AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

terça-feira, 25 de novembro de 2014

"O Que Fazer Quando Se Está Apaixonado Por Uma Colega De Turma Que Tem Namorado"

O Que Fazer Quando Se Está Apaixonado Por Uma Colega De Turma Que Tem Namorado


Pergunta de leitor:


“ Boa Noite Pedro :)
Possa, ainda tenho que ir mais fundo para poder evoluir? E eu que pensava que já tinha atingido o meu fundo. Sim, realmente essa cena de energia emprestada nunca tinha ouvido falar, mas talvez tenha sido isso que me tenha deduzido ao erro. Eu agradeço todos os dias à noite o meu dia e peço sempre ao espírito Coragem e outra coisa, por exemplo, se tiver doente peço coragem e saúde. Vou passar a não resistir e a aceitar-me como sou. Esta semana falei com umas amigas sobre a minha vida medíocre e senti-me mais aliviado, pois faz parte daquilo que sou. Muito obrigado Pedro, és uma boa pessoa, nem tenho palavras para te descrever, obrigado do fundo do coração :)

Posso fazer mais uma pergunta xD ?

Bem Pedro, saio de uma e meto-me noutra, adivinha tu que eu agora apaixonei-me por uma rapariga que tem namorado, o que faço eu?

Tudo aconteceu naturalmente, não houve tentativas da minha parte, mas a verdade foi que me apaixonei. Eu e ela damo-nos muito bem, mas como é óbvio eu estou limitado porque dá vontade de a beijar e eu não a beijo, dá vontade de a abraçar e eu não a abraço, porque aprendi no Cool Vibes a não mexer nas mulheres que não nos pertencem xD. O que achas melhor fazer: Afastar-me dela (se bem que poderá ser complicado visto que ela anda na mesma turma que eu); ou dizer-lhe o que sinto? E ver se ela acaba com o namorado e vem a correr para mim xD ? Obrigado Pedro :) “


Resposta, comentários:


Olá e obrigado pelas tuas palavras.

Atingir o fundo é uma experiência negativamente e desconfortavelmente intensa, inconfundível e inegável. Transforma-nos sem escolha da nossa parte, é um largar espontâneo de certas ilusões do ego que nos impedem de aprender e evoluir. Surge uma humildade, vontade e disposição que nunca antes tivemos, e assim começa a grande aventura.

Energia “emprestada” foi um termo que usei para me referir à essência intrínseca de tudo. Porque é energia “emprestada”? Porque tendo mais energia que nós, ao nos sujeitarmos a essa fonte, seja ela um texto, música, filme ou pessoa, “eleva-nos” a consciência / energia temporariamente, e leva-nos a fazer coisas durante esse período que antes não fazíamos. A energia não é nossa, nunca é nossa, vem sempre do Espírito, que é a Grande Fonte Original da nossa Existência. Mas uns, devido a terem menos ilusões (bloqueios) do ego activos, têm acesso a mais dessa energia que outros. Na prática, ler um texto do Cool Vibes “eleva” o leitor devido à sua energia ser mais elevada que os textos comuns que se encontram. Num texto do Cool Vibes é partilhado um certo nível de Verdade sobre uma certa área ou situação da vida, o que ajuda a curar as percepções equivocadas / erradas / incompletas / distorcidas / doentes do ego. Isto “liberta” a pessoa um pouco, e potencia nela melhores sensações de Existência, e mais Poder. Esta energia é “emprestada” ao leitor pois ele ainda não tem acesso a ela naturalmente, como consequência natural do seu actual nível de consciência. O escritor tem, pois o texto surge-lhe espontaneamente. Mas o leitor ainda não tem. Daí o seu estado mais elevado ser temporário, e daí eu usar a expressão energia “emprestada”. A mesma energia do texto nem sequer é minha, nada é meu, mas sim uma prenda do Espírito ao qual tenho acesso devido a sério, disciplinado e constante trabalho espiritual verdadeiro. O que eu escrevo resulta pois representa um certo nível de verdade, que me é revelado pelo Espírito. Apenas precisamos de largar as ilusões / opiniões / bloqueios / limitações que nos impedem de Ver a Realidade que Brilha sempre à nossa frente.

Gratidão, aceitação e sinceridade são 3 atitudes essenciais neste caminho, por isso continua a fazer o que disseste que tens feito.

