AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

sexta-feira, 24 de maio de 2013

“É íntegro beijar uma mulher na discoteca passado 2 minutos depois de a conhecer?”



“É íntegro beijar uma mulher na discoteca passado 2 minutos depois de a conhecer?”


Pergunta de leitor:

“Ola Pedro! Achas que e integro beijar uma mulher num ambiente como a discoteca passado 2 minutos depois de a conhecer? Falar o minimo e partir logo para aquilo que quero fazer e integro? Ou devia fazer com que as coisas fossem diferentes? Gostava de saber a tua opiniao sobre isto.

Outra coisa que gostava de saber e porque dizem que ser simpatico com as mulheres nao proporciona os resultados que queremos, e que eu acho esta ideia que esta muito enraizada. Acho tambem que e uma grande mentira, porque uma pessoa simpatica, e uma pessoa boa, e uma pessoa feliz por isso e simpatico paras as pessoas. Gostava de saber o que tu pensas sobre isto.

Estou com problemas com o teclado nao consigo por acentos nas palavras de qualquer modo espero que percebas as perguntas.
Muito obrigado por manteres este blog activo, muito obrigado mesmo. Fica bem Pedro!


Resposta, comentários:

O teu teclado não é íntegro lol

Antes de responder à pergunta quero informar que o meu estilo de vida mudou bastante recentemente, para melhor. Tenho menos tempo livre e disponibilidade para o Cool Vibes, o que significa que não haverão posts tão regularmente, e que irei responder a menos perguntas que deixam nos comentários, sendo ainda mais selectivo e escolhendo apenas as que realmente são pertinentes e tocam no que tem a ver com a essência do Cool Vibes e verdadeiro aumento de consciência.

Em relação à 1ª pergunta:

Acho que o que realmente queres perguntar é se é certo ou errado beijar uma mulher na discoteca passados 2 minutos de a conhecer. Se há algum problema em termos morais ou éticos, ou se o podes fazer à vontade sem te teres de sentir mal ou culpado.

Não é íntegro viver o dia-a-dia a querer beijar as mulheres em 2 minutos. Esse desejo vem de um impulso narcisista sexual que não é íntegro. Viver à caça de beijos rápidos não é íntegro. Ser dependente disso não é íntegro. Seja em que contexto for, ser o tipo de homem que quer é beijar logo a mulher passados 2 minutos, não é íntegro. Essa não pode ser a prioridade. Podemos ter esse desejo em nós, e isso é normal, mas segui-lo não é íntegro. Temos de transcender esse desejo e impulso para podermos fazer as coisas de forma mais apropriada com as mulheres.

Quando se alcança um determinado nível de consciência com as mulheres, pode acontecer um beijo bastante rápido. Mas uma coisa é acontecer por acaso sem se ter intenções disso, sem se o procurar, sem se o forçar, sem se pensar nisso antes. Foi algo que aconteceu devido à nossa energia, Amor e atracção mútua. É inocente, espontâneo e bonito. Uma surpresa agradável.

Ter esse objectivo em mente não é íntegro.

Em termos morais e éticos não há nada de errado em beijar uma mulher passados 2 minutos de a conhecermos. É a intenção com que o fazemos que importa, não é se a beijamos 2 minutos depois de a conhecermos, ou 2 meses depois de a conhecermos. Por vezes acontece, e é bonito. Se a pessoa andar manhosamente atrás disso, com esperteza, a usar truques de manipulação para o conseguir, então sim, não é íntegro e é inapropriado pois não tem a mulher em consideração.

