quinta-feira, 17 de novembro de 2011

"Como Não Se Sentir Intimidado e Conseguir Conhecer Mulheres Bonitas"

Pergunta de leitor:



“Olá Pedro! Por vezes encontro/adiciono no Facebook mulheres que, a avaliar pelas fotos, parecem ser muito fixes. São bonitas, viajam pelo mundo, fazem coisas espectaculares (por exemplo, surf), vê-se que têm imensos amigos, aparecem em jantares/festas rodeadas de "gente bonita", sorriem em todas as fotos, e cada foto tem dezenas de comentários (de amigos e até familiares) a dizer "tu és linda!", "adoro-te amiga", e coisas assim. Ou seja, a avaliar pelas fotos (e vamos supor que é representativo) são mulheres felizes e que dá gosto conhecer.

Porém, esse facto também me deixa um pouco "intimidado"... Acabo por pensar algo como: "Se esta mulher já tem tudo, o que é que eu poderia acrescentar à vida dela como amigo ou, sobretudo, como namorado?". Eu sei... isto é mais uma criação do meu ego, eu sei e compreendo que posso amá-la e até partilhar com ela o meu amor, sem esperar nada em troca. Mas entendes onde quero chegar? Digamos que ela já recebe amor de todas as direcções e a todas as horas! Podes dizer-me o que pensas sobre isto? Abraço.”



Resposta, comentários:



Olá!



What’s up, doc? :D



É uma situação simples sem nenhum problema real.



Próxima pergunta! Lol



I kid, I kid… :)



Mas sim, na verdade é uma situação simples e sem qualquer problema.



Nunca podemos avaliar uma mulher pelas suas fotos. É um erro. Aparência não é essência, e as suas fotos, por muitas que sejam, não significam nada.



As fotos que as mulheres escolhem para colocar no Facebook nunca representa a totalidade da pessoa que elas são e da vida que têm. O ego apenas escolhe aquilo que aos olhos dos outros possa parecer fixe e lhe traga orgulho :D



Não podemos supor absolutamente nada através das suas fotos, nem mesmo do que escrevem no perfil, ou comentários que lhes enviam. Nada disso garante seja o que for, não revela a essência da mulher. Esse é um erro que não podemos cometer. Cérebro e lógica não têm poder suficiente para discernir a essência de uma mulher.



A única utilidade que as fotos de uma mulher no Facebook têm para nós, homens que querem conhecer mulheres, é para vermos se a achamos bonita ou não lol mais nada. Se a acharmos bonita contactamos, se não a acharmos bonita não a contactamos, é simples.



É só depois quando começamos a conversar com ela e a testemunhar as suas reacções ao que dizemos que podemos começar a tirar conclusões sobre ela, mas sempre dando o benefício da dúvida. Para descobrirmos a essência de alguém temos de estar regularmente e pessoalmente com essa pessoa. Temos de aprender a esperar para ver do que ela é feita.



Não pudemos supor absolutamente nada pelas fotos. Elas nunca representam o todo que a mulher é, e que a sua vida é. Representam apenas uma parte editada, só vemos aquilo que ela quer que vejamos, e portanto não é seguro nem sábio tirar conclusões sobre a essência da mulher através das suas fotos.



São mulheres felizes? Será mesmo?



A felicidade não vem da quantidade de coisas fixes que fazemos na vida ou da quantidade de pessoas que conhecemos… depende directamente e apenas do nosso nível de consciência. As coisas que fazemos na vida e as pessoas podem adicionar algo a essa felicidade, mas ela já tem que existir, e só existe se tivermos consciência/energia suficiente para isso. A diferença é que com pouco ou nada já estamos alegres :)



Elas sorriem em todas as fotos? Lol



Será que elas sorriem quando é de noite e estão sozinhas em casa…? Ainda não sabemos isso.



Elas não sorriem em todas as fotos, elas apenas te deram acesso às fotos em que sorriem. Aparência não é essência, e eu sei isso por experiência.



Já saí com várias dessas “mulheres felizes, activas e fixes”, em que nas fotos do perfil pareciam uma coisa mas depois ao vivo, frente a frente, só comigo, “caíram e falharam”. E não estou a falar da aparência, elas eram de facto atraentes tal como nas fotos. Estou a falar de algo bem mais grave lol



Falta de sentido de humor, falta de confiança, falta de imaginação, falta de responsabilidade, falta de conteúdo, falta de humildade, etc.



Não tudo de uma vez, claro, e felizmente…



Já chega um Pesadelo em Elm Street! :D



Claro que eu gostei de sair com elas, e elas nunca têm de ser perfeitas, mas dei este exemplo prático para demonstrar que as fotos podem dar a parecer uma coisa em relação a elas, mas depois ao vivo e a sós elas podem ser outra muito diferente. É esperar para ver, e só depois da primeira saída é que se pode começar a tirar conclusões, mas sempre dando o benefício da dúvida.



