quarta-feira, 11 de julho de 2012

"5 Formas de Transcender a Culpa, Ódio e Arrependimento"


"5 Formas de Transcender a Culpa, Ódio e Arrependimento"



Uma pequena lista para ajudar a ultrapassar o estado de culpa, ódio e arrependimento. Estes 5 princípios têm de ser aplicados diariamente para que se dê uma mudança e subida de nível de consciência real e permanente.



Por nenhuma ordem em especial:



1 – Assume a responsabilidade pelas tuas emoções. As emoções não são causadas pelo que acontece à nossa volta, mas pela nossa percepção e interpretação do que acontece. A sua causa não é exterior (os outros, a vida, etc) mas interior (a nossa percepção e interpretação dos eventos da vida e dos outros). Esta percepção/interpretação depende do nosso nível de consciência, e todos nós podemos evoluir e subir de nível de consciência, para que passemos a ver as coisas de forma mais correcta e para nos sentirmos melhor com o que nos acontece e acontece à nossa volta.



2 – Sê flexível e procura sempre ver os dois lados, e não apenas o teu. Tens de estar disposto a estar errado e a afinal não saber, em vez de estar obcecado com ter razão e em ser aquele que sabe sempre tudo. Procura ver os dois lados, o teu e o da outra pessoa, pois tipo, ela também existe e podes ter algo a aprender com ela! :D



3 – Escolhe o positivo e recusa/rejeita tudo o que seja negativo. Não te envolvas em pensamentos, conversas ou temas negativos. Recusa-os, afasta-te de quem for preciso, evita falar com quem for preciso, deixa de ver televisão, deixa para trás o que for preciso. Escolhe o positivo e alinha-te com ele. Faz um esforço por pensar positivo e escreve coisas positivas sobre ti e a tua vida, nem que tenhas de usar a imaginação e inventar. Só tens uma coisa positiva na vida? Óptimo! Sente-te genuinamente grato por ela e talvez assim surjam mais =) o pessimista é por definição ingrato, o optimista é grato pois valoriza apropriadamente o que tem de bom em vez de o ignorar.



4 – Vive no presente e não no passado. Dá mais atenção ao momento em que te encontras e menos a memórias e pensamentos sobre o passado. O passado já não existe… só as suas lições importam agora, e isso é diferente de passar a vida a pensar no ontem, e no que te fizeram, e no que te disseram, e na colecção de sofrimentos porque passaste, e em tudo o que te aconteceu, e no que nunca te aconteceu, etc. A vida é agora, o Amor é agora, não nas memórias do passado, não nos pensamentos da mente. Vive mais e pensa menos. Até porque pessoas distraídas (a pensar no ontem), não conseguem desempenhar bem aquilo que têm para fazer e não conseguem apreciar os momentos que passam com os outros. Porquê? Porque tudo acontece no presente, e não no passado. Se tivermos a nossa atenção no momento e no presente, e não nos pensamentos e nas memórias do passado, a nossa vida melhora e sentimo-nos melhores pois ficamos mais ligados com a realidade e o Espírito.



5 – Não aprecies maldade nem mesquinharia, não ajas contra ti e os outros. Aprecia ser cortez e gracioso, e age para te ajudar a ti próprio e aos outros.


*  *  *  *  *

Queres deixar a culpa, o ódio e o arrependimento de uma vez por todas?
Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

17 comentários:

Greg disse...

Olá Pedro, o comentário que estou a colocar aqui não tem muito a ver com o tema que escreves-te, mas achei que talvez aqui fosse o melhor local para entrar em contacto contigo! Gostava de saber se existe algum café/bar/ restaurante ou espaço publico que costumes frequentar com regularidade.
Responde para o meu email se quiseres.
lowdeck_16@hotmail.com
Um grande abraço e muita sorte com o teu projecto, que tanto me tem ajudado.

Greg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Greg disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

transcender os níveis de consciência por Pedro Constantino :D:D Demais :D estou mortinho por saber o que vais dizer nos próximos .

abraço.

Anónimo disse...

Olá Pedro : ) Muito bom mesmo esses dois últimos posts! Se possível escreva mais posts como esses englobando os outros níveis de consciência. Abraço

Anónimo disse...

