quarta-feira, 28 de novembro de 2012

"Como Encontrar Um Bom Homem, parte 2"


Olá senhora!

 

Bem-vinda à 2ª parte de Como Encontrar Um Bom Homem.

 

A vida amorosa é na Verdade um todo que acontece espontaneamente e automaticamente por si só. É algo que se manifesta na nossa vida conforme o nosso nível de consciência. Mas por motivos de aprendizagem, podemos dividi-la em 3 fases, e assim ganhar mais consciência do que realmente se passa, e onde estamos a seguir o ego em vez do Espírito.

 

Temos então 3 fases na vida amorosa:

 

*1 Conhecer/Abordagem

*2 Sair

*3 Relação/Namoro

 

A primeira fase inclui o momento em que o homem e a mulher se vêem pela primeira vez, a sua primeira conversa, e a troca de contactos (seja telemóvel ou email/Facebook).

 

A segunda fase inclui o convite do homem para se encontrar com a mulher (ou vice-versa), a saída ou saídas em si, e a manifestação (ou não) de uma ligação pessoal e sexual (o 1º beijo, curtes, fazer amor).

 

A terceira fase inclui a aproximação total de ambos, a intimidade a todos os níveis e estarem comprometidos um com o outro através de alegria, respeito e dedicação mútua à relação, e alinhamento de princípios.

 

Na fase de conhecer, há o momento em que o homem e a mulher ainda não se conhecem. Um dos problemas de muitas mulheres nesta fase é a sua aversão a homens abordarem mulheres só porque as acham bonitas. Na Verdade este é um comportamento normal e sincero. Se o homem vê uma mulher que não conhece e a acha atraente/bonita, o mais normal e sincero é ir dizer-lhe olá e querer conhecê-la melhor como pessoa.

 

A mulher tem de transcender a aversão que tem de homens a abordar mulheres, pois esse é um comportamento normal. Esta aversão existe pois o ego feminino percepciona esse fenómeno de uma forma negativa, ou seja, a mulher vê a abordagem do homem sempre como algo mal intencionado, apenas por razões sexuais e para magoar a mulher.

 

É absurdo. Só sabes o que o homem realmente quer e o que vai acontecer depois de seres abordada por ele, e não antes, na tua imaginação e percepção distorcida pelo teu ego. Portanto a solução é Humildade. “Só sei que nada sei”. Antes de começares logo a julgar e a odiar o homem por ser normal e sincero, dá o benefício da dúvida e espera pela experiência do momento para saberes a Verdade.

 

Lá porque o homem te aborda, claro que não tens de estar interessada. Mas é o teu dever como mulher aprender a “rejeitar” de forma educada e com elegância. Se tratares todos os homens com raiva e arrogância como se eles fossem todos uns “criminosos amorosos”, serás também tratada como todas as outras mulheres, mais uma para levar para a cama e largar o mais rápido possível =) nós recebemos aquilo que damos.

 

O pior que podes fazer é mentir quando o homem te aborda. Seja sobre o teu nome ou outra coisa qualquer. A mulher íntegra não mente, ela tem a coragem para funcionar com a Verdade no momento, quando necessário. A mulher que mente atrai homens que mentem… pois nós recebemos aquilo que damos.

 

Há excepções em que a mulher tem de ser agressiva para se ver livre de homens mais chatos, mal educados e inapropriados, mas isso são excepções. Se um homem te diz olá e/ou faz uma pergunta normal, a atitude mais apropriada é dares o benefício da dúvida e esperares um pouco para descobrires como ele realmente é. Portanto começas por ser Humilde e dizes a verdade. E se não estiveres interessada, sais da interacção com elegância e de forma educada, pois é assim que uma mulher íntegra se comporta.

