AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

terça-feira, 25 de novembro de 2014

"O Que Fazer Quando Se Está Apaixonado Por Uma Colega De Turma Que Tem Namorado"

O Que Fazer Quando Se Está Apaixonado Por Uma Colega De Turma Que Tem Namorado


Pergunta de leitor:


“ Boa Noite Pedro :)
Possa, ainda tenho que ir mais fundo para poder evoluir? E eu que pensava que já tinha atingido o meu fundo. Sim, realmente essa cena de energia emprestada nunca tinha ouvido falar, mas talvez tenha sido isso que me tenha deduzido ao erro. Eu agradeço todos os dias à noite o meu dia e peço sempre ao espírito Coragem e outra coisa, por exemplo, se tiver doente peço coragem e saúde. Vou passar a não resistir e a aceitar-me como sou. Esta semana falei com umas amigas sobre a minha vida medíocre e senti-me mais aliviado, pois faz parte daquilo que sou. Muito obrigado Pedro, és uma boa pessoa, nem tenho palavras para te descrever, obrigado do fundo do coração :)

Posso fazer mais uma pergunta xD ?

Bem Pedro, saio de uma e meto-me noutra, adivinha tu que eu agora apaixonei-me por uma rapariga que tem namorado, o que faço eu?

Tudo aconteceu naturalmente, não houve tentativas da minha parte, mas a verdade foi que me apaixonei. Eu e ela damo-nos muito bem, mas como é óbvio eu estou limitado porque dá vontade de a beijar e eu não a beijo, dá vontade de a abraçar e eu não a abraço, porque aprendi no Cool Vibes a não mexer nas mulheres que não nos pertencem xD. O que achas melhor fazer: Afastar-me dela (se bem que poderá ser complicado visto que ela anda na mesma turma que eu); ou dizer-lhe o que sinto? E ver se ela acaba com o namorado e vem a correr para mim xD ? Obrigado Pedro :) “


Resposta, comentários:


Olá e obrigado pelas tuas palavras.

Atingir o fundo é uma experiência negativamente e desconfortavelmente intensa, inconfundível e inegável. Transforma-nos sem escolha da nossa parte, é um largar espontâneo de certas ilusões do ego que nos impedem de aprender e evoluir. Surge uma humildade, vontade e disposição que nunca antes tivemos, e assim começa a grande aventura.

Energia “emprestada” foi um termo que usei para me referir à essência intrínseca de tudo. Porque é energia “emprestada”? Porque tendo mais energia que nós, ao nos sujeitarmos a essa fonte, seja ela um texto, música, filme ou pessoa, “eleva-nos” a consciência / energia temporariamente, e leva-nos a fazer coisas durante esse período que antes não fazíamos. A energia não é nossa, nunca é nossa, vem sempre do Espírito, que é a Grande Fonte Original da nossa Existência. Mas uns, devido a terem menos ilusões (bloqueios) do ego activos, têm acesso a mais dessa energia que outros. Na prática, ler um texto do Cool Vibes “eleva” o leitor devido à sua energia ser mais elevada que os textos comuns que se encontram. Num texto do Cool Vibes é partilhado um certo nível de Verdade sobre uma certa área ou situação da vida, o que ajuda a curar as percepções equivocadas / erradas / incompletas / distorcidas / doentes do ego. Isto “liberta” a pessoa um pouco, e potencia nela melhores sensações de Existência, e mais Poder. Esta energia é “emprestada” ao leitor pois ele ainda não tem acesso a ela naturalmente, como consequência natural do seu actual nível de consciência. O escritor tem, pois o texto surge-lhe espontaneamente. Mas o leitor ainda não tem. Daí o seu estado mais elevado ser temporário, e daí eu usar a expressão energia “emprestada”. A mesma energia do texto nem sequer é minha, nada é meu, mas sim uma prenda do Espírito ao qual tenho acesso devido a sério, disciplinado e constante trabalho espiritual verdadeiro. O que eu escrevo resulta pois representa um certo nível de verdade, que me é revelado pelo Espírito. Apenas precisamos de largar as ilusões / opiniões / bloqueios / limitações que nos impedem de Ver a Realidade que Brilha sempre à nossa frente.