Pedro quando dizes que devemos sair com uma mulher e ver até onde chegamos com ela, que limite é esse? Chegar até aonde? Porque parece que podemos fazer de tudo com a mulher, depois de um certo tempo, pois ela com o tempo vai permitindo muito mais coisas. Com o tempo de namoro, o sexo vai ficando muito mais forte, (selvagem), isso é uma tendência?? Li certa vez que o sexo não tem nada a ver com amor, o sexo tem muito mais haver com agressividade. Porque com o tempo a atração entre casais se esfria? Isso é biológico? Dizem que a atração física, por mais forte que seja, dura somente 4 anos.

Anónimo disse...

Pedro, se tu dizes que o passado já não existe, não importa mais, porque o Karma nos influencia tanto?

Porque todas as nossas escolhas do passado tem muita influência sobre o nosso presente? Como transcender isso?

Acredito que é o nossas escolhas do passado que determinaram o nosso presente hoje.

Anónimo disse...

Pedro, talvez a questão que eu vou colocar-te não tenha nada a ver com amor. A questão é a seguinte: O quê que achas que se passa quando uma pessoa que antes nos cumprimentava, de forma muito calorosa e, de repente, deixou de fazê-lo sem ter acontecido, aparentemente, nada que obrigasse a pesssoa a ter tal procedimento? Gostaria de ter a tua opinião sobre esta questão, em concreto.

Anónimo disse...

Boas pedro
Estou lendo alguns livros de evolução pessoal como"inteligencia social"e de vez em quando me venho a pergunta se este tipo de conhecimento pode atrapalhar o desenvolvimento espiritual,porque o temo abordado nesses livros é fornecer-nos como um produto para as outras pessoas e um conjunto de comportamentos calculáveis e não feitos na hora e espontanes .abraço do brasil.

Pedro C. disse...

O limite é o limite que o nível de consciência de ambos permitir. Por vezes sais com uma mulher e aquilo só dá em uma saída, outras vezes só dá em amizade, outras vezes há um beijo mas não passa daí. Outras vezes chegam a fazer amor, mas a relação não passa de física. Outras vezes têm um namoro completo, mas passado pouco tempo percebes que, por exemplo, ela não éd e confiança, ou não funciona normalmente em algum aspecto devido ao seu nível de consciência, e acabas a relação. Outras vezes a relação é mínimamente agradável mas dura 1 mês... outras vezes 3 meses... outras vezes 2 anos... outras vezes 7 anos. Temos de estar abertos a tudo ao ir sair com uma mulher, e experienciamos com ela o que for possível. Se for uma saída então é isso. Se for um namoro longo, então é isso.

Sexo pode ser feito com Amor, se for esse o nosso estado no momento ou nível de consciência. E com Amor, essas supostas "verdades" da atracção mudam. Com a energia do Amor presente, a atracção dura para sempre pois não vem só do nosso lado animal que é limitado, mas é energizada pelo Espírito, que é eterno. Quando estamos com alguém numa relação há algum tempo, é normal fazer-se coisas novas de vez em quando sexualmente. Seja posições novas ou outra coisa qualquer. É algo que acontece naturalmente se for a vontade dos dois. Se isso for guiado pelo ego, vai correr mal lol mas se for pelo Espírito, é óptimo!

Pedro C. disse...

Neste momento o passado já não existe, daí não o poderes mudar, pois não é real. Memórias não são realidade, são imaginação, meros pensamentos. A realidade está sempre a acontecer agora à tua volta.

Estás a misturar princípios, o que é normal quando se vive em pensamentos. O Karma é o que somos agora, na realidade. É o nosso nível de consciência actual, consequência das nossas escolhas e intenções. Não vais mudar o teu nível de consciência pensando no passado, mas sim definindo intenções e fazendo escolhas no presente, que é onde existes.

As tuas escolhas e intenções de agora, determinam como és agora. Só o agora existe. Podes analisar mentalmente o teu passado, mas isso não é estares a viver na realidade (presente) onde podes mudar a tua essência através de escolhas e intenções mais elevadas.

Podes pensar o que quiseres o tempo que quiseres, vais andar aos círculos e apenas convencer-te de coisas que não são verdade. O orgulho do ego vai-se encarregar disso e tu nem te apercebes :) enquanto contemplação (estar presente no momento sem pensar, sempre que possível) não for a tua prioridade, vais ficar no mesmo sítio, não vais subir de nível de consciência como descrevo aqui no Cool Vibes.

Pedro C. disse...

Se calhar ela queria algo de ti e deixou de querer.

Se calhar deixaste de ser novidade e ela perdeu o entusiasmo.

Se calhar ela soube algo sobre ti de que não gostou, e prefere evitar-te.

Se calhar envolveu-se com alguém e agora evita proximidades com outras pessoas.

