etc. O ego demoniza o sexo pois pode ser uma forma de chegar ao Amor, ups! :D mas na Verdade não há qualquer julgamento moral a fazer em relação ao sexo. Nada, zero. Se ambos são solteiros, estão completamente à vontade ^_^

quando ela me diz que dois amigos dela lhe tinham mandado mensagem para ir ter com ela.”

O Ataque dos Chouriços! Haha lindo. Ela está numa saída com uma pessoa, e aceita que 2 “amigos” (?) venham ter com ela. Total desprezo por ti, mas tu aceitaste a atitude do telemóvel, logo abriste a porta a todas as colecções de tradições e rituais sociais dos orcs ^_^

E surge-me uma questão, pelas atitudes dela: será que eles eram mesmo amigos dela? Amigos verdadeiros? Ou será que ela conheceu um deles tal como te conheceu a ti? E será que foram mesmo eles que enviaram o sms a perguntar se ela estava pelo Music Box/a dizer que íam lá também, ou será que foi ela que os convidou para te fazer jogo de ciúmes…? Ou será que foi para se ver livre de ti discretamente pois estava a ficar aborrecida com a tua companhia…? Lol Com os não íntegros nunca se sabe. A partir do momento que o narcisismo é de certo nível, todo o tipo de intenções e atitudes de manipulação e falsidade são possíveis. As boas notícias é que nem precisamos de saber o detalhe destas intenções – apesar de em certo nível de consciência conseguir saber-se isso no momento. Tudo pode ser evitado… quando se contempla que o que vem do telemóvel está a ser mais importante para a pessoa do que a nossa presença ^_^

“Eu não fiquei lá muito feliz com a ideia, e acho que isso se notou, porque eu queria estar com ela, não queria lá amigos lol mas pronto.”

Claro! Tu saíste para estar com ela. Com ela. O teu interesse era nela apenas. Não saíste para ter de levar com a presença de dois chouriços desconhecidos. Tu querias uma saída que fosse uma experiência contínua a dois… e não a cinco. Sim, a cinco. Porque o telemóvel recebeu tanta atenção como tu :D à segunda vez que ela se pusesse a mexer no telemóvel, eu ter-lhe-ia dito, “parece que gostas muito do teu telemóvel…”. A intenção aqui seria mostrar-lhe que eu não estava a dormir, e que ela estava avisada. Claro que para eu chegar a esse ponto ela a seguir teria mesmo que me impressionar para eu continuar interessado, e isso envolveria nunca mais mexer no telemóvel, mesmo que ele tocasse. Isso iria provar que ela estava mesmo com intenção de me respeitar e ter uma experiência a dois contínua. Se ela mexesse uma 3ª ver no telemóvel, eu simplesmente esperaria que ela acabasse o “serviço” e depois lhe diria que me tinha de ir embora e acabava-se tudo ^_^

“Entretanto, chegaram os amigos e eu começo a ficar mais para trás (não me lembro porquê mas não me conseguia integrar, tenho ideia de ser por eles estarem todos a dançar.)”

Eles gostavam das bandas e da música, e tu provavelmente não. Logo havia compatibilidade entre eles, estavam a fazer algo que gostavam, logo dançavam juntos espontaneamente. Se ela já os conhecia é normal também que houvesse uma ligação e companheirismo mais sólido com eles, o que leva a essa fácil proximidade entre os três, que ela ainda não tinha contigo. Muito importante também foi a tua aversão a eles. A partir do momento que surge a aversão esquece, não temos qualquer interesse nas pessoas. Há um bloqueio de energia e não temos vontade de falar e conviver com elas. O Ataque dos Chouriços é uma grande chatice numa saída a dois lol bloqueia logo qualquer tipo de intimidade, o que é algo que só acontece verdadeiramente quando os dois estão a sós. Daí a clássica saída romântica de ir sentar-se no jardim à noite e observar a Lua. É íntimo, é bonito, e não há chouriços aos pulos à vossa volta :D

“Eu não fiquei lá muito feliz com a ideia, e acho que isso se notou”

É possível que sim, que ela tenha notado, e que isso tenha fortalecido a sua atitude de desprezo por ti quando eles chegaram. Só se fosses louco é que ficarias feliz com a ideia. Se fossem amigas, ainda se tolerava, mas chouriços… esquece. Podias era ter-lhe dito isso assim que ela te dissesse que eles íam lá ter: “eu preferia estar só contigo, mas se eles são mesmo teus amigos eu compreendo e fico mais um bocado”.

