segunda-feira, 25 de novembro de 2013

"O Que Fazer Para Que A Mulher Não Pense Que Quero Algo Dela"


"O Que Fazer Para Que A Mulher Não Pense Que Quero Algo Dela"

Pergunta de leitor:

Olá Pedro Tenho uma dúvida: se me aproximo de uma mulher, como faço para ela não pensar que estou lá para obter algo dela, quando na verdade não estou? Obrigado”


Resposta, comentários:

Olá =)

Não fazes.

Porque se tentares fazer algo, estarás a ser o falso actor do costume e esse é o caminho errado.

Pensas que não queres nada mas na verdade queres, é inconsciente e estás cego a esse facto. Porque quem realmente não quer nada, não se questiona sobre o que fazer para a mulher não pensar que ele quer algo. O homem que realmente não quer nada não pensa em como manipular a percepção da mulher e o que esta pensa… pois só num estado de Amor ou Alegria nada se quer, e nesse estado Ama-se e Aprecia-se, não se manipula, não se preocupa com a percepção da mulher, muito menos se perde tempo com aparências e manipulações.

Se o homem realmente não quer nada e aproximou-se da mulher bem intencionado, apenas porque a acha bonita e quer estar por perto da sua beleza, ops! Já quer algo =D quer estar por perto da sua beleza. E se a mulher é bonita ele quer sexo, ops! Afinal parece impossível não se querer algo, não é? Lol sim, porque só perante uma mulher mesmo muito feia, ou sendo o homem homossexual é que não vai sentir a típica emoção de querer fazer amor com ela. Isso não tem mal nenhum, é normal e humano, e as mulheres também adoram sexo. O problema em si está em como o homem lida com o que quer (emoções) e não meramente se quer algo ou não. Claro que ele quer algo! Nem que seja apenas estar por perto dela e conversar com ela, motivado pela atracção e curiosidade que sente. O problema está em sentir a atracção e não ter qualquer consideração pela mulher, vendo-a apenas como um objeto sexual (corpo sem Ser) e de orgulho, que pode manipular à vontade (fingir intenções e maneira de ser) para satisfazer os seus desejos narcisistas.

A questão está em não se precisar de obter o que se quer. Em haver algo mais importante para o homem do que a mera satisfação dos seus desejos narcisistas. Integridade tem de ser mais importante que sexo e orgulho, isto é básico. Mas só o homem minimamente íntegro consegue Ver o Ser da mulher e ter consideração por este, ao mesmo tempo que só ele consegue Ver as suas próprias emoções e intenções e actuar apropriadamente independentemente do que sente e quer (ilusões e desejos do ego). Para o homem íntegro é mais importante amar a mulher e fazê-la sentir-se bem do que obter o sexo e o orgulho custe o que custar. Orgulho é completamente secundário e irrelevante. Sexo pode esperar, pois para o homem que realmente ama, sexo surge do nada. Ele não depende disso, não sofre por isso, não vive apenas para isso como prioridade.

Portanto talvez dizer que não se quer nada não seja o termo mais apropriado, mas sim que é mais importante para nós os princípios íntegros do que obtermos o que o nosso ego quer. É uma escolha real, não dá para fingir. Quando chega o momento da verdade os não íntegros vão sempre ser não íntegros, e cheira-se a quilómetros apesar de todos os esquemas de actor e manipulação que usam. Só c-egos não vêem a Verdade que está sempre presente, pois as aparências são na verdade sempre transparentes, uma ilusão que nada consegue esconder. Se consegues Ver o invisível em ti, consegues Ver o invisível nos outros apesar das suas patéticas, sofisticadas, complexas, espertas tentativas de parecer algo que não são =D

Estás lá sempre “para obter algo”, mas não apenas “para obter algo”, não meramente para satisfazer um desejo narcisista usando a mulher sem querer saber dela e sem a respeitar como Ser.