Quanto à situação da colega comprometida… tenho “más” notícias =D

É a típica situação em que o Homem-Medo se entala constantemente. Para o S.O.M. (Sistema Operativo do Medo lol), é uma situação perfeita. Porquê? Porque como a mulher está comprometida e não pode haver nada com ela, assim o ego não tem de se desafiar, avançar com o seu interesse exposto, e colocar-se numa posição vulnerável em que pode ser rejeitado. Assim o ego evita o potencial de a sua (falsa) auto-imagem de perfeição ser destruída pela rejeição da mulher. Quem idolatra o medo, ou seja, quando este surge segue-o cegamente, está constantemente em situações de conhecer uma mulher, apaixonar-se por ela e descobrir que ela tem namorado. Boa! Assim não tem de se desafiar, avançar e evita ser rejeitado lol outra situação comum é a do homem que diz, “as mulheres por quem estou interessado não querem nada comigo, mas as que não me interessam querem-me!”. Mais uma vez, perfeito para o medo. Porquê? Porque assim o ego não tem de se desafiar, expor o interesse e habilitar-se a ser rejeitado pela mulher. As primeiras não o querem, e ele não quer as outras hahaha! Resultado: Solidão desnecessária.

O que tens de fazer é enfrentar os teus medos sociais / interpessoais / amorosos / sexuais, e saíres dessa *tribo de frustrados* que se estão sempre a sabotar das formas mais espertas e ninja =) tens de deixar o teu orgulho morrer pelo amor de uma boa mulher. Quando estiveres disposto a largar o falso orgulho da auto-imagem de perfeição, irás conseguir falar com mais mulheres e experienciar mais oportunidades. Porque enquanto idolatrares o medo que o ego te sussurra na mente como sedutora sugestão mal intencionada, nem sequer irás reparar nas mulheres bonitas que já gostam de ti como és… ups! =D essa “religião” do medo impede-te de te sentires atraído pelas mulheres certas e disponíveis. Oh oh… =D

Notícia de última hora: Surge na noite um alarme de ambulância gigante com a palavra “totozice” a piscar hehe

Eu conheço todos os milímetros quadrados desse terreno do medo, porque foi daí que tive de escapar. Por isso acredita que estás a potenciar / atrair essas frustrações todas na tua vida amorosa porque estás a idolatrar o medo. Quando o homem deixa de idolatrar o medo e passa a idolatrar o entusiasmo, ele senta-se na discoteca e com regularidade há mulheres solteiras que se sentam ao seu lado para falar com ele. Não percas tempo com “totozices”, sê o William Wallace da vida social! Acorda disposto a morrer, e a perder tudo e todos na tua vida, para seres feliz. Com essa atitude cedo descobrirás que não tens de morrer, e nem irás perder nada nem ninguém lol nenhuma perda é experienciada. Bem pelo contrário… sentir-te-ás mais vivo do que nunca, tranquilo e poderoso aconteça o que acontecer, e terás acesso a mais coisas e pessoas boas do mundo.

Primeiro, larga essa ideia do “estou apaixonado” lol isso não é nada! Haha sentes-te atraído por ela… queres fazer amor com ela, isso sim, é uma linguagem que expressa a realidade / verdade da situação. Chamares a isso de “apaixonado” limita-te pois dá uma aura de especial ao que estás a sentir por ela, e a partir do momento que é considerado especial, ficas preso por isso. Ou seja, assim é algo que o ego acha que tem de ser alimentado e defendido, ignorando a realidade da situação (contexto); é algo sério e importante que te vai deixar criativamente bloqueado pois prende-te a um nível baixo de energia “social”. Ficas tenso, quase paralisado, sem saber o que dizer / fazer, pois tens receio ( = medo ) de estragar a oportunidade com ela. Larga essa ilusão do apaixonado e descreve o que realmente se está a passar: achas que ela é bonita, sentes-te atraído por ela, e gostavas de ter a sua companhia e de fazer amor com ela… MAS nem sempre é apropriado avançar na direcção dessa vontade.

