terça-feira, 7 de agosto de 2012

“Como Ter Um Relacionamento Duradouro Com Uma Mulher Bonita Que Tenha Entre 18 a 25 anos De Idade”


Nota: O Cool Vibes faz hoje 5 anos! =D e a tua presença aqui é a melhor prenda de todas.


Pergunta de leitor:



“Olá Pedro, mais uma vez um muito obrigado pelos teus posts. Pedro, tenho notado que algumas, senão muitas mulheres não estão interessadas num relacionamento sério. Ou seja, a maioria das mulheres, sobretudo, as que se encontram na faixa etária entre os 18 e 25 anos querem, apenas, uma vida de curtição. Por outras palavras, querem se divertir e curtir a vida juntamente com o homem, mas não estão interessadas em nada sério e que vai no sentido de um relacionamento duradouro. E, qualquer esforço que o homem fizer nesse sentido com essas mulheres vai ser pura perda de tempo. Ora, isso não significa que o homem não possa namorar e até fazer sexo com essas mulheres. P.S.: Pedro, como se costuma dizer, não existe regra sem excepção. Agora, só que é muito raro encontrarmos mulheres nesta faixa etária dispostas a entrarem num relacionamento duradouro.”





Resposta, comentários:



Olá!



Isso é meia verdade, mas não é a verdade completa.



:D



Em todas as faixas etárias há de todo o tipo de mulheres. Sim, podem haver mulheres entre os 18 e os 25 anos que dizem não querer relações duradouras, ou parecem não querer, ou não querem mesmo de todo, assim como há muitas mulheres entre os 18 e os 25 anos que querem relações duradouras.



Aquelas que encontras depende de quem és, do teu nível de consciência.



Não sei qual é a tua experiência, já conheceste muitas mulheres entre os 18 e os 25 anos, saíste com elas, envolveste-te fisicamente com elas, e depois descobriste que nenhuma delas queria uma relação duradoura? =)



Seja qual for a tua experiência, e seja o que for que te tenha feito pensar que é muito difícil encontrar uma mulher entre os 18 e os 25 anos de idade que queira uma relação duradoura, a verdade é esta:



Elas podem é não querer ter uma relação duradoura contigo, mas poderiam querer ter com outro homem. Não é que elas não queiram ter uma relação duradoura, simplesmente não a quiseram foi ter contigo.



Provavelmente ainda não estás pronto para isso, ainda não és do tipo de homem que faz uma mulher querer ter uma relação duradoura com ele, como consequência natural de quem ele é, do seu nível de consciência.



Há muitas mulheres que dizem estar desiludidas com os homens, que estão fartas dos homens e que estão bem solteiras e não querem namorar ou ter relações duradouras.



Pois, pois…



Elas dizem isso porque ainda não conheceram um homem de quem gostem mesmo. Elas apenas dizem isso até conhecerem um homem de que gostem mesmo. Aí já só pensam nele e em ter uma relação para sempre com ele lol



Estas mulheres podem estar inconscientes disto, elas podem negá-lo e até reprimi-lo, mas a verdade é que todas as mulheres querem uma boa relação duradoura. E assim que surge na sua vida um homem por quem se sentem atraídas, por quem se apaixonam e de quem gostam mesmo, elas desejam ter uma relação duradoura com ele.



Elas dizem isso, ou parecem não querer relações duradouras, até aparecer um homem que as motive naturalmente a ter essa relação duradoura com ele.



Quando o homem está pronto, a mulher aparece.



Quando a mulher está pronta, o homem aparece.



Há pessoas que simplesmente ainda não estão prontas para relações. Ainda não estão à altura, ainda não têm o que é necessário, ainda não têm nível de consciência suficiente, apesar de o seu ego achar o oposto :D



Provavelmente estás numa fase da tua evolução de consciência em que ainda tens de aprender muitas coisas com essas mulheres que “querem-se divertir e curtir a vida juntamente com o homem, mas não estão interessadas em nada sério e que vai no sentido de um relacionamento duradouro”. É o nível em que te encontras, e quanto mais rápido o experienciares e deixares as coisas acontecerem sem resistires a elas, mais rápido irás aprender o que tens a aprender, evoluir e transcendê-lo, alcançando assim um novo nível, com um novo tipo de pessoas e experiências mais agradáveis.