São mulheres que dá gosto conhecer? Só sabemos isso depois de as conhecermos :D



Sim, é o ego que se sente intimidado, o que não faz sentido nenhum pois todos temos o mesmo valor lol Logo o sentir-se intimidado vem de uma ideia errada da realidade que tem de ser deixada para trás.



Ela tem tudo? Como podemos saber isso antes de a conhecermos?? Lol o mais provável é ela precisar de tudo, para se distrair e aliviar o vazio que sente por viver alinhada com o ego em vez do Espírito! :D ela parece que tem tudo, mas isso não significa nada em relação à sua essência. Toda aquela quantidade de viagens, actividades “fixes”, jantares, festas e pessoas à volta pode muito bem ser uma busca desesperada por preenchimento, e sem isso ela sente-se em baixo, não é uma companhia agradável, nem sequer é honesta, etc. Não sabemos nada ainda, não podemos tirar conclusões, temos de esperar para ver. Aparência não é essência.



Quando eu vou sair, quando vou a uma festa por exemplo, eu não vou em busca de nada. A minha intenção não é preencher-me porque estou emocionalmente em baixo. A minha intenção é expressar a energia que já tenho em mim, e poder estar alegre livremente, e deixar isso fluir naturalmente. Logo eu tenho experiências nas festas muito diferentes das pessoas que vão em busca de algo, que desejam algo, que estão emocionalmente em baixo, etc.



Nas fotos podemos parecer pessoas semelhantes, ambos estamos numa festa rodeados de amigos e a sorrir, mas enquanto que eu já lá cheguei bem disposto e no dia seguinte sem nada daquilo continuo bem disposto, a outra pessoa não.



Ela preencheu-se um pouco na festa mas continua dependente daquilo. O seu nível de consciência é diferente… mas a energia da festa/pessoas e as fotos podem dar outra coisa a entender. Geralmente quando está tudo bem à nossa volta sentimo-nos todos bem, mas quando as coisas não estão tão bem, ou não há estímulo exterior, aí é que se percebe quem tem o nível de consciência mais baixo e o mais alto.



Quando chega o momento da verdade descobre-se a essência das pessoas. Mas esses momentos da verdade nunca estão nas fotos do Facebook :D sim, ela vai a muitas festas e está bem disposta nelas, e depois? Lol isso não quer dizer nada. Será que ela sozinha tem mesmo a energia que parece ter nas fotos, ou essa energia é “emprestada” pela festa e as pessoas à sua volta…? :) não sabemos, temos que esperar para ver, temos de a conhecer pessoalmente e a sós primeiro.



Nós não temos de acrescentar nada à vida da mulher, basta amá-la. E isso já é muito. Mas tem de ser um Amor real, e não um amor imaginado.



Sabes e compreendes intelectualmente, mas não por experiência subjectiva. São pensamentos, mas ainda não é a tua realidade, é por isso que tens estas dúvidas, e é assim que o ego nos apanha.



O ego quer acrescentar algo à vida da mulher, porque se o fizer será visto como especial para ela, diferente de todos os outros homens porque faz a diferença (traz algo que ela antes não tinha), e então vai sentir orgulho. Mas na verdade basta Amar a mulher, porque nós somos Amor.



Enquanto que o ego/mente vem com todas estas dúvidas, incertezas e hesitações, o Espírito vê a mulher no Facebook, acha-a bonita, e simplesmente envia-lhe uma mensagem. Não é preciso complicar e analisar, basta Ser e agir.



E ela não está a receber Amor de todas as direcções e a toda a hora :D porque Amor não é algo que se recebe, é algo que nos tornamos e Somos. O que ela parece estar a receber de todas as direcções e a toda a hora não é Amor, são estímulos temporários do mundo, nada mais. Parece que estás a confundir os estímulos do mundo com Amor. Aparência não é essência. Oferecer uma flor a uma mulher pode ou não vir de Amor, depende da nossa intenção. Se a intenção for tentar obter algo dela porque se ouviu dizer que resulta, então não vem de Amor mas sim de egocentrismo. Se for para aprender a Amar, ou por pura apreciação da mulher e apenas para lhe dar uma pequena alegria, então sim, vem de algo mais elevado. Depende muito de muita coisa… e a Verdade é que receber um estímulo do mundo, ou de alguém, quase nunca vem de Amor :D vem mais de um esquema esperto do ego para se auto-satisfazer (e a pessoa engana-se a ela própria), do que propriamente de apreciação pura e Amor. Há quase sempre uns braços a querer agarrar e obter algo (desejo), e não uma sensação de preenchimento e apreciação (Amor).