Gratidão, aceitação e sinceridade são 3 atitudes essenciais neste caminho, por isso continua a fazer o que disseste que tens feito.

Quanto à situação da colega comprometida… tenho “más” notícias =D

É a típica situação em que o Homem-Medo se entala constantemente. Para o S.O.M. (Sistema Operativo do Medo lol), é uma situação perfeita. Porquê? Porque como a mulher está comprometida e não pode haver nada com ela, assim o ego não tem de se desafiar, avançar com o seu interesse exposto, e colocar-se numa posição vulnerável em que pode ser rejeitado. Assim o ego evita o potencial de a sua (falsa) auto-imagem de perfeição ser destruída pela rejeição da mulher. Quem idolatra o medo, ou seja, quando este surge segue-o cegamente, está constantemente em situações de conhecer uma mulher, apaixonar-se por ela e descobrir que ela tem namorado. Boa! Assim não tem de se desafiar, avançar e evita ser rejeitado lol outra situação comum é a do homem que diz, “as mulheres por quem estou interessado não querem nada comigo, mas as que não me interessam querem-me!”. Mais uma vez, perfeito para o medo. Porquê? Porque assim o ego não tem de se desafiar, expor o interesse e habilitar-se a ser rejeitado pela mulher. As primeiras não o querem, e ele não quer as outras hahaha! Resultado: Solidão desnecessária.

O que tens de fazer é enfrentar os teus medos sociais / interpessoais / amorosos / sexuais, e saíres dessa *tribo de frustrados* que se estão sempre a sabotar das formas mais espertas e ninja =) tens de deixar o teu orgulho morrer pelo amor de uma boa mulher. Quando estiveres disposto a largar o falso orgulho da auto-imagem de perfeição, irás conseguir falar com mais mulheres e experienciar mais oportunidades. Porque enquanto idolatrares o medo que o ego te sussurra na mente como sedutora sugestão mal intencionada, nem sequer irás reparar nas mulheres bonitas que já gostam de ti como és… ups! =D essa “religião” do medo impede-te de te sentires atraído pelas mulheres certas e disponíveis. Oh oh… =D

Notícia de última hora: Surge na noite um alarme de ambulância gigante com a palavra “totozice” a piscar hehe

Eu conheço todos os milímetros quadrados desse terreno do medo, porque foi daí que tive de escapar. Por isso acredita que estás a potenciar / atrair essas frustrações todas na tua vida amorosa porque estás a idolatrar o medo. Quando o homem deixa de idolatrar o medo e passa a idolatrar o entusiasmo, ele senta-se na discoteca e com regularidade há mulheres solteiras que se sentam ao seu lado para falar com ele. Não percas tempo com “totozices”, sê o William Wallace da vida social! Acorda disposto a morrer, e a perder tudo e todos na tua vida, para seres feliz. Com essa atitude cedo descobrirás que não tens de morrer, e nem irás perder nada nem ninguém lol nenhuma perda é experienciada. Bem pelo contrário… sentir-te-ás mais vivo do que nunca, tranquilo e poderoso aconteça o que acontecer, e terás acesso a mais coisas e pessoas boas do mundo.

Primeiro, larga essa ideia do “estou apaixonado” lol isso não é nada! Haha sentes-te atraído por ela… queres fazer amor com ela, isso sim, é uma linguagem que expressa a realidade / verdade da situação. Chamares a isso de “apaixonado” limita-te pois dá uma aura de especial ao que estás a sentir por ela, e a partir do momento que é considerado especial, ficas preso por isso. Ou seja, assim é algo que o ego acha que tem de ser alimentado e defendido, ignorando a realidade da situação (contexto); é algo sério e importante que te vai deixar criativamente bloqueado pois prende-te a um nível baixo de energia “social”. Ficas tenso, quase paralisado, sem saber o que dizer / fazer, pois tens receio ( = medo ) de estragar a oportunidade com ela. Larga essa ilusão do apaixonado e descreve o que realmente se está a passar: achas que ela é bonita, sentes-te atraído por ela, e gostavas de ter a sua companhia e de fazer amor com ela… MAS nem sempre é apropriado avançar na direcção dessa vontade.

