AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

12 Princípios a Seguir Para Um 2014 Mais Feliz



Por um lado pode parecer que este post vem atrasado, por outro lado no fundo é indiferente. A ideia surgiu-me com o aproximar da passagem de ano, mas só agora senti que era o momento certo para o escrever e partilhar. Seja como for, é válido para qualquer ano ou altura do ano, sendo estes princípios intemporais e quem os seguir correctamente e disciplinadamente irá sempre beneficiar da sua aplicação na prática.

Existe o hábito de à meia-noite na passagem de ano se comer 12 passas (não é fumar 12 passas, é comer 12 frutos secos haha), e pedir-se um desejo para o ano seguinte por cada passa que se come. Já escrevi no passado sobre este tema, mas surgiu-me a vontade de escrever sobre ele novamente, com uma nova percepção da questão. O pedido destes 12 desejos geralmente não resulta… pouco ou nada que se pede naquele momento se torna realidade durante o ano seguinte. Isto porque para algo nos acontecer temos de ter o nível de consciência no qual esse algo é normal acontecer. Meramente pedir o desejo não chega, tem de haver esforço, transformação e escolhas a fazer. Estes desejos geralmente nada mais são que fantasias do ego, algo que este quer ter ou acredita que precisa de ter para ser feliz. Mas a felicidade depende apenas do nosso nível de consciência e não meramente do que temos.

Assim sendo, em vez de 12 desejos narcisistas que não nos levam a lado nenhum, que tal 12 princípios que uma vez aplicados na prática consistentemente e correctamente, nos ajudam a evoluir e a ter uma vida mais feliz no geral?

Aqui estão eles, por nenhuma ordem em especial:

#1
O Que Realmente Queres?
É essencial pararmos e percebermos o que realmente queremos com isto tudo. Quero dizer com isto, percebermos se a nossa vontade de estudar e aplicar estes princípios espirituais de Integridade e Amor vem de se achar que com isto se vai satisfazer o ego realizando os seus desejos narcisistas, ou se de facto se tem um interesse realista em se ser íntegro pela Beleza e Verdade da Integridade em si.

#2
Honestidade.
Diz sempre a verdade. Sê sempre sincero. Nós apenas recebemos aquilo que damos, logo só quem dá honestidade recebe honestidade. Aqueles que dão mentiras apenas recebem mentiras. Honestidade é uma qualidade básica sem a qual não é possível ser-se íntegro.

#3
Tenho uma pergunta para ti: achas que faz sentido uma pessoa ao mesmo tempo que anda a tentar curar-se de um envenenamento com um medicamento, andar a beber veneno…? Eu acho que não :) Então que tal largar o “veneno” da televisão de uma vez por todas para que o “medicamento” da Verdade Espiritual te possa curar? É contraproducente ter influências negativas não-íntegras ao mesmo tempo que se tem influências positivas íntegras. É praticamente loucura pois essa atitude na verdade nega qualquer efeito positivo do que possas ler aqui ou em outro lado qualquer que partilhe informação íntegra para te ajudar. Para termos saúde basta largarmos a doença e deixarmos a cura acontecer. O ego acredita que vai perder algo se deixar de ver televisão, mas isso é falso. Basta deixarmos de ter fontes de energia negativa para a curto prazo nos começarmos a sentir melhor consistentemente. Muitos dizem-se interessados em evolução, Integridade e Amor, mas depois voluntariamente abrem as portas ao seu oposto lol e claro, queixam-se que se sentem entalados e encravados, sem experienciar subidas de nível de consciência. Na Verdade é uma perda de tempo vir ler o Cool Vibes se ainda se anda a ver televisão. É das primeiras e mais básicas escolhas neste caminho: largar o negativo e não-íntegro para poder haver cura e progressão, pois se assim não for a pessoa irá sempre estar a ser influenciada inconscientemente e assim a ser impedida de evoluir e ser feliz. Heavy Metal e filmes de terror também são duas coisas básicas a largar.

#4
Humildade.
Dá a tua opinião ou sugestão apenas se for solicitada, apenas se for pedida. “Só sei que nada sei” não é uma brincadeira nem é a frase fixe do dia para publicar no Facebook e obter atenção e validação através de likes lol é uma Verdade elevada, e sem Humildade é impossível evoluir.