Outro ponto importante é o dos “caçadores”…



O caçador de relações duradouras é tão desagradável para a mulher como o caçador de sexo.



A atitude de andar atrás de algo (sexo ou relações, neste contexto) vem de desejo, que vem da ilusão do ego de que algo exterior é necessário ser adicionado para que o eu fique preenchido. Logo é uma atitude que vem de um estado de carência e seriedade, uma programação de obter, que suga energia à mulher em vez de trazer mais energia para o momento. Pressiona  a mulher e o homem faz e diz as coisas no contexto errado. Ou seja, o homem tem comportamentos inapropriados, pois quer uma relação duradoura mal conhece a mulher lol pelo menos o caçador de sexo é mais sincero, pois quer sexo pela aparência da mulher, o que faz sentido e é verdade. Agora o caçador de relações já quer uma relação duradoura quando ainda apenas conhece a aparência da mulher! :D



Por vezes conhece um pouco mais do que a aparência da mulher, mas o que conhece é insuficiente. Ele imagina mais sobre a essência da mulher, do que sabe como ela realmente é. O sosse é maluco! Claro que ela não quer uma relação duradoura com ele… ele é um carente falso. Está a tomar uma decisão tendo como base algo falso e ilusório da sua imaginação, quando na realidade apenas se sente atraído pela aparência dela, e isso é insuficiente como factor de escolha para se ter uma relação. Para se ter curtes e sexo, é suficiente, para uma relação não.



(E se eu tenho de explicar estas duas últimas frases, isso é sinal que estás para além de qualquer ajuda lol)



E uma relação duradoura não é algo que se planeia, que se controla, que se força ou que se define como objectivo.



É algo em que não se pensa sequer, pois é algo que nos acontece naturalmente. Temos que viver no presente e não na nossa imaginação. Nós só sabemos se queremos uma relação duradoura, se no presente ou realidade, tivermos conhecido alguém cuja essência nos motive para isso. E não se planeia e diz-se à pessoa “bora ter uma relação duradoura!” lol isso não se controla. Simplesmente comunicamos e estamos com a pessoa. Voltamos a estar com ela sempre que nos apetecer, todos os dias se for essa a nossa vontade e a dela. Se a relação é duradoura ou não, é sempre um mistério, está fora do nosso controlo. Umas são, outras não. É a nossa intenção momento a momento com a outra pessoa que importa.



Se adoramos a pessoa, procuramos estar novamente com ela amanhã. E fazemos isso até já não termos essa vontade, ou a outra pessoa já não ter essa vontade. A duração da relação não se controla, estamos juntos o tempo que estivermos, e agora ambos podemos ter vontade de estar juntos para sempre, mas isso pode acontecer ou não acontecer. Hoje pode existir essa vontade genuína, mas depois de amanhã um dos dois pode já não se sentir assim. E depois? Qual é o problema? :D



O problema é que as pessoas são narcisistas e não aproveitam o momento que estão a viver. É um problema para quem quer obter algo da relação e vê o outro como a sua fonte de felicidade, ou seja, como o seu escravo de boas emoções LOL “tu completas-me!”, “eu preciso de ti!” hã?! Lol acorda! Tu és o Espírito, já estás completa e não precisas de nada =) mas claro que o ego detesta e odeia estas conversas e verdades, ele odeia ser descoberto nos seus secretos planos maquiavélicos de controlo para benefício próprio.



Para uma boa relação ser possível, primeiro temos de nos tornar independentes e depois interdependentes, ou seja, a relação passa a ser por alinhamento de princípios (compatibilidade de essência, intenção de evolução e serviço) e não por alívio de sofrimento e satisfação de desejos próprios =)



Portanto, não penses em relações duradouras, nem penses em sexo. Não penses em nada =) podes claro, ter a intenção e a preferência de ter uma relação duradoura alegre e bonita, mas essa atitude de intenção e preferência é muito diferente da atitude de caça e pensamento constante. A primeira atitude vem de preenchimento e tranquilidade, ou mesmo alegria, a segunda atitude vem de desejo e carência.