 

Deves ter cautela, claro, pois há homens que são uma perda de tempo (nem eu quero estar perto deles! Lol), mas uma coisa é cautela, o que é apropriado, equilibrado, íntegro e consciente. Outra coisa é ser defensiva, e simplesmente odiar os homens abordarem mulheres, odiar os homens no geral (desporto favorito do ego feminino) e ser logo mal educada ou arrogante/agressiva no 1º segundo da abordagem sem razão real nenhuma.

 

A abordagem de um homem não se experiencia com medo ou orgulho, que são emoções inconscientes que vêm de uma percepção errada do ego da realidade, mas sim com entusiasmo e elegância, que são atitudes conscientes, do Espírito, e que te revelam como o homem realmente é e te dão o Poder e Amor para te poderes ir embora a qualquer momento e proteger do que for necessário, se necessário. E claro, são o que atrai um bom homem. Pois se um bom homem te vê à distância a ser mal educada achas que ele vai perder tempo para te ir conhecer mesmo que te acha atraente ou bonita?

 

Não =)

 

E o bom homem nem te precisa de ver a ser mal educada, pois ele é consciente o suficiente, e tem experiência suficiente para Saber qual é a tua energia, atitude geral perante as situações da vida e os homens, só olhando para ti. As palavras e comportamentos são uma coisa, a nossa essência/energia é outra, e para quem é mais consciente e íntegro, palavras e comportamentos não conseguem esconder nem fingir intenções, emoções, essência e energia.

 

Portanto dás o benefício da dúvida e és sincera, sem jogos ou mentiras. A mulher que se faz de difícil não prova ao homem que é de valor e digna do seu Amor, demonstra apenas que está desinteressada e a esconder algo. De que serve uma mulher fazer-se de difícil se depois quando tem namorado continua a conhecer e a sair com outros homens numa de “amizade”? Isto para não falar nos “amigos” que tem no Facebook e com quem fala em vez de se dedicar ao seu homem e experienciar a vida com Alegria com ele.

 

Não serve de nada. Geralmente uma mulher faz-se de difícil pois não tem mais nada para manter o homem interessado nela. Ela sabe que assim que disser sim e for sair com ele e mostrar como é, ele vai perder o interesse e afastar-se. Fazer-se de difícil não é a solução pois apenas se trata de criar distância em relação ao homem (e não Amá-lo, conhecê-lo como pessoa e desfrutar a vida com ele), o que é o oposto de intimidade, o que é a base de uma boa relação amorosa. A solução é evoluir como mulher.

 

Por outro lado, é normal a mulher não dizer logo que sim, pois ela quer saber se o interesse do homem é genuíno ou se ele é apenas mais um a querer apenas sexo sem consideração pela totalidade do seu Ser. Tudo bem, é um sistema de defesa e selecção feminino, nada a apontar. Mas chega um momento em que deixa de ser apropriado fazer isso. O bom homem dá-te o benefício da dúvida e será persistente até certo ponto, voltando a tentar algumas vezes. Mas lembra-te que só ele é que está a demonstrar interesse e a esforçar-se por te conhecer como pessoa. E tu, que estás a fazer por ele?

 

Nada lol

 

Portanto chega a uma altura que isso já não é apropriado. O bom homem percebe que essa atitude já é desequilibrada e revela narcisismo e falta de interesse da parte da mulher, pois ele também sabe que para grande parte das mulheres, ter um homem a mostrar interesse basta para alimentarem o seu orgulho, e não estão interessadas em fazer nada por ele (tradução: em Amá-lo). Ora, o bom homem fez tudo o que era apropriado, foi directo e sincero, humilde e vulnerável, sabe que a sua intenção era íntegra e inocente, logo perante uma mulher dessas ele afasta-se, esquece-a e passa para outra de consciência mais elevada e comportamentos mais normais.

