AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

"Sobre Escolher o Parceiro Certo e Deixar o Errado"


Perguntas de Leitor:



“Gostei muito do post! Me tira uma dúvida a respeito de um trecho dele que você cita: "a um nível inicial, de primeira interacção, primeira saída, primeiro beijo ou primeira vez que se vai para a cama, ainda temos acesso a uns incríveis 50% das pessoas no mundo". Nessa sua citação, deu a entender, que mesmo sabendo que tais pessoas não pertencem aos 15%, que é a meta da 'selecção consciente', você poderá ter relações íntimas com elas. A partir disso, minha dúvida é: Vale a pena ter uma relação íntima com ela, até mesmo um simples beijo, sabendo que ainda não é ela que vai te acompanhar? Como fica a outra pessoa quando chega o ponto em que temos que deixá-la? Pois já que tais pessoas ainda tem um pouco de ego, faremo-las sofrer num é isso? Obrigado!”



Resposta, comentários:



Nós podemos ter relações íntimas com quem quisermos. Depende da nossa intenção, que por sua vez depende do nosso nível de consciência (o que somos). Não há nada de errado em se ter relações íntimas, ou amorosas, ou apenas físicas e sexuais com os não-íntegros.



Agora, sinceramente não vale a pena lol com os não-íntegros, como já disse infinitas vezes no Cool Vibes, não é possível termos uma relação amorosa feliz. Eles não sabem o que é a felicidade, não têm essa capacidade. Eles livremente escolhem o ego e passam a vida a tentar satisfazê-lo. Procuram servir o seu próprio ego, servir-se a eles próprios e não aos outros. E se “servem” os outros é apenas um esquema para depois obter algo deles lol e para uma relação amorosa ser feliz, ambos os parceiros têm de servir a relação e o seu parceiro (Amor), e não procurar “meter algo ao bolso” com a situação (egocentrismo) lol



A questão é que a partir do momento em que nos começamos a alinhar com a verdade, esses 85% deixam de ter capacidade para nos atrair. A sua aparência pode ser atraente, mas aqueles que se procuram alinhar com a Verdade são atraídos pela essência e não pela aparência (que podem reconhecer como agradável/atraente, mas não define a sua escolha final, que tem como factor a essência da outra pessoa).



O que acontece é que por vezes (muitas vezes lol) não nos apercebemos da essência da outra pessoa logo no primeiro minuto em que falamos com ela :D



Logo vamos avançando, e acabamos por falar mais com ela, e sair com ela, e beijá-la, e fazer amor com ela… e até se calhar começar uma relação com ela. Damos o benefício da dúvida pois discernir ou seleccionar conscientemente não é julgar nem odiar. Não se trata de procurar orgulho achando-se superior, trata-se de descobrir a Verdade e decidir de acordo com

ela.



Mas assim que descobrimos que a essência da outra pessoa não é minimamente íntegra (e ser íntegro não é o mesmo que ser perfeito lol), há logo uma desmotivação instantânea em estar com ela. Pois ela representa o ego e a falsidade (o ego não existe, logo todas as suas ideias são paranóias lol), e nós estamos a tentar alinharmo-nos com a Verdade, e estamos a consegui-lo, e toda a nossa Felicidade, que é real, vem da Verdade. E aquilo que nós na verdade somos, só o podemos voltar a ser (“lembrarmo-nos” que o somos) através desse alinhamento. E tudo o que é bonito e agradável na nossa vida, toda a paz e poder que sentimos, toda a nossa Liberdade e bondade, tudo o que é puro e bem intencionado, vem desse alinhamento. Logo automaticamente já não estamos interessados naquela velha maneira de ser, que por experiência sabemos que só traz sofrimento :D



Discernimento não é uma conclusão lógica, é algo que se experiencia automaticamente no momento. Ter a certeza que alguém não é íntegro e mesmo assim escolher ter algo com ela, é cair mais uma vez para o ego. Pois essa escolha em nada serve o Espírito… não tem nada a ver com a Verdade. Mais uma vez, isto não tem mal nenhum, simplesmente a pessoa “trai-se” a ela própria. Vai obter prazer por ter algo com a pessoa não-íntegra, mas estará nesse momento também a fechar as portas à Felicidade e à Alegria.



É como saber que aquela bebida é um veneno, mas só porque é doce, escolher bebe-lo à mesma lol está-se a destruir a Alegria eterna a longo prazo por um prazer temporário a curto prazo :D



Quando a nossa intenção de aumentar a nossa consciência é verdadeira, e de facto nos queremos alinhar com a Verdade, assim que percebemos que alguém não é minimamente íntegro, vamos sentir uma desmotivação em continuar com essa pessoa, assim como no passado sentimos uma desmotivação em continuar a seguir o nosso ego :D sabemos por experiência que não vale a pena. O ego para continuar a ter prazer físico e emocional com essa pessoa vai vir com desculpas e justificações do género: “mas lá porque ela não é íntegra não quer dizer que não possa mudar! E posso servi-la e amá-la à mesma!”