Se ambos o quiserem e acontecer espontaneamente, perfeito. Se o homem enganar, forçar ou algo do género, má ideia. E a longo prazo vai sofrer as consequências, pois não se brincar com o karma. Para o ego é infinitamente mais fixe ser o sosse campeão da sedução que beija as mulheres sexy que quer através de truques de manipulação emocional, do que ter a intenção de as ir servir. Só que esse shot de orgulho e prazer a curto prazo tem um custo elevado para além da sua imaginação a longo prazo. Enquanto que o homem simples, discreto, mas cavalheiro e íntegro (ou seja, verdadeiramente confiante), não procura orgulho nem satisfazer impulsos narcisistas – e por isso não é visto como o maior pelos macacos da sedução e aqueles para quem orgulho é importante – mas tem uma vida de sonho, sem crises de nenhum género, com Amor, e está satisfeito na sua vida amorosa que lhe corre bem naturalmente sem qualquer tipo de esforço. Não porque encontra a mulher perfeita ou tem a relação perfeita, mas porque tem Amor em si próprio, e Integridade, as mulheres que passam pela sua vida são sempre experiências bonitas.

Quanto à 2ª pergunta…

Sim, isso é falso. Não é o ser simpático com as mulheres que não nos proporciona os resultados que queremos. É o querer resultados com as mulheres que não nos proporciona felicidade na vida amorosa e na vida em geral.

O ego é um idiota e vem com essas ideias que não fazem sentido nenhum. Para o ego simpatia é sinal de fraqueza, mas não é na verdade. Não é o ser simpático, é o ser fraco de espírito, e sendo fraco de espírito andar com falsas simpatias. A verdadeira simpatia vem de poder interior, que nos é dado pelo Espírito, quando nos alinhamos com este e nos tornamos íntegros. Quando a simpatia é superficial e vem de um idiota qualquer narcisista com segundas intenções, não resulta. Não resulta pois não é o que fazemos (acto ou palavras de simpatia) que importa, é sim o que somos e a nossa intenção. E quando somos íntegros temos a energia para atrair, e quando somos íntegros e simpáticos vamos atrair à mesma e teremos todo o tipo de experiências com as mulheres.

O homem fraco de espírito, que é o mesmo que dizer não íntegro, de intenções narcisistas e muita tralha inconsciente não lá muito bonita, chega-se com simpatia (falsa, pois ele na verdade não é simpático, está cheio de emoções desagradáveis), e claro que não consegue nada com a mulher. É óbvio… é como se esse sosse se vestisse de cavalo e tentasse ir engatar uma égua… não resulta pois ele na verdade não é um cavalo.

Para concluir, sim, é uma grande mentira. É a mentira que aqueles que se querem fazer de forte usam para poderem continuar a ser narcisistas sem serem atacados/criticados por o fazerem. É uma justificação idiota do ego. Porque para começar a mentalidade de querer resultados com as mulheres já é dar o primeiro passo errado. Não se trata de andar à caça de resultados, mas sim de preferir experiências, o que é completamente diferente.

Repara como a simpatia é logo alvejada ao início:

“O quê? Ser bom para os outros e querer saber deles?? Que se lixe essa treta!! Eu quero é obter o que quero e fazer o que mais rápido me traga os resultados que eu quero! Eu eu eu!!”

O ser um ser humano decente, alinhado com princípios de integridade, é completamente estúpido para essas pessoas narcisistas do “não ser simpático para ter os resultados que se quer” lol só mulheres idiotas é que aceitam homens mal educados. São um tipo de mulher que está lá em baixo na escala de experiência amorosa humana haha! São uma perda de tempo.

Um homem decente, cavalheiro, e isso implica ser confiante, ter auto-respeito, ser masculino e ao mesmo tempo ser educado, de confiança e humilde, tem facilidade em ir falar com qualquer mulher (pois o ego não o limita tanto uma vez que ele está alinhado com princípios íntegros e não com impulsos do ego), e é quem tem acesso às melhores mulheres do mundo.

Mulheres essas que são bonitas mas discretas, pois não têm a típica aparência das miúdas sexy das revistas e discotecas. E para além de bonitas são pessoas decentes, interessantes, divertidas, agradáveis, apesar de serem imperfeitas e de terem os seus momentos de ego como qualquer ser humano normal que não é um psicopata, pois é normal termos emoções agradáveis e desagradáveis, e é normal haver momentos em que não parecemos santos ou anjos.