#5
Faz o que amas. Adiciona ao teu estilo de vida algo que adoras fazer e que te deixa entusiasmado só de pensar que o vais fazer brevemente. É algo que enriquece a vida e nos ajuda a aprender a amá-la. Pode ser pintar, correr ou contar nuvens, não importa. Faz o que amas sempre que possível e permite que haja entusiasmo na tua vida.

#6
Gratidão.
Começa a reparar mais nas coisas boas e úteis que tens na vida, e sente-te grato por elas, pois sem elas a tua vida seria mais miserável, ou até horrível. É preciso andar-se mesmo a dormir e ser-se um autêntico ingrato para se precisar de andar com uma pedra no bolso para se lembrar de agradecer pelo que se tem de bom na vida. É ridículo. Vamos começar a acordar e a acordar a sério! É uma questão de intenção e importância, e para aqueles que têm mesmo a intenção de serem gratos, para quem gratidão é mesmo importante, não se esquecem e vivem a vida atentos ao que realmente é bom, e quando o testemunham sentem-se gratos, pois sabem que tudo nos é como que emprestado, são dádivas e prendas, e gratidão permite que essas coisas boas continuem a existir na nossa vida, e que mais surjam. Se ninguém precisa de uma pedra no bolso para se lembrar de ser ingrato, porque precisa para ser grato? ;) Se precisas mesmo de uma “bengala” para te lembrares de sentir grato pelo que tens de bom na vida, só há um objecto que podes usar: o preservativo da gratidão =D portanto andas todos os dias com um preservativo no bolso, e sempre que tocares nele ou o tirares do bolso, tens de agradecer por 10 coisas boas e úteis que tens na vida =) Não é por andarmos com uma pedra no bolso que nos tornamos numa pessoa grata, é por realmente querermos ser uma pessoa grata que nos tornamos numa pessoa grata, pois é a nossa intenção real que nos recorda momento a momento disso.

#7
Um dos princípios que mais te podem ajudar numa relação amorosa é o de descobrires o que faz o teu parceiro feliz e fazeres isso.

#8
Serviço.
Nas próximas 2 vezes que alguém te pedir esmola, dá algo. Nas vezes a seguir que isso acontecer fica ao teu critério. Qualquer acto cuja única intenção é fazermos a outra pessoa sentir-se bem, esquecendo-nos de nós próprios e mais um pequeno passo em frente na transcendência do nosso narcisismo – que é a causa do nosso sofrimento – e vamos aos poucos libertando-nos das limitações e ilusões do ego que nos impedem de ser feliz.

#9
Se gostas de definir objectivos, isto vai-te interessar. Em vez de definires objectivos materiais de ter isto ou aquilo, define antes objectivos de como queres ser e com que qualidades. Ser íntegro traz felicidade e uma vida boa em que tens o que precisas, do que gostas e ao mesmo tempo sentes-te preenchido interiormente porque estás alinhado com a Verdade. Objectivos imaturos egocêntricos não trazem felicidade.

#10
Contemplação.
Procura viver mais no agora, ou momento presente, ou Realidade, e menos em pensamentos, memórias e imaginação. A Verdade está na Realidade, o teu verdadeiro Eu está na Realidade. Quanto mais tempo passares na Realidade, mais saberás quais são as melhores escolhas a fazer, logo melhores experiências terás na vida. Saberás quando dizer sim e quando dizer não. Irás Ver e aproveitar oportunidades que antes seria impossível. E claro, aos poucos irás transcender o ego e a mente e ficar livre de qualquer tipo de sofrimento, sendo apoiado pela energia do Espírito, uma vez que esta deixa de estar a ser bloqueada pelas ilusões do ego/mente.

