AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

sábado, 14 de junho de 2014

"acabei pedindo ela em namoro e ela aceitou" - Testemunho Cool Vibes


"Olá Pedro, gostaria de te agradecer pois seus áudios me motivaram a arriscar mais em relação a relacionamentos e acabei por conhecer uma moça pela internet, saímos algumas vezes, acabamos por conversar todo dia por mensagem e nos aproximamos muito, acabei pedindo ela em namoro e ela aceitou, ela também se interessa por temas parecidos e estou tentando partilhar o que sei com ela e praticando a servindo, a relação está agradável e sempre nos divertimos quando saímos, ela também é bem humorada e isso ajuda bastante Obrigado (:"

- Orion



Espectacular, obrigado pelo teu testemunho.

21 comentários:

Tonito Tuno disse...

Pedro, temos notado que, até certo ponto, somos, sexualmente, compatível com uma determinada mulher, mas só que, já não podemos falar da mesma coisa, a nível pessoal. Ou seja, a nível sexual, a mulher é maravilhosa, mas quando a questão é intimidade, convivência, companheirismo e diversão, a mulher deixa muito a desejar. Pedro, será que vale a pena se envolver com uma mulher com quem não somos muito compatível, a nível pessoal, uma vez que o sexo, também, não deixa de ser, extremamente, importante numa relação? Ou uma relação para dar certo, terá que haver compatibilidade a todos os níveis?

joao goto disse...

Pedro, não sei porque motivo, mas existem mulheres que gostam de ser manipuladas. Ou seja, se decidirmos mentir para a mulher, prometendo-lhes mundos e fundos, ela nos aceita e tudo, mas se formos, realmente, verdadeiros, deixando transparecer a nossa falta de recursos, ela nos rejeita, imediatamente, mesmo que a nossa intenção para com ela for boa e, nem sequer, iremos ter uma segunda chance com ela, pelo menos num curto prazo. Será que elas agem assim dessa forma porque são interesseiras e narcisistas? Ou será que não se sentem bem por se envolverem com um homem verdadeiro?

Jô Oliveira disse...

Pedro, o que você acha de pessoas que jogam cartas, leem sobre o futuro essas coisas?? Pergunto isso pois vi um video do Hawkins em que eu não entendi muito bem pois não entendo inglês, mas me pareceu que essas coisas não são boa ideia.

O video é esse:

http://www.youtube.com/watch?v=0J8_P33VIhI

Tem uma frase escrita e ele diz também que é "não vá lá"...pois eu pergunto, e quem já foi nesses lugares, isso pode bloquear a evolução espiritual?

Mabel B. Bentes disse...

Pedro, muito obrigada pela resposta que você deu para a minha pergunta. Agora ficou tudo mais claro pra mim. Realmente, eu não fui íntegra comigo mesma, pois desde o começo sentia no meu íntimo que aquele relacionamento não era pra mim, mas insisti. Você me deu a chave para o que eu precisava. Obrigada!

Pedro C. disse...

Jô Oliveira: "o que você acha de pessoas que jogam cartas, leem sobre o futuro essas coisas??"

Acho má ideia e algo a evitar completamente. O Hawkins avisa para não nos envolvermos com essas práticas, e uma das razões é que não passa de entretenimento "espiritual" e fantasia espiritual que nos distrai do verdadeiro caminho e trabalho espiritual que temos de fazer para evoluir. É apenas uma distracção esperta que nos estimula a mente.

Pedro C. disse...

Tonito Tuno: "será que vale a pena se envolver com uma mulher com quem não somos muito compatível, a nível pessoal, uma vez que o sexo, também, não deixa de ser, extremamente, importante numa relação?"

Se vale ou não a pena isso depende do que estás à procura. Se o sexo te deixa contente, porque hás-de afastar-te dela? Sexo não tem mal nenhum, e não estás a fazer nada de errado. Agora, se o que queres mesmo é uma relação boa e completa, sem compatibilidade pessoal isso não é possível. Desfruta a ligação sexual que tens com ela e relaxa, quando te fartares irás sentir que te fartaste lol isso significa que o sexo e a compatibilidade sexual só por si já não te satisfazem, e nessa altura então acabas o que há a acabar e partes para outra, procurando alguém que também seja compatível contigo a nível pessoal (e sexual), com quem possas ter uma relação realmente boa :)

Fábio disse...