Isto leva ao princípio de que, os princípios são mais importantes que as emoções (e que as pessoas também). Evolução é alinhamento progressivo com princípios cada vez mais elevados (reais). Emoções são consequência de percepção, são fruto de ilusões, não são Realidade. Onde está a emoção do medo? Na gaveta? Debaixo da árvore? Em cima da nuvem? Não está, não existe lol é algo que sentimos devido a uma percepção equivocada da realidade. Quando a percepção é substituída por Visão (estamos Um com o Momento / Realidade), essas emoções simplesmente desaparecem como se… nunca tivessem existido. Porque nunca existiram na realidade. Quando nos desafiamos e enfrentamos um medo é precisamente isso que descobrimos: Estamos a colocar à prova a ilusão-medo, e descobrimos por experiência que era uma loucura desnecessária pois, depois de irmos dizer olá à mulher bonita, não morremos, mesmo depois de sermos rejeitados lol o Universo não desaparece, nem vamos parar a um inferno de tortura eterna haha um exemplo simples, prático e comum desta experiência é quando temos de apresentar algo em público, falar em público. Antes estamos nervosos, mal conseguimos comer e só pensamos é em fugir e evitar fazer a apresentação; mas depois de o fazermos chegamos à conclusão de que, “não foi tão mau como pensava”, e há até quem fique num estado em que lhe apetece ir apresentar outra vez.

Qual é o contexto? Ela tem namorado, logo como eu já disse mais vezes que o infinito aqui, esquece-a. O afastar não tem de ser apenas físico, logo é irrelevante se ela é da tua turma ou não e se a tens de ver todos os dias. Larga a emoção (ilusão) e alinha-te com o princípio (realidade).

Tem de ser mais importante para ti respeitar a relação dela, do que obter aquilo que o ego quer dela.

Quando isto for verdade, assim que descobres que uma mulher está comprometida, a atracção pode manter-se, mas reduz-se imenso, e é praticamente substituída por uma sensação de aborrecimento e desmotivação que surge espontaneamente, e esqueces a mulher comprometida.

Podes dizer-lhe o que sentes… podes dizer-lhe que a achas bonita e que se ela não tivesse namorado gostarias da sua companhia. MAS… uma vez que tens, achas que é mais correcto não passarem muito tempo juntos (nem falar à distância por sms, Facebook ou sinais de fumo). E depois esquece-a. Há tanta mulher à tua volta que é *insano* só a "veres" a ela. Ela, e a situação em que te encontras, nada mais é do que um desafio do Espírito para ver até que ponto queres ser feliz. Falhas no desafio, e irás continuar no mesmo nível de frustração. Pois abrir as portas ao Espírito é meramente fechá-las ao ego.


Obrigado pela tua pergunta.

26 comentários:

Miguel disse...

Muito obrigado Pedro, tua resposta foi muito mais útil do que eu estava à espera, fez me ver coisas que eu não tinha acesso, tu conheces-me melhor do que eu próprio xD.
Percebi que nesses últimos anos ando a viver com a energia emprestada, por isso que quando não tenho energia externa (Filmes, Pessoas, Coolvibes) fico em baixo, voltei de novo para o principio.
Ultimamente tenho andado muito frustrado, aquela fase em que tenho de largar o ego, mas ao mesmo tempo o orgulho não me deixa e fico chateado comigo próprio.
Quanto à miúda, não sei o que hei-de fazer, ela gosta da minha companhia, gosta de falar comigo, gosta de estar comigo, acha-me piada apesar de eu não ter piada xD, é daquelas situações ideais para o ego, "tão perto e ao mesmo tempo tão longe" xD. óbvio que não vou tentar nada com ela enquanto ela tiver namorado, mas o que me "apaixona-na" nela, não é a beleza física, não é o querer fazer amor com ela, é a forma como ela é, a sua personalidade, a sua espontaneidade, e sinceridade etc.. tipo ela é diferente das outras, é diferente de mim.
Acho que vou-lhe dizer o que sinto, esperar pela resposta dela e dependendo da resposta, ou vou afastar-me e tentar conhecer outras raparigas novas de preferência solteiras, ou namoramos.
em relação ao ego entalar-se com raparigas comprometidas, tipo eu gosto de "andar" com raparigas comprometidas, precisamente por duas razões, primeiro porque elas não andam preocupadas em me agradar e segundo como elas estão comprometidas eu não ando preocupado em as agradar, ou seja, as raparigas comprometidas, parecem sempre mais discretas que as solteiras xD pode ser falso isso que estou a dizer, mas é uma falsa realidade que eu tenho.
Mais uma vez Pedro, muito obrigado, obrigado ao espírito :) Abraço

Romário Belarmino disse...

