AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

"Como Atrair, Conhecer e Amar Mulheres Bonitas e Ter Boas Relações Com Elas"

AVISO: O mais épico post do Cool Vibes dos últimos tempos! Se estes temas realmente te interessam, e queres seguir na direcção certa, então tens mesmo de ler este :)


Pergunta de leitor:


“Caríssimo Pedro Constantino,


Já conheço o teu blog (e os vídeos no canal youtube) há uns dois anos. Já conversámos uma vez por email.


Eu considero-me por vezes um macho Alfa, mas na maioria das vezes “Beta”, já li alguns ebooks com dicas, eu sei que cometo alguns erros com as mulheres, por vezes revelo inseguranças, apaixono-me muito rápido etc... Mas estou sempre a aprender novas experiências com cada namorada que fui tendo. Pretendo aperfeiçoar-me, por isso quero saber se posso ter personal coaching, por email, e quanto custa.


Eu agora tenho uma namorada nova, já dura há 4 semanas, e quero mantê-la, não quero cometer erros. Alguns ebooks dizem-nos para sermos “Macho Alfa” um pouco frio, sem revelar logo os sentimentos, sem revelar que está demasiado apaixonado, sem ser tão romântico e dar mimos e prendinhas à mulher etc. Pois elas geralmente adoram os «bad boys».


Mas eu não consigo ser sempre assim, acho que deveria ser eu próprio.
Sou sempre romântico e atencioso, meigo com elas, demonstro que estou apaixonado.
Mas por vezes ser bonzinho demais faz com que elas se afastem, será isto normal?


Pensei que ao dar Amor, receberíamos amor delas.


Enfim, eu consigo sempre seduzir e conquistar mulheres, no primeiro encontro. Consigo fazer a linguagem corporal, gerar atracção, rapport, demonstro firmeza e confiança pelas minhas palavras e pelo olhar confiante etc. E consigo sempre namorar.


Mas o problema é que após um tempo, fico apaixonado, começo a sentir ciúme ou insegurança (medo de perdê-las), tento dar provas de amor (mandar sms e telefonar várias vezes, dizer que a amo, oferecer flores etc). E quando elas notam que estou apaixonado, parece que se fartam. Porquê? Já tive namoros longos, de 4 ou 6 anos, e mantive-os…


Mas hoje em dia é difícil, as mulheres parece que só querem aventuras e “pular a cerca”, há poucas mulheres fiéis.


E elas também sabem disfarçar e mentir muito bem.


Algumas diziam que me amavam e jamais me magoariam, e estavam sempre a falar ao telemóvel e a mandar-me sms, dando atenção e carinho. Apresentavam-me aos amigos(as) e familiares, e colegas e até aos pais, dizendo que eu sou o namorado. E eu pensava «ena, se ela assume perante todos que namora comigo, e se namoramos em público, é porque me ama de verdade»…


Mas afinal podia ser apenas uma “curte”, pouco séria, na mentalidade delas, fingem que estão apaixonadas e fingem demasiado bem.


Preciso mesmo de umas dicas, porque eu consigo fazer as coisas funcionarem de início, seduzir, conquistar e fazê-las apaixonar-se, ao ponto de namorarmos... Mas após umas semanas tudo termina... Será de mim? Ou são elas que já não conseguem resistir às seduções dos outros oportunistas e envolvem-se em aventuras?


Abraço”


Resposta, comentários:


Olá cavalheiro! :)


E obrigado por acompanhares o Cool Vibes.


Bem, se calhar a solução é ser um macho sigma. Ou talvez um macho delta! Ou um macho alfabeta!! :D


Ou então ser simplesmente um macho man como este senhor do vídeo:





Não, o caminho não é por aí lol


Esses termos e ideias são de uma perspectiva primitiva e limitada da questão. O que todos nós temos de nos tornar é em homens decentes, íntegros, e cavalheiros.


O cavalheiro não tem problemas com as mulheres, garanto-te.


E como é que nos tornamos num cavalheiro? Primeiro definindo a intenção com sinceridade, e depois seguindo um caminho em que progressivamente vamos aprendendo a Amar, porque nos vamos tornando Amor. É que Amar uma mulher é uma coisa, depender de uma mulher é outra. Assim como Amar uma mulher é uma coisa, e secretamente a querer usar para nos satisfazermos pessoalmente é outra :)


Agradeço o teu interesse num personal coaching por email, mas o único que faço faz parte dos cursos online do Cool Vibes, pela simples razão de que, sem esses cursos online estudados e praticados, as pessoas não teriam bases para perceberem o que eu lhes diria no coaching. Poucos são aqueles que de facto entram em acção e fazem o que sugiro, e menos ainda são aqueles que realmente compreendem o que partilho.


Parabéns pelo teu namoro, mas tens de compreender duas coisas:


Primeiro, tens de cometer erros lol e vais cometê-los pois não és perfeito. Nós só aprendemos cometendo erros. Só aprendemos através de experiência. Só Sabemos aquilo que experienciamos. E errar faz parte de experienciar e assim aprender. Ler, compreender e memorizar não é o mesmo que Saber. Saber vem de Ser. Quando lemos sobre algo, e achamos que compreendemos e memorizamos isso, estamos apenas a ter uma apresentação do que é possível para nós. Ainda não o Somos nem o Sabemos lol temos de entrar em acção na vida e experienciar o que nos vai transformar e tornar nisso.


Segundo, ninguém mantém ninguém. Ninguém mantém uma relação. E se acreditas nisso estás a acreditar numa ideia falsa. As relações duram o tempo que durarem, e nós nada podemos fazer. Não o podemos controlar. Todas as mulheres são uma experiência temporária, tudo na vida é temporário. Cabe-nos a nós tornarmo-nos naquilo que vê a Verdade sobre isso, e que Sabe lidar com isso pois transcendeu-o. As únicas coisas que podemos fazer numa relação são apreciá-la enquanto durar, sermos decentes e dar a liberdade ao outro para ir-se embora quando quiser. Isso é Amar, o resto nem por isso :D Amamos as coisas como elas são: temporárias e imperfeitas. Incluindo nós próprios, aquilo que acreditamos ser agora (ego) mas não somos.


Esses ebooks obviamente estão-te a ensinar o caminho do ego e estás a experienciar os seus maravilhosos resultados lol tudo isso que descreveste são as características do idiota arrogante (egocêntrico), que é o oposto do cavalheiro (íntegro), e que claro, só tem capacidade para atrair mulheres… idiotas arrogantes como ele! :D


“Mas eu não consigo ser sempre assim, acho que deveria ser eu próprio.”


Nunca devias ser assim! Lol e devias sempre ser tu próprio. Aprender a sermos nós próprios é uma disciplina nada fácil, pois quando somos nós próprios funcionamos na vida através da nossa essência e nível de consciência actual, e vem tudo ao de cima para todos verem: as nossas qualidades e características menos boas. Ou seja, conseguimos coisas melhores mas ao mesmo tempo fazemos coisas piores lol ou seja, cometemos erros. Mas assim aprendemos quais são os nossos defeitos, aprendemos a aceitá-los com humor, e enfrentamos a Realidade. O que nos vai ajudar a aumentar a nossa consciência. Sem sermos nós próprios livremente e andarmos a cometer erros, nada feito. Seremos apenas orgulhosos e convencidos de que somos uma grande coisa, e depois admiramo-nos porque raio é que só encontramos mulheres orgulhosas que não tentam mudar os seus defeitos! Haha :D


O que afasta as mulheres não é ser-se bonzinho demais, é ser-se dependente e carente (desejo). Uns são dependentes e carentes da atenção da mulher (orgulho), outros são de sexo, outros das duas coisas lol o que o homem está a ser na verdade não é bonzinho demais, isso não existe. Ele é carente e dependente da mulher, e é esse seu egocentrismo que afasta a mulher. O desejo de querer obter algo da mulher afasta-a. O cavalheiro trata bem a mulher e não tem esse problema, pois o que faz por ela é por Amor e apreciação (vem de preenchimento interior, consequência natural de alinhamento com o Espírito) e não por carência (vazio/necessidade interior, alinhamento com o ego).


