AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Como Ser Um Homem Naturalmente Atraente Para As Mulheres, parte 3

Este vídeo é de uma palestra do Cool Vibes que dei em 2008 chamada "Atracção Natural - As Qualidades, Como Ser Um Homem Naturalmente Atraente Para As Mulheres".

Esta é a terceira e última parte de três de 20 minutos cada. Espero que te seja útil e te ajude.


PS: curte só o final magnífico em que se ouve a máquina a desligar e podes contemplar quase 2 minutos de silêncio sem imagem! lol eu sou um PRO da tecnologia :)








Interessado numa educação mais avançada, elevada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos online do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html


A tua vida amorosa e social nunca mais será a mesma.

14 comentários:

Anónimo disse...

Boa noite Pedro li uma pergunta de uma pessoa que tinha dúvidas ao qual respondeste "Muito do que aprendi começou por andar a falar com mulheres pela internet e depois sair com elas. Foi das primeiras coisas que fiz, e ajudou-me imenso".
O meu problema quando estou a beira de mulheres não consigo olhar olhos nos olhos e se o faço começo a ficar nervoso e atrapalhado , desvio o olhar sempre elas automaticamente notam que não estou a vontade.

Anónimo disse...

Pedro, uma coisa sobre o Big Blue. Não sei qual das versões do filme foi a calibrada pelo Hawkins em 700, pois há a versão US e a versão para o resto do mundo. E também a versão curta e a versão longa. Para além de a sountrack americana e a soundtrack francesa serem totalmente diferente, uma feita pelo Eric Serra e outra pelo Bill Conti, as versões têm finais diferentes. Na francesa, o Jaques morre no final para se tornar uno com o oceano e deixa a mulher grávida. Na versão americana, o Jaques é resgatado de novo para a suprefície por um golfinho.

A versão que nós europeus temos acesso é a francesa, no entanto, o Hawkins deve ter calibrado a americana.

Isto tem alguma diferença, devemos ver a versão americana ou francesa? Ou mesmo tendo uma soundtrack e finais diferentes, o que conta é a essencia do filme?

Anónimo disse...

estão-me sempre a falar num filme que é o into the wild e dizem que deve ser um bom exemplo a seguir. tu confirmas?

Anónimo disse...

Pedro, não sei porquê, mas já reparei que as mulheres que, geralmente, vão para festas e discotecas sózinhas são muito mais simpáticas e estão mais abertas ao diálogo. E as que vão em grupos já tendem a controlarem-se umas às outras e, por vezes, gerando muita confusão e ciúmes entre elas. O que tens a dizer sobre isso?

Anónimo disse...

Olá Pedro,
Conhecí uma menina no facebook e, depois de termos batido algum papo nessa rede social, ela resolveu pedir-me que eu a enviasse saldo para o telemóvel dela, até porque, ainda, não tenho o número do telemóvel dela. Mas, só que eu, nem sequer, ainda, tive a oportunidade de a conhecer, pessoalmente. Será uma boa ideia satisfazer o pedido dela? O que me sugeres, neste caso?

Anónimo disse...

Boas pedro!

Hoje tenho duas perguntas para te fazer.

Estava a falar com uns amigos meus e um deles parece estar interessado numa rapariga. Essa rapariga está sempre em grupo e ele está muito tempo dentro desse grupo e a falar com elas. Ele nega estar interessado na rapariga, no entanto, eu acredito que, pronto, a não ser que a mulher seja muito feia ou não expresse minimamente a sua beleza e sensualidade, é difícil um homem não ficar atraído por ela. Não sei se isto será apenas a parte animal a falar, mas eu acredito que se nos sentimos atraídos por ela e se continuamos a ser amigos dela, isso não é uma atitude lá muito íntegra. Ou seja, devemos expressar-lhe que estamos atraídos e caso ela sinta o mesmo, continuarmos a sair. Caso contrário, afastar-se dela, pois a amizade seria falsa. Penso que já falaste anteriormente nisto algures também. Eu estou a ver isto apenas de uma percepção animal em que o homem lá porque a mulher é bonita, fica logo atraído por ela?

A segunda pergunta é: ainda há pouco tempo eu não sentia qualquer receio em falar com desconhecidas na rua ou na noite. Nos últimos dois meses, a minha vida ocupou-se um pouco e tive de sair menos à noite o que fez com que eu não conhecesse ninguém nesse tempo. Agora que voltei a sair à noite, aquela espécie de medo voltou. É claro que eu me estou a lixar para o medo e vou lá na mesma, mas há alguma razão para o medo ter voltado?

Anónimo disse...

Olá Pedro! Como estás?

Gostaria de saber o que seriam pseudo-amizades??

Acredito que muitos pessoas tem este tipo de relacionamento.

Pedro, vc acha que uma amizade verdadeira mesmo só de infância? Quanto tempo é necessário para cultivarmos uma amizade verdadeira? E do que ela é composta?

Um grande abraço

Pedro C. disse...

Não sei, nunca vi esse filme. Se tens curiosidade em vê-lo, vê e descobre por ti.

Pedro C. disse...