A solução não está em encontrar a mulher perfeita, está em tornarmo-nos num homem capaz de Amar a mulher imperfeita que tem o mínimo de integridade para um relação amorosa que no geral é bonita, agradável e excitante.

Obrigado pela tua pergunta.



19 comentários:

Rodolfo Rodrigues disse...

Pedro,passaram 5 anos desde que conheci o cool vibes pela primeira vez! Cheguei mesmo a ir a uma workshop tua! Hoje quero-te agradecer por toda a tua orientação que me levaram a conhecer e a relacionar-me com uma mulher fantástica! A prova viva que não há limites nem imposições para o amor! Grande abraço

Anónimo disse...

Muito obrigado Pedro, esclareceu muita coisa mesmo.

Como seria uma pessoa totalmente sem ego ?

O ego faz parte da sobrevivencia então ficar totalmente sem ego seria um risco?

obrigado

Anónimo disse...

Pedro, normalmente, os homens humildes,íntegros e cavalheiros são rejeitados pelas mulheres e pela sociedade de uma forma geral. Ou seja, geralmente, existe aquela ideia de que, quem possui essas características é pouco esperto e é considerado como o elo mais fraco da sociedade. E, as mulheres no sub-consciente delas procuram os homens mais fortes ou, pelos menos, aqueles homens que são "aceites" e "aprovados" pela sociedade. Estou certo ou errado?

Anónimo disse...

Como vai Pedro?

Tu dizes que qualquer relação serve para aprendermos a amar. Mas amar o que? A mulher? O mundo? A nós mesmos? O momento presente? Ou tudo junto?

Eu não entendo.


Obrigadoo

Anónimo disse...

Pedro como vai?

Se nada exterior pode atingir o espírito, e todo sofrimento vem de nossa percepção ou criação, qual é o problema em continuar com uma mulher que nos trai? Porque na verdade, ela não está fazendo mal nenhuma a nós...logo não há problema em continuar com ela, não acha?

um abraço

Anónimo disse...

Pedro, apesar da distância que separa a minha casa e a dela é de menos de 1km, ela demora uma, duas e até mesmo três semanas para ir até a minha casa e, quando ela resolve ir, é quase sempre para me pedir dinheiro. Ou seja, mal acaba de entrar, ela começa a dizer-me que está a precisar de dinheiro para isto, aquilo e aqueloutro. E, da última vez, eu disse-lhe, frontalmente, que eu não estava a gostar da atitude dela e, por esse facto, ela ficou magoada ou, pelos menos, fingiu isso. Por outro lado, ela nem sempre atende aos meus telefonemas e, quando, eu questionei-lhe sobre isso, ela disse-me que não atendeu o telemóvel porque encontrava-se em casa da tia e que não tinha levado o telemóvel com ela. Também, questionei-lhe o facto de ela ter demorado tanto tempo para me procurar, ela respondeu-me, dizendo, que estava a cuidar dos filhos, já que ela tem dois filhos menores. Pedro, achas que um namoro desses tem pernas para andar ou será que devo dar-lhe o ultimato e exigir-lhe mais respeito? Ou será que ela anda mais preocupada com os filhos do que com a nossa relação?

Pedro C. disse...

Aprender a amar é o mesmo que ser cada vez menos narcisista. Aprender a amar é tornar-se amor, logo é a amar tudo.

Pedro C. disse...

Sim, se não fores íntegro não há problema nenhum. Se fores, e uma vez que ela não é, e porque és tens auto-respeito, não aceitas esse tipo de comportamento narcisista de ninguém.

O problema é que essa conclusão lógica só existe na tua imaginação, na realidade as coisas não funcionam assim. Quando fores íntegro compreenderás. Integridade anda com integridade, por razões não lineares, espontâneamente. Não anda com idiotas.

Pedro C. disse...