Consegues sempre fazer isso tudo? :D Parabéns! És um actor e mereces um Óscar lol


Fazer é uma coisa, Ser é outra.


Então foi uma performance. Tinhas um guião de comportamentos para seguir e imitar, e assim fazer a mulher pensar que eras um tipo de homem que na verdade não és. Porque se fosses não terias as dúvidas que apresentas.


Aparência é uma coisa (o que fazemos em determinado momento), essência é outra (o que realmente somos).


O problema é que após um tempo já não tens linhas de guião para seguir, e chega o momento da verdade (relação) e a tua essência vem ao de cima. Os ciúmes e inseguranças são emoções típicas do alinhamento com o ego. Isso não são provas de Amor, são expressões de carência/desejo e medo. Elas fartam-se pois o egocentrismo afasta as mulheres. Carência, desejo, medo, orgulho são tudo coisas que afastam as mulheres mais cedo ou mais tarde. Em termos de aparência parecem “provas de amor”, mas vêm de um sítio que nada tem a ver com Amor. A essência é egocêntrica e não Espiritual. Tudo isso veio da necessidade de preencher um vazio e tentar convencer a mulher de que “eu amo-te! Fica comigo! Não te vás emboraaaaaaaa!!” :D ou seja, de tentar agarrá-la a ti para sempre (desejo/carência) e não veio de preenchimento, apreciação tranquila, humor, serviço, etc.


A fase do actor, da performance, e dos comportamentos decorados (imitação superficial – aparência), é bom apenas para os principiantes. É uma fase de principiante neste caminho de aumento de consciência, especificamente através da área da vida amorosa, com as mulheres (atracção, conhecer, amar, etc).


Temos de começar por algum lado, e o mais fácil é começarmos por mudar o nosso exterior e aparência. Começamos então a fazer e dizer coisas que não costumávamos fazer e dizer, na esperança de alcançar resultados diferentes e desejados.


E aí está o problema: fazer algo para conseguir obter algo.


Felizmente chega a fase em que essa atitude nos traz o sofrimento suficiente, e começamos a largar o ego e a sua falsidade (o vale tudo para satisfazer o desejo), e deixamos de confiar nele.


Começamos então a ter uma visão mais geral e verdadeira da vida amorosa e mulheres, e de como tudo acontece, e passamos a mudar a nossa mentalidade de uma forma íntegra.


Mas esse ainda não é o nível mais elevado. E ainda não é 100% autêntico e inocente. Ainda não é Amor.


Chega a altura em que deixamos de fazer as coisas para conseguirmos obter algo e alcançar um resultado, e as passamos a fazer apenas porque inocentemente as gostamos de fazer (a satisfação da coisa em si), e principalmente para expressarmos a nossa essência, como somos, e o que sentimos ou pensamos no momento. É isso que significa sermos nós próprios: agimos espontaneamente como expressão natural do que somos, e não para obter algo. Não há pensamento lógico ou esperteza envolvida. O que ao ego dá muito medo mesmo :D


O que não admira nada, pois ele é o campeão da cobardia! Lol


Então passamos a fazer e a dizer as coisas apenas para expressarmos a nossa essência. Alinhamos os nossos comportamentos e palavras com a Verdade sobre nós, e deixamos de tentar ser algo, decorando comportamentos, para tentarmos obter algo que desejamos. Deixamos de ser espertos não-íntegros secretamente frustrados para sermos inocentes íntegros abertamente felizes :)


Uma coisa é apreciar tranquilamente a beleza e totalidade de uma borboleta que passa por nós. Outra coisa é desejarmos essa borboleta, quere-la para nós, termos medo que ela desapareça e tentarmos agarrá-la e prendê-la.


Mais uma vez, não mantiveste nada nem ninguém, as relações duram o que duram. Umas dias, outras anos… e nós não controlamos isso. Mas uma coisa é verdade: quanto mais autênticos e nós próprios formos, maior a probabilidade da relação em que estamos durar mais tempo. Mas é uma probabilidade, pois nesse caso há compatibilidade verdadeira e algum alinhamento. Não estamos a controlar nada, estamos apenas a aumentar a probabilidade de algo se manifestar.


Sim, há mulheres que só querem aventuras. Assim como também há mulheres que “pulam a cerca” e não são fiéis. Mas também há mulheres fiéis que preferem ter relações a longo prazo. Nós atraímos aquilo que somos… e quando o homem está pronto, a mulher aparece. Para já ainda não tens aquilo que é preciso (nível de consciência) para teres uma relação a longo prazo com uma mulher decente. Para já tens o nível de consciência do homem que só tem energia suficiente para as mulheres das aventuras e as infiéis :D e depois? Isso não tem mal nenhum, conforme fores aumentando a tua consciência irás conhecendo mulheres cada vez mais íntegras. Ama e aprecia todas as que te surgirem pelo caminho, pois todas têm algo para te ensinar e alegrias para te dar.


Sim, há mulheres que disfarçam bem e mentem bem. Assim como também há homens assim.


Mas lembra-te que tu é que foste o actor no início e lhes deste uma ideia errada de ti. Ora, elas sentiram-se atraídas por uma ideia de ti que era falsa… logo o entusiasmo inicial delas que as fez dizerem-te e fazerem-te essas coisas e promessas teve como base algo falso que não existe. É normal que uma vez que descobriram como realmente eras (o homem para além da performance), perderam esse interesse inicial e a sua atitude mudou. E até devem ter ficado desiludidas e contado às amigas “fogo, ele parecia ser tão fixe, mas afinal…”. Seguir o ego não falha: vamos sempre contra a parede! Lol


O que nós pensamos vem sempre da nossa percepção/interpretação da realidade, não é a realidade em si (essência). Só o Espírito Sabe a Verdade, logo só alinhando-nos com ele podemos discernir o que de facto se passa e não seguir ideias erradas e falsas do que se passa.


Uma boa “regra” base a seguir é a de nunca ter expectativas em relação às mulheres e às relações. Vivemos no mundo do ego, imperfeito, e nós próprios estamos mais alinhados com ele do que gostaríamos de admitir (ou temos capacidade para perceber). Portanto definimos a intenção de aprender a Amar com as mulheres e apreciar o que de melhor, mais agradável e bonito for possível com elas. Sejam elas as das aventuras ou as infiéis que pulam a cerca. Não podemos saltar níveis, primeiro temos de experienciar essas, e quando aprendermos a lição, iremos começar a atrair um tipo diferente de mulher, com outros princípios mais elevados. Com humildade aceitamos esta Verdade e ficamos dispostos a passar pelo que for preciso para nos libertarmos das correntes quentes do ego, rumo a casa, ao nosso Verdadeiro Eu, o Espírito. Tudo pelo Espírito. Nós somos Amor (Espírito), por isso para quê perder tempo com outra coisa? Lol E o Espírito não é uma ideia nem uma sequência de pensamentos, é uma experiência subjectiva. Ler sobre ou ter ouvido falar sobre é uma coisa, Ser é outra.