Pseudo-amizades são relações cuja verdadeira intenção de pelo menos um dos lados não é de amizade. É quando um dos dois, no caso de homem/mulher, na verdade quer é algo amoroso/sexual mas ou não tem a coragem para o confessar, ou não tem o que é preciso para a outra pessoa querer o mesmo com ela - ou simplesmente são incompatíveis a esse nível.

É qualquer relação cuja intenção não é de pura amizade e apreciação do outro como amigo, mas sim de necessidade, carência, conveniência, interesses, as chamadas segundas intenções. Relações em que até nem se gosta lá muito da outra pessoa mas não se tem a coragem (integridade) para a deixar.

Não tem a ver com tempo lol tem a ver com o nível de consciência das pessoas na relação de amizade, e a sua intenção. Ou são mínimamente íntegras e respeitam a Verdade e a sua intenção é de pura amizade, ou a amizade será sempre pseudo-amizade.

Pedro C. disse...

É normal o homem sentir-se atraído pela mulher se ela for mínimamente bonita para ele, e sim, o normal é ele de alguma forma dar-lhe a entender isso, sair com ela num contexto de interesse amoroso, e recusar uma amizade caso ela não sinta o mesmo por ele.

"...há alguma razão para o medo ter voltado?"

Sim, a de seres humano. Tens de aprender que é normal como ser humano sentir todo o tipo de emoções, se não as sentisses é que seria grave lol é a tua percepção dessas emoções, e não as emoções em si que importa. Podes sentir o medo, mas porque o teu nível de consciência está acima do medo, fazes o que é certo fazer mesmo sentindo o medo.

Pedro C. disse...

Arrisca e carrega-lhe o telemóvel, mas só uma vez.

Ela pode estar-te a pedir isso para te testar e ver se estás mesmo interessado e és de confiança. Achas que um pintas que só quer sexo vai-lhe fazer isso? lol não. Nem à própria mãe provavelmente faria, porque são uns idiotas narcisistas em quem não se pode confiar.

Portanto pode ser um teste para ver se ela pode confiar em ti para sair contigo (há mulheres que no início de terem perfil confiaram logo no sosse giro de conversa engraçada, e depois passaram por uma experiência terrível, e agora tomam precauções, o que é aceitável - podes-lhe perguntar se ela já passou por uma má experiência a conhecer homens pela net, e terás a tua pista). Carregas o telemóvel, falas com ela como de costume, e combinas uma saída. Se ela recusar o convite depois de lhe teres carregado o telemóvel... não o vás carregas outra vez, diga ela o que disser. E avisa-a de que não estás interessado em relações virtuais, ou ela sai contigo ou acabaram-se as conversas.

Pedro C. disse...

As mulheres que vão sozinhas para uma festa ou discoteca geralmente vão directamente à procura de homem. Talvez 1% dessas mulheres não vá lol

As em grupo vão para conviver com as amigas, dançar, beber uns copos, abanar o rabo com a roupa sexy para se sentirem rainhas perante as dezenas de Dongos que ficam babados a olhar para elas (busca por orgulho), etc.

Anónimo disse...

Vi o filme "Into the wild" que foi citado aqui nos comentarios, achei um ótimo filme com varias lições, principalmente no final.

Ainda falando em filmes, só queria dizer que tem certas coisas que acontecem e agente nem acredita, eu vi quase todos os filmes daquela lista de 17 filmes, só faltava o "Lost Horizon", e por mais que eu procurasse não achava em lugar nenhum de maneira alguma, outro dia fui a uma loja que vende revistas, livros etc...nem passava pela minha cabeça achar o filme ali, eu estava procurando um livro de piadas vi uma parte com dvd's, não vi nenhum em especial, só passei a mão e puxei um por curiosidade e era justamente o Lost Horizon, na hora eu fiquei até sem ação foi inacreditavel.

A forma como eu encontrei alguns livros também foi parecida, mas essa do filme foi bem mais inesperada, parece que as coisas vem quando agente menos espera.

Pedro C. disse...

"Isto tem alguma diferença, devemos ver a versão americana ou francesa? Ou mesmo tendo uma soundtrack e finais diferentes, o que conta é a essência do filme?"

Que drama hein? :)

Essa dúvida existencial vem do ego, para te distrair e impedir de fazeres o que tens a fazer. É irrelevante, é secundário.

Vê as duas versões, e volta a ver aquela que gostares mais. É simples.

A banda sonora e o final mudam um pouco a essência do filme, pois têm a sua energia. Mas neste caso, neste filme, de energia tão elevada, é completamente secundário.

Uma versão irá certamente calibrar menos que a outra, e depois? Qual é o apocalipse? Já viste alguma das duas? Já pensaste que a mais elevada pode estar fora do teu alcance de apreciação devido ao teu nível de consciência actual? E se for essa que vires, e depois?

São perguntas irrelevantes. O filme é magnífico, mas não é a coisa mais importante do universo lol vê as duas versões, e logo descobres as diferenças.

A que eu conheço é a que tem as músicas do Eric Serra e que no final o Jacques morre. E sinto-me 100% satisfeito com ela, sem necessidade de ver a outra, cujo final para mim parece fraco, pois não há uma entrega a 100% de Jacques por Amor ao Silêncio do Oceano (Espírito). Isso quer dizer que nessa versão parece que o ego ganha no fim lol

E depois? Vê os dois.