Se calhar és tu que não te demonstras receptível e não te apercebeste, o que a afastou.

Pode ser muita coisa, e na verdade nenhuma delas importa.

Se a pessoa te quer cumprimentar de forma calorosa, óptimo. Se ela já não quer, óptimo. E depois? Quem tu és mantém-se na mesma, com ou sem isso. Continuas a ter a oportunidade de subir de nível de consciência e começar a experienciar momentos mais agradáveis e bonitos na vida. Aceitas o que vem e aceitas o que vai. Quanto menos tentares controlar, e menos questionares e deixares o Espírito fazer o seu trabalho, melhor as coisas vão correr para ti. O ego adora questionar-se sobre essas coisas pois distraem-nos do que importa: olhar para dentro. As pessoas têm a liberdade de entrar e sair da nossa vida quando quiserem, e como quiserem. Podemos não aceitar todas devido ao que discernimos na sua essência, mas quando elas se quiserem ir embora damos-lhes essa liberdade e não pensamos no assunto.

Pedro C. disse...

Esses livros de "Inteligência Social", têm a sua utilidade, e permitem a pessoa evoluir até certo ponto. Mas depois impedem-na de evoluir para os níveis mais elevados, íntegros, espirituais, em que somos espontâneos e apropriados ao mesmo tempo. Portanto depende do nível ou fase em que a pessoa está, pode ainda ser uma ajuda porque a pessoa ainda não aprendeu tudo o que tem a aprender com esse tipo de conhecimento. Ou pode ser um obstáculo pois a pessoa está a andar às voltas e o que a iria a ajudar não é esse tipo de leitura mental, mas práticas espirituais, por exemplo. Ou textos mais elevados que não falem de regras e decorar comportamentos, mas que ensinem a sermos nós próprios, sem planear palavras e acções, e a sermos espontâneos, sinceros, humildes e inocentes.

Para mim tudo começou a ser muito mais fantástico e simples, tudo me começou a acontecer sem esforço, quando deixei esses livros para trás e me comecei a dedicar à contemplação e a alinhar-me com princípios mais elevados, em vez de andar a decorar acções e palavras.

O Poder do Espírito é infinito. O da mente, nem por isso lol

Anónimo disse...

Olá Pedro : )

Acompanho o Coolvibes a um tempo já e procuro seguir suas orientações, e gostaria da sua ajuda em me esclarecer qual atitude é mais apropriada.

Estou na fase inicial de enfrentar o medo de iniciar uma interação com uma mulher, e também de dar o primeiro beijo na mulher. Já até consigo fazer os dois, com um pouquinho de nervosismo ainda mas consigo lol. Ultimamente nas minhas saídas sozinho praticamente todas eu converso pelo menos com uma mulher, e se eu não abordo geralmente vem uma mulher e diz que tem uma amiga dela que está afim de me conhecer ... e a verdade é que estou gostando muito dessa fase de desafio porque até pouco mais de um ano atrás uma simples conversa com uma mulher desconhecida era praticamente um sonho impossível lol. E cada vez mais sinto que trato as mulheres melhor, com mais gentileza e carinho. O esclarecimento que eu queria seu é o seguinte ... é normal eu querer ficar mais tempo nessa fase e não querer entrar em um relacionamento? Se for como eu devo proceder, digo verbalmente logo na primeira saída que não estou afim de entrar num relacionamento por agora? Falo isso porque eu já quase fiz isso mas achei meio precipitado pra se falar disso na primeira saída.

Grande abraço.

Pedro C. disse...

Sim, é normal quereres continuar nesssa fase. Quanto te fartares será um processo natural, e isso só acontecerá quando tiveres experienciado essa fase o suficiente. Aprecia-a e aprende com ela, despreocupadamente.

Sim, é apropriado dizeres logo no primeiro encontro que por enquanto não estás interessado numa relação, mas acrescenta "a não ser, claro, que apareça a mulher certa". Porque essa é a verdade :)

Anónimo disse...

Nessa fase surgem algumas situações "inesperadas" pra mim, e surgem algumas dúvidas de como agir :)
Obrigado pelo seu tempo e disposição em responder! Abraço.

Anónimo disse...

Pedro,

Como ultrapassar a culpa de ter terminado uma relação que agora me arrependo de ter terminado? A pessoa em causa deixou de falar comigo e não há hipóteses de reatar...como ultrapasso a tristeza de ter cometido este erro? Não consigo deixar de pensar no que perdi...

Maria