Sê tu próprio, experiencia e aprecia a vida, contempla em silêncio interior, vive no presente, faz o que amas, dedica-te à tua evolução de consciência, dá regulamente sem nada esperar em troca, e quando estiveres pronto, sem dares por isso, estarás no nível mais agradável de relação.



Até lá, deixa as coisas acontecer, aprende o que tens a aprender com as pessoas que naturalmente surgem na tua vida. Se calhar ainda tens de aprender a viver uma vida de curtição, a te divertir e a curtir a vida com uma mulher, e depois logo se vê o que acontece. Porque não se passa do zero para o infinito em um passo :D as relações têm fases, e há uma fase em que é apropriado apenas termos essa atitude descontraída de diversão e curtir a vida com a outra pessoa, porque ainda se está a conhecer a pessoa, ainda não é apropriado achar que é ela para sempre lol nós estamos aqui para aprender apenas, não para obtermos aquilo que o ego acha boa ideia =)



Há fases na “dança de relacionamento”. E cada fase tem pequenas fases. E só com experiência, arriscando muito e fazendo muito, é que aprendemos a comportarmo-nos apropriadamente mas espontaneamente em cada uma dessas fases.



Há a fase do conhecer a mulher, a fase do sair com a mulher e a fase do relacionar-se com a mulher.



A atitude que é apropriada na 3ª fase, não é apropriada na 1ª. Por exemplo, há certas coisas que dizemos, e certas brincadeiras que temos com uma mulher quando estamos na 3ª fase (de grande proximidade e intimidade), que não é apropriado dizermos e fazermos a uma mulher com quem estamos na 1ª fase (em que ainda não a conhecemos).



E enquanto não formos bons e competentes (apropriados) na 1ª fase, não teremos realmente boas saídas com mulheres na 2ª fase. E se não formos bons e competentes (apropriados) na 1ª e 2ª fase, não teremos realmente boas relações com mulheres.



A 3ª fase necessita de qualidades e sabedoria que se aprendem por experiência na 2ª fase, que por sua vez necessita de qualidades e sabedoria que se aprendem por experiência na 1ª fase.




Claro que há pessoas que por uma ou outra razão têm mais talento e facilidade naturais numa fase do que noutra. Uma pessoa pode ter mais jeito para a 2ª fase do que para a 1ª. Não importa porquê, e não importa o que achamos, pois sem muita experiência na 1ª e 2ª fase não é possível uma boa relação, pois não há sabedoria para isso.



Por isso é que há tantas más relações e tantas saídas que são uma desgraça… porque o homem ainda não desenvolveu as qualidades e sabedoria da 1ª fase de conhecer mulheres. E quando isso acontece, geralmente o principal sintoma na 2ª e 3ª fase é o medo terrível de perder a mulher. Pela simples razão de que o homem sabe, que se perde esta mulher, terá muita dificuldade em voltar a ter outra, se é que conseguirá voltar a ter outra. Ele sabe que não tem essa capacidade, e por não ter essa capacidade tem esse medo, que depois lhe sabota subtilmente as saídas e relações.



Não admira que muitas mulheres digam abertamente que não querem relações duradouras. Para quê? Para apanharem secas, desconfortos e desilusões com os homens idiotas que andam por aí? Realmente não vale a pena. Aliás, eu concordo com essas mulheres, e se fores uma delas e não quiseres ter uma relação, podes enviar-me o teu número de telemóvel :D



Por favor, é que não há meio de eu conseguir perder esta virgindade, e sexo parece ser uma actividade física muito interessante, divertida e descontraída :D



Voltando ao tema, tu não tens de ser um desses homens. Tu podes tornar-te num homem que proporciona à mulher uma experiência bonita e estimulante, um homem com quem vale a pena estar mais do que 2 ou 3 vezes, e não apenas como amigo, mas com um interesse romântico, amoroso, sexual, como alguém com quem vale a pena ter uma relação amorosa duradoura, porque é agradável, bonito e alegre, pelo que és e pelo teu nível de consciência.