“Eu não tenho a certeza, pois estava já um bocado longe, mas parece-me que se começaram a beijar.”

Talvez. Talvez não. Talvez ela te tivesse achado giro e tivesse saído contigo porque queria curtir contigo. Talvez por isso não ter acontecido ela desinteressou-se por ti e começou a desprezar-te. Nesta fase, é irrelevante. Nada disso podia ser controlado, tu és como és, e ela é como é. Agora, não precisavas de ficar ali, passivo, a ser empurrado para cada vez mais longo como um saco do Minipreço ao vento :D

Se eu estivesse nessa situação, no Music Box, com ela, os amigos chegam, não há integração (eu tentaria com sentido de humor perceber se isso seria possível, eles até podiam ser minimamente decentes e companhia divertida para aquele contexto, quem sabe), e via-a com um deles como se andassem a curtir… perfeito! É que mais perfeito era difícil. Eu, basicamente sozinho numa discoteca? E depois de testemunhar tal orcquice? Hahaha!! Eu punha-me logo a ir meter conversa com mulheres bonitas e a oferecer bebidas :D eu aproveitava a situação para fazer aquilo que realmente gosto de fazer numa discoteca, festa ou bar: beber um copo com uma mulher bonita =)

E há outra coisa. Se até certa altura somos como que um Guerreiro Social, pois andamos a desafiarmos-nos na vida social para evoluirmos e sermos mais felizes, a partir de certo ponto somos Guerreiros da Integridade, e demonstramos aos orcs do mundo que não se brinca com o que há de Bom e Bonito no mundo. Somos representantes dos princípios, e por Amor e gratidão pela felicidade que nos foi dada, erguemos-nos em nome da verdade. A equação é simples: telemóvel + “amigos” + desprezo = ir falar com outras mulheres e deixar acontecer com elas o que for suposto acontecer, até ao fim ^_^ se os orcs mandam pedras a desrespeitar o Espírito, tu atinge-os com 1001 ondas de Poder em nome do Espírito, por gratidão pela felicidade que Ele te traz. Com essa atitude ela iria ver-te a falar com outras mulheres, feliz da vida, e iria perceber que cometeu um erro, que não precisas dela, e que tens auto-respeito para não aceitar as atitudes narcisistas dela. Isto não é um jogo de ciúmes, não é para ela voltar a estar interessada. Nesta atitude não há qualquer interesse em que ela volte a ficar interessada. Ela já foi completamente rejeitada por nós, sem qualquer hipótese de recuperação. Estamos apenas a deixar o Espírito nos guiar, por auto-respeito (Amor). É suposto protegermos o que a vida tem de Bom e Bonito, e mostrarmos afinal aquilo que realmente apreciamos, principalmente quando essas qualidades estão a ser desrespeitadas pelos não íntegros. Se ela te vê ou não te vê a falar com outras mulheres, isso é irrelevante. Não é para ela ver, é para tu experienciares. É para o ego sentir que não tem qualquer poder sobre ti. É para reafirmar que sim, é o Espírito que escolhes, é felicidade e alegria que escolhes, logo vais fazer algo que te deixa alegre, e que é o oposto da experiência que o ego te trouxe.

“E hoje, ao acordar, recebo um sms da rapariga a agradecer pela noite.”