Elas podem não estar a fingir. Temos sempre de dar o benefício da dúvida. Sem humildade nada feito. Elas podem estar entusiasmadas inicialmente e depois perder o entusiasmo por 1001 razões diferentes. Não importa o porquê, elas são livres de sentir e fazer o que quiserem. A questão é: será que somos um homem que consegue lidar com isso? Ou somos um menino que fica perturbado com isso? :D


Enquanto não aprendermos a lidar com o nosso ego e emoções, jamais iremos conseguir lidar com o ego e emoções da mulher. E só o Espírito tem Poder para isso.


E como se lida com as emoções das mulheres?


Não se lida! :D


Não é preciso fazer nada, é preciso aprender a deixar acontecer. Basta contemplar tudo o que acontece, pois nós somos a testemunha do sonho que é a vida. Contemplar é Amar, é aceitar a 100% sem condições. Amar é não julgar nem tentar mudar ou controlar, é deixar Ser.


Ela quer ir-se embora e nunca mais me falar. E depois? :D


Nenhuma mulher é a fonte da nossa felicidade. Pensar que é uma mulher que nos vai fazer felizes, e só uma mulher tem esse poder, é uma ideia falsa. E essa ideia falsa faz com que muitos homens queiram agarrar uma mulher e ficar com ela eternamente, pois acreditam que só ela os pode fazer sentirem-se felizes, e sem ela nada de felicidade lol


Sim, claro… :D


A nossa felicidade depende directamente do nosso nível de consciência. Pois o Espírito é completo, perfeito e eterno, não precisa de nada do mundo. Logo quanto mais elevado for o nosso nível de consciência, mais felizes nos sentimos independentemente do que nos acontece (ou não acontece) e temos (ou não temos) na vida.


E se for só umas curtes, e depois? Qual é o problema? Onde está o apocalipse e a invasão extraterrestre? Qual é o filme de terror aí? :D


Curtir é divertido! Bora todos curtir!! :D


É uma experiência agradável que se pode ter com uma mulher, é giro :)


E enquanto não se Amar isso, também não se vai Amar a relação. Vai-se precisar de uma relação, o que é muito diferente.


Amar uma mulher inclui Amar tudo o que se pode experienciar com uma mulher, sem ter aversão a alguma das coisas que se possa experienciar.


Ego: “Só umas curtes? Sem ser relação?! Que porcaria!! Estou revoltado!! Isso é para os fáceis!!! Eu sou melhor e só faço coisas dignas!”


Espírito: “Curteeeeeeeees!! Yaaaaaaay!!! Que bom! :D”


Então o Espírito aceita com alegria, ama e aprecia o que de melhor e mais agradável a vida vai trazendo, enquanto que o ego vive sempre frustrado e em sofrimento. Quando o ego não tem o que deseja vive frustrado, triste, revoltado, etc, e julga, critica e odeia aqueles que estão a experienciar aquilo que ele gostaria de ter. Mas depois de ter o que deseja, vive com medo de o perder lol o ego é um caso perdido, e é o único bloqueio que existe à felicidade.


Umas dicas não te vão ajudar em nada. Não há nada que possas fazer para mudar a tua situação actual. Dizer-te “faz ‘A’, ‘M’ e ‘P’” não vai mudar nada porque precisas de mudar a tua essência. Para mudares a tua essência precisas de começar a dedicar-te seriamente aos princípios da integridade e do Amor. Tem de ser o teu principal objectivo na vida, ou nada feito.


As relações acabam em semanas, e depois? Qual é o problema? Umas acabam em dias, outras em anos. São experiências temporárias e têm de ser apreciadas pelo que são. As mulheres são como ondas do mar: Vêm e vão. Quando vêm amamo-las e apreciamo-las enquanto ficam. Quando vão damos-lhes a liberdade de ir em paz, e continuamos a amá-las. E a porta fica sempre aberta para quando quiserem voltar.


Independentemente das relações serem sempre temporárias, tudo o que nos faz sofrer na nossa vida amorosa (e vida no geral) é de nós. Sim é de ti. É sempre o nosso nível de consciência que define as experiências que conseguimos ter na vida e com as mulheres. Não é que elas não consigam resistir às tentações dos outros oportunistas lol as pessoas apenas fazem aquilo que para o seu nível de consciência é atraente fazer. Esquece elas, o que elas fazem e porque o fazem, e foca-te antes em ti e no teu nível de consciência actual. És tu que tens de mudar, somos sempre nós que temos de mudar pois a responsabilidade é sempre nossa. “Mas ela traiu-me! Que responsabilidade tenho nisso??”. Homens de nível de consciência mais elevado simplesmente não têm esse problema pois antes de estarem numa relação com uma mulher percebem se ela é desse tipo ou não, e eles têm consciência/energia suficiente para atrair uma mulher decente e íntegra que simplesmente não trai, é fiel :D


Então na prática o que se faz?


Temos de estar sempre vigilantes relativamente ao ego. Temos de ganhar consciência dos nossos pensamentos, emoções e intenções. Temos de procurar silenciar a mente para estarmos presentes no momento e assim conscientes da realidade (verdade), para podermos fazer as escolhas mais apropriadas relativamente ao contexto em que nos encontramos momento a momento.


Temos de perante as mulheres ser sempre sinceros e claros relativamente ao que estamos a sentir no momento e a qual é a nossa intenção verdadeira. Temos de ler livros sobre evolução espiritual, tal como os do David Hawkins. Temos de ter o hábito diário de meditar ou de contemplar. A nossa principal intenção tem de ser tornarmo-nos Amor, silenciando e transcendendo o ego (emoções negativas) e depois a mente (pensamentos). Procuramos servir os outros, principalmente mulheres por quem nos sentimos atraídos, pois é aí que está o maior desafio para o desejo do ego: no momento em que quer obter, nós fazemos o oposto e apenas damos indo-nos embora a seguir.


Viver sendo humildes, “Só sei que nada sei”. Com gratidão, agradecendo todas as pequenas e grandes coisas bonitas, agradáveis e úteis que temos na vida e que nos vão surgindo. Estando consciente de que, leste este texto mas ainda não sabes sobre o que partilhei, pois ainda não o experienciaste como realidade subjectiva. Isso é humildade.


Entrar em acção através dos princípios da integridade e do Amor. Espiritualidade implica participação no mundo, pois só participando no mundo vamos aprender a Amá-lo e a transcendê-lo. Logo ir dizer ou oferecer alguma coisa a mulheres desconhecidas que achemos bonitas é uma opção válida. Tudo aquilo que seja o oposto do egocentrismo é uma opção válida.


Temos de deixar as emoções fluir. Quando elas surgem, não penses em nada. Fica quieto, a senti-las, por muito desagradáveis que te pareçam. Isso é aprender a aceitar as nossas emoções sem as comentar mentalmente ou as tentar controlar/eliminar. Quanto mais fizermos isto menos elas depois nos perturbam, e vão sendo substituídas por paz, amor e alegria.