Ela está-se a distrair e a divertir-se no mundo, isso é verdade. Obtém validação dos que a rodeiam, também parece ser verdade. Muito provavelmente vive num nível de consciência de orgulho por causa dessa validação e por fazer todas aquelas coisas “fixes”. Mas nada disso é Amor… vem do mundo, não do Espírito. A intenção é diferente. Vem do exterior, e não de si própria, do seu Verdadeiro Eu. Vem do “lado” e não de “cima” lol



Geralmente uma Verdade que se verifica muito é que quanto mais “preenchida” parece ser a vida de uma pessoa, com as viagens, as festas, a “gente bonita” à volta, maior é a sua tristeza e frustração inconsciente, ou seja, maior e mais doloroso é o vazio que ela tenta com tudo isso aliviar e esquecer. Mas a essência e fonte do problema só se resolve de outra forma, e a solução não está no mundo fora de nós, não está nos outros, está em deixarmos para trás a identificação com o ego/mente e em nos tornarmos Amor.



A lição a tirar daqui é que nunca devemos tirar conclusões sobre a mulher através das suas fotos no Facebook. Só isso não chega para se descobrir a sua essência, temos de esperar para ver, pois temos de primeiro sair com ela a sós, pessoalmente, para ver do que ela é feita :) só depois podemos começar a tirar conclusões e mesmo assim temos de dar o benefício da dúvida.



Depois, como homem, não temos de acrescentar nada à vida de uma mulher. O propósito de uma relação amorosa ou namoro com uma mulher é experienciar intimidade e aprender a Amar. Amar uma mulher é suficiente, não temos de trazer mais nada exterior de especial à sua vida. Lá porque ela tem uma vida muito preenchida e cheia de estímulos, isso não quer dizer nada. Se ela for solteira, ela então não está a experienciar intimidade, e se for com o tipo de homem certo, compatível com ela a nível pessoal e sexual, e com capacidade de a Amar, então ela estará aberta e interessada em estar com esse homem, por muitas outras coisas que tenha na vida.



Enquanto são solteiras muitas mulheres agarram-se a 1001 coisas diferentes (actividades, festas, amigas, gato lol) para tentarem aliviar a dor de não terem um homem na sua vida a apreciá-las.



Basta Amá-las sem hesitações, análises ou dúvidas. O homem apenas precisa de ser ele próprio, sincero com as suas emoções e intenções, tentando tornar-se decente e íntegro, procurando servir as mulheres que for conhecendo, e querendo tornar-se Amor, e entrando em acção para isso. Há que dar prioridade ao Amor, ou nada feito.



E depois o resto acontece-lhe naturalmente. O Espírito trata disso :)



Obrigado pela tua pergunta!

-

Interessado numa educação mais avançada e detalhada sobre como ser atraente, iniciar conversas, conhecer mulheres, experienciar intimidade, namorar, tornar-se Amor e espiritualizar a vida para alcançar Alegria e felicidade? Dá uma vista de olhos aos cursos do Cool Vibes:

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1


«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html

* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2


«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html

8 comentários:

Ricardo disse...

Pedro quando é que vais lançar um livro teu?

Ana disse...

Lindo Post, Pedro !

Sim, homens, sou mulher, e se vcs querem uma dica.....
Amor, é exatamente isso !!

Não é ela, a mulher, que é grande..é sua atração por ela! Mas vc é muito maior do que essa atração !


E ela..bem ! Ela tem esperado a vida toda por um homem que saiba disso....!

Pq te garanto, a maioria , não sabe, e não as faz feliz....

Assim como muitas mulheres não sabem fazer os homens felizes, é claro............

Vemos muitos casais no mundo. Mas É RARO os que são realmente apaixonados um pelo outro e ficam juntos por longo tempo.

Obrigada,Pedro .

Bjs a todos

raonidantas disse...

"Ela tem tudo? Como podemos saber isso antes de a conhecermos?? Lol o mais provável é ela precisar de tudo, para se distrair e aliviar o vazio que sente por viver alinhada com o ego em vez do Espírito! :D ela parece que tem tudo, mas isso não significa nada em relação à sua essência. Toda aquela quantidade de viagens, actividades “fixes”, jantares, festas e pessoas à volta pode muito bem ser uma busca desesperada por preenchimento, e sem isso ela sente-se em baixo, não é uma companhia agradável, nem sequer é honesta, etc. "

Existe uma contradição forte aí. Tu dizes que quanto mais energia temos mais coisas alcançamos, depois dizes que quanto mais coisas fazemos mais precisamos dela porque temos baixa energia? Fiquei confuso. Quer dizer que as mulheres que tem muitos amigos, viajens,jantaresm e fazem muitas coisas fixes tem baixa energia? Mas quanto mais coisas conseguimos em todas as esferas da vida, mais energia temos não?