Infelizmente não quer dizer nada. A programação de simpatia é fácil de aceder e colocar em prática, mas a intenção pode não ser o que parece. Uma pessoa verdadeiramente grata pela presença de outra não se põe ao telemóvel quando está com ela numa saída. Uma pessoa verdadeiramente grata pela presença de outra diz aos amigos que está com alguém e que não dá jeito eles lá irem ter. Uma pessoa verdadeiramente grata pela presença de outra não a despreza depois dos amigos chegarem, e ao ver que ela se está a afastar vai ter com ela para perguntar se está tudo bem ou simplesmente para a tentar integrar no grupo, ou para lhe dizer algo ou brincar.

“Fiquei na dúvida como deveria agir. Se lhe devo dizer que fiquei um bocado triste por isso ter acontecido pois estava interessado nela e ela até estava a ser uma boa companhia, mas que com os amigos lá não deu para se conhecer melhor. (Por não ter 100% de certeza, não ía referir o beijo na mensagem.) Ou se não devo referir nada disso, responder-lhe como se não fosse nada, e passar à próxima miúda.”

Resposta à miúda:

“Eu estava a gostar da noite até os teus amigos aparecerem, pois a minha intenção era sair apenas contigo pois era em ti que eu estava interessado, e estava a gostar da tua companhia. Depois deles chegarem senti-me desprezado por ti, e desinteresse da tua parte. Eu não deixo ninguém de parte sem lá ir ver o que se passa, ou sem ir ter com a pessoa para falar, e não achei isso bonito da tua parte.”

E só isto. Deixa-a mastigar a Verdade como quiser ^_^

“Ou se não devo referir nada disso, responder-lhe como se não fosse nada”

O ego é de facto um campeão a fingir que nada se passou, que nada se sentiu… tipo a omitir a Verdade, o que é o oposto de se ser sincero e íntegro :D

“Porque nas conversas eu sugeria directa ou indirectamente que a achava gira e cenas assim, mas nunca lhe o disse directamente.”

Como é que nunca lhe o disseste directamente se lhe o sugeriste directa e indirectamente? Lol independentemente disso, a atitude dela não teve a ver com falta de atracção, mas sim com falta de consideração. Até podes dizer à mulher que queres ir sair com ela porque queres ser amigo dela. Se durante a saída ela se sentir atraída por ti, ela irá querer ser beijada por ti. Aqui foi uma situação de desprezo, narcisismo, orgulho. O telemóvel mais os “amigos” não têm nada a ver com falta de atracção ou pensar que só queres amizade. Mesmo que dissesses antes, directamente, que a achavas bonita e te sentias atraído por ela, isso não iria impedir que ela tivesse falta de consideração por ti. Isso aconteceu porque ela é como é e tem o nível de consciência que tem, e tu és como és, e tens o teu nível de consciência e experiência. Na melhor das hipóteses só poderias ter detectado a qualidade da peça durante a saída, e pores-te a andar o mais rápido possível, evitando assim o Ataque dos Chouriços e a tristeza que sentiste ao chegares a casa. Porque o que ela fez de facto magoa, é desprezo. É suposto sentirmos-nos magoados quando nos fazem isso, pois o que sentimos é um sinal de que estamos perante uma fonte de sofrimento, e que nos temos de afastar.


Obrigado pela tua pergunta.

40 comentários:

Miguel Braga disse...

Excelente! Directo e assertivo como sempre.
Abraço

Miguel Braga disse...

Muito bom. Directo e assertivo! Abraço

Longe disse...

Olá, Pedro! Muito obrigado pelo post. :D

Aqui ja engatilho uma pergunta para o coolvibes :)

Tu achas que mantemos uma espécie de ligação com nossos perfis virtuais?

Para esclarecer a pergunta. Tenho impressão, por exemplo, que nossos posts e chats vão como que ~grudando na nossa alma~ (me refiro a..ego,mente, psique, essa massa louca toda abaixo do Espírito). E se nossas ações são sujas, não íntegras, patifaria, parece que nossa vida vai ficando pesada como chumbo, vai se deformando.