Estás lá sempre porque sentiste algo agradável em relação à mulher e estás a experienciar uma emoção normal e humana de desejo e atracção perante ela… mas isso não é importante para ti, os teus desejos narcisistas são secundários perante o bem estar, alegria, felicidade, paz e Ser da mulher, e dos outros. Então vais lá sempre porque algo te motivou, há uma vontade, um desejo, uma atracção, queres bem intencionado experiencar algo bom que a vida tem para oferecer. E não há nada de mal nisso. Simplesmente já te sentes preenchido pelo estado íntegro em que vives o dia-a-dia, pela energia do Espírito que está em ti, e portanto não só tens a capacidade de amar os outros apreciando-os, como de não precisares que aconteça o que preferias que acontecesse. Se acontecer óptimo! Mas se não acontecer, já estavas Feliz antes portanto lamentas mas não te afecta, não sofres por causa disso, nem vais escolher falsidade, manipulação e desrespeito para forçar que isso aconteça.

Portanto não fazes nada, deixas a mulher pensar o que quiser pensar. Se a tua intenção realmente é íntegra, bonita, pura, inocente, a mulher irá aperceber-se disso sem que lhe tenhas de explicar ou provar seja o que for. Porque se não for, e até podes achar que seja mas é-te inconsciente e estás errado, a mulher vai sempre sentir que se tem de proteger de ti. A tua presença, mesmo em silêncio exterior, fá-la sentir que queres algo e que isso é tudo para ti. Esta atitude de deixar a mulher pensar o que quiser é óptimo também em termos de selecção, pois se ela é demasiado narcisista (insegura ou arrogante), para ver que a tua intenção é boa, então ela também não te interessa pois não tem o que é necessário para ser uma boa namorada. Apesar disto tudo há sempre que se aproximar da mulher num estado positivo de Ser (tranquilidade, alegria, entusiasmo, etc), deixá-la sempre à vontade para fazer e dizer o que quiser (dizer não, rejeitar, ir-se embora, beijar-te, etc) – ou seja, nunca tentar controlar as suas escolhas - e sempre ser-se sincero em relação ao que se está a sentir, pensar, ao que se quer, à nossa intenção e ao porquê de termos ido falar com ela.

Não para que ela não pense que não queremos algo, mas porque queremos aprender a ser íntegros, autênticos e a amar. Quando a nossa essência é realmente elevada o suficiente, todos os problemas na vida amorosa desaparecem. Seremos sempre rejeitados por mulheres inseguras, orgulhosas, comprometidas ou demasiado diferentes de nós e incompatíveis connosco, não há nada a fazer em relação a isso, é o normal da vida e um homem a sério não tem problemas em ser rejeitado. Ele é-o como um cavalheiro, sem as fraquezas e espertezas do ego.

O ego pensa que se nada fizer, se não tentar controlar a reacção da mulher e a sua percepção (o que ela pensa e sente em relação a ele), vai perder quantidade de resultados (tradução: oportunidades de alimentar e manter orgulho e vezes que faz sexo), mas o que importa é a qualidade de resultados, a essência da mulher e o tipo de experiências e relações que se tem. O actor manipulador jamais terá acesso ao melhor e mais bonito da vida, nem consegue imaginar o que isso seja, limitado pela constante busca por mera satisfação em série dos seus desejos narcisistas.

Mas tu podes escolher algo muito melhor. Ser idiota é uma escolha, e não um azar. Tu és livre para ser feliz, não temporariamente mas permanentemente. A felicidade depende do nosso nível de consciência, quanto mais elevado mais feliz somos interiormente e independentemente do mundo físico. O requisito mínimo para esta felicidade permanente é o largar de tudo o que o ego é e representa, e o abraçar de coisas “estranhas” como dizer sempre a verdade, ser sincero, autêntico, humilde, inocente, espontâneo, etc. O que procuras não está à tua volta nem é visível, está dentro de ti, agora mesmo, à espera que largues os obstáculos que te impedem de o Ver e experienciar. Deixa a mulher pensar o que quiser e assim Ama-a como ela é. Deixa-a pensar que estás lá para obter algo (claro que estás lol)… deixa-a pensar que é para ti mais importante obteres o que queres do que a felicidade dela, e respeitá-la (claro que o é para o ego! Lol). Sê tu próprio, espontâneo e inocente, não tentes controlar seja o que for, apenas ser autêntico e fazer a melhor e menos narcisista escolha momento a momento. Foca-te mais em ser íntegro e feliz, e menos no que os outros pensam de ti.