Um abraço

Pedro C. disse...

Raonidantas:

Precisas de ler o texto novamente, e desta vez com atenção. Estás a ser apanhado pela perspectiva de opostos e dualidades do ego.

Ter algo não revela nada sobre o que somos. As pessoas andam atrás das coisas por desejo/carência. Uma pessoa que tem um nível de consciência mais elevado não precisa de muitas coisas na vida. A sua felicidade e alegria é interior, ela tem um elevado nível de energia, logo para ela basta uma vida simples.

Quando alguém tem muita coisa na vida, pode-a ter alcançado honestamente ou desonestamente. Sim, para o alcançar é necessário um nível base de energia, mas continua a ser baixo. É por necessidade que andam atrás das coisas, não se conseguem sentir satisfeitas com o que já têm. Se tiverem e fizerem pouco, se estiverem sozinhas, sentem-se mal pois o seu nível de consciência é baixo.

Quando uma pessoa tem um nível de consciência mais elevado, e estou a falar de Amor por exemplo, uma vida simples chega. Pode ter pouco, fazer pouco e estar a maior parte do tempo sozinho, mas sente-se bem e alegre à mesma, pois a sua felicidade vem do Espírito.

Quanto mais energia temos mais conseguimos fazer e alcançar no mundo, é verdade, mas menos PRECISAMOS do que o mundo tem para oferecer. E para viajar, ir a jantares e fazer muitas coisas "fixes", não é preciso um nível de energia muito alto lol

Desde que tenha dinheiro, qualquer pessoa consegue viajar, consegue ir a jantares e consegue ir fazer coisas para se distrair e divertir. Não há desafio nenhum nisso lol basta estar num nível de consciência de desejo para o conseguir, e esse nível nem sequer é íntegro :D

Agora, fazer aquilo que o Gandhi fez, por exemplo, isso já é outra história. Ele basicamente derrubou o império Britânico e libertou a Índia, pelo seu elevado nível de energia/consciÊncia. E como era a sua vida? Simples. Viajava muito? Nem por isso. Que actividades praticava? Poucas. A que jantares ía? Poucos. lol é que nem sequer faz sentido estar a dizer isto lolol a diferença é absurda!

Hoje em dia quase qualquer mulher entre os 20 e os 30 que tenha Facebook faz todas essas coisas "fixes". Não quer dizer nada, é necessário conhecê-las pessoalmente e descobrir a sua essência.

A tua confusão é que estás a confundir nível de energia com intenção. É o porque fazemos algo que define o que estou aqui a dizer. Uma pessoa pode fazer muitas coisas por carência/necessidade, ou apenas para experimentar por curiosidade.

Mas enquanto que o bem estar da primeira depende de todas essas coisas (ela sente-te mal se não as fizer) porque o seu nível de energia/consciência é baixo, o bem estar da segunda não depende dessas coisas (ela sente-se bem sem as fazer) porque o seu nível de energia/consciência é alto.

raonidantas disse...

Muito obrigado pela resposta Pedro.

De verdade mesmo.

Um grande abraço

raonidantas disse...

Olá mais uma vez Pedro! :)

Sei que posso está te incomodando com minhas perguntas, mas o tema de ENERGIA é o que mais me fascina neste mundo. :) Tu disses:


"Quanto mais energia temos, mais conseguimos fazer e alcançar no mundo. "

Então, como podemos adquirir mais energia? Ou perder menos ? É possível renová-la?

Através da meditação somente?

É mais EFICIENTE eu deixar de fazer coisas para evitar perder energia ou fazer meditação para ganhar mais energia?

Existe um conceito de que energia não se perde, nem se ganha, apenas se transforma. Eu concordo, porque sendo nós Espíritos, seres de energia única, essa nossa energia vital não se perde, apenas se transforma em algo que não muito agradável quando estamos em um nível mental, identificados com o ego.

Um grande abraço

Pedro C. disse...

Raoni Dantas:

É verdade, a energia não se perde, não se ganha, apenas se transforma.

Nós não perdemos energia, simplesmente bloqueamo-la através do ego. O ego não nos deixa ter mais energia do que aquela que temos agora.

Por isso quando começamos a transcender o ego e a aumentar a nossa consciência aumentamos também o nosso nível de energia.

Pelo caminho é bom evitar actividades desnecessárias que nos façam gastar energia, e evitar tudo o que seja negativo (pois isso impede-nos de ter mais energia).

A meditação faz parte do caminho para a Iluminação, portanto vai sem dúvida fazer com que tenhamos mais energia. A contemplação também ajuda nesse aspecto, tal como o estar em contacto com conteúdos mais elevados (textos, músicas, filmes), e as práticas da humildade, gratidão, honestidade e serviço.

raonidantas disse...

E em relação a alimentação?

Um abraço