Pra citar um pepino pessoal desse tipo: tenho no facebook chats de um namoro que não deu certo, e ali faço umas cenas malucas, vitimização, e esses shows todos do ego pra aumentar o sofrimento da mulher coitada.
Ela segue a vida tranquila hoje em dia. Mas fico com vergonha das conversas antigas ali flutuando nas indispersáveis nuvens virtuais. E isso às vezes me puxa a estados de PUTS QUE MERDA FIZ, às vezes com humor, outras vezes dolorido. O que seria melhor fazer aqui para a evolução espiritual? Apagar a conta velha como que apagando o passado? Ou deixa tudo como está e aceita o tal passado sem apagar nada? O que fazer quando se arrepende de um passado não íntegro? Apaga tudo ou não apaga? :D

Pedro C. disse...

Obrigado Miguel :) Abraço!

Pedro C. disse...

Longe: "O que fazer quando se arrepende de um passado não íntegro? Apaga tudo ou não apaga?"

É irrelevante se essas conversas continuam lá arquivadas no perfil do Facebook ou se as apagas todas. O que faz a diferença é a tua percepção das tuas escolhas e intenções do passado. Podes apagar tudo, mas continuas com a memória dessas intenções, escolhas e conversas, e terás sempre a mesma percepção de arrependimento e vergonha perante o que fizeste.

É o teu nível de consciência que importa, e não se as conversas do passado estão registadas em algum lado. Mesmo que as apagues tu sabes o que escreveste, sabes que aconteceu, e terás sempre a mesma percepção do que escolheste no passado. A solução está em perdoares-te a ti próprio. Vergonha e culpa são percepções do ego, não representam a verdade da situação.

Perdoas-te a ti próprio pois na altura não eras capaz de melhor. Se fosses capaz de melhor, terias escolhido e feito melhor. Tens compaixão por ti pois foste, e és, vítima do ego e das suas percepções negativas a narcisistas de tudo. És paciente contigo próprio pois o processo de transformação leva tempo e exige dedicação constante. Quando tiveres transcendido essa vergonha e culpa, irás espontâneamente rir-te dessas conversas e escolhas, pois apenas as conseguirás ver com humor, e nada mais, sem escolha da tua parte. Por outro lado, e porque queres ser feliz e ter uma vida bonita, decides nunca mais voltar a fazer as mesmas escolhas e a ter conversas dessas, independentemente de como te sintas no momento ou do que o ego te esteja a convencer que irás perder. É isto o que se faz quando nos arrependemos de um passado não íntegro.

Longe disse...

Muito obrigado pelas lúcidas percepções, Pedro! :D

Romário Belarmino disse...

Pedro, interagir com as mulheres por quem estamos interessados é um pouco semelhante quando estamos a interagir com as outras pessoas, de uma forma geral. Ou seja, se andarmos a fazer todas as vontades do mundo e estarmos sempre disponível para as pessoas, sem um mínimo de auto-respeito, é claro que as pessoas não nos irão respeitar. Como dizia o outro, as pessoas dão valor às coisas que, ainda, não conseguiram. Pois, a partir do momento que já nos deram como garantido, deixarão de ter por nós o mesmo apreço que tinham antes. E eu, já, comprovei, isto, na prática. Ora, últimamente, tenho perdido alguns "amigos" pelo simples facto de ter deixado de satisfazer-lhes todos os caprichos. Por conseguinte, acho que as mulheres, jamais, irão sentir interessadas por homens que não respeitam.

Pedro Ribeiro disse...

Hey Pedro!
Quando acabo de meditar/contemplar fico um pouco tonto. É normal?

Alex ntl disse...

Olá Pedro, vim aqui para te dizer e te perguntar.

Consegui falar com uma moça na qual estava interessado na minha sala onde estou fazendo curso, num momento oportuno vi ela num canto antes de entrar na sala e fui la falar oi e perguntei o nome dela.

Já estava nervoso a esse momento, depois perguntei se ela se importaria se eu me sentasse ao lado dela, ela aceitou e tentei conversar um pouco com ela para conhece-la melhor, não deu para falar muito pois logo começou a aula.
Peguei contato com ela, aqui usamos whats up, e durante a conversa na semana ela acaba me falando que não está aberta para conhecer alguém no momento, que quer um tempo para ela, alguma decepção pelo jeito.

