AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 11 de junho de 2012

"O Que Fazer Quando o Homem se Afasta e Depois a Mulher Começa a Demonstrar Interesse"




"O Que Fazer Quando o Homem se Afasta e Depois a Mulher Começa a Demonstrar Interesse"



Pergunta de leitor:





“Realmente às vezes quando nos afastamos a mulher começa a demonstrar interesse de novo no homem... o que fazer nessas situações!? Se o homem ainda continua com aquela atracção física pela mulher mas sabe que vai contra os seus princípios! Se o homem voltar a seguir a mulher está a continuar a ser enganado pelo ego?”



Resposta, comentários:



Eu nem sei bem por onde começar… lol

Bem, que tal pelo fim? =D

O ego não nos engana. O que realmente se passa é que nós acreditamos que somos o ego, e na verdade somos responsáveis por todas as nossas escolhas e decisões, todas. Portanto não existe uma entidade separada de nós que nos engana e faz escolher coisas que não queremos lol nós escolhemos livremente acreditar na ilusão de eu animal separado, e seguimos a sua programação e percepção equivocada da realidade. Neste caso, o homem volta a seguir a mulher porque quer. O impulso, a emoção animal, pode ser de desejo sexual ou uma carência de validação qualquer, mas o homem segue a mulher porque quer. O ego não é uma entidade real separada de nós que nos engana, é um conjunto de programações e emoções animais que nós escolhemos ser pelo prazer imediato que nos dão. É uma ilusão em que escolhemos acreditar, por isso a responsabilidade é sempre e só nossa. Quando escolhemos a Verdade do Espírito, tudo muda =)

Os seus princípios? Lol porquê o homem seguir os seus princípios… e não os princípios do Espírito e do Amor? =D eu já sei por experiência que os meus princípios são uma bela desgraça cósmica, por isso a minha prioridade é sempre tentar alinhar-me com os princípios que vêm de “cima”, ou seja, do Espírito e do Amor. Bem mais bonitos, verdadeiros, e não andam à volta da minha satisfação narcisista, seja satisfazer os meus desejos ou alimentar o meu orgulho =)

Falta informação importante na pergunta: porque o homem se afastou da mulher? E o que aconteceu antes deste se afastar?

Porque o homem pode-se ter afastado da mulher pelas razões erradas… ops! Lol

E se antes do homem se ter afastado não houve nada sexual ou físico entre ambos, então a mulher na verdade não está interessada. Não é interesse o que ela está a demonstrar… é o ego a sentir que está a perder o controlo sobre a outra pessoa, já não obtém o seu interesse, atenção e validação, e tenta pescar a pessoa de volta para sentir novamente que tem valor e está na posição superior entre os dois.

Ops, lá se foi o Amor! Lol

A situação é simples: dá-se um beijo na mulher o mais cedo possível, para se perceber o que realmente se passa. Pois sem beijo não há namoro. Só saídas e conversas, sem nada físico, apenas dão em amizade. E se o homem funciona assim, e depois se afasta por alguma razão, e depois a mulher volta a contactá-lo a dizer olá ou a convidá-lo para sair, ele acha que ela está interessada… mas em quê?! Lol Não houve nada entre ambos, nada. Ela apenas está à caça de atenção, pois o ego é fraco e precisa da validação dos outros, e sente-se terrivelmente desamparado quando alguém se afasta, como se lhe tivessem retirado a fonte de energia… mas a única fonte de energia que existe é o Espírito, por isso, temos pena :D

É o velho jogo das distâncias… não acontece nada entre ambos, o homem acaba por se afastar e deixar de dar atenção à mulher, e ela corre atrás dele para recuperar essa atenção, e assim que a obtém farta-se dele novamente. Isto tudo porque o homem não avançou logo quando era apropriado e está num terreno de dúvida e insegurança no qual é facilmente manipulado por uma mulher esperta.

Queres saber se ela está mesmo interessada?