#11
Protege o que tens de bom e bonito na vida. O mundo está cheio de não-íntegros. Não os precisas de odiar nem atacar, apenas de os evitar. Com eles por perto não evoluis, e na Verdade eles não querem saber de ti para nada apesar de parecer que querem. Felicidade é em grande parte fazer as escolhas certas, e isto inclui não só as pessoas com quem tens relações e estás mais tempo, mas também os contextos e situações em que te metes. Vive atento às potenciais consequências das tuas escolhas, valoriza o que tens de bom e bonito e protege-o, evitando expô-lo ou coloca-lo à mercê e alcance do não-íntegro do mundo.

#12

Vive através de princípios e não de pessoas. Apoia-te em princípios e não em pessoas. Isto significa que não negligencias bons princípios de Integridade por nada nem ninguém. Mesmo que alguém fique chateado ou triste pelas tuas escolhas íntegras, primeiro isso é mau sinal relativamente à essência dessa pessoa; segundo, os princípios íntegros vão sempre ajudar-te e ter um impacto benigno e positivo na tua vida e felicidade, mas as pessoas nem por isso. Todos temos o mesmo valor como seres humanos e pode-se ter boas relações, mas nada disso é possível sem Integridade e sem se viver os seus princípios. Para quem realmente está interessado em Integridade, tudo o que não seja íntegro irá ser aborrecido, desinteressante, secante, desmotivante, secundário e algo a largar e evitar por essas mesmas razões. Para se ter compaixão por alguém, ou se perdoar alguém, não é preciso ter-se uma relação com essa pessoa. Ao largares o não-íntegro em ti largas o não íntegro nos outros também. Pois trata-se de deixar de aceitar o ego como ponto de referência de funcionamento no mundo. Rejeitas o ego em ti e rejeitas nos outros que são dominados por ele (egocêntricos). Se os princípios de integridade não estão presentes na maneira de ser de alguém, e queres mesmo ser íntegro, então a relação com essa pessoa não importa e é um obstáculo à tua felicidade. São os princípios e não as pessoas que te podem fazer evoluir e feliz, portanto a importância da permanência das pessoas na tua vida depende de como elas são interiormente, da sua essência e nível de consciência, se vivem através de princípios e atitudes íntegras ou não.

27 comentários:

Raoni Dantas disse...

Olá Pedro!

Início maravilhoso de ano do Cool Vibes!

Pedro, eu gostaria de saber até que ponto as emoções do ego, ou atitudes, podem servir de ponto de referência para nos afastarmos de uma pessoa ? Todos nós (em menor ou maior grau) sentimos preguiça, raiva, culpa, desejo, etc.. e devemos Contemplar essas emoções e procurar não julgá-las nos outros, principalmente nas mulheres.

Mas, por exemplo, se toda semana encontramos a pessoa com preguiça de estudar, isto é fato suficiente para nos afastarmos de vez dela para sempre ?

Eu procuro sempre transcender a preguiça. E considero a humildade e a questão de ter energia para fazer as coisas algo muito importante. Mas se por exemplo, minha namorada não tem essas qualidades, não gosta de estudar, isto é motivo suficiente para terminar o namoro ?

Um grande abraço

Raoni Dantas disse...

Olá Pedro! Tudo fixe ?

Existe diferença entre os Princípios Íntegros e os Princípios Espirituais, ou ambos são os mesmos ?

Gostaria de saber se:


1) Só podemos ser felizes com alguém que também siga princípios Espirituais e Íntegros ?Neste caso, com alguém "Compatível Espiritualmente" ??

2) Ou podemos ser felizes ao lado de uma mulher que apesar de não seguir princípios Espirituais (não acredita na Espiritualidade) é honesta, fiel, verdadeira, bem humorada e íntegra ?

Um grande abraço Pedro!



João F. disse...

Genial!!!

tonito disse...

Pedro, ja que falas em integridade, sera integro reconquistar a ex-namorada ou isto sao coisas do ego e pouco integras?

Raoni Dantas disse...

Olá Pedro! Tudo fixe com você ?

Pedro, todos os dias eu sinto no meu coração uma vontade muito forte, mas muito forte mesmo de deixar tudo e viver somente para Servir as outras pessoas. Não se trata de ir para uma montanha e isolar-se julgando-me superior aos outros, com um "Ego espiritual" ...não é isso..é algo totalmente ao contrário disto...