Não te desmoralizes ou fiques frustrado com o que as mulheres dizem querer ou não querer. Há o que elas pensam que querem, o que elas dizem que querem, e depois há o que elas realmente querem. Elas nem sempre sabem, nem sempre estão conscientes disso. Uma mulher pode dizer num dia que não quer uma relação duradoura, e no dia seguinte conhece alguém compatível com ela o suficiente, e ficam juntos para o resto da vida. Tudo é possível. Por isso dá-lhes o benefício da dúvida, arrisca, faz um esforço por as conheceres como pessoa, a sua essência, sê humildemente mas firmemente e atentamente selectivo (quanto mais selectivo fores, mais opções terás - esta é a verdade da verdadeira atitude selectiva que tem a intenção certa), aproveita esses momentos que passas com elas, aprecia e contempla a sua beleza, porque nunca se sabe o futuro maravilhoso que ambos podem viver juntos. E isso é Amor, pois o Amor não se preocupa com durações. O Amor não deseja que algo dure pouco ou que dure muito, para o Amor este momento é suficiente, pois o Amor é intemporal e infinito.



Ama o momento e serás feliz, com ou sem relação duradoura.



Obrigado pela tua pergunta!

* * * * *

Queres tornar-te no tipo de homem com quem as mulheres querem estar para sempre?

Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

26 comentários:

João C. Fonseca disse...

Abordagem à Pedro Constantino espetacular :)

Foi muito bom. Graças a ti consegui desenvolver uma qualidade que estou espantado em mim: a solidão. Eu consigo estar bem duas e três horas sozinho na praia a olhar, só a olhar (de vez em quando la me vem um pensamento, mas tento estar atento) e estar num estado de felicidade incrível.

Outra coisa incrível que hoje e ontem me aconteceram é que quando vou no caminho do meu apartamento para a praia, duas ou três mulheres olham para mim com uma cara muito simpática. E eu só me limito e a ir bem disposto a apreciar o momento. Eu até pensei que tivesse sujo ou assim, mas não. =)

É incrível. Obrigado :)

PS.: Gostava de te perguntar se me aconselhas o livro Transcending the levels of conscience do Hawkins para mim :)

Abraços e obrigado.
Parabéns ao coolvibes.

António Paço disse...

Hey Pedro, td bem?

Parabens por estes 5 anos e obrigado pelo cool vibes, que bastante influencia positiva fez na minha vidas nos ultimos 2 anos e meio.


Grande Abraço

PS: agora sim, vou ler o post :)

Nelson R. disse...

Parabéns ao coolvibes e a ti Pedro.
é graças a eles que tenho dias espectaculares e que se acabam os dias tristes e sem sentido(ego).
e tambem me fez tornar numa melhor pessoa e uma presença mais atraente e desejada!

Muito obrigado!!!


Parabens!!!!!!!!!!!!!!!

Nelson R.

Telmo - Guarda disse...

Parabéns e obrigado pelo teu investimento contínuo neste projecto do Cool Vibes, vale sempre apena vir aqui, sempre

Clenio disse...

Parabéns pelo Coolvibes e seus cinco aninhos :D

Anónimo disse...

Concordo completamente com o Pedro! Pedro, fantástico, outro grande post novamente! Estás a ficar que nem o Cristiano Ronaldo, continua assim, força!! Mas, voltando ao assunto. Eu concordo com o Pedro, principalmente num ponto que ele referenciou. Eu conheci uma mulher, e ficamos amigos, e o primeiro impacto que tive em relação a beleza e aparência dela levou-me a me sentir sexualmente atraído por ela, porém não deixei este desejo me dominar, e fui saindo regularmente com ela ao ponto de ter intimidade com ela e conhecer bem a sua essência, facto que me fez descobrir que na verdade eu não queria fazer sexo com ela, quando estava com ela já não sentia mais nenhuma atracção sexual por ela, e cheguei a uma conclusão: a atracção sexual inicial que sentimos pelas mulheres muitas das vezes é apenas uma ilusão do ego.

Anónimo disse...

Parabéns pelo cool vibes Perdro. :D

Sem duvida um grande contributo para o aumento de consciência dparao o pessoal que aqui vem :D

Abraço !!

Joel

Anónimo disse...

Parabéns ao cool vibes pelos 5 anos!!!

Anónimo disse...

Olá Pedro! Como vai?

Gostaria de saber por quanto tempo devemos realizar o exercício de contemplação. 10 minutos por dia no início está bom?

Obrigado, desde já.

Anónimo disse...

Pedro, o que me dizes da amizade de homens heterossexuais com gays? Homem deve ter esse tipo de amizade, ou não?