Quando amamos as nossas emoções negativas, em vez de as odiarmos e à força as tentarmos substituir por emoções positivas, elas desfazem-se e desaparecem diluídas pelo Amor do Espírito. Quando conseguimos fazer isto com as nossas emoções negativas, as das mulheres deixam de ser um problema :D por isso deixa as emoções acontecerem livremente, o Espírito trata delas se não interferires com a mente e pensamentos.


Humildade é uma grande peça do puzzle. “Só sei que nada sei” é mesmo muito importante de ter em mente e viver sempre assim. O ego nada sabe pois ele nem sequer existe lol é uma ideia equivocada do que somos. Só o Espírito Sabe, pois ele É e Existe. O cérebro/mente com os seus 1001 pensamentos à hora também de pouco vale neste contexto. O Amor é tudo o que é necessário.


“Então mas se eu não pensar como é que vou viver e trabalhar?!” Não te preocupes com isso, pois isso só vai acontecer lá muito para a frente, e só acontece quando estiveres pronto. E inicialmente só desaparecem os pensamentos sem utilidade (egocêntricos). Só o Espírito sabe o que é melhor para nós. Temos de aprender a aceitar com humildade o que ele nos traz, pois só isso nos pode libertar do ego e levar à Alegria, que é o que nós Somos.


Aquilo que para o ego parece ser uma perda, para o Espírito é uma vitória.


Então em vez de saltarmos logo a querer dar uma opinião e a dizer como achamos que as coisas são… ficamos em silêncio pois só o Espírito sabe. Deixamos de dar opiniões não solicitadas, e assim vamos aprendendo a ser humildes.


Finalmente e para acabar, a contemplação. A contemplação é a base das duas sugestões anteriores: contemplar as emoções e silenciar a mente. Contemplar é Amar, é observar tranquilamente sem pensamentos. Sem opiniões, críticas e julgamentos. Logo é uma atitude humilde pois humildade é uma consequência natural do Amor.


Como se contempla?


Pode-se contemplar a fazer qualquer coisa no dia-a-dia: caminhar na rua, lavar a loiça, aspirar, conduzir o carro, esperar pelo metro, ouvir alguém a falar, ir no elevador, etc.


Olha-se em frente para nada em específico. Sem mover os olhos ou cabeça, presta-se atenção a tudo ao mesmo tempo que estiver dentro da nossa visão periférica. Descontrai-se os olhos. Ao mesmo tempo presta-se atenção à nossa respiração.


Isto silencia a mente e coloca-nos na realidade. Depois coloca-nos num estado de Amor, Paz e Alegria, livre do ego e dos seus bloqueios emocionais. Nesse estado de contemplação estamos livres das limitações emocionais do ego e dos pensamentos da mente. É aí que está a mais elevada coragem (masculinidade), o Amor, a Alegria e a Paz. Não há obstáculos para fazer coisas bonitas, e ficamos cheios de energia. Nesse estado também começamos a discernir a essência de tudo, ou seja, a ver a Verdade por detrás das aparências. E nesse estado vem naturalmente e espontaneamente a sinceridade, humildade e gratidão entre muitas outras qualidades. Nesse estado estamos de facto a Amar uma mulher, a apreciá-la em silêncio tranquilamente sem a querer agarrar e prender a nós.


Conseguir contemplar uma mulher e todas as mulheres é tudo. Desenvolver esse hábito é o grande “segredo” da atracção e de uma vida amorosa alegre e bonita.


No estado de contemplação começamos a “viajar” do ego para o Espírito. É um processo directo de transformação e experiência subjectiva que nos muda permanentemente e nos faz subir de nível de consciência. Tem de ser o nosso “desporto” diário favorito, ou nada feito. Não importa se vêm pensamentos perturbar o Silêncio, ama os pensamentos e eles desfazem-se passado pouco tempo. Nenhum som exterior ou interior é um problema para a contemplação, o importante é a nossa intenção e venha o que vier voltamos a tentar estar nesse estado até que um dia nos tornamos nele sem qualquer esforço.


Então o grande segredo, indo à essência da questão, é Amar as mulheres. As conhecidas e desconhecidas, as solteiras e as comprometidas, as que nos rejeitam e as que nos aceitam. As fiéis e as infiéis! As mais básicas e idiotas e as mais inteligentes e sofisticadas. As mais imaturas e as mais íntegras. A carentes e as independentes. As humildes e as arrogantes. As bem dispostas e as em baixo. Estar com elas sem as julgar, criticar, querer controlar, mudar ou prender a nós, e procurar servi-las de algum modo, esquecendo-nos de nós (daquilo que acreditamos ser, o ego, um ser individual).


Nós só recebemos aquilo que damos.


Por isso quando aprendermos a Amar, seremos de facto Amados e todos os problemas na vida amorosa desaparecem automaticamente.


Este sonho chamado vida pode ser fantástico, e podem-te acontecer as coisas mais magníficas. Nem fazes ideia da facilidade com que certas coisas incríveis te podem acontecer. Basta fazeres os esforços necessários para deixar para trás as crenças falsas do ego, e seguir a orientação do Espírito. Se antes conhecer mulheres e ter namorada te parecia uma tarefa epicamente difícil e quase missão impossível, depois o que te vai parecer epicamente difícil e missão impossível é não conhecer mulheres e não ter namorada. As coisas podem-te acontecer facilmente e rapidamente, com zero planeamento e esforço da tua parte. Basta alinhares-te verdadeiramente com os princípios elevados do Espírito, e a vida torna-se a pouco e pouco numa sucessão de milagres. A Luz da Consciência vai-te Iluminar o caminho para a intimidade com as mulheres, e vais-te sentir no Céu.


Quando estamos mesmo alinhados com estes princípios é o que acontece, e nunca falha. Mas atenção, o ego/mente pode convencer-nos de que estamos, quando na Verdade não estamos.


E depois?


Paga-lhe um copo! O ego bem precisa de beber um copo :D


Obrigado pela tua pergunta!

-

Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html


segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

“Como Estar Numa Relação Amorosa, Amar, Servir e Fazer a Mulher Feliz”

Pergunta de leitor:



“Pedro que tal fazeres um áudio, sobre quando se está dentro de uma relação amorosa ou assim, como estar numa relação amorosa e servir a outra pessoa, fazer a outra pessoa realmente feliz, dar-lhe amor, algo assim do género. Um grande Abraço”



Resposta, comentários:



Porque eu sou mesmo chato e egocêntrico, não vou fazer um áudio sobre esse tema, mas sim escrever um post! :D



Ou somos aquilo que Ama naturalmente e portanto não tem essas dúvidas, ou não somos. Dar-te uma lista de comportamentos e acções para repetires e pareceres estar a amar e a servir não é a solução.



Sermos actores e imitar-mos os comportamentos naturais e espontâneos de outro nível de consciência não é a solução.



Temos de nos tornar Amor, aprender a Amar, ou nada feito. E esse processo de aprendizagem e transformação começa antes de estarmos numa relação amorosa. Não é algo que vamos “fazer à pressa” porque já estamos numa relação amorosa e sentimo-nos ou insatisfeitos ou perdidos.



Primeiro, qual a verdadeira razão pela qual queres saber isso?