E depois desejei o melhor a ela, que ela consiga os objetivos dela e desejei boa semana, mas fico pensando, eu deveria tentar uma aproximação ou isso que ela disse já seria suficiente para me afastar?

Obrigado

Pedro C. disse...

Alex NTL : "ela acaba me falando que não está aberta para conhecer alguém no momento, que quer um tempo para ela"

Ela não está interessada, deixa-a em paz e esquece-a.

Pedro C. disse...

Pedro Ribeiro: "Quando acabo de meditar/contemplar fico um pouco tonto. É normal?"

Sim, é normal. Ao meditares ou contemplares estás a permitir-te chegar a um estado de consciência diferente do teu habitual, logo percepcionas o mundo de forma diferente. Essas tonturas depois desaparecem, é também o corpo e a mente a adaptarem-se à energia e percepção a que não estão habituados.

Romário Belarmino disse...

Olá Pedro,
O que tu achas dos falsos moralistas? Ou seja, existem aquelas pessoas que dizem que não gostam que os outros lhes façam isto, aquilo e aqueloutro, mas acabam por fazer aos outros as mesmas coisas que dizem não gostarem que os outros lhes fizessem a elas. Acho que essas pessoas são lobos com pêlos de cordeiros. Aliás, são uma espécie de raposa manhosa.

Filipe Pereira disse...

Olá Pedro, uma pergunta que nao tem a ver com o post: Conheces o trabalho do Gustavo Santos a nível do desenvolvimento pessoal? Que pensas sobre o nível de evoluçao dele?

Alex ntl disse...

obrigado Pedro, já a deixei em paz XD

Pedro Ribeiro disse...

Hey Pedro!
Como havemos de lidar com pessoas que são violentas e agressivas? Ignorar e afastar-se é o melhor a fazer?

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "O que tu achas dos falsos moralistas?"

O ego não gosta de ser incomodado e magoado, mas ao mesmo tempo coloca sempre a satisfação dos seus desejos narcisistas à frente da felicidade e bem estar dos outros. Ou seja, coloca sempre o seu prazer em 1º lugar e o respeito pelos outros em 2º lugar, sem qualquer discernimento de contexto.

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "Como dizia o outro, as pessoas dão valor às coisas que, ainda, não conseguiram. Pois, a partir do momento que já nos deram como garantido, deixarão de ter por nós o mesmo apreço que tinham antes."

O outro era meio estúpido ^_^ isso é apenas meia verdade, e uma boa desculpa para não se ter de fazer nada por ninguém e poder-se continuar a ser narcisista sem se sentir culpado. Há pessoas que são assim, é verdade, mas a solução não é não Amar, é descobrir as pessoas que são capazes de nos apreciar e valorizar especialmente porque as Amamos e servimos. Isso do "querem o que ainda não têm" e "desprezam o que acham que está garantido" são atitudes de narcisismo, mas não representa como todas as pessoas são.

Tornares-te num idiota narcisista que está sempre na defensiva e se faz de difícil para conseguir o falso interesse de idiotas, não é lá muito inteligente. Aprender a detectar esses idiotas através do acto de Amar, isso sim tem valor em termos de evolução. Se estás a Amar alguém e essa pessoa aproveita-se, o erro não foi teu. Deixar que se aproveitem de nós uma vez é na verdade uma excelente técnica de selecção. E é assim, sendo o fundo que revela a forma, que irás conseguir Ver quem interessa e quem não interessa. A forma como uma mulher reage a um elogio, ou rejeita um homem, diz muito sobre a sua essência.

Por outro lado, a tua atitude perante os teus falsos amigos foi boa. Se todos o fizessem descobririam que quase não têm verdadeiros amigos, pois a maior parte faz-se de amigo apenas para obter algo por interesse narcisista (aprovação, validação, aceitação, companhia, favores, etc).