Pedro, que achas das palestras sobre o reino de deus, igreja universal? É algo que pode ajudar a evoluir de uma forma verdadeira e integra?

Tenho aqui um exemplo de uma das muitas palestras que assisto com frequência

https://www.youtube.com/watch?v=2CwfZWseJe8&list=WL&index=58

Um abraço e obrigado.

Ângelo Leite disse...

Olá Pedro passei por este filme na net, só vi o trailer e gostaria de ouvir a tua opinião.

Deixo aqui o link do IMDB onde tem a descrição e o trailer:
http://www.imdb.com/title/tt2582846/

Obrigado

Pedro Ribeiro disse...

Pedro, o que pensas sobre a religião e sobre "Deus"? Existirá realmente essas tais coisas de quem é pecador vai para o inferno e quem aceita esse suposto "Deus" na sua vida vai para o paraíso? Achas que para se ser íntegro é preciso ser religioso? Sempre fui ateu toda a minha vida e nunca acreditei em nenhum "Deus" ou nenhum "Jesus". O que achas sobre este assunto? Estarei a fazer mal em ser ateu?

Greg disse...

Olá Amigo Pedro. Obrigado mais uma vez pelas tuas inspiradoras mensagens do blog e pelo teu extraordinário trabalho.
Gostaria de partilhar contigo uma seguinte situação em que penso que me podes ajudar. Conheci uma mulher que trabalha numa loja ancora de uma grande superfície. Fomos tendo vários encontros "acidentais" e tudo foi fluindo assim naturalmente até que como é normal fazer, acabei por convidá-la para sair dando o meu contacto. Ela ficou muito entusiasmada e contente na altura. Entretanto foram-se passando vários dias, e não houve qualquer contacto telefónico dela. Continuei a ve-la na loja regularmente, pois é um local que gosto de frequentar/ fazer compras.
Passava-mos por vezes um pelo outro havendo troca de olhares mas sem grandes conversas, foram momentos bonitos e simples, mas que me fizeram sentir muito bem na presença dela, ao que ela revelou exactamente o mesmo, tendo sido uma experiencia simples mas inesquecivel para mim, e penso para ambos.
Recentemente acabei por falar com ela demonstrando a minha intenção de querer estar com ela mais vezes ou seja ve-la fora daquele contexto do trabalho, ao que ela me revelou que era demasiado tímida e que ia pensar sobre o assunto de uma possivel saída ou não. Não sei bem como lidar com esta situação Pedro, embora não gostaria de desistir desta mulher, pois sinto-me atraido por ela, não tanto por aquilo que ela diz mas pelo Ser dela principalmente e pela presença dela que para mim tem uma enorme beleza e misterio ao mesmo tempo, devido principalmente a encontros inesperados que tivemos naquele local. Ela é linda Pedro, tem um sorriso brilhante e cheio de magia. podes-me ajudar? Obrigado e um grande abraço para ti!

Romario Belarmino disse...

Pedro, é normal estarmos, perdidamente, apaixonados por uma determinada mulher, apesar de, pelo meio, ter havido algumas separações e reatamento de relações? Será que essa mulher deixou marcas profundas em nós fazendo com que jamais deixaremos de pensar nela? Ou será que é o nosso ego que está a querer nos impedir de saber que, também, existem outras mulheres bem interessantes?

Raoni Dantas disse...

Olá Pedro!

"...A intenção e a busca de orgulho pela aparência pode nos levar a longo prazo a pagar um karma negativo..."

Mas como esse karma negativo pode se manifestar na nossa vida e relações ?

Tenho visto aqueles homens das academias tendo muito sucesso social e também profissional. Tudo bem que a maioria são homens femininos, mas muitos deles namoram com lindas mulheres e viajam muito, praticam outras atividades que são suas paixões, são pessoas bastante sociáveis e interessantes e muitas delas não são superficiais e tem valores e princípios. Não devemos generalizar, afinal existem pessoas de todo tipo com qualquer tipo de corpo.

Pedro, parece-me meio contraditório que quando investimos em nós mesmos, na nossa evolução (corporal também) conseguimos alcançar coisas muito positivas e bonitas na nossa vida e depois isso cause um karma negativo no futuro...não entendo...poderias ser mais específico ?

Desde já, muito obrigado!

um abraço

Belito funa disse...