E da amizade de mulheres com gays? Porque muitas tem amigos gays?

Obrigadoo!! o blog está exelente!

Anónimo disse...

Olá!

O blog é muito bom! Vim aqui tirar uma dúvida.

Pedro, estou no meu primeiro namoro, e de quanto em quanto tempo eu devo telefonar para minha namorada? Só quando eu sentir vontade, ou todos os dias? O que é normal ligar ? E tipo, às vezes não tenho assunto de conversa e fica meio chato ligar sempre perguntado como foi o dia ou como ela está, isso se torna previsível e lógico e ela tem a vida dela e eu a minha (trabalho, faculdade), agente se fala mais pela internet. Devo ligar todos os dias? Mas se eu ligar todos os dias tenho que sempre ligar alegre e motivado, dar alegria pra ela. Não?

Um abraço

Desde já obrigado.

Anónimo disse...

No início do namoro como devemos tratar da fidelidade ? Conversar abertamente? E a confiança? Porque mesmo conhecendo a mulher por muito tempo, não sabemos como ela se comportará em um relacionamento. Temas como dinheiro e fidelidade são pontos importantes de conversa quando se começa um namoro de verdade. E aí, como fica? Devo perguntar se ela é fiel ou fazer um acordo de fidelidade?

Um abraço

Pedro C. disse...

João C:

Eu sugiro a todos o livro Transcending the Levels of Consciousness.

Quando nos sentimos bem, tranquilos, alegres, quando estamos sozinhos e sem estar a acontecer nada, é quando finalmente deixamos o melhor acontecer-nos.

Pedro C. disse...

Como o Cristiano Ronaldo! haha! Obrigado!

Estás quase lá... não é bem isso mas é parecido. A atracção inicial que sentimos pelas mulheres, muitas vezes faz-nos fantasiar e julgamos que estamos a sentir outra coisa pela mulher, como por exemplo, amor (lol), achamos que gostamos dela, que queremos namorar com ela, etc, quando na verdade é apenas atracção, uma emoção que nos faz querer ter sexo.

Mas também acontece que quando conhecemos melhor a mulher como pessoa, e a nossa prioridade é encontrar alguém de essência íntegra ou decente, se a mulher assim não o for, se a mulher não tivert energia suficiente, vamos deixar de sentir essa atracção inicial.

Por isso sim, pode-se dizer que muitas vezes a atracção inicial que sentimos pela mulher é uma ilusão do ego.

Miguel B disse...

Parabens aos 2!
Ao coolvibes e ao Pedro :D

Ate Sabado :)

Anónimo disse...

Pedro, aonde é que eu posso encontrar ou baixar os livros do Dr. David R. Hawkins? Já procurei em várias lojas e não encontrei, já pesquisei na net também não encontrei, principalmente livros em português. Gostaria muito de os ler principalmente em língua portuguesa.

Pedro C. disse...

Podes fazer contemplação 10 minutos por dia. Mas o ideal é contemplares ao longo do dia sempre que te lembrares, quando por exemplo fores a andar na rua, ou estiveres na casa-de-banho, ou num sítio qualquer à espera de seja o que for.

Tem de ser uma prioridade, e algo a que voltamos sempre que nos apanhamos a pensar ao longo do dia, ficando novamente conscientes do contexto que nos rodeia e da nossa respiração, e da presença total da mulher, se estivermos com uma.

Pedro C. disse...

Todos gostam de atenção e companhia, e uma vez que as mulheres nem sempre se dão bem entre elas devido ao baixo nível de consciência e preferência por dramas, intrigas, competições e orgulhos, elas claro apreciam a companhia de gays pois estes têm gostos semelhantes aos delas e são sexualmente inofensivos.

O que importa na amizade não é a orientação sexual, mas a compatibilidade entre as pessoas a nível de princípios. É o nível de consciência que importa, e é esse o factor principal que se tem em conta quando se está a conhecer alguém e se decide (ou não) voltar a estar com essa pessoa, e a que proximidade.

A intenção deve ser rodearmo-nos de pessoas decentes, íntegras, optimistas e bem dispostas, que tenham uma presença agradável e que realmente nos respeitem.

Pedro C. disse...