Se é porque temos medo de perder a pessoa com quem estamos, é a razão errada :D



Se é porque os nossos desejos não estão a ser satisfeitos na relação, e nos sentimos frustrados e queremos uma solução… é a razão errada :D



Amar e servir numa relação é igual a Amar e servir quando somos solteiros, sejas as mulheres, os homens ou qualquer outra forma de vida. É uma atitude natural que nos surge espontaneamente sem termos de pensar em como o fazer, pois é essa a nossa principal intenção na vida: tornarmo-nos Amor, aprendermos a Amar. Se não for essa a nossa principal intenção, nada feito. Muitas vezes as relações começam pelas razões erradas, e por não estarem alinhadas com esse princípio e intenção de Ser Amor, deixa-nos sem saber o que fazer. Simplesmente porque ainda não somos aquilo que naturalmente e espontaneamente sabe o que fazer numa relação amorosa, como consequência de o Ser.



Eu não te posso dizer como servir a tua namorada pois eu não a conheço! :D pode haver um serviço geral, mas há também um serviço específico. Se a tua intenção for satisfazer a tua namorada, é apenas uma questão de tempo até saberes o que fazer para lhe trazeres pequenas (ou grandes) alegrias. Mas se essa intenção não for pura, nunca o saberás, pois será apenas mais um esquema do ego na tentativa de ganhar e obter algo a seguir a ter “dado” algo ou feito algo pela pessoa.



Portanto tudo é definido pela nossa intenção: “Quero-a satisfazer ou estou secretamente a tentar satisfazer-me a mim próprio?”



O ego é muito esperto e serviço não é para meninos.



Ao servirmos estamos a esquecermo-nos de nós próprios, ou seja, a ignorar aquilo que acreditamos ser: o ego. Vamos fazer algo por alguém, pelo bem-estar de alguém, sem querer saber de como isso nos pode afectar pessoalmente/individualmente. No momento do serviço o ego desaparece. É o Espírito a única Presença.



Eu desconfio que quase ninguém anda a oferecer bebidas, flores e elogios às mulheres bonitas que não conhecem. São cobardes, seguem o medo do ego. Mas depois querem ter uma namorada espectacular! LOL



Para eles o que os outros pensam deles e o seu orgulho ainda é mais importante do que a alegria dessas mulheres e o Amor em si. “Servir? Eu é que não sou parvo! Ela que me venha cá dar algo primeiro!” :D



Sem ter essa intenção, sem fazer essa escolha, sem entrar em acção e de facto se aproximar de uma mulher bonita desconhecida para lhe oferecer uma bebida só para oferecer a bebida e lhe dar uma pequena alegria - e sem a segunda intenção secreta de querer obter algo dela ou conseguir algo com ela a seguir - a lição do serviço dificilmente será aprendida.



Depois entra-se numa relação e não se sabe o que fazer haha! :D



Não se pode saltar níveis, e nem todos chegaram ao nível de poder estar numa relação. Repara, há 3 fases:



Conhecer mulheres

Sair com mulheres

Estar numa relação com uma mulher



Conhecer mulheres é a primeira fase, na qual nos aproximamos de uma mulher que não conhecemos, pela qual nos sentimos atraídos, e lhe dizemos alguma coisa.



O homem que não conseguir fazer isso de forma apropriada e honesta, e com consistência ter conversas e conhecer mulheres regularmente (haver ligação e atracção entre ambos e trocarem os contactos), não está pronto para ter saídas com mulheres. Então primeiro temos de ter mestria na fase de conhecer mulheres (iniciar conversas com mulheres desconhecidas atraentes para nós, ter interacções agradáveis com ligação e atracção, trocar contacto). Pois se não tivermos mestria nessa 1º fase, essa falta de Sabedoria vai-nos sabotar as saídas e relações que tivermos.



Nota: O ego gosta muito de nos sabotar nesta 1ª fase com uma mentalidade pessimista e baseada em ideias falsas de que “não vale a pena, elas não estão para aí viradas, vão-me todas rejeitar, nenhuma quer conversar faça eu o que fizer”. Isto é obviamente o desejo do ego frustrado que vem com esta magnífica conclusão e crença pateta :D nós vamos falar com mulheres bonitas porque amamos a nossa vida, para experienciarmos e expressarmos alegria, pelo prazer e satisfação de lá ir. É algo que fazemos com entusiasmo não pelos resultados mas pela experiência em si de lá ir.



Sair com mulheres é a segunda fase. Aqui trata-se de ir a sítios conviver e fazer coisas com a mulher. Conhecê-la melhor como pessoa, descobrir a sua essência, aprofundar a ligação, avançar na atracção (beijar, fazer amor), aumentar a intimidade, etc. Muitos são bastante razoáveis na 1ª fase, mas podem ser uma desgraça nesta 2ª fase lol E a falta de Sabedoria nesta 2ª fase vai sabotar as relações que se tiver.



E finalmente a 3ª fase, a relação amorosa, o namoro. Sem ter o nível mínimo de mestria na 1ª fase e na 2ª fase, estas relações amorosas vão ser mais um pesadelo que um alinhamento agradável e bonito entre dois seres humanos do sexo oposto.



A prova mais clara de que o homem está a namorar sem ser competente na 1ª fase é o medo de perder a mulher com quem está a namorar (o que revela o seu egocentrismo). Porque quando ele é competente nessa 1ª fase (e é íntegro), ele sente uma certeza silenciosa de que mesmo que a sua namorada o abandone ou troque por outra, ele facilmente sai de casa e conhece outras, até descobrir uma nova namorada. E mesmo que não faça nada para vir a estar noutra relação brevemente, ele sente-se tranquilo e alegre pois é esse o seu nível de consciência.



A prova mais clara de que o homem está a namorar sem ser competente na 2ª fase é o não saber o que fazer com a mulher lol não sabe onde ir, não sabe sobre o que falar, não sabe como ela é, não a compreende, etc. Quando um homem é competente na 2ª fase, ele tem sempre ideias espontâneas de onde ir com a namorada, há tema de conversa, há entusiasmo para conviver, coisas para fazerem juntos, etc. Isto vem de um nível de consciência íntegro em que há uma vontade de experienciar a vida a dois, e um entusiasmo em estar com a mulher, apreciando-a tranquilamente e com humor.



Entrelaçado nestas 3 fases está o nível de consciência sexual do homem. Se ele não se sente confortável com a sua sexualidade, irá criar um obstáculo a ele próprio que na 1ª fase ou lhe traz um medo e nervosismo tão grandes que ele nem sequer consegue aproximar-se de uma mulher pela qual se sente atraído ou acha bonita para lhe dizer olá; ou se o conseguir fazer continua nervoso e ela não se sente atraída por ele – pois ele bloqueia-lhe essa possibilidade com o seu desconforto sexual.



Um homem tem de se sentir confortável com o desejo sexual e atracção física que sente pelas mulheres, e ponto final. E tem de se sentir confortável com elas perceberem que ele as deseja e quer a esse nível. Enquanto ele achar que há algo de errado em ir fazer amor com uma mulher 15 minutos depois de a conhecer, ele está tramado :)



Então o homem serve a mulher sendo um homem! :D



Sendo masculino e não um cobarde com complexos sexuais e sociais, que nem sequer tem a coragem de ir fazer algo simples e bonito como ir oferecer uma bebida (ou uma flor, ou um elogio) a uma mulher para lhe dar uma pequena alegria, e quem sabe, aliviar-lhe a sede. Sim, porque nas festas elas dançam muito e isso dá sede :D



Não consegues fazer isto? Nem oferecer um rosa? Nem um elogio? São das práticas mais básicos de serviço… então como vais morrer por uma mulher? Lol Como é que ela vai sentir a tua masculinidade, poder e amor ao olhar-te nos olhos?



