AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Integridade e Intimidade, parte 9




Interessado numa educação mais avançada, elevada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos online do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

 
 
A tua vida amorosa e social nunca mais será a mesma.
 

8 comentários:

Anónimo disse...

como ser confiante e transparecer isso as mulheres de forma integra?

Anónimo disse...

Pedro, o que achas de determinadas pessoas que ficam a falar mal dos outros mas que, ao fio e ao cabo, estão a fazer auto-retrato de si mesmas? Ou seja, havia uma ex-colega de turma que me confidenciava que a irmã dela a importunava muito em casa e que, por esse facto, o clima entre elas não era lá muito grande coisa. Então, eu, nessa altura, fiz questão de solidarizar-me com ela. Agora, só que, passado algum tempo, passei a notar que o comportamento dela mudou e de que maneira, para comigo. Primeiro, começou a ficar um pouco fria comigo, ou seja, às vezes me saúdava, às vezes não, até que ela deixou, definitivamente, de me cumprimentar. Que eu saiba nunca tive nenhum comportamento indelicado para com ela, pelo que estranho a atitude dela para comigo. Também, nunca a conquistei, até porque ela é uma pessoa comprometida. Pedro, será porque fui muito simpático e ela não gostou e não gosta de lidar com gente simpática? Será por causa da minha humildade? O que será Pedro?

Anónimo disse...

Olá Pedro e acompanhantes do cool vibes
Pelas mensagens e áudios anteriores, entendo que uma possível resposta a questão que te farei, seria justamente o contrario do que coloco, ou não dizer nenhuma palavra (porque silêncio é poder), pelo maior valor de energia e nível de consciência.
A minha dúvida reside na questão de se devemos expressar verbalmente e claramente com palavras a nossa intenção de ter um relacionamento mais íntimo, por exemplo de namoro, com a mulher antes de qualquer envolvimento físico (beijo, por exemplo)? Não seria mais educado e confortável para a mulher? E integro para o homem?
Desde já agradeço e te parabenizo pelo ótimo trabalho que a mim, e penso que a muita gente, está a ajudar imenso.
Um Grande Abraço

Pedro C. disse...

Para se ser confiante é necessário ser-se íntegro. O homem confiante não se preocupa em como transparecer que é confiante... aquilo que somos transparece automaticamente e espontâneamente.

Parece que procuras é uma forma de provar às mulheres que és confiante para estas se sentirem atraídas por ti. Não faz sentido e não é assim que funciona.

Esquece o como transparecer e foca-te apenas no como me tornar verdadeiramente confiante. Isso vem de actos de coragem, fazer o que é certo e não o que é fácil, largar o que não é íntegro na tua vida, tornares-te íntegro, alinhares-te cada vez mais com a Realidade e a Verdade, transcenderes o ego, servires os outros, etc.

Um homem confiante é um homem que tem na sua memória os seus actos de bondade de intenção pura, e que vive inocentemente e alegremente, apreciando tudo, desfrutando a vida e não precisando de nada :)

Pedro C. disse...

Pessoas que falam mal de outras pessoas não são boa escolha. Erraste ao ter-te aproximado dessa ex-colega de turma, e o resultado torna esse erro bem claro.

Depois ela é comprometida, estavas à espera do quê? lol

Agora já sabes: mulheres que falam mal de outras pessoas e mulheres comprometidas, esquece :)

Pedro C. disse...

Obrigado!

Não, não compreendes e estás a baralhar tudo.

A tua pergunta prova que ainda não experienciaste Silêncio interior, por isso ainda não sabes o que o Silêncio do Espírito é.

Não, só o expressas depois do beijo. Não seria mais educado nem confortável para a mulher, nem íntegro para o homem.

Como sabes que queres ter um relacionamento mais íntimo com a mulher, e namorar com ela, se ainda não a beijaste nem te envolveste físicamente com ela? A compatibilidade sexual é o início, é a primeira fase, se não sabes se há compatibilidade sexual como podes saber que queres namorar com a mulher? lol

Numa relação amorosa a intimidade é a todos os níveis: físico, emocional e mental, tudo envolvido pelo Espírito.

Tens a crença errada de que dar um beijo a uma mulher é uma falta de educação. Não é, podes deitar fora essa ideia porque é inútil. É a intenção com que dás um beijo a uma mulher que define se é boa ou má educação.

Se a intenção com que dás o beijo é uma de apreciação, expressão do teu amor por ela, e gostas da mulher como pessoa, e não a estás a beijar apenas por desejo sexual, luxúria e por busca por validação ("comi mais uma"), então podes beijar à vontade. Desde que o beijo tenha inocência, humildade e pureza de intenção, está tudo bem.

Queres uma mulher ou uma criança? Se a mulher se sente muito desconfortável com um beijo isso não é bom sinal... pois é uma prova de que ela tem uma aversão a intimidade e sexualidade.

Não é íntegro para o homem pois expressar a intenção de namoro antes do beijo pode apenas ser uma táctica do homem para fugir ao acto de coragem de dar um beijo à mulher, sabendo que pode ser rejeitado. Pode ser uma estratégia do ego de seguir o medo e evitar ser rejeitado, para manter a sua auto-imagem orgulhosa de falsa perfeição.

Expressamos a nossa intenção depois do beijo, depois do envolvimento físico, pois aí faz sentido. Pois aí já sabemos se gostamos da mulher nesse nível, e se somos compatíveis com ela a esse nível sexual.

Pois para uma relação íntegra é necessário intimidade a todos os níveis: sexual, emocional, mental. É uma ligação completa de compatibildidade sexual e pessoal. Não é só uma, nem só a outra, são as duas igualmente.

E enquanto não beijamos a mulher e não temos algo físico com ela, não sabemos se é apropriado estar com ela num tipo de relação que envolve intimidade física/sexual. Muitos casais cometem esse erro e depois vivem em frustração sexual, e a sua relação nada mais é que uma mera amizade assexuada, o que é doentio uma vez que não é a essência da relação e não tem qualquer alegria, pois os dois não se estão a expressar completamente como seres humanos, e estão a reprimir a sua sexualidade.

E nada é mais claro para uma mulher que um beijo dado com amor, com a intenção de apreciação. Se ela não perceber esse acto claro, se ela for demasiado insegura e desconfiada, esquece-a, pois ela não está pronta para intimidade nem relações.

Anónimo disse...

Pedro, o beijo de que falas tem de ser um beijo na boca ou, no máximo, no queixo? Ou qualquer outro beijo serve?

Pedro C. disse...

Tem de ser um beijo na boca.