Quando ela começar a demonstrar o tal “interesse”, telefona-lhe e convida-a para sair. E nessa saída dá-lhe um beijo. O que acontecer a seguir é que vai definir se ela está mesmo interessada ou não. Até lhe dares o beijo nunca saberás. As palavras dela nada significam, é o beijo a prova dos 9. Conversa é fácil de inventar, aceitar a realidade do momento não. Dá o beijo e descobre a verdade, e se deres sempre o beijo cedo, aconteça o que acontecer quando o fizeres, garanto-te que nunca mais será manipulado por nenhuma mulher – a não ser que sejas mesmo um caso de idiotice aguda lol

A mulher narcisista acha que pode controlar o homem com o seu corpo e o potencial de sexo… e pode lol porque a maior parte dos homens não é íntegro, é controlado e cego pelo desejo e funciona através da programação animal. Por muito grandes, musculados, com ar de mauzão, dinheiro na conta e seja lá mais o que for que tenham, na verdade são fracos e facilmente manipulados por uma mulher esperta e orgulhosa. O antídoto é o beijo cedo. Avançar logo com a intenção (cedo mas sempre na altura apropriada, depois de haver o mínimo de ligação e conforto).

Ou ela está interessada agora (e tem consciência/energia suficiente para poder deixar as coisas avançar), ou esquece, estás a perder tempo. Não há Amor aqui? Então não estou interessado :D Amor é a sabedoria e poder que nos permite sermos pessoas normais, com vida amorosa e sexual normal, e se   não é normal nessas áreas básicas (lol) então é porque ainda não há Amor suficiente nela. Logo, adios muchacha! E boa sorte com os idiotas primitivos a quem terás de dar bananas senão ficam chateadinhos :D

Damos sempre o benefício da dúvida, mas se já saímos com a mulher umas vezes e já temos a certeza que não queremos namorar com ela, então afastamos-nos, e se ela vier com “demonstrações de interesse” lol respondemos a verdade, ou seja, dizemos que achamos que uma relação entre os 2 não resultaria pois não são compatíveis o suficiente para isso, mas que foi um prazer conhecê-la. É dizer a verdade e ser educado com as pessoas, não é preciso nenhum truque ninja jedi avançado de inteligência interpessoal.

Se ainda não tens a certeza, faz o que disse acima, telefona, convida para sair, e beija-a durante a saída, e descobrirás a verdade.

Nota: a mulher pode não aceitar o 1º beijo, mas tenta uma segunda vez passado uns minutos e aí sim, terás a certeza do que se passa.

Se há atracção física então há vontade de fazer sexo com a mulher. E pode haver sexo sem haver relação, isso não vai contra nenhum princípio. Se apenas queres ter algo sexual com a mulher, diz-lhe. “Olha, acho que não somos compatíveis o suficiente para namorarmos, mas sinto atracção física por ti, e se houver algo entre nós será apenas sexual”. Se ela também sentir o mesmo, divertem-se os dois, senão, acaba-se aí a vossa ligação.

Temos de ser sempre directos e sinceros com a nossa intenção e avançar quando for apropriado. Não podemos fazer as coisas na névoa, na dúvida, hesitando, pois assim nada acontece, não se sabe o que realmente se passa, há mal entendidos, perde-se imenso tempo, pode-se ser usado por mulheres espertas e adia-se o melhor e mais belo da vida =)

Obrigado pela tua pergunta!

Segue o que Amas,
Pedro Constantino



*  *  *  *  *


Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html


* * * * *


COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado

Mais informações em:

http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

21 comentários:

Anónimo disse...

Através do beijo podemos saber quais são as intenções da mulher? Se ela quer um relacionamento ou curtir apenas é isso que quizeste dizer o beijo é a prova 9.

Anónimo disse...

Muito bom Pedro!

Anónimo disse...