Obrigado pela tua pergunta.

19 comentários:

André Ramos disse...

Obrigado por mais um post fantástico. E bom ler e contemplar a forma como escreves e deixas as coisas tão belas e bonitas.
Isso fez me ganhar mais consciência do que me rodeia.
O nosso amigo ego
esta sempre à espreita.
Tu falas que quando estamos num certo nível de consciência estamos a ser o testemunho. Ultimamente tenho me sentido como esse testemunho.
Tenho me apercebido que em conversas minhas com mulheres o meu "amigo" esta ali ao lado a tentar controlar a situação ou o momento. Faço um esforço para voltar a contemplação dai surgem sentimentos de angustia, frustração. Eu não devia ter dito aquilo, eu disse aquilo.
- Eu fiz um elogio - espectacular. (Parece que esta sempre ali uma voz ao nosso lado.)

Ainda me sinto desconfortável quando estou junto a uma mulher em silêncio. Aquilo ainda parece a guerra das estrelas.:D As vezes vou a casa de banho para ver se aquilo passa, outras vezes fico com vontade de dizer algo e não digo.
Ultimamente as mulheres tem me desafiado mais a sair da minha zona de conforto.
As vezes nem esperava certos convites da parte delas.
É desconfortável. Mas sinto quando estamos venerareis quando estamos perto delas para dar ou experiência algo de positivo são elas que se aproximam. Mas o nosso amigo depois quer abrir a porta e juntar-se a festa. É nesse momento que fico desconfortável, começo a sentir ódio de mim mesmo. A alegria com que estava no principio da interacção começa a descair e só me apetece ir embora do sitio onde estou. Presumo que me vais dizer que o estado da minha consciência é baixo.? Mas por vezes sinto lampejo de luz e esta tudo as mil maravilhas.

Isto é uma novela engraçada.

As vezes riu-me de mim próprio e da situação mas de outras parece que estou num buraco sem fundo.

Pedro gostava da tua analise. a esta novela apocalíptica. lol

gostava que me orienta-ses neste caminho que eu quero percorrer.

Abraço

nelson disse...

Obter algo da mulher tentativa de manipulação , ser actor entre outras isso é bajulação uma falsidade.

Anónimo disse...

Sermos românticos e ouvirmos música românticas pode ser algo positivo em nossas vidas, ou pode causar problemas?

lolalola disse...

pedro, queria te perguntr, no topico quando falas de virgindade, surgiu-me uma questao..o facto de um homem/mulher serem virgens aos 20 e tal anos..21/22/23...isso significa que algo se passa na relaçao que tem com o sexo oposto, e que não são pessoas integras?...ou isso é relativo?


obrigada pela atençao c;

Anónimo disse...

Presentes do feminino ?

Presentes emocionais ou materiais ?

Você poderia citar alguns exemplos ?? :) :)

Muito obrigado Pedro!!!

Pedro C. disse...

Há contextos em que é apropriado sermos românticos, o problema está em sermos românticos quando não é apropriado. O romantismo deve vir de apreciação e confiança, e não de carência e busca por validação. Muitos usam o romantismo como forma secreta de manipulação.

Depende da música. Se for íntegra, tudo bem :)

Pedro C. disse...