Pedro, é interessante ver que as mulheres que estão interessadas em nós, olham para nós como se não tivéssemos nenhum defeito. A gente sente uma sensação de alegria e de muita felicidade, quando isto acontece. Agora, o problema é que, nem sempre, conseguimos estar atentos para aproveitar esse momento "mágico", uma vez que o nosso olhar está virado para uma outra mulher que se encontra ao lado e que não tem absolutamente, nada, a ver connosco.

Alex ntl disse...

Hey Pedro, venho aqui te dizer que meu namoro terminou, ela quis manter contato e eu Tó zé aceitei, só que numa conversa do nada ela me fala que não quer mais namorar ninguém, e falou algumas coisas de forma rude, conversei com alguns colegas e tomei por deletar ela sem falar nada, cortei contatos, eu deveria ter falado algo, ou cortar contato de vez foi melhor ? obrigado.

Fábio disse...

Olá :)

Gostaria de partilhar esta musica que acho bonita e relaxante... Seguindo o David Hawkins esta musica calibra a 765 :)
O mais engraçado é o meu computador encravar quando ouço esta musica, será coincidência... :)

Arvo Part - Da Pacem Domine

https://www.youtube.com/watch?v=PRFlC1OOBy8&index=62&list=PLXd4HnaIDMeLPbOObnhy6fJvd7pIN1cRf

Abraços

Pedro C. disse...

Alex NTL: "eu deveria ter falado algo, ou cortar contacto de vez foi melhor?"

Foi melhor assim, pois apesar da nossa boa intenção e esforço em explicar o porquê dessa escolha, a outra pessoa não compreende nem quer compreender. O ego vai imediatamente tentar manipular a outra pessoa para evitar ser rejeitado (para defender o seu orgulho, e não por gostar da outra pessoa), logo a maior parte das vezes é uma perda de tempo as conversas finais e as explicações bem intencionadas. Se é para largar larga de vez :)

É por essas e por outras que eu sugiro não continuar a falar com ex-namoradas. O mais comum é elas usarem o homem como companhia e validação fáceis, por se sentirem sós e não terem nenhum homem "especial" na vida.

Pedro C. disse...

Fábio: "Gostaria de partilhar esta musica que acho bonita e relaxante"

Obrigado Fábio, é uma excelente partilha. Eu tenho o CD do best of do Arvo Part, é lindo e leva-nos a um estado não linear... se deixarmos lol

O que representa o nível 765? Consegues descrever? lol cuidado com o uso das calibrações, facilmente o ego usa isso para se armar em campeão espiritual :D e é sem estarmos conscientes disso. Eu recomendo usar antes o nome dos níveis, pois em termos práticos ajuda-nos a perceber um pouco melhor como será estar nesse nível. Neste caso (765), estamos a falar de um nível do início da Iluminação. Creio que a melhor atitude é humildemente aceitarmos que não fazemos a mínima ideia do que é estar nesses níveis, que por nós e a nossa experiência não o sabemos descrever correctamente, e que o número e principalmente o nome / descrição são apenas referências para nos orientar e inspirar.

Eu recomendo não andar a "brincar" com os números das calibrações, como se soubéssemos o que realmente representam. Karmicamente pode ser desastroso. Podemos vê-los pessoalmente como orientação para não nos metermos perante fontes não-íntegras, mas evitar partilhá-los como se fossem sabedoria nossa. Até porque os números são apenas umas almofadas para os egos mentais que Hawkins arranjou para poder partilhar o que realmente importa, para os pouco que realmente estão prontos para ouvir. No Espírito não há números :)

Pedro C. disse...

Miguel: "Acho que vou-lhe dizer o que sinto, esperar pela resposta dela e dependendo da resposta, ou vou afastar-me e tentar conhecer outras raparigas novas de preferência solteiras, ou namoramos."

O que eu expliquei é como se nada tivesse explicado lol a tua resposta é apenas uma defesa inconsciente da tua percepção da situação, para que o teu ego continue a obter o prazer que tem obtido no nível em que se encontra. É cómico :D

Sabes como se sai do ciclo vicioso de "energia emprestada"? Seguindo princípios. E isso significa na prática que o ego vai sentir que vai perder algo importante e essencial. E é por isso que vem logo ao de cima resistência e defesa.