Eu não sinto mais vontade de obter nada do mundo..seja mulheres, sexo, dinheiro, amizades, viagens, coisas materiais...eu quero apenas viver para ajudar as pessoas, para Servi-las...se eu pudesse eu viveria em trabalho voluntário 24 hrs por dia...essa vontade é muito forte dentro de mim Pedro... Será isso uma experiência de Amor Universal, ou pode ser apenas um devaneio da minha cabeça ? Não é uma fuga..pelo contrário...eu quero estar e viver dentro de comunidades que se dediquem a ajudar ao próximo através do serviço...seria culpa isto que sinto ? Indício de depressão ? Não vejo assim, porque eu sinto-me cheio de alegria e compaixão para poder ajudar os que precisam...já pensei em viajar para uma comunidade que descobri que sua principal atividade é ajudar as pessoas a evoluírem conscientemente...

Pedro, o que será realmente que devo fazer ?
Continuar a viver a minha vida, trabalhando, e estudando, sendo que eu estarei muito mais feliz ajudando outras pessoas ?? Não quero obter mais nada do mundo...porque sei que nada do mundo pode me fazer feliz...quero apenas Dar agora, Contribuir...

O que devo fazer Pedro ? Uma luz por favor...

Muito obrigado e um grande abraço!!!

Raoni Dantas disse...



Pedro, quando estamos namorando e com o passar do tempo começamos a falar que nem criança (bebê) com a nossa namorada, isso é infantil, imaturo, ou não?

Obrigado!!

Tonito Tuno disse...

riPorque razão é que quanto mais nos aproximarmos das mulheres, mais elas se afastam de nós. Ou seja, as mulheres dizem que já não querem nada connosco e que tudo já acabou mas, no entanto, nos ligam a pedirem prenda do aniversário. Daí elas nos fazem crer que, afinal, continuam a pensar em nós. Puro engano, já que, quando voltarem a sentir que estamos a aproximarmos delas, elas se afastam. O que tem a dizer sobre isto?

Alex disse...

Pedro, agradeço a vc por compartilhar seu conhecimento e aprendizado conosco, tenha um ótimo ano novo e que o Cool vibes cresça cada vez mais.

Obrigado

Alex disse...

Obrigado pelas postagens Pedro.

Obrigado por compartilhar seu conhecimento, eles ajudam bastante, tenha um ótimo 2014 e que o Cool Vibes cresça cada vez mais, Abraço.

Raoni Dantas disse...

Olá Pedro!

Gostaria de saber se ter a companhia de animais de estimação como gatos e cachorros podem nos ajudar a sermos pessoas melhores, interiormente, e também exteriormente, dependendo da intenção claro de tê-los.

Muito obrigado Pedro!

Cosmo magoi disse...

Pedro, eu gosto bastante de uma garota, demorou mas eu me declarei para ela, ela foi simpática, mas nao me ama(eu a beijei nesse dia, mas ela falou que foi um acidente e pediu desculpas), enfim, não posso ficar junto dela e eu ainda gosto dela, ela seguiu a sua vida feliz mas eu continuo pensando nela, como faço para superar isso?

Pedro C. disse...

Tonito: "Será íntegro reconquistar a ex-namorada?"

Porque queres reconquistar uma ex-namorada e viver preso ao passado quando no presente existem opções e oportunidades melhores?

O desejo de conquistar ou reconquistar é claro uma ilusão do ego. Na verdade não se conquista ninguém... pode-se manipular, o que não é íntegro, mas nunca conquistar pois ninguém é nosso como que terreno conquistado por colonizadores.

As relações acontecem quando há compatibilidade entre um homem e uma mulher, seja a nível pessoal e/ou sexual pelo menos. Esquece a ex-namorada e vira-te para um futuro melhor de evolução e integridade. O melhor que podes fazer é seres tu próprio, autêntico, trabalhares na tua evolução como homem e ser humano, apresentares-te o melhor possível à mulher com respeito e humor, bem intencionado, demonstrares o teu interesse, e descobrir se há compatibilidade com ela para uma relação amorosa (e não apenas uma amizade, ou nada).