Telefona à tua namorada sempre que te apetecer. A regra de ouro aqui é a espontaneidade e ser-se genuíno, por isso se te apetecer ligar, liga-lhe. Não é algo que se planeie lol e se não te apetecer, não lhe ligues. A qualidade da tua relação (e dos telefonemas), depende do teu nível de consciência actual. Planear ligar menos ou mais não vai fazer diferença nenhuma. Sem dedicação a uma evolução de consciência, as coisas vão sempre acabar mal e fazermo-nos sentir mal, mais cedo ou mais tarde.

Parte desse processo de evolução é aprendermos a ser nós próprios, a sermos humanos e espontaneos, e isso é o mais importante para já, por isso liga-lhe sempre que te der na cabeça, quando tens vontade de falar com ela.

Anónimo disse...

Pedro, vc acha que quando uma pessoa está muito embaixo ainda, muito negativa, insegura, se afeta fácil com as situações negativas, é preferível que ela tente melhorar internamente antes de tentar ser mais social ou mesmo tentar conhecer mulheres ? Não sei se seria por medo ou por ego, mas um melhor estado interno não ajudaria nas interações ?
Ou vc acha que devemos realmente forçar e ir mesmo estando pessimo internamente ? obrigado

Pedro C. disse...

Obrigado e até sábado Miguel! Para a grande festa!

Pedro C. disse...

Amor e alinhamento de princípios é que são pontos importantes de conversa quando se começa um namoro de verdade.

A mulher ou é fiél, ou não é. E se não for, não é uma conversa que vai fazê-la mudar e garantir-te que ela não te vai trair. Vocês podem ter uma conversa sobre fidelidade, e 15 dias depois de começaram a namorar ela trai-te.

E sim, podes saber como ela se comportará no relacionamento, pois é a mesma coisa de como se comporta antes dele. É o nível de consciência da mulher que define isso, mas enquanto não tiveres consciência suficiente para discernir a essência da mulher, nunca saberás se ela é fiél ou não, nem como se comportará na relação contigo.

O que não podes ter é medo de que uma mulher te traia. Sem coragem não há Amor, por isso em vez de escolheres o medo de ser traído, escolhe Amar a mulher e depois logo se vê.

E se fores traído, e depois? Aí tens uma boa oportunidade para aprenderes a Amar e a perdoar, dando o benefício da dúvida. Se ela o voltar a fazer, por auto-respeito acabas a relação. É simples.

Pedro C. disse...

Não há livros do David Hawkins em português. Este é o site pelo qual os podes comprar em inglês http://veritaspub.com/

Greg disse...

Olá Pedro!
Parabens ao coolvibes e parabens principalmente a ti! por todo o teu maravilhoso trabalho sobre a evolução da consciência ;) So descubri o teu blog á alguns meses e tenho-te a dizer que já se tornou para mim uma visita diária, e uma poderosa ferramenta de auto-ajuda. Tal como o Coolvibes também acompanho outros grandes nomes ligados a espiritualidade como Eckhart Tolle que provavelmente deves conheçer ;) Para finalizar so te queria fazer uma pergunta: aconcelhas vivamente a meditação? eu tenho feito e já tenho notado bastantes resultados muito possitivos na minha vida! Em relação a contemplação que tanto falas, consigo por vezes entrar nesse estado após a meditação mas nem sempre é possivel, por vezes sinto como se quisesse agarrar algo ou criar espectativas para obter aquele estado de paz e alegria, mas o que tenho notado e que como é obvio esses estados não chegam assim, eles surgem por si só do nada :) é fantástico e estranho ao mesmo tempo, mas parece ser assim que funciona não é? Um grande abraço, e tudo de bom!

Pedro C. disse...

Faz um esforço e sai mesmo quando não te sentes bem. Tens de contrariar o ego ou nunca te irás ver livre dele e das suas limitações. Faz tudo ao mesmo tempo, desenvolve a tua consciência através de meditação, contemplação, visualizações e afirmações, e vai sair e enfrentar os teus medos sociais e interpessoais entrando em acção.

Pedro C. disse...

Greg:

Obrigado!

Sim sugiro que se medite, desde que correctamente e com a intenção certa.

Contemplação, o estado do Silêncio interior, não é algo que criamos, é algo que deixamos acontecer.