Essa relação é o que eu chamo de uma palhaçada lol

Ela está-te claramente a usar, por dinheiro e validação emocional. A solução não passa por lhe exigires mais respeito, ela não tem capacidade para isso, é uma narcisista. A escolha apropriada é acabares a relação e veres-te livre dela, para poderes encontrar uma mulher a sério.

Pedro C. disse...

Isso é falso.

Um homem humilde, íntegro e cavalheiro é um homem confiante, um elo forte, poderoso, atento e com auto-respeito. É uma presença de poder.

Portanto essa ideia não faz sentido nenhum, uma vez que esse tipo de homem também tem as qualidades dos homens "aceites" e "aprovados" pela sociedade.

Um homem íntegro tem mais opções de qualidade do que qualquer outro homem, pois ao contrário dos outros idiotas "mais fortes", "espertos" e "aceites", ele tem acesso a mulheres íntegras.

Pedro C. disse...

O ego não faz parte da sobrevivência, essa não é uma designação correcta pois está vaga e baralha.

No início da vida animal foi necessário desenvolver um sistema de funcionamento interno que potenciasse a sobrevivência biológica do "eu" individual. Portanto no início o ego era tudo o que se tinha para se conseguir sobreviver, para se perceber o que nos iria fazer mal e o que nos iria ajudar a viver mais algum tempo, com o máximo de conforto e prazer possível.

Mas o ego é extremamente limitado, e o Espírito trata da sobrevivência do corpo muito melhor e com praticamente zero esforço, estando em harmonia com os outros corpos e Seres à sua volta. Uma pessoa sem ego transcendeu a vida, logo das duas uma, ou continua para cá para ensinar os outros a transcender a vida (e assim aliviar o seu sofrimento), ou adios! Passa para um plano mais elevado que o físico.

Anónimo disse...

Pedro, não sei se tenho dificuldades em entender as mentes das mulheres ou se elas não são tão simpáticas como parecem, à primeira vista. Ou seja, dias atrás, cruzei-me com uma rapariga,no caminho, conversámos e tal e ela passou-me o número do telemóvel dela, dizendo-me para eu lhe telefonar depois a fim de marcarmos um encontro, uma vez que ela disse-me que estava a precisar de uma companhia para poder sair à noite para a discoteca. Assim sendo, passados dois dias, liguei para lhe dizer que eu estava a pretender que a gente saísse no sábado e ela aceitou, prontamente, dizendo que estava de acordo. Contudo e para o meu espanto, quando lhe telefonei, no sábado, para a gente combinar a hora e o local onde nos poderíamos encontrar, ela, simplesmente, não atendeu o telemóvel. Ou melhor, na minha primeira tentativa, foi a irmã dela quem me atendeu o telemóvel, dizendo-me que ela tinha saido e que deixou o telemóvel em casa. Mas, já nos telefonemas que se seguiram foi só "caixa de correio", que obtive como resposta. Pedro, porque é que as mulheres se comportam desta forma? Porque é que não nos dizem a verdade, logo à primeira? Porquê é que nos dizem uma coisa mas, na verdade, queriam era dizer outra?

Anónimo disse...

Pedro, tu dizes que devemos servir a mulher sem mostrarmos que estamos interessados nela. Ou seja, que devemos oferecer a mulher algo, apenas, pelo prazer de estarmos a oferecer esse mesmo algo. Ora, o problema é que, se continuarmos a fazer isso desta forma, poderíamos correr o risco, se, no dia em que resolvermos deixar a mulher saber que, afinal, estávamos e estamos interessados nela, simplesmente, a mulher poderá nos dizer que, apenas, nos quer como "amigo." Daí que, eu penso que, seria preferível que as coisas ficassem claras desde o primeiro minuto em que o homem se encontrar com a mulher, até porque cada um vai passar a saber o quê que o outro quer, como costumas dizer. E,com isso, não estou a dizer que devemos tirar partido porque estamos a oferecer algo a mulher. Não é essa a minha intenção. Ou seja, o que eu quero dizer é que devemos deixar bem claro qual é a nossa intenção, independentemente se decidirmos oferecer algo à mulher ou não.