Os não-íntegros acham-se os maiores por causa das "conquistas" e manipulações, mas no fundo só têm acesso a mulheres compatíveis com eles: não-íntegras e fracas de Espírito haha!

Pedro C. disse...

"ela seguiu a sua vida feliz mas eu continuo pensando nela, como faço para superar isso?"

É uma questão de intenção e esforço. Sempre que te apanhes a pensar nela, tens de no momento fazer o esforço para pensar noutras coisas, ou focares-te no momento presente e no que estás a fazer. Tens de desvalorizar esses pensamentos pois nada mais são que ilusões.

Por outro lado tens de começar a fazer o esforço para conhecer outras mulheres e avançares com a tua vida focando-te em afirmações que te ajudem a tornar como gostarias de ser e a experienciar o que preferes experienciar na vida.

Pedro C. disse...

"ter a companhia de animais de estimação como gatos e cachorros podem nos ajudar a sermos pessoas melhores"

Pode, pois obriga-nos a esquecermo-nos de nós próprios para tratarmos deles devidamente. Ou seja, é um serviço que nos obriga transcender o nosso narcisismo pois temos de nos focar e dedicar a 100% a eles. E cães e gatos são animais íntegros.

Joao Henriques disse...

Pedro, achas que existe alguma relação na maneira como uma mulher nos chama, por exemplo a mulher em que estamos interessados, trata-nos pelo diminutivo do nosso nome, é claro que a por mulher pode sentir um carinho ou simpatia por nos mas será que pode gerar dai alguma coisa ou a mulher pode só estar interessa em nos como amiga?
Um GRANDE OBRIGADO, FELIZ ANO NOVO para Ti e para Todos.

João Paulo disse...

Olá Pedro.

Você disse em uma das respostas que os cães e os gatos são animais íntegros e é bom se dedicar a eles pois esquecemos de nós mesmos.

Pois bem, minha duvida é se o mesmo vale para os pássaros, eu sempre gostei de cria-los e é minha paixão na vida, mas o Hawkins calibra eles por debaixo de 200, eles não são íntegros igual os cães e gatos, isso poderia atrapalhar minha evolução espiritual? Tipo, um animal por debaixo de 200 atrapalha igual musicas e filmes não íntegros?

Júlia Lemos disse...

Olá, Pedro...
Meu namorado adora assistir lutas de MMA... Particularmente não gosto, pois acho muito violento! Gostaria de saber se é um mau sinal (falta de integridade) ele gostar disso?

Pedro C. disse...

"quando estamos namorando e com o passar do tempo começamos a falar que nem criança (bebê) com a nossa namorada, isso é infantil, imaturo, ou não?"

Se é infantil ou imaturo depende da nossa essência e intenção. Pode ser apenas uma forma carinhosa de falar com a namorada na intimidade.

Pedro C. disse...

"...até que ponto as emoções do ego, ou atitudes, podem servir de ponto de referência para nos afastarmos de uma pessoa?"

Não tens capacidade de Ver a Verdade que está à tua frente. Ou estás do lado da Integridade ou não estás, e não compreendes o verdadeiro porquê da escolha de se afastar de alguém. Queres fazê-lo de forma robótica através de conclusões mentais frias, e não é assim que funciona.

Nós recusamos o não íntegro em nós e nos outros (afastamento) pois depois da Beleza que a Integridade nos traz experiencialmente somos incapazes de trair aquela que Sabemos ser na Verdade a única fonte de Felicidade neste mundo.

Pedro C. disse...

"o que será realmente que devo fazer? Continuar a viver a minha vida, trabalhando, e estudando, sendo que eu estarei muito mais feliz ajudando outras pessoas??"

Deves fazer aquilo que realmente queres fazer. Se isso é verdade então vais acabar por o fazer. Pode ser um devaneio da tua cabeça, uma ideia emocionalizada de grandiosidade espiritual e ilusão de capacidade e poder, pois consistentemente apresentas dúvidas bastante básicas aqui no Cool Vibes que demonstram que ainda tens muito trabalho espiritual pela frente até de facto poderes Servir devidamente um ser humano.