Os princípios são mais importantes que as emoções, percepções, opiniões, prazeres, sofrimento e pessoas - incluíndo aí a "deusa" da tua turma lol o caricato é que nem sabes como ela é... a prova disso é a loucura de achares que a atracção que sentes é pela personalidade dela LOL

Sim, é possível que gostes da personalidade, mas não sejas totó e cai na realidade, porque das duas uma: se te sentes atraído por uma mulher, e estás interessado nela, e achas que isso é pela personalidade dela apenas... ou és gay, ou estás drogado e a droga estava estragada :D

É claro que é *TAMBÉM* pela aparência dela e que queres fazer amor com ela. E é óbvio daqui que andas a fantasiar com ela romanticamente. Estás apanhado pelas imaginações do desejo, cego perante a Realidade. Se ela tem namorado, é adeus. Não é "vou esperar pela resposta e pode ser que ela deixe o namorado por mim". lol isso é fraco, isso é o ego a agarrar-se ao desejo de satisfazer-se. Assim não se evolui, e podes esquecer ter felicidade na vida amorosa e com as mulheres no geral. São estes momentos cruciais que nos podem levar a um novo e mais elevado nível de felicidade... mas estás a falhar no "teste". Devias LARGAR todas as mulheres comprometidas, todas. Devias estar disposto a essa "solidão" (lol) e às suas reacções negativas... em nome da verdade. E aí sim, estarás a alinhar-te com algo de valor eterno, e aí sim estarás a tornar-te num Homem com *H* grande, com princípios, confiança, que não é possível usar, manipular ou seduzir. Que entra numa sala e faz a diferença só por lá estar.

A Verdade não se tenta vender a ninguém, mas creio ser benéfico e inspirador partilhar as consequências positivas de nos alinharmos com os princípios da Integridade. Se não respeitas as relações dos outros, se és o fracote que não consegue ter namorada e que tem desculpas para ter a companhia de mulheres comprometidas por que secretamente se sente atraído... então pensa um pouco: porque merecerás tu uma relação / namorada...?

Alex ntl disse...

Hey Pedro, obrigado, foi melhor assim mesmo

Miguel disse...

Pronto Pedro descobris-te o meu segredo lol, sou um gay xD. Um gay que quer arranjar uma namorada de jeito e ser um homem com H.
Mas agora fora de brincadeiras, cada vez fico mais confuso, como é óbvio eu acho-a bonita/atraente, mas o que quis dizer é que não é por causa da beleza que me interessei por ela e sim pela sua maneira de ser, tu sabes melhor que eu que existe muitas mulheres bonitas por fora mas que por dentro não são assim tão bonitas.
Tipo o que me está a colocar na duvida em relação à Deusa xD, é que o namorado dela não faz caso dela, e eu estou a ver aquele relacionamento com os dias contados, é pior que um relacionamento à distância, claro que eu se fosse bem comportado, afastava-me de vez, mas digo-te que desde que enviei a primeira pergunta nunca mais tentei nada com ela, nem abraços, nem beijos, nem nada, só conversa, e por dentro tento me controlar e não me iludir muito, eu nem sequer disso o que sentia por ela porque acho que não vale a pena estar a chateá-la com isso, se ela perguntar algo eu digo se não perguntar não digo (cobarde).
Sabes Pedro, é que eu tive 3 anos sem contacto com nenhuma mulher que agora estou como a reaprender a fazer as coisas, tipo disses-te que eu tinha que estar disposto a ficar sozinho do que andar com raparigas comprometidas, mas eu pensava que era benéfico andar rodeado de raparigas para poder aprender mais sobre elas e isso, mas estou a ver que não é bem assim, tipo um homem não pode ter amigas? Pronto, sinto-me atraído, ok, mas eu posso transcender isso ou não posso? achas que não sou capaz xD? eu tento respeitar ao máximo os relacionamentos, tanto é que quando uma rapariga comprometida fala comigo eu fico meio sem jeito porque pronto, vem aquele desejo e sinto-me desconfortável, mas a Deusa é um caso há parte porque como já disse o namorado não lhe liga nenhuma, eu também não sou ninguém para estar a falar da relação deles mas pronto.
eu estou tentando escrever sem tentar agradar ou ser falso, para perceberes bem o meu nível de consciência para me poderes ajudar da melhor maneira, se bem que eu nunca tive tantas dificuldade para entender as respostas, acho que o céu está a ficar mais longe xD...Bem Pedro peço desculpa pela minha visão limitada, mas olha se não for nesta vida é para a outra, Abraço e obrigado:)

Romário Belarmino disse...