Quando falo em ir oferecer algo a uma mulher, por exemplo uma bebida, isso não é fazer-lhe uma vontade, pois ela nem sequer pediu nada. Depois da sua reacção, ou da interacção, logo descobrimos se a queremos como companhia, ou não, e daí virá a vontade para a servir mais, ou não. Parta de nós o acto ou venha dela um pedido. Se Vemos que ela se está a aproveitar, por auto-respeito, deixamos-la.

Portanto primeiro Ama-se e serve-se, e faz-se vontades, mas depois, por auto-respeito, se as pessoas se aproveitam uma vez, acabamos a relação e afastamos-nos delas.

Pedro C. disse...

Filipe Pereira: "Conheces o trabalho do Gustavo Santos a nível do desenvolvimento pessoal? Que pensas sobre o nível de evolução dele?"

Já ouvi falar dele mas não conheço o seu trabalho. Não tenho opinião sobre, e a única coisa que digo em relação a outros autores é que apenas recomendo o David Hawkins.

Pedro C. disse...

Pedro Ribeiro: "Como havemos de lidar com pessoas que são violentas e agressivas?"

Um tubarão não se ataca nem se tenta mudar, evita-se.

Alex ntl disse...

Pedro gostaria que me falasse sua opinião a respeito de uma coisa.

Mandei uma mensagem para uma mulher da seguinte maneira.

Olá tudo bem ? te achei bonita e gostaria de te conhecer melhor, o que você gosta de fazer ? (:


a resposta que recebi foi


se fosse feia não falava comigo
que preconceito.

no começo eu fiquei surpreso e até ri, mas eu fui sincero, achei a bonita e gostaria de a conhecer.

será que fui um ogro que só vai atras de modelos ? kkkk

Obrigado

Pedro Ribeiro disse...

Hey Pedro!
Ontem, uma rapariga fez-me um elogio, disse que eu era muito giro. Eu apenas disse obrigado e continuámos a conversa normalmente. Não lhe disse que também era gira porque também não a achava lá muito. Nestes casos devemos também dizer que ela é gira por simpatia? Ou fiz bem em apenas agradecer?
Obrigado pela respostas.

Pedro C. disse...

Alex NTL: "será que fui um ogro que só vai atrás de modelos?"

Não há nenhum julgamento moral a fazer relativamente a apenas falares com mulheres que achas bonitas. Não tens de falar com pessoas de quem não gostas devido à sua essência, e também não tens de ir meter conversa com mulheres que não aches bonitas.

Beleza vem de mérito kármico, e é também um sinal positivo da natureza a nível animal. Esta Verdade é chata para aqueles que se acham feios, e que se acham melhores que os bonitos de alguma forma (superioridade moral, mais inteligentes, mais boa pessoa, etc), mas tem de ser aceite por quem quer evoluir e ser feliz.

Tens duas escolhas: ou brincas com a resposta dela pois preferes um estado de alegria; ou simplesmente esquece-la e avanças para outra, nem sequer respondendo. A resposta dela foi primitiva em termos de consciência, o que pode ser um sinal de que a sua essência não é das mais bonitas para se ter por perto. No caso de lhe responderes com uma brincadeira, essa resposta não é para a convencer de algo, ou para ela ver que está errada, ou para a criticar, ou para a mudar, ou para a fazer-se sentir atraída por ti (lol). É apenas para te divertires, nada mais. Depois passas para outra, e logo vês como ela te responde à brincadeira.

Pedro C. disse...

Pedro Ribeiro: "Nestes casos devemos também dizer que ela é gira por simpatia? Ou fiz bem em apenas agradecer?"

Fizeste bem em apenas agradecer. Se não a achavas gira, e dissesses que também a achavas gira, estarias a mentir, e essa atitude não teria mérito nenhum. Nesse caso basta agradecer com sinceridade. Se por acaso a achasses gira, poderias dizer-lhe isso, de uma forma simples e directa, ou com alguma criatividade e humor.

Romário Belarmino disse...