 

Se estás interessada estás interessada, se não estás não estás. Sê directa, simples e sincera, tem em consideração o Ser que está a comunicar contigo. Não dês o contacto a um homem se não tens intenções de lhe atender as chamadas ou de responder às mensagens. Pois adivinha o que vais atrair com isso… homens que não te atendem as chamadas nem te respondem às mensagens. Woohoo!! =)

 

E se vês um homem que te interessa… vai em frente!! Vai falar com ele. Isto não é obrigatório, não é uma regra. Apenas quero partilhar contigo que és livre de o fazer e que não é nada de mal que na realidade estrague a tua reputação como mulher. A mulher íntegra tem o entusiasmo e a coragem para ir em frente e seguir o que Ama.

 

E se um homem lhe interessa, algumas vezes ela vai ter com ele e diz-lhe algo. Lembra-te que uma coisa é andar no engate, outra é conhecer pessoas do sexo oposto com a intenção íntegra de encontrar um bom parceiro. São duas atitudes completamente diferentes, apesar de exteriormente parecerem comportamentos idênticos. Mas aparência não é essência, e é a essência que importa e não o que os outros percepcionam e pensam.

 

Esta é uma experiência que te pode também ajudar a perceber pelo que o homem tem de passar ao abordar uma mulher: Ele tem de lidar com as emoções limitadoras e desagradáveis do seu ego, e ainda por cima colocar-se vulnerável perante o ego da mulher… e não sabe o que vai acontecer. Esta experiência pode-te ajudar a ganhar consciência do que o homem sente, da sua intenção, e ajudar-te também a ganhar Humildade ao ser abordada por um homem (pois agora sabes por experiência que é difícil fazê-lo), ao mesmo tempo que ganhas Compaixão pelos homens que abordam mulheres pois sabes as emoções e preocupações que isso envolve.

 

Nesta 1ª fase pode-se dar o 1º beijo ou não. O ego feminino pensa que há um momento certo e apropriado para se ser beijada por um homem, mas não há. Todos os momentos são certos para Amar. Lá porque foste beijada por um homem 5 minutos depois de o conheceres, isso não quer dizer que ele esteja apenas atrás de sexo e que vocês não possam ter uma relação feliz.

 

Quantas mulheres não adiaram semanas ou meses um 1º beijo, e depois ficaram desiludidas com o homem e insatisfeitas na relação? Não é quando se dá o beijo que importa, é o nível de consciência do homem e da mulher, a intenção por detrás do beijo, e a razão pela qual querem ter uma relação um com o outro.

 

A fase seguinte é a do encontro, ou das saídas em que o homem e a mulher se estão a conhecer como pessoas e, espero eu, a celebrar a vida um com o outro.

 

Tudo começa com o convite do homem (ou da mulher – pois se gostas dele demonstra-o. Não sejas cobarde, paranóica ou orgulhosa). Se o homem te está a convidar para uma saída, só há 2 reacções possíveis da tua parte: sim ou não. É muito simples: ou estás interessada e queres estar com ele, ou não estás interessada e não queres estar com ele. Sê simples, sincera e directa na tua resposta. Fingires desinteresse e fazeres-te de difícil para teres o homem a andar atrás de ti com o objectivo de alimentares o teu orgulho é a escolha mais que errada aqui, e já expliquei acima as consequências do que vais atrair para ti com essa atitude.

 

Se não podes não podes, mas se podes e estás interessada… e mesmo que não possas e estejas interessada… diz a verdade. Nada de mentiras ou jogos, a mulher íntegra não se comporta assim. Ser considerada uma mulher difícil ou fácil é completamente irrelevante para o bom homem. Ele está mais interessado numa mulher normal e capaz de Amar (o que inclui Coragem, pois sem Coragem não há Amor – assim como sem Amor não há Coragem). Estar num estado de medo e eternamente desconfiada do homem não é lá grande coisa… vai em frente e descobre por ti como ele realmente é. Vai sair com ele e depois sim, saberás o que vai acontecer e como ele é. Não há desculpas do que no passado te aconteceu. Medo não é íntegro, são pensamentos e memórias apenas na tua cabeça, e a vida experienciar-se e aprende-se no presente, no momento e na prática.