Isto leva ao princípio de que, os princípios são mais importantes que as emoções (e que as pessoas também). Evolução é alinhamento progressivo com princípios cada vez mais elevados (reais). Emoções são consequência de percepção, são fruto de ilusões, não são Realidade. Onde está a emoção do medo? Na gaveta? Debaixo da árvore? Em cima da nuvem? Não está, não existe lol é algo que sentimos devido a uma percepção equivocada da realidade. Quando a percepção é substituída por Visão (estamos Um com o Momento / Realidade), essas emoções simplesmente desaparecem como se… nunca tivessem existido. Porque nunca existiram na realidade. Quando nos desafiamos e enfrentamos um medo é precisamente isso que descobrimos: Estamos a colocar à prova a ilusão-medo, e descobrimos por experiência que era uma loucura desnecessária pois, depois de irmos dizer olá à mulher bonita, não morremos, mesmo depois de sermos rejeitados lol o Universo não desaparece, nem vamos parar a um inferno de tortura eterna haha um exemplo simples, prático e comum desta experiência é quando temos de apresentar algo em público, falar em público. Antes estamos nervosos, mal conseguimos comer e só pensamos é em fugir e evitar fazer a apresentação; mas depois de o fazermos chegamos à conclusão de que, “não foi tão mau como pensava”, e há até quem fique num estado em que lhe apetece ir apresentar outra vez.

Qual é o contexto? Ela tem namorado, logo como eu já disse mais vezes que o infinito aqui, esquece-a. O afastar não tem de ser apenas físico, logo é irrelevante se ela é da tua turma ou não e se a tens de ver todos os dias. Larga a emoção (ilusão) e alinha-te com o princípio (realidade).

Tem de ser mais importante para ti respeitar a relação dela, do que obter aquilo que o ego quer dela.

Quando isto for verdade, assim que descobres que uma mulher está comprometida, a atracção pode manter-se, mas reduz-se imenso, e é praticamente substituída por uma sensação de aborrecimento e desmotivação que surge espontaneamente, e esqueces a mulher comprometida.

Podes dizer-lhe o que sentes… podes dizer-lhe que a achas bonita e que se ela não tivesse namorado gostarias da sua companhia. MAS… uma vez que tens, achas que é mais correcto não passarem muito tempo juntos (nem falar à distância por sms, Facebook ou sinais de fumo). E depois esquece-a. Há tanta mulher à tua volta que é *insano* só a "veres" a ela. Ela, e a situação em que te encontras, nada mais é do que um desafio do Espírito para ver até que ponto queres ser feliz. Falhas no desafio, e irás continuar no mesmo nível de frustração. Pois abrir as portas ao Espírito é meramente fechá-las ao ego.


Obrigado pela tua pergunta.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

"Mapa de Atracção - O Caminho Certo Para Conhecer Mulheres e Descobrir Namorada"

Mapa de Atracção
O Caminho Certo Para Conhecer Mulheres e Descobrir Namorada


Tópicos principais do áudio: 

* A forma mais poderosa e atraente de lidar com a solidão da vida de solteiro;

* Como ficar no estado mais criativo para saber sempre o que dizer e fazer para se iniciar conversas, conhecer mulheres, ficar com o seu contacto e convidá-las para sair;

* A atitude mais eficaz nas saídas e encontros com mulheres, e como ultrapassar a barreira do pessoal / social para o íntimo / sexual;

* Os princípios de um namoro e relação amorosa feliz, estimulante e duradoura;

* Como detectar e evitar os tipos de mulheres que são má ideia como companhia e namorada;

* Perguntas e respostas: a mulher portuguesa.


 















Diz olá ao Senhor Pavão Macho :)