Pedro, devemos abordar a mulher, mesmo estando elas acompanhadas das amigas? É que, às vezes, o ciúme das amigas atrapalha e muito a nossa interacção com a mulher em quem estamos interessados. Dias atrás, estive a conversar com uma rapariga que achei bonita, mas a amiga dela não parou de puxá-la pelo braço, dificultando e de que maneira a minha abordagem.

Pedro C. disse...

Ângelo Leite: "passei por este filme na net, só vi o trailer e gostaria de ouvir a tua opinião."

Não faço a mínima ideia, pois não vi o filme. Se estás curioso em vê-lo, vê-o.

Pedro C. disse...

Fábio: "que achas das palestras sobre o reino de Deus, igreja universal?"

Primeiro, é algo que não me atrai nem nunca atraiu. Segundo, nunca assisti nem estou interessado em assistir, logo não tenho nada a dizer sobre essas palestras. Do que ouvi dizer, parece-me má ideia. Seja como for, se realmente é bom ou mau irás descobrir através da tua experiência e dos resultados e transformações reais que terás, ou não terás.

Pedro C. disse...

Romario Belarmino: "é normal estarmos, perdidamente, apaixonados por uma determinada mulher, apesar de, pelo meio, ter havido algumas separações e reatamento de relações?"

Sim é possível, pois o desejo do ego é insaciável, e uma vez que este não consegue ver através das aparências fica eternamente atraído pelo corpo de determinada mulher, com quem imagina todo o tipo de coisas e para quem projecta todo o tipo de qualidades que ela não tem. Nesse caso é tudo vivido na imaginação, dominada pelo ego, e ele fará tudo o que puder para te impedir de experienciar Amor (com outra mulher, neste caso).

Quando começares a ver através das aparências, irás começar a Ver a desgraça que 85% das pessoas são, e nem o corpo mais sexy do mundo te conseguirá manter o interesse se a essência da mulher não for mínimamente íntegra.

Pedro C. disse...

Greg: "ela me revelou que era demasiado tímida e que ia pensar sobre o assunto de uma possível saída ou não"

A emoção de desejo cega o homem e faz com que este imagine e projecte todo o tipo de qualidades maravilhosas para a mulher por quem se sente atraído, dando-lhe uma importância exagerada, mais elevada que o próprio cosmos... o que é um erro =)

Ela não me parece lá muito interessada, ou então é mesmo tímida, ou então apenas precisa de te conhecer melhor e de se sentir mais à vontade contigo. Só podes fazer isto:

1) Pede-lhe o contacto e começa a comunicar com ela também à distância. Isso vai ajudar no processa dela te conhecer melhor e se sentir mais à vontade contigo;

2) Quando fores ter à loja e houver oportunidade, procura conhecê-la melhor como pessoa, faz-lhe perguntas mais pessoais e revela mais sobre ti. Quanto mais lá fores, mais vocês falarem, e mais interesse real lhe demonstrares, mais essa timidez se dissipará e mais à vontade ela se sentirá para sair contigo.

A questão é que enquanto não começares a transcender o desejo serás uma eterna vítima perdida das suas imaginações, sem saber o que fazer com as mulheres, e sem ver como elas realmente são.

Pedro C. disse...

Belito Funa: "Devemos abordar a mulher, mesmo estando ela acompanhada das amigas?"

Sim, porque não?
Só não é apropriado abordar uma mulher quando ela está ou com a família, ou num grupo com homens. Se está com 1, 2 ou 3 amigas, é óptimo. Ficas logo com 2 ou 3 mulheres como companhia para te divertires =)

O problema é a tua essência. As amigas não se sentem bem na tua presença pois provavelmente foste mal educado, nem falaste com elas, nem as estás a integrar na diversão: estás apenas todo esfomeado com aquela por quem te sentes descontroladamente atraído.

Eu sinceramente não me lembro da última vez que uma amiga afastou uma mulher de mim. Geralmente gostam todas de mim no grupo, porque eu vou falar com todas e gosto de todas, e só quero é mais companhia para me divertir e quero integrar todas no meu contexto de alegria, festa e celebração =) e depois de uma noite todos juntos, o único problema é decidires quem irás contactar amanhã, pois tens 2 ou 3 opções :D muitas vezes não contactava ninguém... pois todo o propósito do convívio era curtir o momento e a noite ao máximo rodeado de mulheres, não era nenhuma caça à namorada. Mas de vez em quando lá encontrava uma um pouco diferente, que me parecia poder aguentar-se como companhia á altura fora do contexto da noite.