 

Mulheres inseguras vão sempre atrair homens que se aproveitam da sua fraqueza com esperteza. Tens de evoluir e tornar-te íntegra, pois o estado da mulher íntegra é um de Poder, Amor, optimismo, entusiasmo, e por isso é impossível alguém se aproveitar dela. Mas repara que Poder é Amor, não é orgulho, revolta ou desprezo.

 

Considerando que aceitas o convite conforme a tua disponibilidade e interesse no homem, temos então a saída a dois! Yupiii!! =)

 

Nesta saída é importante estares consciente de que a intenção é de intimidade a todos os níveis, e não de apenas amizade. Por isso algo físico pode acontecer entre ambos, e é apropriado acontecer. E lá porque o homem está a sair contigo, isso não quer dizer que já queira uma relação contigo. Ele mal te conhece… é a primeira ou segunda saída. Lá porque o homem te está a convidar para sair isso não garante, nem é o mesmo, que querer logo ter uma relação contigo. Lá porque entramos numa loja isso não quer dizer que vamos comprar algo de certeza… pois podemos não encontrar nada que realmente nos agrade. Então tens de aprender a lidar com a situação de sair com um homem mas não acontecer nada, nem haver relação, apesar de se terem beijado e de pensares que correu tudo às mil maravilhas, e que 3 saídas é mais que suficiente para assumirem uma relação amorosa para sempre. Pois isso é normal acontecer, e não é nada contra ti, não revela a tua falta de valor ou beleza, simplesmente expressa uma falta de compatibilidade pessoal e/ou sexual entre ti e o homem. Não por um ser superior ou inferior ao outro, não por um ser melhor ou pior que o outro, mas sim por serem diferentes em pontos essenciais.

 

Voltando ao beijo, é algo que muito normalmente acontece numa destas saídas. E mais uma vez a tua reacção é simples: ou queres ou não queres. Querer passar a ideia de uma mulher que não é fácil e não beija qualquer um não tem nada de errado. Mas repara que já estás a sair com o homem, escolheste estar a sós com ele num contexto de potencial intimidade, logo já sentiste o mínimo de conforto e atracção por ele. Obviamente que só aceitas os beijos que quiseres, mas uma coisa é não sentires conforto ou atracção, outra coisa é não quereres nada com o homem pois percebes que ele seria uma má escolha. Outra coisa ainda é fazeres-te de difícil apenas por uma questão de orgulho. É normal a mulher não aceitar o 1º beijo que o homem lhe quer dar, mas depois aceitar à 2ª ou 3ª vez. Apenas ganha consciência da tua verdadeira intenção, da razão porque o fazes, pois como já disse, todos os momentos são o certo para beijar e Amar, e o beijo nem garante que vão ter uma relação, nem garante nada sobre o nível de consciência do homem. Mas uma aversão da mulher em relação a ser beijada pode revelar paranóia social e medo de intimidade e Amor, o que são sinais claros de alguém com quem não se pode ter uma boa relação (falta de Integridade). E o bom homem sabe isso.

 

Se o contexto em que se encontraram foi de atracção e potencial intimidade, se descobrirem, seja a mulher ou o homem, ou os dois, que afinal não há compatibilidade para isso, não há aquela “química”, então não é apropriado ficarem apenas amigos. Neste contexto das duas uma: ou há intimidade ou nada. Este é um novo nível de sinceridade e integridade, pois a intenção original e verdadeira não era de amizade, era de intimidade, então somos fiéis ao que realmente se passa (Verdade). Porque ficando amigos, geralmente há sempre um que se sente atraído, e essa pessoa, ao estar com a outra, vai inconscientemente sofrer pela atracção não satisfeita que sente (o que é uma tortura), e isso na verdade é uma falta de consideração e respeito por essa pessoa.

 

E se nenhum dos dois sentir atracção?