Olá Pedro, mais uma vez um muito obrigado pelos teus posts. Pedro, tenho notado que algumas, senão muitas mulheres não estão interessadas num relacionamento sério. Ou seja, a maioria das mulheres, sobretudo, as que se encontram na faixa etária entre os 18 e 25 anos querem, apenas, uma vida de curtição. Por outras palavras, querem se divirtir e curtir a vida juntamente com o homem, mas não estão interessadas em nada sério e que vai no sentido de um relacionamento duradouro. E, qualquer esforço que o homem fizer nesse sentido com essas mulheres vai ser pura perda de tempo. Ora, isso não significa que o homem não possa namorar e até fazer sexo com essas mulheres. P.S.: Pedro, como se costuma dizer, não existe regra sem excepção. Agora, só que é muito raro encontrarmos mulheres nesta faixa etária dispostas a entrarem num relacionamento duradouro.

André disse...

Obrigado pela tua resposta Pedro :)

"Falta informação importante na pergunta: porque o homem se afastou da mulher? E o que aconteceu antes deste se afastar?"

Afastei-me porque a intenção que tinha para com a mulher não era só amizade...e quando a expressei de forma verbal também disse que me queria afastar porque a minha intenção não era ser só amigo e não fazia sentido andarmos sempre a ter que sair juntos..
Aproximava-lhe tocando-lhe mas nunca cheguei a beijei..

Pedro C. disse...

Se a nossa intenção é ter intimidade com a mulher, e quem sabe namorar com ela, é importante que a mulher tenha a mesma intenção em relação a nós quando vem sair connosco.

Se lhe vamos dar um beijo e ela não quer, e tentamos novamente e ela não quer, já sabemos que a intenção dela não é ter intimidade connosco (e quem sabe namorar), e estamos a perder o nosso tempo com ela.

Pedro C. disse...

André:

O mais apropriado teria sido dares-lhe um beijo antes de verbalmente expressares a tua intenção. Mas não faz mal, pois sei que custa dizer essas coisas e estás a aprender a ser íntegro.

A questão é que não faz sentido dizer á mulher, logo na 1ª saída ou 2ª saída, e ainda por cima antes de haver algo físico entre os dois, que a nossa intenção é namorar com ela lol o namoro acontece espontaneamente quando há compatibilidade sexual e pessoal mínima entre o homem e a mulher. Porque haveria o homem de querer namorar com alguém que mal conhece, antes de acontecer algo na realidade entre os dois? É absurdo :D

Quanto menos palavras e mais acção houver, melhor.

Não sei exactamente o que lhe disseste, mas se não a beijaste antes pode ter sido um pouco estranho. Numa situação semelhante à tua, o melhor que se poderia ter dito era apenas um elogio à aparência física, ou dizer à mulher que nos sentimos atraídos por ela, ou explicar-lhe que quando saímos com uma mulher é para ver o que acontece, e que estamos abertos a uma relação, mas que se descobrimos que só vai dar amizade não estamos interessados e afastamo-nos pois não seria uma amizade sincera, uma vez que a intenção era outra.

Anónimo disse...

Ola Pedro ,Podemos tentar ajudar pessoas que não são tão egocêntricas. e falar de evolução pessoal com elas , e talvez assim elas mudem ?

Anónimo disse...

Olá,

Espero não estar a incomodar, mas vi por mero acaso o teu blog e achei super interessante.
Ainda não li muito porque tenho que estudar, mas pelo que li e ouvi...muito bem :)
Também gosto de psicologia, espiritualidade e entre outros assuntos claro nomeadamente os assuntos de atração natural entre pessoas :) (o caçador e a presa - jogos de sedução) mas ainda é tudo muito recente...vou descobrindo aos poucos, ao pesquisar, ao falar com pessoas e analisando um pouco mais vou tentando conseguir perceber um pouco mais sobre a complexidade da nossa mente, as sensação e as nossas imperfeições e o que este vasto mundo tem para oferecer.
Elucidaste-me em algumas coisas que algumas até já tinha pensado nisso, acho que queremos obter apenas a confirmação.
Podes me enviar alguns pdf dos workshops para ler? ou ainda dás palestras?