Pedro, conhecí uma rapariga numa discoteca e semana depois marcámos um encontro e chegado ao local, ela bombardeou-me com muitas perguntas, de foro íntimo e pessoal, tais como: se tenho mulher? Quanto é que eu ganho? Se tenho filhos? etc, etc. Mas, apesar disso, não consegui beijá-la, naquele dia. Será isto bom ou mau sinal?

João Fonseca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro C. disse...

Romário Belarmino: "apesar disso, não consegui beijá-la, naquele dia. Será isto bom ou mau sinal?"

É normal uma mulher fazer perguntas desse género ao homem quando ambos saem juntos. Ela tem de saber coisas básicas sobre ele, para perceber se ele é uma boa opção, ou se é melhor começar a ignorá-lo e evitar sair com ele outra vez. Ela tem de saber se o homem está solteiro ou se anda à caça de aventuras; ela tem de saber se ele é capaz de ganhar a vida ou se é fraco nessa área; ela tem de saber se ele tem filhos, pois ela pode não querer filhos. logo estar a deixar as coisas acontecerem com um homem com filhos seria má ideia.

Continua a comunicar com ela, e volta a convidá-la para sair. Sê persistente e demonstra o teu interesse com espontaneidade e entusiasmo. Lá porque não se beijaram na 1ª saída isso não é o fim do mundo. Podem-se beijar na 2ª ou 3ª. Portanto relaxa e vai falando / saindo com ela.

João Fonseca disse...

Daniela, eu estou é muito triste por não teres retribuído o beijinho que te mandei no áudio :)

Alessandro Freitas disse...

Pedro, você aborda em um áudio do Cool Vibes sobre transcender o desejo e ganhar super poderes. Qual a relação desejo e mastrubacao? E eliminando esse hábito o tem-se a melhorar em nossa vida? Obrigado.

Alessandro Freitas disse...

Pedro, você aborda em um áudio do Cool Vibes sobre transcender o desejo e ganhar super poderes. Que relação tem a mastrubacao e o desejo e se transcendermos essa prática como será a melhora em nossa vida

Cristiano disse...

olaa pedro (;

gostava que saber a tua opinião em relação a isto...quando numa relação, uma das pessoas começa se meter se com outras do sexo oposto,como se tivesse solteira(o) sendo apenas conversar pela Internet ou trair na prática ...mesmo quando diz ao seu conjugue que esta tudo bem na relação...mas isso significa que essas pessoas que começam a agir assim estão de facto insatisfeitas com a relação porque falta no outro(namorado(a), qualidades que mantenham a pessoa interesssada? e a culpa é do outro por não saber proporcionar momentos estimulantes para os dois?..vi num post que colocaste que quando alguém trai é porque o outro deixou de ser atraente..ou á excepções? em que a mulher mesmo tendo ao seu lado uma pessoa decente e minimamente integra continua/começa a falar com outros homens por quem se sente atraída, só porque sim? xd

Cristiano disse...

obrigado (;

Alex ntl disse...

Pedro é normal quando se dedica mais a contemplar começar a ver mais coisas ruins, tanto de si mesmo quanto de outros ?

Também percebi que minha mente estava mais ativa em alguns momentos e em outros consigo ter consciência disso.

É normal isso acontecer?

e o que seria calibrações ?

Obrigado

Pedro C. disse...

Miguel:

Já te disse como as coisas são e o que tens a fazer.

Ou aceitas o que é verdade e fazes o que estás certo, ou estás só a perder tempo.

Pedro C. disse...

Alessandro Freitas: "Que relação tem a masturbação e o desejo, e se transcendermos essa prática como será a melhora em nossa vida?"

Não te preocupes com a masturbação. Dedica-te a transcender o desejo tal como eu explico nesse áudio - e em outros áudios e posts - e evita ver pornografia.

Pedro C. disse...

Alex NTL: "é normal quando se dedica mais a contemplar começar a ver mais coisas ruins, tanto de si mesmo quanto de outros ?"