"Presentes do Feminino"

Presentes de todo o tipo, que só o feminino pode trazer à vida de um homem, pois é essa a sua essência. Talvez um dos presentes (e a palavra presente é uma metáfora que significa dádiva, algo intrinsecamente bom e bonito, íntegro, que contribui para a felicidade do homem e não a bloqueia ou prejudica) mais elevados seja Curar o homem. Ser uma fonte de Cura para o homem, tal como a enfermeira trata das feridas do guerreiro. Mas para isso a mulher tem de ser íntegra, ou não é Cura nenhuma, nem mental, nem emocional, nem física, para o homem. A maior parte das mulheres em vez de serem Cura buscam a Cura no homem lol resultado: mau :)

Pedro C. disse...

"isso significa que algo se passa na relação que tem com o sexo oposto, e que não são pessoas integras?...ou isso é relativo?"

Significa que têm uma percepção não-íntegra da sexualidade, logo não conseguem funcionar normalmente com o sexo oposto e ter relações humanas normais. Essas ilusões bloqueiam a pessoa com medos e orgulhos e impedem-na de experienciar normalmente a sexualidade e relações com o sexo oposto.

minor disse...

Olá,gostaria de enviar uma mensagem para a pessoa que estou afim ),mas a principio estou inseguro de dizer meu nome... entao gostaria de uma idéia do que mandar e como ir puxando assunto para que ela me responda já que sou meio tímido ...

nelson goncalves disse...

Boa noite Pedro Constantino.
Neste fim de semana a convite de um amigo fui casa dele para ver o bebe que já não o vi-a algum tempo , ele estava com ele ao colo e escondia-me para ele não ver depois aparecia fiz isso várias vezes ele sorria estava a gostar.
Nesse instante pensei quem me dera conseguir fazer o mesmo com as mulheres fazê-las rir.
Fico triste por não o conseguir fazer.

Ronaldo Ron disse...

Ego e mente são a mesma coisa? os pensamentos da mente que criam emoções são a causa principal do sofrimento humano? A identificação com o silêncio da mente pode causar uma acção mais passiva no Mundo ou é ilusão? Obrigado por partilhares a verdade.

Pedro C. disse...

Minor:
Estás a querer fazer as coisas ao contrário.

Primeiro vais dizer o teu nome e certificar-te de que ela sabe exactamente quem és.

Depois vais-lhe dar a Liberdade de te responder ou não responder. E o assunto terá de ser algo espontâneo e não planeado, algo que venha de ti e que seja uma expressão de quem és... ou estarás a ser falso.

Fala do que gostas de falar, faz-lhe perguntas para a conheceres como pessoa.

Pedro C. disse...

Ronaldo Ron:

"Ego e mente são a mesma coisa?"
Não. Ego é a programação animal, os impulsos e emoções. A mente é como uma ferramenta neutra que tem utilidade até certo ponto. A mente pode ser usada pelo ego ou pelo Espírito, digamos assim.

"os pensamentos da mente que criam emoções são a causa principal do sofrimento humano?"
Sim, porque mesmo que sejam positivos são sempre uma ilusão, não são a Realidade onde tudo está, onde a energia está.

"A identificação com o silêncio da mente pode causar uma acção mais passiva no Mundo ou é ilusão?"
Não, causa uma acção mais positiva e eficaz no mundo pois deixamos de estar limitados pelo ruído de ilusões do ego e as limitações lineares da mente. O Silêncio vem da Realidade, não da mente. A identificação é com o Agora, no qual a mente está silenciosa. O Agora é a Realidade, na qual é possível Ver a Verdade de tudo. E só Sabendo essa Verdade se Sabe qual a melhor escolha, momento a momento. Espiritualidade não tem nada a ver com passividade, passa-se a fazer outro tipo de escolhas e aquilo que se Ama.

Ronaldo Ron disse...