Obrigada
:)

Cumprimentos
Filomena

Anónimo disse...

Olá,

Espero não estar a incomodar, mas vi por mero acaso o teu blog e achei super interessante.
Ainda não li muito porque tenho que estudar, mas pelo que li e ouvi...muito bem :)
Também gosto de psicologia, espiritualidade e entre outros assuntos claro nomeadamente os assuntos de atração natural entre pessoas :) (o caçador e a presa - jogos de sedução) mas ainda é tudo muito recente...vou descobrindo aos poucos, ao pesquisar, ao falar com pessoas e analisando um pouco mais vou tentando conseguir perceber um pouco mais sobre a complexidade da nossa mente, as sensação e as nossas imperfeições e o que este vasto mundo tem para oferecer.
Elucidaste-me em algumas coisas que algumas até já tinha pensado nisso, acho que queremos obter apenas a confirmação.
Podes me enviar alguns pdf dos workshops para ler? ou ainda dás palestras?

Obrigada
:)

Cumprimentos
Filomena

raonidantas disse...

Olá Pedro! Como vai? ;)

Escreveste neste post:

"...E se o homem funciona assim, e depois se afasta por alguma razão, e depois a mulher volta a contactá-lo a dizer olá ou a convidá-lo para sair, ele acha que ela está interessada… mas em quê?! Lol Não houve nada entre ambos, nada."

Como assim não houve NADA Pedro?? Quer dizer que só o que importa é o FÍSICO?? E as interações, os sorrisos, os momentos alegres que tiveram sem se beijarem ? E as qualidades dela e dele? Acredito que podemos nos divertir com as mulheres, mesmo sem ter algo físico. Afinal se não for assim, seremos iguais aos animais, que só estão em busca de prazer físico. Quando disseste isto, ficou parecendo que só o FISICO que importa, e só o FISICO que existe, e que tudo que fazemos com as mulheres e para as mulheres é para ter algo físico com elas. E soa também como que as mulheres só se interessassem por nós pelo que pode obter de nós fisicamente. Ela não estaria interessada em nós como PESSOA? E nas nossas qualidades? Isso depende do contexto, ou é só no INÍCIO da relação? Sei que o que importa é o interior e TAMBÉM o exterior, mas da maneira como escreveste soa que é só o físico. Apenas o momento que importa, tendo algo físico ou não, certo?

Ajuda-me a tirar esta dúvida.

Desde já agradeço. Um abraço.

André disse...

sim acho que foi esquisito! já saia com ela varias vezes..estava sempre a aproximar me a tocar-lhe se calhar não achei o momento oportuno,por não estar no contexto mais apropriado..e então nunca a beijei..fiquei preso a isso talvez,mas a maioria das vezes que saia com ela tocava-lhe na perna fazia lhe festas na cara no braço.sempre a aproximar m e ela n tinha grande reacção as vezes ate fazia como se nada fosse

foi então que decidi expressar a minha intenção pela segunda vez e falar lh da situação...porque ela as vezes..dizia que gostava muito da perna dela e tirava-me a mão, e eu dizia n e só na perna e tb de ti...


se eu queria ter intimidade expressei-me verbalmente falei da minha intenção que gostava dela que a minha intenção não era ser só amigo!

Disse-lhe vou ter que me afastar um pouco!Estar sempre a dar e n receber acho que me sentia mal por isso

depois ela vira-se eu para ter uma relação primeiro tenho que ter a amizade pela pessoa. Eu disse ok
ficamos amigos como dantes :S

Nas ultimas semanas continuei a minha vida sem ficar preso a situação...
Um dia ela veio cá a terra onde moro, e eu não fui logo ter com ela porque estava a espera de uma amiga que se estava a preparar para sair e atrasei-me um pouco!
mal cheguei ao pé dela..começou a mandar misseis...que nunca tinha lh feito aquilo...etc etc..a minha amiga foi a mesa falar lh e ela virou a cara!:S

lool depois foi s embora e quando chegou a casa ligou m começou a mandar mais misseis: que já não queria sair com ela...que parecia k n me apetecia tar com ela e eu fiquei :0 e disse sabes que isso e mentira..
eu nem me afastei...continuei a fazer a minha vida só que ela deixou de ser 200% e passou a 100% ela
fez logo um filme de terror na cabecinha lool

Pedro C. disse...