Ops! Não vai :)



Enquanto não experimentares fazer aquilo que sugiro com a intenção certa, nunca descobrirás o que está do outro lado e o que é possível acontecer-te sem qualquer esforço ou planeamento. Quando Amas, és Amado. É simples. Mas esse Amor tem de ser verdadeiro, e não imaginado. Senão obviamente não serás amado, uma vez que só recebemos aquilo que damos.



Então, relativamente a esta questão, que é válida, a primeira coisa a ter em conta é que um homem serve uma mulher com a sua masculinidade. Como homem tens sido masculino ou andas a imaginar que tens sido e na verdade apenas tens sido orgulhoso? Lol



Uma mulher serve um homem sendo feminina. O que também não se encontra lá muito lol não sei porquê, mas o ego acha que tudo é ou orgulho ou luxúria ou os dois! haha :D



Mulheres que não sabem acarinhar um homem e ser sexy para ele, também não o estão a servir como mulheres.



Tanto o masculino como o feminino se expressam na nossa imagem (linguagem corporal, como nos vestimos), preferências (as coisas de que gostamos na vida, temas de conversa, interesses) e comportamentos (o que fazemos e como o fazemos). O Espírito não ignora nenhum dos 3, Ama todos igualmente, e deixa livremente o feminino ou masculino expressarem-se nos 3 através da sua Sabedoria. Ter algo contra um ou dois (ou todos… lol) é uma opinião/posição/percepção do ego que é sempre baseada em algo falso.



Depois vem a velha história de que temos de ser masculinos e femininos, e é verdade. Há vários níveis dentro desse equilíbrio, e conforme se vai aumentando a nossa consciência e evoluindo espiritualmente, tudo se vai curando, alinhando com a Verdade e é apenas uma questão de tempo até esse equilíbrio em nós ser perfeito. Isto é algo que apenas o Espírito Sabe por o Ser, a mente não tem capacidade.



Para além de como homem se ser masculino (e também ser feminino quando apropriado), é viver com a intenção constante de se tornar Amor. Ser um homem decente, íntegro. Não apenas com as mulheres por quem nos sentimos atraídos, mas com todos os seres humanos e formas de vida. É algo que nos tornamos, é uma forma de se estar no mundo e na vida, não é algo que escolhemos fazer em determinado momento porque nos lembramos que é aquilo que devemos fazer lol



E este é um trabalho que vem antes de estarmos numa relação. Claro que o principal propósito de uma relação amorosa é aprendermos a Amar (e não satisfazermos o nosso ego, ou seja, de nos satisfazermos pessoalmente). Mas o erro está em apenas tentar aprender a Amar depois de se estar numa relação lol é antes! Sosse, é quando somos solteiros! :D



Agora que estás numa relação, nada está perdido. Se te apercebeste que ainda não és competente nas 2 primeiras fases, muito provavelmente a tua relação vai acabar, mais cedo ou mais tarde, por causa disso. Mas agora podes acordar e adormecer com a intenção de servir a tua namorada. De lhe dar pequenas alegrias. De lhe oferecer coisas de que ela gosta. De a fazer rir. De ir a sítios bonitos e calmos. De te esqueceres de ti para te lembrares dela. Do que gosta ela? Pergunta-lhe! Sê humilde e diz-lhe: “Eu quero ser um namorado melhor para ti, em que achas que eu devia mudar? O que posso fazer por ti?”



A resposta dela pode não conter lá muita sabedoria, mas ao teres essa atitude de humildade sincera, estás a ignorar o ego e a desfazê-lo mais um pouco, e a dar oportunidade ao Espírito de entrar e dar-te a resposta à pergunta que fizeste a ela! :D quando perguntas com humildade e sinceridade o Espírito responde. Ao fazeres essas perguntas à tua namorada vais dar um passo em frente e libertar-te mais um pouco do ego. E quando as respostas vierem, o que nem sempre é imediato e tens de ser paciente mantendo a tua intenção, é só entrares em acção :)



E se a relação acabar… e depois? :D



Tens a oportunidade de te tornares competente nas duas primeiras fases, enfrentando os teus medos e indo de encontro às experiências que te vão libertando do ego aos poucos e dando a sabedoria de que precisas para que a tua próxima relação seja ainda melhor que todas as anteriores!



Quando o homem está pronto, a mulher aparece.



O que é o mesmo que dizer que:



Para atraíres, conheceres e amares a mulher dos teus sonhos primeiro tens de te tornar no homem dos seus sonhos.



Portanto, masculinidade, intenção de servir e humildade. Agora que já tens a resposta do que estás à espera? Não percas tempo, entra em acção!



Obrigado pela tua pergunta!

-


Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html


"The state of bliss is total..."

"The state of bliss is total and characterized by the disappearance of all wants, needs, desires, or aversions including that of physicality."




"O estado de alegria é total e caracterizado pelo desaparecimento de todos os quereres, necessidades, desejos, ou aversões incluindo aquela da fisicalidade."



"As consciousness continues to advance..."

"As consciousness continues to advance, the innate perfection and stunning beauty of all that exists shine forth like a luminous radiance."



"Conforme a consciência continua a avançar, a perfeição inata e a beleza deslumbrante de tudo o que existe resplandecerão como um esplendor luminoso."


sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

"What the world ignores as a weed is of beauty equal to that of the flower"

"What the world ignores as a weed is of beauty equal to that of the flower."




"O que o mundo ignora como semente é de beleza igual à da flor."

"Love is Self-Fulfilling..."

"Love is self-fulfilling and thus does not seek gain or to compensate for lack. Because it does not need to 'get' it is free to peacefully 'be with' and appreciate."




"O Amor é auto-realizável e portanto não busca por ganhar ou compensar pela falta de algo. Porque não precisa de obter, é livre para pacíficamente 'estar com' e apreciar."


quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

"Lovingness Results in the Return of Love"



"Lovingness results in the return of Love."

"To be loving is also to be lovable."




"Amorosidade resulta no retorno de Amor."

"Ser amoroso é também ser adorável."


"Love Takes No Position..."

"Love takes no position and thus is global, rising above the separation of positionality."






"O amor não toma posições e, portanto, é global, elevando-se acima da separação da posicionalidade."



quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"Love Has The Capacity To Lift Others..."


"Love has the capacity to lift others and accomplish great feats because of its purity of motive."

 


"O Amor tem a capacidade de elevar os outros e alcançar grandes feitos devido à sua pureza de motivo."


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

“Como Fazer Amor Com Uma Mulher e Deixá-la Feliz”

Pergunta de leitor:



“Olá Pedro! Tu dizes que quando fazemos amor com uma mulher não é preciso que depois tenhamos uma relação de namoro com ela. Mas esse comportamento é típico do Ego não? Daquele "caçador" que faz amor com as mulheres e as usa para obter prazer/validação e depois as deixa sós e tristes. Como proceder? Um abraço”





Resposta, comentários:



Olá senhor da pergunta! :D



Essa é uma pergunta muito boa, pois mais uma vez revela a confusão geral que se faz entre aparência e essência. E para podermos compreender a verdade das coisas, temos de conseguir ver através e para além das aparências.