Temos de ser implacáveis com os princípios, e completamente autênticos e inocentes, sem querer nada em troca, sendo a nossa única intenção o momento em si e nada mais, desfrutando-o ao máximo e querendo juntar outros ao nosso estado de alegria e celebração. Nesse estado não há amigas ciumentas :)

Pedro C. disse...

Pedro Ribeiro: "Estarei a fazer mal em ser ateu?"

Deus, Espírito, Integridade, Amor, Verdade, Realidade... é tudo a mesma coisa. São palavras diferentes que significam o mesmo. Por isso sim, fazes mal em ser ateu, é o erro dos erros lol mas não te preocupes, é completamente compreensível ser-se ateu, pois a religião distorceu a Verdade sobre Deus para tentar chegar aos idiotas. Deus não é um entidade, uma figura, pessoa ou sosse no "céu" que nos controla com um comando de Master System, e que tem as emoções animais do ego e que se vinga e castiga hahaha! isso é um super-vilão da Marvel Comics :) Deus é o campo de energia em que existimos, a Realidade Absoluta em que tudo "dança". Não tens de ser religioso nem fazer parte de nenhuma religião, mas para te tornares íntegro tens de aceitar e seguir a Verdade Espiritual, através da qual as religiões foram fundadas.

O Inferno nada mais é que uma metáfora. Não é um local físico, mas sim o estado de sofrimento daquele que se dedica à falsidade. O não-íntegro vive no Inferno, pois sente-se sempre mal, num estado de sofrimento, que pode ser negado e reprimido, mas está lá. Daí os vícios para aliviar a tortura emocional daqueles que se alinham com o que não existe (ilusões do ego). O Inferno é um estado interior, que vem de um estilo de vida não-íntegro. São as escolhas que fazemos, não é um sítio a arder para onde vamos como castigo de termos pecado. Os pecados nada mais são que erros humanos, erros que cometemos desencaminhados pelo ego. E não é com castigos e punição que se aprende a lição, mas sim com humildade, compaixão e coragem. Esta é a minha corrente visão desta Verdade, de onde estou (nível de consciência) assim me parece que isto tudo é. Pelo que li e depois experienciei. Não é a melhor explicação, é bem pobre e incompleta, mas já é talvez uma pequena luz que possa orientar alguém a ir em frente e a descobrir mais, deixando de estar limitado pelas ilusões mais comuns da falsa espiritualidade.

Pedro C. disse...

João Goto: "existem mulheres que gostam de ser manipuladas"

Isso é tudo falso e uma ilusão. Nenhum mulher gosta de ser manipulada, e nem todas as mulheres são idiotas para acreditar nas falsas promessas de um palerma qualquer.

O que acontece quando és autêntico e verdadeiro é que és sincero em relação às tuas qualidades e defeitos. Ser autêntico não é ser perfeito, é ser honesto em relação a como se é, qualidades e imperfeições. E nenhuma mulher é obrigada a premiar um homem com a sua aceitação e validação só porque este foi verdadeiro lol

Assim como as mulheres têm a liberdade e o direito de decidir que imperfeições e defeitos toleram e aceitam no homem, e quais não toleram e aceitam.

Pedro C. disse...

Raoni Dantas: "não entendo... poderias ser mais específico?"

Eu expliquei o que havia a explicar nesse post sobre esse assunto. Não entendes pois o teu nível de consciência não é elevado o suficiente para Veres a Verdade daquilo que expliquei. E sem humildade também nunca a Verás. Isto significa que tens de largar as tuas ideias e ilusões se queres aprender alguma coisa. És cego e não vês nada de essência, mas no teu orgulho achas que vês. Tudo o que descreveste sobre essas maravilhosas pessoas dos ginásios nada mais é que a sua aparência, controlada por estes para parecerem espectaculares e obterem a validação de todos aqueles que estão a dormir e não vêem qualquer essência, apenas aparência.

Portanto se queres aprender alguma coisa e evoluir tens de trabalhar na tua humildade e aceitar aquilo que te é dito largando as tuas ilusões, e depois tentando ver no dia-a-dia aquilo que te foi dito. E com humildade irás aos poucos começar a Ver aquilo que te foi dito em vez de apenas a aparência em que querem que acredites, e irás finalmente entender o que te foi explicado.