Raoni Dantas:

Não podemos retirar uma frase do contexto em que é escrita, pois esta assim perde o seu significado verdadeiro, e ficamos baralhados.

Tudo depende do contexto em que está inserido, logo, ao teres retirado essa frase do texto (contexto), baralhaste tudo e ficaste confuso :)

Exemplo:

É certo ou errado andarmos nús?

Será que é certo e é apropriado?

Será que é errado e não é apropriado?

Depende do contexto. Na nossa casa de banho, por exemplo, é apropriado estarmos nús, pois estamos sozinhos na nossa privacidade. Num local público não é apropriado pois há outras pessoas à volta a respeitar.

Depende sempre do contexto.

Pedro C. disse...

Como sabes que elas não são tão egocêntricas? Podem-te parecer não ser, mas na verdade serem.

E porque achas que elas têm de mudar? Como tiras essa conclusão? Qual é o ponto de referência?

E o que te faz acreditar, que tu, com apenas alguma conversa sobre evolução pessoal, as podes mudar?

Só o Espírito Sabe tudo isso e tem o Poder para mudar as pessoas, não nós. Porque com humildade, ao nos dedicarmos diáriamente à nossa subida de nível de consciência, fazendo um pouco de tudo o que é necessário, com esforço constante, apercebemo-nos que apesar de todo o nosso esforço e vontade, na verdade mudamos pouco e lentamente. Logo, com humildade, sabemos que mal nos conseguimos mudar a nós, quanto mais aos outros.

As pessoas mudam quando querem mudar, e querem mudar quando sofrem o suficiente, e não somos nós que julgamos isso. Cada um segue o seu caminho livremente e tem o direito de ser como agora quer ser, independentemente daquilo que possamos pensar ser melhor para essa pessoa.

Se alguém te incomoda pela sua forma de ser, ao ponto de a quereres mudar, tens 2 opções:

1 - Ou te afastas dela para sempre;

2 - Ou tu próprio fazes o teu nível de consciência subir para que a tua percepção dessa pessoa mude e a vejas mais verdadeiramente, deixando de te sentir tão incomodado, ou nada incomodado de todo.

Pois o "problema" nunca são os outros, é sempre o nosso nível de consciência actual.

suri disse...

Ola Pedro,
tenho estado a ler os teus posts e estou a gostar imenso, pela forma simples e prática que os expões. Achei piada a este post, porque sou mulher e já fiz essa prova dos 9, porque não são só as mulheres que são indecisas e gostam de jogos, os homens também e no meu caso, fui eu que disse adeus, depois de algum jogo de palavras e sem acção nenhuma. Concordo contigo temos de ser sempre siceros e verdadeiros só assim se vive com simplicidade.

Anónimo disse...