 

Isso é pouco provável, pois alguma coisa tiveram de sentir para saírem apenas um com o outro nesse contexto de intimidade. Vamos simplificar e ser verdadeiros: se a intenção é de intimidade e o contexto também é, não é apropriado ficarem amigos quando as coisas não avançam nessa direcção. E não é apropriado pois não está alinhado com a Verdade do que sentem e de qual era a vossa intenção verdadeira.

 

Uma pessoa íntegra não finge emoções nem intenções, ela é fiel, clara e sincera, e não fica amiga de alguém por quem se sente atraído porque sente carência, ou porque “nunca se sabe, quem sabe um dia se dê algo físico/íntimo” ou por outra razão qualquer não íntegra. Se com a pessoa *A* não deu em intimidade/relação amorosa, então vai-se conhecer e sair com uma pessoa *B*, pois ter uma amizade com a pessoa *A*, havendo atracção, seria fingir emoções/intenções e seria uma amizade falsa, pois o que se queria na verdade era uma relação amorosa, com intimidade a todos os níveis, uma parte de ligação pessoal e outra de ligação e expressão sexual. Essa amizade falsa teria como essência atracção reprimida/negada/insatisfeita/ignorada e não amizade/ligação pura e verdadeira.

 

Sobre casar e ter filhos:

 

É a coisa mais normal e digna do mundo uma mulher crescer e viver a fantasiar casar e ter filhos. É um desejo natural, e é simples: quem quiser casar e ter filhos tem todo o direito de realizar esse sonho, e pode ser algo muito bonito. A questão é que se a mulher quer casar e ter filhos pelas razões erradas e com o homem errado, isso vai fazê-la sofrer. Então é importante a mulher Contemplar esse desejo, e ganhar consciência desse desejo, vendo a verdade desse desejo, para não fazer escolhas erradas.

 

Porque queres casar?

 

Porque queres ter um filho?

 

Foi porque conheceste alguém, e tens uma relação amorosa com essa pessoa que te motiva a fazê-lo, ou é uma fantasia que tens sendo solteira?

 

O propósito de uma relação amorosa não é casar e ter filhos… pode-se casar e ter filhos, mas isso é secundário. Quantas mulheres não se casam e têm filhos, e depois a relação é infeliz e o homem uma desilusão?

 

É importante estares consciente como mulher que casar e ter filhos não vai magicamente mudar o homem para melhor nem melhorar a relação. É o nível de consciência de ambos os parceiros que define a felicidade que há na relação. Uma mulher pode ser feliz numa relação amorosa sem se casar com o homem e sem ter filhos, pois a felicidade vem do Espírito, e não de algo exterior. Portanto é algo que não garante nem define nada. Muitas mulheres têm filhos e depois são más mães devido ao seu baixo nível de consciência, e igualmente más esposas pela mesma razão. Portanto é algo perfeitamente normal e válido, mas secundário para a felicidade da relação amorosa.

 

O propósito de uma relação amorosa é aprendermos a Amar e Servir, desfrutando a vida a dois, estando não envolvido mas sim alinhado com o parceiro. Alinhamento dá-se naturalmente e espontaneamente quando ambos os parceiros são compatíveis em termos de princípios elevados, íntegros e Espirituais (Amor, Serviço, Humildade, Sinceridade, Coragem, Intenção de Subir de Nível de Consciência, Espiritualizar a Vida, Estilo de Vida Contemplativo, etc).

 

A relação não serve para se obter algo de que se precisa, não serve para usar o homem para necessidades narcisistas de atenção e para satisfazer carências emocionais, e muito menos tem como propósito questões de orgulho. O homem e a mulher estão na relação para servirem a relação e servirem-se um ao outro, numa harmonia de Amor, e não em conflitos secretos e camuflados de poder e orgulho. Uma mulher que não seja feliz sozinha e solteira não tem ainda o que é preciso para poder ter uma relação amorosa feliz com um bom homem, muito menos para conhecer e atrair um. Tem primeiro de evoluir e subir de nível de consciência – mas enquanto o faz pode sempre tentar relações com quem gostar e quiser, pois aprende-se muito ganhando experiência (quando a nossa intenção é verdadeiramente evoluir e subir de nível de consciência).