Pedro, geralmente, as mulheres interesseiras e narcisistas são, aparentemente, as mais simpáticas do que as outras, pelo que, fácilmente, poderemos ser atraídos pela falsa simpatia delas. Ou seja, normalmente, costumam ser brincalhonas e bastante divirtidas, conseguindo, deste modo, atrair qualquer homem, como um ímam. Também, têm o hábito de chegar, abraçar e até de começar a beijar o homem. E, nas discotecas, fingim querer dançar com o homem por quem estão "interessadas". Mas, tudo isto, é fogo de palha, como se costuma dizer. Pois, o problema é que, imediatamente, depois delas terem usado e abusado do coitado e de o ter tratado como um otário, procuram alguém por quem elas estão, verdadeiramente, interessadas. Pedro, essas mulheres com tiques de narcisismo são um bicho de sete cabeças.

Fábio disse...

Olá :)

Pedro, quando estamos a conhecer a mulher se ela não quiser ou poder sair com o homem todas as semanas, devemos de nos afastar dela?


Obrigado por este post. Abraços

nelson goncalves disse...

O dinheiro não é tudo , não é o mais importante.
De quanto uma pessoa precisa? Com base no teu nível de consciência e experiencia.

Romário Belarmino disse...

Pedro, o que achas de mulheres que apesar de andarem a dizer que têm namorados, mas não se importam em aceitar convites para sairem com os outros homens, tudo em nome de "amizades" obscuras, já que de amizade nada têm? Ou seja, elas são bastante superficiais, pois não querem assumir nada sério com os homens com quem andam a sair. Por outro lado, se de facto, são comprometidas, como afirmam serem, deveriam declinar convites para saídas com os outros homens. Resumindo e concluindo, pode-se dizer que elas são as narcisistas de serviço.

Alex ntl disse...

Pedro, ultimamente percebo que boa parte de contatos de pessoas que tenho acaba por não manter contato lol

O que quero dizer, tem pessoas que conheço que só falo com elas basicamente quando eu vou falar com elas, e nunca o oposto, elas raramente vem, e quando entram em contato vem pedindo algo, conselho etc. ou nunca vem falar comigo, isso é um sinal claro de desinteresse pela amizade e a melhor atitude é se afastar ? Porque tenho feito isso.

Obrigado

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "depois delas terem usado e abusado do coitado e de o ter tratado como um otário"

Aqui não há vítimas. É o homem que se deixa ser tratado assim. Esse tipo de mulher não consegue usar um homem que não se deixe ser usado.

Disseste bem, são aparentemente simpáticas. A sua simpatia, diversão e entusiasmo são apenas aparência, são falsos. O seu interesse no homem é falso. São truques de manipulação, mas elas não conseguem "atrair" (enganar) qualquer homem. Uma mulher não íntegra, narcisista, é sempre descoberta por um homem íntegro. É o homem inconsciente da essência da mulher, e fraco de espírito, que é enganado e usado. O homem íntegro está mínimamente acordado para perceber que a mulher quer algo dele sem querer saber dele, e por auto-respeito protege-se dessa energia e experiência, rejeitando-a.

Pedro C. disse...

Fábio: "se ela não quiser ou poder sair com o homem todas as semanas, devemos de nos afastar dela?"

Tu é que sabes. Se queres uma mulher que esteja disponível para sair contigo todas as semanas, então seria estúpido continuar a investir em alguém que não tem essa disponibilidade. Mas se te é indiferente, então não há razão para te afastares dela.

Pedro C. disse...

Nélson Gonçalves: "O dinheiro não é tudo, não é o mais importante.
De quanto uma pessoa precisa?"

Só precisamos de quantidade suficiente para o essencial da vida.

nelson goncalves disse...

Ou seja Pedro desde que a pessoa consiga pagar as suas contas água , luz , gaz , alimentação , renda , despesas normais do carro , roupa.
Ao falares no essencial estas te a referir isto.

Romário Belarmino disse...

Pedro, já reparei que as mulheres, apenas, namoram com os homens por quem elas têm grande respeito, orgulho e admiração, e, nunca, com homens a quem elas chamam de "amigos" ou de quem sentem pena. Ora, normalmente, as mulheres dizem que gostam de homens que lhes dão atenção, carinho, etc, etc, mas só que, na prática, elas não sentem qualquer atração por este tipo de homens. Ou seja, estão interessadas neste tipo de homens, apenas, como pseudo-amigas e não como potenciais namoradas deles.