Boa noite, o blog está fantástico, uma verdadeira chamada à tomada de consciência.
Sou mulher e gostava de partilhar um pouco a minha historia. ENvolvi-me apaixonadamente com uma pessoa com uma dependencia alcoolica em fase de tratamento há um ano. Até aqui tudo bem e os comportamentos e atitudes dele para mim eram desde o inicio fantásticos e atenciosos. Passado um mês e meio, senti afastamento e soube que havia recaida em relação ao alcool. Chamei à atenção mostrei preocupação, mas as recaidas voltavam. As ausências começaram a ser maiores e eu mais preocupada com ele do que outra coisa. Cheguei a um estado emocional e psiquico muito esgotado até que lhe disse que tinha que me afastar, pois estava a sentir-me inútil, e frisando que a luta do alcool era dele e não minha, ou estariamos os dois juntos a auto-destruirmo-nos de diferente forma, nao pude sentir-me mais cumplice do comportamento dele. Entretanto, continumos em contacto, mas nunca mais nos vimos há 2 semanas, sinto saudades, ele diz que também sente (há que notar que ele dizia que adorava estar comigo mas não se sentia preparado para uma relação). O que é suposto ter acontecido, em primeiro lugar, porque teve a recaida da bebida pouco depois de me conhecer? E o que é suposto eu esperar dele uma vez que fui eu que me afastei? Será que sente falta de mim ou da companhia? Carência? Como se sentem os homens quando uma mulher que gosta deles se afasta? Obrigada pelos comentários.

Anónimo disse...

Descobri o blogue há pouco tempo, e do que li está excelente! É uma verdadeira chamada à tomada de consciência.
Em relação ao comentário do Hugo, chamou-me a atenção porque me envolvi com uma pessoa completamente viciada em 3 pontos que o Hugo focou: bebida, fumos e pornografia.
Vi também que o Hugo recuperou do que dizia serem esses vicios. Como se luta contra os vicios tão enraizados? Como é que posso ter sucesso numa relação com uma pessoa assim que alimenta o ego? Afastei-me há uma semana e está a custar muitopois continua a dizer que gosta muito de mim e que tem saudades, embora não diga para nos encontrarmos. Como lidar com isto? É que ele diz gostar muito de mim, no entanto as atitudes nem sempre são coerentes com o que diz, e por vezes afasta-se para dar prioridade aos vicios.. Tem algumas palavras que me possam ajudar? Eu acho que ele continua a alimentar o ego mantendo-se em contacto comigo porque sabe que estou fragilizada. Obrigada.

Pedro C. disse...

O que aconteceu para se dar a recaída foi o nível de consciência dele. Ele é como é.

Espera mais do mesmo, pois ele é como te está a demonstrar ser.

O ego humano (tanto o teu como o dele) associa a felicidade a algo exterior, daí as saudades e a carência. A felicidade não está em nada nem em ninguém, apenas no Espírito que é completo e é tudo, daí Amar tudo e não sentir a falta de nada (porque já o é, logo não há nada fora dele para desejar ou querer).

A tua lição aqui parece-me ser aprender a deixar para trás e largar de vez homens como ele, em auto-destruição. O teu ego adora sofrer e estar metido nessas coisas, e vais arranjar todas as justificações e ilusões lógicas para continuar com ele, mas só estarás a auto-destruir-te também.

Já fizeste o que era suposto com ele, deste o benefício da dúvida e tentaste ajudar - e ele não quis saber. Enquanto não o largares, não vais ter ninguém decente a teu lado, e tudo vai piorar aos poucos sem te aperceberes.

Cabe-te a ti perceber se estás mesmo interessada em ser feliz ou não.

Pedro C. disse...

Não se luta contra os vícios, larga-se os vícios. Temos de estar dispostos ao sofrimento inicial desse processo, e depois ficamos livres para sempre. Mas sem uma dedicação espiritual sólida e consistente, e sem a ajuda do Espírito, isso não é possível. Temos de subir de nível de consciência para vermos que a felicidade está apenas em nós, e não no álcool, fumos ou pornografia, e que podemos viver alegres sem isso (mas um copo de vez em quando não faz mal a ninguém - ser álcoolico é que faz mal e leva á auto-destruição).

Primeiro numa relação não se tem sucesso, tem-se alegria e amor. E com uma pessoa assim nada disso é possível, por isso tens de a largar e afastar-te de vez. Esquecê-la para sempre.

Se te afastaste como é que ele te diz essas coisas? Todas as formas de comunicação têm de ser cortadas e eliminadas. Tens de apagar o número de telemóvel, o email, o facebook, tudo. Se necessário, muda de número, muda de email, muda de facebook, ou bloqueia-o se possível nisso tudo.