És livre de experimentar essa ideia e isso irá trazer-te lições. Para ajudar basta vivermos o nosso estilo de vida actual colocando em prática os princípios espirituais que aprendemos, pois a maior ajuda e o maior Serviço que podemos dar ao mundo na verdade é o que Somos, e dar o exemplo.

Podes sair da sociedade à vontade e isolar-te numa comunidade qualquer fazendo voluntário. A questão é: sem experiência de vida, que Sabedoria terás para passar aos outros? Estarás a tentar dar o peixe apenas, o que não tem nada de mal, mas quando a verdadeira ajuda é ensinar a pescar. Mais à frente descobre-se que não se precisa do peixe e ensina-se isso, depois que o peixe nem sequer existe de uma perspectiva mais elevada, e que sempre fomos o Oceano onde o peixe ilusório "vive". :)

Pedro C. disse...

João Paulo

Um animal é completamente diferente de um filme ou de uma música. Um animal tem consciência, está vivo, é um ser vivo e a questão é outra.

Quanto mais elevado for o NdC do animal, melhores serão as experiências que terás com ele. Um cão e um gato têm a capacidade de amar, uma cobra e uma aranha não. Não me parece que seja mau para a tua evolução tratares de pássaros lol pois tal como com o cão e o gato, para os tratares devidamente tens de te esquecer de ti próprio e assim contrariar o teu narcisismo (pensar em mim a toda a hora). A minha sugestão é, se estiveres interessado, para além dos pássaros de que gostas, arranja também um gato ou um cão.

Pedro C. disse...

João Henriques: "pode gerar dai alguma coisa ou a mulher pode só estar interessa em nos como amiga?"

A resposta és tu que a tens: o que sentes por ela e o que queres com ela? Depois de responderes a essa pergunta, entra em acção e avança de acordo com o que sentes e queres. Ao revelares a ela a tua intenção, irás descobrir a dela. Se ela está interessada em ti para namorar ou apenas para conviver como amigos. Tens de ir em frente, dizer que a achas bonita e convidá-la para sair, e depois logo saberás a verdade.

Pedro C. disse...

Júlia Lemos:

Depende da razão pela qual ele vê MMA e a frequência com que vê. Se for viciado nisso e idolatrar o seu lado violento, é óbvio que ele não é íntegro. Ele só vê isso ou escolhe também ver filmes bonitos e inspiradores, e está a seguir um caminho espiritual de evolução de consciência? Há algo na sua vida que equilibre a visualização dessa violência? Ele tem alguma dedicação a algo bonito, íntegro e benigno? MMA não é só violento, é também um negócio milionário (desejo) e uma forma de obter atenção (orgulho). É um desporto muito sedutor para o ego masculino ("ser o maior, o mais perigoso e forte!").

Tonito Tuno disse...

Quando a mulher que não conhecemos em lugar nenhum, olha para nós e sorri, significa que ela está a sentir atraída por nós?

Pedro C. disse...

Tonito:

Significa que se queres saber a verdade terás de ir falar com ela e descobrir por ti. Ela pode estar simplesmente a gozar contigo, ou de facto interessada em te conhecer.

Júlia Lemos disse...

Obrigada, Pedro... Um abraço!

dreammer_moon disse...

Boa noite.

Antes de mais parabéns pelo blog!

Não sei se o que vou escrever está de acordo com este post, mas "ser feliz em 2014" e "desenvolvimento pessoal", estão em concordância com o que queria perguntar.

Confesso que não venho há algum tempo a este blog, mas hoje lembrei-me de o fazer e de partilhar/questionar algo que penso ainda não ter sido abordado.

Estou a trabalhar numa Unidade de Cuidados Paliativos, sem dúvida é algo que mudou a minha vida e as minhas rotinas, em tudo que há de positivo e negativo.
O que queria perguntar é como é possível manter "cool vibes", quando se lida de perto com sofrimento, perdas e morte. Ser humano também é ter sentimentos, emoções, coração, solidariedade e estas pessoas precisam de amor e dos melhores sentimentos que se consiga dar, mas muitas vezes é tão difícil depois vê-las partir. Bom o tema que proponho abordar é este.

Beijinhos