 

Uma vez numa relação amorosa íntegra, deixa de ser apropriado a mulher andar a falar com outros homens pelo Facebook e sites semelhantes, e muito menos sair com eles. A mulher íntegra não anda secretamente “às compras” de outro homem quando está numa relação, nem precisa da atenção e elogios online de homens estranhos para se sentir bem. Também deixa de ser apropriado ir a discotecas uma vez que são na sua maioria contextos de luxúria inconsciente (e também consciente), e de orgulho. A mulher íntegra não precisa de outros homens a demonstrar interesse em si e a elogiá-la, nem precisa de tendo namorado ir para discotecas dar o seu contacto para ter fontes de orgulho a quererem sair com ela, as quais ela espertamente mantém a uma “distância segura” que não deixe as coisas avançarem fisicamente. Esta atitude não é íntegra, é na verdade idiota =)

 

Quando a mulher é íntegra ela não precisa de outros homens, ela serve e dedica-se ao seu homem, e é com ele que ela conversa, sai e desfruta o melhor que a vida tem para oferecer. Ela respeita-o, Ama-o, e a felicidade e bem estar do seu namorado vêm primeiro que as necessidades e desejos do seu ego, pois ela transcendeu-as, e rege-se por princípios espirituais e não por emoções do ego.

 

É comum ter-se a fantasia, o desejo de que a relação dure para sempre. Pode parecer um pensamento bonito, mas é uma limitação. Tudo na vida é temporário, todas as relações amorosas são temporárias. A relação pode durar até ao fim da vida, assim como pode durar um mês ou uma semana. E depois? Qual é o apocalipse? =)

 

O fim de uma relação é mau para o ego pois este é dependente e carente, e sozinho, solteiro, sente-se perdido, sente-se mal. Mas uma mulher íntegra sente-se bem sozinha e solteira, pois está alinhada com os princípios do Espírito que lhe dão esse Poder e Amor, logo lamenta o fim da relação pois Ama o homem, mas não sofre por causa disso. Enquanto não formos Felizes sozinhos/solteiros, não seremos Felizes em nenhuma relação, e vamos sabotá-la com o nosso medo que ela acabe.

 

Se temos medo de perder alguém, vamos perder essa pessoa.

 

Então temos de aceitar que a relação pode durar dias, semanas, meses, anos ou décadas. E que isso não importa. Não é quanto tempo dura que importa (quantidade) mas sim como é enquanto dura (qualidade). Temos de apreciar cada segundo da relação, desfrutar ao máximo, recebê-la e experienciá-la com gratidão, deixar durar o tempo que durar, e quando acabar, acabou. Deixamo-la acabar com satisfação e humildade, e agradecemos pela presença daquela pessoa na nossa vida. Deixamo-la ir pois aquela pessoa não é nossa, é um Ser livre. Tal como nós. É desnecessário sofrer porque uma relação acaba, não faz sentido nenhum, e de um nível de consciência mais elevado é cómico. Não é ser indiferente, é lamentar estando consciente da realidade de que foi bom, e intimidade é bom, mas a nossa Felicidade não depende de outra pessoa. A outra pessoa com quem temos uma relação não é a fonte da nossa Felicidade, nem vida, nem existência. Apenas o Espírito o é, e esse está sempre presente, em Silêncio, em tudo, infinito e eterno. Basta Contemplar para o Ver.