Então como se faz amor com uma mulher e se a deixa feliz?



A verdade é que em relação a isso não podemos fazer nada! :D



Não é fantástico? Lol Não há solução. Porque aquilo que uma mulher sente em relação ao que faz ou que lhe acontece depende sempre do seu nível de consciência. E isto é igual para os homens.



Podemos tratá-las como autênticos cavalheiros e elas podem-se sentir tristes, sós e magoadas à mesma! :D a vida é uma comédia.



Mas há algo importante a saber aqui…



O que quero mesmo dizer com depois de se fazer amor com uma mulher não tem de haver uma relação?



Não tem a ver com a atitude de “caçador” que só quer obter prazer/validação das mulheres e que depois as deixa sós e tristes…



Repara, quando um homem e uma mulher estão a sair e têm a intenção de experienciar intimidade, eles estão-se a conhecer. Isto significa que estão ambos a tentar descobrir se aquela pessoa com quem estão a sair é alguém com quem querem ter, ou não querem ter, uma relação amorosa. Logo a qualquer momento essas saídas podem acabar e parar, pois é o que acontece assim que um dos dois descobre e percebe que afinal, por alguma razão, não quer ter uma relação amorosa com aquela pessoa.



E se a intenção de ambos é experienciar intimidade, então o mais natural é durante essas saídas envolverem-se fisicamente e sexualmente. Se ambos o querem qual é o problema? Fazer amor e conversar são a mesma coisa: uma experiência partilhada por duas pessoas.



Portanto este “casal” conheceu-se, vai saindo, conversando, rindo, fazendo coisas juntos, e uma delas tem sido fazer amor. Estão-se a conhecer e a descobrir que tipo de relação é possível ter um com o outro. Estão a explorar a sua ligação e humanidade, tudo aquilo que é natural um homem e uma mulher fazerem juntos. Mas a qualquer momento um deles pode descobrir que afinal o outro não é alguém com quem queira ter uma relação amorosa, e acabam-se as saídas, acaba-se a ligação que tinham.



E depois? :D



O “problema” no contexto deste post é: e se for o homem a não querer a relação?



Oh oh… temos MOTHERFUCKER!!! :D



Esta é a percepção do ego feminino, pois o ego só consegue ver aparência, e não essência.



A acção (aparência) é semelhante:



O homem faz amor (ou sexo) com a mulher e depois deixa-a magoada.



Mas era mesmo essa a intenção do homem?



Será que ele apenas a queria usar para se satisfazer egocentricamente? Será que ele apenas queria obter prazer físico e validação emocional (orgulho), e não queria saber dela para nada? Será mesmo que é sempre assim quando isso acontece…?



Não.



Muitas vezes ambos se envolvem sexualmente porque ambos querem, e ambos o fazem livremente, com a intenção de descobrir um parceiro amoroso para uma boa relação, mas depois o homem descobre que aquela mulher afinal não lhe proporciona a relação e os momentos que ele prefere e então deixa-a.



Só porque fizeram amor isso não o obriga a estar com alguém que não o estimula, que não o ama nem tenta. Não o obriga a estar com alguém em quem ele sabe que não pode confiar. Não o obriga a estar com alguém que é possessivo, controlador, mentiroso, etc. Não o obriga a estar com alguém sem energia para a vida, pessimista, intriguista, paranóico, emocionalmente imaturo, etc. Não o obriga a estar com alguém que não se tenta alinhar com princípios mais elevados do que estilo, orgulho, esperteza, ganhar, estatuto, etc.



Uma pessoa fraca, neste caso uma mulher fraca, não tem capacidade para experienciar o melhor que a vida tem para oferecer. Ela fecha o lado bonito da vida a si própria.



É fácil perceber que a intenção dos homens nem sempre é a mesma. Sim, há aqueles que usam as mulheres só para obterem aquilo que querem (sexo/orgulho) e depois deixam-nas porque nunca quiseram saber delas. Mas há também aqueles que querem saber delas, querem ter uma relação tanto como elas querem, mas depois de fazerem amor as primeiras vezes começam a descobrir nas saídas mais sobre ela que os desmotiva a ter uma relação com ela.



O problema é que seja a verdade o 1º caso ou o 2º caso de intenção, o ego da mulher vai sempre sentir-se só, triste e magoado lol se for esse o seu nível de consciência. Pois quando o nível é um pouco mais elevado, a mulher cedo percebe se o homem que tem à frente é dos que a querem usar ou dos que a querem amar. Logo não se chega a envolver com o primeiro tipo de homem. E mesmo que o faça, e haja sexo e ele depois a deixe, não é que ela não sinta nada… simplesmente é uma tristeza mais leve e breve que não define o resto da sua vida e percepção que tem dos homens :D



E há mulheres por aí que só querem fazer sexo. E depois? Não há nada de errado nisso. E se um homem e uma mulher só estiverem interessados em ter sexo um com o outro? E depois? Não há nada de errado nisso.



É o ego que coloca esse rótulo de errado nisso. Porque ele quer obter, ele quer agarrar a outra pessoa a si próprio para toda a eternidade! :D Agarrar não é amar, é agarrar, é querer servir-se dela em vez de a querer servir. Porque há um vazio interior, uma carência, uma necessidade, um desejo egocêntrico de obter. Amor vem de preenchimento e a diferença é tão óbvia que dá vontade de rir :D



Primeiro há que deixar de ver o fazer amor como o início de uma relação amorosa. Não é, nunca foi, nem nunca será. Até pode ser, mas não garante nada. Não tem esse significado. Um homem faz amor com uma mulher porque quer fazer amor com essa mulher… não quer dizer que queira uma relação com ela para sempre. Não garante nada nesse sentido. É apenas uma experiência física estimulante possível entre um homem e uma mulher, não significa “juntos para sempre” :D não significa que alguém está a ser esperto e alguém está a ser usado. Não há vítima nem criminoso, a não ser que seja uma violação lol a mulher tem de aprender a apreciar o fazer amor apenas pelo fazer amor, em vez de lhe dar significados que não tem. É uma experiência estimulante para ambos, e chega :)



Então a mulher anda a sair com o homem, e ambos inicialmente parecem ser compatíveis e dão-se bem, e riem-se juntos e têm conversas de que gostam. Durante tudo isto ainda se estão a conhecer e a ver o que é possível. A mulher convida o homem para ir a sua casa para jantarem a sós. Ainda se estão a conhecer.



É óbvio que a mulher está interessada em algo mais do que apenas conversa… ela nunca convidaria um homem para ir a sua casa, na qual estariam a sós, se ela não se sentisse confortável ou com vontade de um envolvimento sexual. Pois é obviamente um contexto onde isso acontece naturalmente. Ela também nunca aceitaria ir jantar, ou simplesmente ir a casa de um homem para estarem a sós se não estivesse confortável ou com vontade de um envolvimento sexual.



E durante isto tudo, eles ainda se estão a conhecer e a ver o que é possível.



Então, eles estão os dois a sós na casa dela ou dele, gostam de estar um com o outro, riem-se juntos, há uma atracção, o que achas que é natural acontecer?



Pimba! :D



E de quem é a culpa?



Será do homem?



Será da mulher?



Será… do mordomo??



:D



Não é de ninguém!! lol



Ambos fizeram amor porque quiseram. O homem não a violou nem hipnotizou nem a controlou mentalmente tipo jedi lol ela aceitou estar a sós com ele naquele contexto e deixou tudo acontecer. Ambos queriam que o sexo acontecesse e deixaram-se ir. Não há culpas. Ambos sabiam o que estavam a fazer e fizeram porque quiseram.