Obrigado por responderes à dúvida. Mas tenho algumas dúvidas ainda. Este caminho é tudo menos lógico é simples, mas não é fácil transcender o vício de pensar e da identificação com os pensamentos. Há uma parte de mim que questiona se isto é realmente o que deva seguir porque as pessoas dizem que estou diferente com má cara, conheço menos mulheres e não sei quem sou e o que realmente deva seguir. Durante grande parte da minha vida vivi dominado pelo medo, até que comecei a agir e enfrentar os meus medos, mas a um nível mental e sentia-me muito bem nessa altura,as pessoas gostavam da minha presença e é fácil ter um ego preenchido o que não tem mal, mas à pouco tempo comecei a desertificar-me com os pensamentos e dar atenção ao silêncio e parece que perdi algo. Não sei se passas-te por algo semelhante e não sei se continuo firme e se isto é apenas uma fase de transição ou se deva voltar ao que era porque me sentia bem anteriormente. Gostava de saber o que tu achas porque isto para mim não é lógico e não sei se vale a pena. Eu nesta fase estou a seguir o que o Ekhart Tolle partilha, não consigo perceber se é o mais indicado, mas é o que eu sigo agora. Obrigado mais uma vez

MariadiAngel disse...

Olá Pedro,tb gostaria de te colocar uma questao.Li aqui no teu blog ue a maioria das pessoas sao infelizes(e eu concordo com isso) mas entao porque raio é que se ouve tanto aquela conversa do tens de ser positivo e bla bla bla e dps no dia seguinte le-se essas mesmas pessoas a queixarem-se de algo??!Não é um contra senso?O que tens a dizer sobre isso?Obrigada

Pedro C. disse...

Ronaldo Ron:

O ego odeia o Espírito, portanto é normal que essas pessoas achem que estejas pior, até porque nem compreendem o que se está a passar nem o que estás a fazer - e não têm como compreender.

É uma fase de transição. O ego acredita que está a perder algo, mas na Verdade não estás a perder nada, nunca estás, pois é tudo ilusão. Aquilo que para o ego parece uma derrota para o Espírito é uma vitória. E se te mantiveres firme nas tuas escolhas íntegras e alinhamento com os princípios verdadeiros do Espírito, de Amor e Paz, irás passar essa fase e depois tudo será muito melhor, para além da tua imaginação. Ter a validação dos outros e conhecer quantidade de mulheres não tem qualquer significado, mas sentires-te completo sem isso tem :)

Pedro C. disse...

MariadiAngel:

Sim, é um contra-senso.
Se qualquer forma é normal um ser humano querer ser positivo e concordar com isso e esforçar-se por ser, mas pelo caminho ter altos e baixos, e depois fazer isso. Há que aceitar isso como normal.

Nesses casos é óbvio que as pessoas não são positivas, apesar de falarem sobre isso e de o promoverem. A escolha delas é valorizar e idolatrar o negativo, daí darem-se ao trabalho de escrever mensagens negativas a queixarem-se.

Calculo que tenhas visto isso no Facebook, mas posso estar errado. Se por acaso for o caso, dá menos importância ao Facebook, pois 95% ou mais do que lá acontece são apenas jogos de aparências com a intenção de obter atenção e validação (orgulho).

Fábio disse...

Pedro, devo realizar as minhas fantasias sexuais com as mulheres e falar sobre as mesmas, ou simplesmente esquecer as fantasias?

Obrigado*

Pedro C. disse...

"Pedro, devo realizar as minhas fantasias sexuais com as mulheres e falar sobre as mesmas, ou simplesmente esquecer as fantasias?"

Para se realizar fantasias sexuais é necessário um certo nível de coragem. Começas por dizer à mulher que tens fantasias sexuais e que as gostarias de realizar. O que é essencial aqui é que o teu desejo de realizar as tuas fantasias sexuais não seja mais importante que ser íntegro e respeitar a mulher. Tens de te sentir bem com a ideia de que podes nunca as realizar, assim quando chegar o momento da verdade não irás negligenciar princípios de integridade em detrimento de realizar as fantasias.

No fundo é apenas um desejo teu, em si nada têm de mal, mas também não são nada de especial intrinsecamente. Esse desejo pode ser largado e esquecido, e tem de o ser em detrimento da Integridade e do respeito pela mulher, se for necessário.

Ao partilhares com a mulher que tens essas fantasias que gostarias de realizar, ela pode-te dizer que não, e tens de saber aceitar bem esse não.