 

Assim que queremos controlar a relação, assim que queremos controlar a sua duração, assim que a mulher quer controlar o homem, as suas escolhas, comportamentos e tentar mudá-lo, é o início do fim. É o ego que tudo quer controlar na sua fraqueza e insanidade, com medo disto e com medo daquilo. Mas medo é para ser transcendido. Dá Liberdade e serás Livre. Deixa em Paz e terás Paz. Deixa acontecer e simplesmente Ama e aprecia, desfruta com entusiasmo e Alegria, mantendo uma intenção inocente e íntegra.

 

Concluindo, tal como digo aos homens desde o início do Cool Vibes – para atrairmos a mulher dos nossos sonhos primeiro temos de nos tornar o homem dos seus sonhos – digo agora a ti que és mulher:

 

Se queres encontrar um bom homem primeiro tens de te tornar numa boa mulher.

 

Há que tornar consciente o inconsciente, deixar para trás o negativo e os comportamentos/desejos do ego, e começar a viver a vida em constante Contemplação, através de princípios espirituais, onde o Amor é a prioridade.

 

Inocência em vez de esperteza.

 

Humildade em vez de orgulho.

 

Aceitação em vez de ódio.

 

Entusiasmo em vez de revolta.

 

Alegria em vez de tristeza.

 

Brincadeira em vez de seriedade.

 

Simplicidade em vez de vaidade.

 

Perdão em vez de vingança.

 

Beleza em vez de sexy.

 

Humor em vez de depressão.

 

Optimismo em vez de pessimismo.

 

Paz em vez de discussão e conflito.

 

Realidade em vez de ideias.

 

Amor em vez de ilusão.

 

Coragem em vez de medo.

 

Dar o benefício da dúvida e arriscar em vez de estar defensiva, de pé atrás e julgar.

 

Compaixão em vez de crítica e desprezo.

 

O bom homem e a relação feliz são potenciais que se podem manifestar e tornar realidade a qualquer momento, basta estares alinhada com os princípios que te dão a consciência e a energia para potenciar as circunstâncias e contexto para que se tornem realidade. Ao início pode custar, pode parecer que nunca mais acontece, mas depois quando menos esperares acontece-te e descobrirás com gratidão e alegria que todo o esforço valeu a pena.

 

Obrigado pela tua presença e beleza feminina, e que tenhas uma vida feliz =)

 

Ama todos os homens.

 

Pedro Constantino
 
* * * * *
 
Interessado numa educação mais avançada, elevada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos online do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

5 comentários:

Fenix disse...

Pedro, uma dúvida que está me matando, vc diz que atraímos pessoas compatíveis a nos mas diz para termos experiencias, mas tenho conhecido mulheres que com o tempo me desanimam ter algo com elas, porque estão muito dominadas pelo ego, emoções, e nao ter percepção disso, e ai acabo me afastando sem quase ter um envolvimento, isso significa que provavelmente não vou ter experiencias ate subir de nivel de consciencia ? porque realmente eu não avanço porque percebo muita coisa errada na pessoa e vejo q não vai dar certo, mas eu mesmo assim deveria tentar algo, vendo que a pessoa tem varios problemas negativos ? gostaria de uma resposta. obrigado

Anónimo disse...

Olá Pedro,
Como devemos reagir perante uma mulher que nos trate com preconceito e desrespeito? Gostaria, humildemente, de poder ouvir a tua opinião.

Anónimo disse...

O que dizer quando uma mulher diz "Eu não sou bonita?". Devemos dizer que sim, tu és bonita? Ou fazer uma piada com isso?

Anónimo disse...

Pedro,porque há homens que faz<em jogo duplo ,triplo e por ai adiante?Porque reagem assim?Grata

Pedro C. disse...

Porque há homens narcisistas. Eles querem sentir que são desejados e que são quem controla a relação. É uma questão de orgulho e medo de ser rejeitado ou percepcionado como o fraco que não obtém o que quer.

Ao se testemunhar jogos e manipulação, em vez de inocência e vulnerabilidade, a escolha apropriada, para os interessados em integridade e felicidade, é afastar-se da pessoa imediatamente.