Mas ele fez promessas de querer ter relação e depois de fazer sexo deixou-a!



Então nesse caso ela viu-se livre de um mentiroso Haha :D Então ela safou-se de uma relação com um mentiroso :P isso é óptimo!



Aquilo que pode parecer uma derrota ou perda para o ego é na verdade uma vitória para o Espírito.



Isso é bom, não é razão para sofrimento. Se a mulher fizer amor com um homem, depois irá descobrir a verdade sobre ele. Nunca falha! :D se ele for dos que “não interessam”, vai deixá-la quase logo a seguir e nada do que prometeu vai acontecer, e aquilo que ela parecia ser vai-se desfazer e ser substituído pelo que ele realmente é.



Se ele tiver dito a verdade e for dos autênticos, vai haver uma consistência em relação ao que se passava antes de se envolverem sexualmente. Mas ele a qualquer momento pode perceber que afinal aquela mulher não é como ele prefere para uma relação, e ele afasta-se educadamente explicando precisamente que não está interessado numa relação. O que também é bom para ela. Porque razão iria ela querer estar numa relação com um homem que não é compatível com ela e que não quer verdadeiramente estar numa relação com ela?



Mas para fazer isto a mulher tem de ser forte o suficiente para isso. E forte não é ser orgulhosa/arrogante, é ser Humilde e estar alinhada com Integridade, confiar no Espírito, onde a sua energia é elevada e ela não precisa de um homem ou de uma relação, simplesmente ama os homens e aprecia estar numa relação. Se em vez de preenchimento houver carência/necessidade/desejo, a mulher vai sempre sair magoada.



Enquanto a intenção de estar numa relação for egocêntrica, a mulher vai-se sentir magoada. Porque o ego não quer saber da verdade, ele quer sentir orgulho obtendo o que quer e ponto final lol se não obtém o que quer, fica magoado, triste, revoltado, tipo… criança! E depois o ego da mulher, para se poder fazer de vítima e manter o seu orgulho perante o 2º caso de homem (que nunca a quis usar nem enganar, e foi sempre sincero), distorce a realidade e acusa-o de ter abusado dela… quando tudo aconteceu porque ela também quis e deixou lol e não houve nenhuma mentira! :D



Quando o ego não é escolhido vai sempre sentir-se rejeitado, logo vai sentir vergonha pois associa isso a não ter valor e a não prestar. Mas porque vergonha é a mais desagradável emoção de todas para o ego, ele evita-a a todo o custo e procura distorcer tudo para conseguir experienciar orgulho dentro de uma situação/contexto em que isso não faz sentido nenhum lol



Ele não consegue ver que “afinal ele não interessava, ainda bem que se afastou”, ou “olha afinal éramos incompatíveis, isto não iria resultar”, porque isso não lhe traz orgulho, não lhe traz nada que o satisfaça individualmente. Na sua percepção ele perdeu algo, perdeu a atenção e a validação que desejava. Mas na verdade, não aconteceu nada de mal, não há problema nenhum.



Então como se procede?



É a intenção que importa. É a intenção com a qual se faz amor com uma mulher que importa.



Se formos sempre sinceros com a nossa intenção, se não mentir-mos à mulher para conseguirmos ir para a cama com ela, se não a manipularmos para isso acontecer, ou forçarmos seja o que for, então está tudo bem.



Se a intenção de ambos é experienciar intimidade, então é natural que ambos façam amor, mais cedo ou mais tarde. Se a intenção é descobrir uma namorada, óptimo. A intenção errada é dar uma ideia errada à mulher do que se passa, só para se conseguir ir para a cama com ela, e depois claro, abandoná-la sem respeito.



Se a nossa intenção como homem é pura e verdadeira, e somos solteiros, então podemos fazer amor com as mulheres que quisermos, quando quisermos. Faz tudo parte de um processo natural de descoberta e experiência. Andamos em busca de namorada, logo o mais natural é fazermos amor com as mulheres que vamos conhecendo, e com umas vamos ficar mais tempo, com outras menos, até descobrirmos a tal. O que acontece muito naturalmente mas exige uma fase inicial de esforço, busca e abertura. Se não as enganamos para tal acontecer, então não estamos a fazer nada de errado.



Se neste caso de intenção íntegra a mulher se sente enganada, usada, só, triste e magoada porque a deixamos depois de termos feito amor com ela uma ou mais vezes, isso é consequência do seu nível de consciência (ego) e não do que lhe fizemos. É ela quem tem de transcender essa percepção errada que tem do que aconteceu. É ela quem tem de deixar de dar significados errados ao que acontece.



É claro que ninguém gosta de ser usado e enganado, mas quando não se foi e se sofre por causa de uma ilusão, isso não faz sentido nenhum e é uma perda de tempo. É apenas o orgulho do ego a entrar em acção.



Nós somos Amor, e como Amor amamos tudo, momento a momento. Amamos os momentos que passamos com quem gostamos, durem esses momentos o tempo que durar.



Amamos a relação em que estamos, dure ela o tempo que durar. Amamos fazer amor com aquela pessoa, voltemos a estar com ela ou não. Amamos tudo o que fizemos com alguém, mesmo que depois não haja consequência, mesmo que não dê em algo mais bonito a seguir.



As ligações que temos com as pessoas podem ser de vários tipos e durar o tempo que durarem… dias, meses, anos. O que importa é que durante esses momentos vimos o Espírito no outro e apreciamos o melhor que conseguimos aquilo que experienciamos com aquela pessoa. Nada tem de acontecer, logo tudo o que acontecer é apreciado pela sua Beleza e expressão natural deste sonho chamado vida. Mais cedo ou mais tarde todos vamos acordar e rir de todo o nosso sofrimento… foi tudo ilusão, nunca foi a sério. Todo o medo é ilusão.



O que importa, independentemente do que acontece a seguir a fazermos amor com alguém, é que demos o passo em frente, arriscamos, demos o benefício da dúvida, tentamos amar e servir, fomos em frente para experienciar essa possibilidade e potencial da vida, e fomos sinceros relativamente à nossa intenção e emoções. Porque antes e depois de fazemos amor, continuamos iguais. Aquilo que realmente somos, a nossa essência espiritual, mantém-se igual, jamais pode aumentar ou perder seja o que for. Ao céu nada pode ser acrescentado ou retirado, ele é sempre igual. Completo e perfeito. E dentro dessa sensação de perfeição e preenchimento, há uma Unidade com o Todo, com os outros, as ilusões de separação desfazem-se, e claro, o Amor é Verdadeiro e o respeito e consideração são manifestações naturais e espontâneas desse estado. Participa-se na vida, fazendo um pouco de tudo, sendo vistos como loucos pelos outros, e assim aprende-se com as experiências, dando o exemplo, inspirando os outros também a se libertarem das correntes do ego que nada deixam florescer. Mostramos que algo mais é possível



Por isso vai em frente, mantém-te íntegro, e experiencia a vida! Estás cá para ter um sonho agradável e bonito, não um pesadelo desnecessário.



Bora todos fazer Amor! :D Agora! Porque a vida é agora, e o agora é tudo que temos. E nada mais é necessário :)


Obrigado pela tua pergunta!

-

Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html