"as atitudes nem sempre são coerentes com o que diz, e por vezes afasta-se para dar prioridade aos vicios". Mas é preciso saber mais alguma coisa? LOL ele não quer saber de ti para nada, e ele ainda é uma desgraça como homem. Aparência (palavras, acots) não são essência (intenção). A situação é simples: ele é obviamente uma má escolha, logo deixa-o para sempre, corta todas as formas de comunicação e esquece-o.

Assim terás tempo, espaço e energia para que um homem mais agradável entre na tua vida.

Sara L. disse...

Ola Pedro, ha ja uns tempos que tenho visitado o teu blog e em certos aspectos ajudou-m bastante e como tal tenho uma duvida ha ja uns tempos e que gostaria de saber a tua opiniao, o k me aconteceu esta de certa forma relacionado com este post mas de uma forma um pouco diferente, o k aconteceu foi k tinha uma relaçao de amizade com um homem e que saiamos e tal e desde cedo falamos sobre uma certa atracçao k sentiamos um pelo outro mas ambos n queriamos que as coisas ficassem estranhas caso nos envolvessemos fisicamente, o problema é que com o passar dos dias ele acabou por avançar, mas sempre sendo sincero pois voltou a dizer-m k n se podia apaixonar por mim, ok ate ai tudo bem pois eu nessa altura tb n estava interessada numa relaçao séria so queria aproveitar o momento, o k me intriga e mais me magoa é que passado uns dias ele nunca mais me voltou a dizer nada, e nós falavamos frequentemente pela net e tinhamos uma amizade bastante fixe, e foi essa amizade que tive pena de perder e k ainda hoje gostava de saber por que raio ele desistiu, eu ainda tentei voltar a falar com ele mas sem grande resultado, ate que desisti e fiquei naquela do ele se quiser k venha ele procurar-m. e desde ai k tenho tido aquele sentimento do foste parva, aproveitou-se de ti, eu so queria a amizade dele, n lhe ia pedir nada em troca, o k me magoa foi ele ter ido sem dizer nada, ao menos um epa olha n me sinto bem com isto assim, ou fizest alguma coisa que eu n gosto, opa uma desculpa.... eu gostava de ter uma perspectiva exterior de isto tudo e por isso te estou a mandar isto, e pessoal que visite o blog sinta-se tambem a vontade pra comentar, preciso de saber se foi isto mais um caso para o poirot ou fui so vitima de um chico esperto.

Pedro C. disse...

Não foste vítima de nada, a não ser do teu próprio ego e inconsciência da verdade da vossa situação.

Quando há atracção mútua o apropriado é haver uma ligação física, e avançarem nesse sentido. O medo de a coisa ficar estranha não faz sentido nenhum pois um bom namoro é composto por uma parte de ligação pessoal (convívio conversa) e ligação sexual. Uma não estraga a outra, pelo contrário, "completa-a".

Uma vez que as coisas não foram feitas apropriadamente de início, claro que o "final" não poderia ser bonito. Ele satisfazeu a atracção que sentia, e só aconteceu o que permitiste.

Claro que querias também que a ligação pessoal, ou amizade, continuasse, é natural na mulher. Mas o homem não é assim, e não é preciso odeá-lo por causa disso. Eu teria feito as coisas de outra forma, pois eu tenho a intenção de ser um cavalheiro e não um idiota, mas viste-te livre de um homem com quem na verdade nada de bonito era possível, logo sente-te grata por isso, assim como pelos bons momentos que passaram juntos.

O que para o ego parece uma perda, para o Espírito é uma vitória.

O meu número é 969... lol

:)

Sara L. disse...

lol obrigada por teres respondido e sim realmente o ego por vezes mete-nos em situaçoes menos "cavalheirescas" mas enfim ao menos sempre serve para aprendermos alguma coisa. Sempre é melhor assim do que nunca tentar nada ficar a remoer e a pensar no k teria sido.
;)