Sim, é normal. Contemplação vai-nos tornando mais conscientes de tudo, tanto do bonito e positivo da Realidade, como do feio e negativo do ego, em nós e nos outros.

Tudo tem um nível de calibração / consciência / energia / verdade. Calibração é no fundo o mesmo que nível de consciência e essência.

Pedro C. disse...

Cristiano: "vi num post que colocaste que quando alguém trai é porque o outro deixou de ser atraente... ou há excepções?"

A pessoa que, no meio de uma relação, conscientemente e intencionalmente procura conhecer outras pessoas do sexo oposto, e tem uma atitude no dia-a-dia como se fosse solteira, é alguém que obviamente não está pronto para uma relação. A causa é narcisismo.

É comum numa relação a atracção acabar. Sem Amor, o entusiasmo pelo parceiro desaparece, surge um aborrecimento, e procura-se estímulo noutras pessoas. É assim que o ego funciona. As desculpas dessas pessoas são irrelevantes, pois na prática estão a desrespeitar o parceiro, não o Amam, já nem se sentem atraídos por ele, e isso magoa. Logo são inválidos como parceiros e a escolha certa é acabar a relação.

Só com Amor dos dois lados a atracção se mantém a longo prazo. É essencial aceitar que todas as relações são temporárias e nunca tentar controlar a sua duração, qualidade ou o que nelas acontece. O karma não se controla, aceita-se.

Daniela santos disse...

loool olá João...acho que na altura não vi essa parte c; ...beijinhos

Tiago Santos disse...

Hey Pedro, estou interessado numa rapariga da minha universidade. Eu comecei a olhar mais para ela e ela também começou a fazer o mesmo. Inclusivamente, por vezes, olhava para mim com um ligeiro sorriso na cara. O problema é que vim a descobrir que ela tem namorado, vi-a aos beijos com um rapaz do curso dela. Ela quanto estava com esse rapaz tentava nao olhar muito para mim para que ele não percebesse. Eu decidi parar de lhe enviar sinais de interesse visto nao querer estragar a relação deles e também não gosto de fazer aos outros o que nao gosto que me façam a mim. Acabamos por estar algum tempo sem nos vermos, não tenho frequentado o sitio da faculdade onde ela geralmente costuma estar. Quando la voltei, e ela viu-me, começou novamente a enviar-me sinais de interesse, a olhar muito para mim e a tentar que eu reparasse nela, até que o namorado dela apareceu. Quando o viu começou a mandar vir com ele, disse-lhe que ele não fazia nada (coisas academicas) e que não deixava que ela fizesse alguma coisa, fiquei com a sensação de que queria dar-me a entender que não gostava dele ou que já não andava com ele, tentou que ele se fosse embora mas ele lá a beijou. Depois quando ele se foi embora, continuou a olhar muito para mim, mas eu deixei de lhe ligar e ela percebeu isso.
Nunca meti conversa com ela, nem sei como esta a relação entre eles os dois. Achas que devo meter conversa com ela so para tentar perceber melhor a situação? Se calhar eles ja não andam lá muito bem e podem estar a acabar.

Pedro C. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro C. disse...

Tiago Santos: "e também não gosto de fazer aos outros o que não gosto que me façam a mim"

É precisamente isso que tens de pensar: coloca-te no lugar do namorado dela. Gostavas que um homem fosse falar com a tua namorada, que amas, demonstrando interesse nela e perguntando como estava a relação dela contigo? Sentias-te bem com isso?

Isto é pura escolha tua. Se te sentias bem com isso, e achas que é uma atitude bonita, então podes ir ter com ela, falar do que se passa, dos olhares, de que te sentes atraído por ela, perguntar-lhe o que ela sente por ti e pelo namorado, como estão as coisas entre eles, e o que ela acha de toda a situação. Assim ficas logo a saber a verdade da situação e podes logo fazer uma escolha informada sobre a mesma.

A outra opção é de facto não avançares, respeitando a relação, seja esta boa ou má, pois estás também a respeitar um ser humano, o namorado dela.

Neste caso afastas-te e segues com a tua vida. Com tanta mulher solteira parece-me que não há necessidade de ficar interessado e preso a uma que está comprometida e que ainda por cima, uma vez comprometida, desrespeita o namorado fazendo olhares a outros homens, e falando mal dele em frente a outros homens.