Anónimo disse...

Olá Pedro!! :) Muito obrigado pela resposta à pergunta. O meu teclado já está íntregro outra vez lol.Tenho mais uma pergunta para ti, porque não sei se a minha intenção é íntegra.
Se a nossa intenção é clara de que queremos envolver-nos com ela porque ela é atraente, e no nosso olhar projectamos isso, e beijamos a mulher com a intenção de faze-la sentir bonita e desejada. Pode ser com um beijo, poder ser com as palvras ou pode ser através de a ajudar a fazer algo, a intenção é faze-la sentir bem na nossa presença e uma mulher também.
Vês algo de errado nestas intenções?

Anónimo disse...

Olá..
Pedro, eu tenho tido bastastes altos e baixos. Ás vezes sinto momentos de amor e alegria que vem do espírito quando contemplo.
Mas falando apenas dos baixos, eu tenho sentido emoções passageiras de grande tristeza, grande culpa, apatia, muita raiva e revolta, desejos muito intensos tanto sexuais como materiais. São tudo emoções temporárias e sem razoes absolutamente nenhumas para existirem.
Pedro, isto é sinal que estou a seguir o caminho do espírito, estou a evoluir e a libertar-me de muitos anos de egocentrismo e de sofrimento?

Pedro C. disse...

Os altos e baixos são normais. É normal sentires isso tudo pois és humano, e depois porque contemplas estás a ganhar consciência do ego e das energias negativas que estão no teu consciente. E quando estiveres suficientemente consciente delas irás ver a ilusão na qual são baseadas, e irás largá-la, e deixar de te sentir tão mal.

Pedro C. disse...

Isso é falso.

Eu nunca disse que "devemos servir a mulher sem mostrarmos que estamos interessados nela". Apenas disse que devemos oferecer algo apenas pela alegria de lhe dar algo e a fazer sentir-se bem, ou aliviar o seu sofrimento de alguma forma. E já disse 3628 vezes que o homem tem de revelar o seu interesse à mulher, elogiando-a, ou de outra forma, revelar a sua intenção deixando claro o porquê de querer falar e sair com ela.

Pedro C. disse...

"Porque é que não nos dizem a verdade, logo à primeira? Porquê é que nos dizem uma coisa mas, na verdade, queriam era dizer outra?"

Porque somos nós quem tem de acordar e perceber o que se passa. Nós somos os únicos responsáveis pela nossa experiência, logo se há algo que não queremos experienciar, temos de evoluir para o saber evitar.

Ela só disse que queria uma companhia... e ainda por cima esperaste 2 dias LOL não tiveste interesse nenhum nela, quando estamos interessados falamos logo com a pessoa com entusiasmo. Provavelmente ela entretanto conheceu outro homem que a tratou melhor, ou seja, que a procurou mais, que mostrou mais entusiasmo, e foi sair com ele pois as pessoas querem ser apreciadas e não peças num jogo de xadrez social :)

Para a próxima se gostas da mulher diz-lhe algo logo no dia em que a conheceste ou no dia seguinte no máximo. E nessa situação, podias enviar-lhe um sms em vez de apenas estares a tentar telefonar-lhe. Um sms em que explicas o que sentes e perguntas o que se passa. Se ficaste chateado é isso que dizes, se te sentes atraído é isso que dizes, se ficaste com pena é isso que dizes. É simples.

Pedro C. disse...

A tua pergunta está confusa. Se te queres envolver com uma mulher porque ela é atraente (aparência), isso é normal mas não é íntegro pois a mulher não é apenas a aparência lol agora depende do que queres dizer com envolver... é curtir/sexo ou relação/namoro?

Parece-me que tens medo de fazer algo errado. Não te preocupes, se as queres beijar diz-lhes isso, se queres só experienciar sexo diz que não queres relações. Se fores sincero não há problema. E a experiência irá ensinar-te o que precisas para seres um homem íntegro.