Cristiano disse...

Ola Pedro
uma pergunta ...a minha ex namorada..terminou comigo em novembro por uma coisa que eu fiz que ela ficou um bocado magoada com a situaçao e eu quis voltar a reatar as coisas no final de dezembro mas ela nao quis e depois em janeiro, dia 15 voltei a contacta-la e começamos a falar com frequência e ao inicio ela demonstrava que queria estar comigo mas depois pelas conversas que tínhamos a falar do porque de termos terminado, ela começou a ficar mais indecisa em relação a estarmos juntos a dizer que tinha medo de se magoar nvo...mas depois no final de janeiro ela convidou me pra sair numa segunda mas depois umas 3h antes do encontro desmarcou e pediu desculpa a dizer que era melhor nao falarmos mais…e eu ai fiquei a dizer lhe também aquilo que ela na altura fazia que eu não gostava e que ela nao deu valor e ela ai mudou de ideias logo a seguir e ja queria tar comigo e eu fiquei um bocado chateado e disselhe que ja nao tinha vontade nenhuma para estar com ela e falamos a noite por telefone e eu ai disse-lhe que por enquanto nao queria mais nada, mas passando uns dias aquilo passou me um bocado e voltei a contacta la a dizer que gostava de voltar a estar com ela e ela disse o mesmo …e depois ela mandou msg passado uns 3 dias e eu respondi só no dia seguinte ..e depois ela convidou me para sair na segunda e eu disse que esta segunda não podia …mas será que a indecisão dela tem a ver com o facto de ela ser controlada pelo ego?
É normal eu ter ficado chateado e com menos motivação para estar com ela por causa da sua indecisão ?

Obrigado pelo post (:

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "que achas de mulheres que apesar de andarem a dizer que têm namorados, mas não se importam em aceitar convites para saírem com os outros homens"

São mulheres em busca de atenção e validação, e isso é mais importante para elas do que o respeito pelo namorado, ou a dedicação à relação em que estão. São mulheres demasiado narcisistas para serem boas namoradas, e não estão prontas para uma relação.

Pedro C. disse...

Alex NTL: "ultimamente percebo que boa parte de contactos de pessoas que tenho acaba por não manter contacto"

Isso é sinal de incompatibilidade. Essas "amizades" não são verdadeiras, e acabam por ser uma perda de tempo.

Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "as mulheres, apenas, namoram com os homens por quem elas têm grande respeito, orgulho e admiração"

Isso é falso. Há homens por quem determinado tipo de mulher tem admiração e respeito, que lhes dá atenção e carinho, e com quem namora. Dar carinho e atenção não são defeitos que mantêm o homem só e virgem lol são qualidades e expressões de amor pela mulher. Têm é de vir de um nível de integridade (poder), pois se vierem de um nível de fraqueza (carência, dependência, etc), são apenas uma manipulação e não uma apreciação da mulher.

Pedro Ribeiro disse...

Olá Pedro.
Como me posso tornar mais masculino? Reparo que atraio raparigas não muito femininas, o que pode querer dizer que eu também não sou lá muito masculino, certo? Quais são as qualidade que posso desenvolver? E como? (Agradecia que referisses exercícios práticos). Uma das coisas que aprendi recentemente foi aumentar a vibração da minha voz, ter uma voz mais grossa, neste momento estou a fazer exercícios bioenergéticos(alongamentos, aprender a respirar melhor) para me ajudar. Qual é a tua opinião nisso?
Obrigado, abraço!

nelson goncalves disse...

Pedro qual o melhor site rede social para conhecer mulheres e que seja seguro?

Pedro C. disse...

Nélson Gonçalves: "qual o melhor site rede social para conhecer mulheres"

Na minha experiência, o Facebook e o Badoo, mas haverão outros concerteza. Mas também é preciso saber usá-los.