Conversa “bonita” mas as coisas não funcionam assim na Realidade lol porque a intenção verdadeira com essa conversa é poder continuar a obter. Ela pode mudar sim, mas apenas quando lhe apetecer e agora, que é a Realidade, ela não quer (pois se quisesse ela seria claramente diferente). E é com a Realidade que funcionamos, é isso que significa estar consciente. O contexto é agora, não é um pensamento lógico sobre o futuro lol E para se Amar e servir alguém não é necessário ter uma relação amorosa com ela lol mas para se obter prazer é :D



Portanto a questão não é se vale a pena. Depende do nosso nível de consciência: se for para satisfazer o ego vale sempre a pena lol se a nossa prioridade for outra (Espírito) então nem sequer nos vai interessar beijar a pessoa. E este desinteresse é automático, consequência do nosso nível de consciência. Não é uma conclusão lógica fria.



Como fica a pessoa quando a temos de deixar? Fica exactamente como quer lol ela escolhe o ego livremente, apenas porque quer (e porque está inconsciente dessa verdade). E o ego alimenta-se, vive, do negativo. Ele percepciona e interpreta tudo para poder ter o prazer de ser ou a vítima, ou o maior lol é muito básico. No caso de uma separação, o ego escolhe ser a vítima. A pessoa escolhe ser a vítima pois há um prazer inicial nessa escolha. Ela sente-se injustiçada, logo sente-se mais boa pessoa que quem a deixa lol sente-se moralmente superior (orgulho) à pessoa que a deixou, pois para ela, ela é a vítima inocente e o outro o monstro cruel que a deixou. E claro, depois sempre pode ir queixar-se às amigas (ou amigos) da coisa horrível que lhe fizeram (e assim obter a sua atenção e valorização/validação), sendo durante esses desabafos a estrela no centro do palco da peça dramática de apocalipse amoroso dos seus piores pesadelos :D



Nós não fazemos os outros sofrer, é o seu ego que os faz sofrer, porque o ego apenas quer o negativo e desagradável lol podemos fazer tudo impecavelmente e ser uns santos, o ego vai sempre odiar algo em nós ou sentir-se magoado com algo que fizemos ou dissemos, ou com medo, etc, etc lolol é pura paranóia, desligado da Realidade. Porquê? Porque a Realidade é o Espírito e isso desfaz a sua ilusão (o ego não existe, é apenas uma ideia que temos na cabeça, não é uma Realidade).



Pessoas de um nível de consciência mais alto, quando alguém as deixa, têm pena e lamentam isso porque de facto gostam da outra pessoa, mas não ficam a sofrer. Têm energia (consciência) suficiente para lidar com isso. Não associam a Felicidade à outra pessoa pois sabem que ela apenas vem do Espírito, sabem que a Felicidade está dentro delas. Se nós somos o Espírito, e o Espírito é tudo, como podemos perder algo quando alguém se afasta de nós? Lol não faz sentido sequer.



O que podemos fazer quando temos de deixar uma pessoa é ser delicados, é fazê-lo de forma apropriada.



“Gostei de te conhecer e dos momentos que passámos juntos, mas não acho que uma relação amorosa entre nós fosse resultar a longo prazo. Por isso é melhor deixar-mos as coisas por aqui, enquanto apenas temos boas memórias um do outro, e afastarmo-nos. Desejo-te o melhor e que descubras a tua felicidade.”



Assim algo do género. Dizer a verdade e ser delicado e bem intencionado. E não vale a pena explicar que é porque ela não é íntegra e blá blá blá lol os não íntegros não percebem isso, se percebessem não o seriam :D não é necessário explicar nada sobre isso, o que é necessário é seguir a Verdade e o Espírito, e nesse momento de separação Amar a pessoa em vez de tentar explicar algo que se calhar nem nós ainda compreendemos lá muito bem :D e isso é Humildade.



Obrigado pela tua pergunta.


* * * * *

COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES
CURSO ONLINE NÍVEL 1

«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html


* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE
CURSO ONLINE NÍVEL 2

«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html


13 comentários:

Anónimo disse...

não dá para por gosto? :P

Free-Lipe disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luígi disse...

Boa resposta! De facto, está a acontecer-me isso neste momento. Saí com uma moça que é muito gira, inteligente e interessante. E mesmo assim só me sinto atraído em certos momentos. Não digo que me vou afastar dela, acho que nem eu nem ela gostariamos de ouvir isso, ficamos antes como amigos! Afinal, ninguém está só no mundo.
Sobre o "ser integro" ou "não ser", acho que é um rótulo mental que estás a colocar nas pessoas e isso pode deixar a sentir inferioridade e superioridade, o que afecta a auto-estima. Eu vejo mais certas pessoas que estão mais bloqueadas, com medos e vergonhas que as inibem de ser quem são realmente. Por isso é bom sermos luz e olhar com compaixão os outros, iluminando com carinho o que é tão difícil para alguns verem!
Abraço

Pedro C. disse...

Luigi:

Eu não vejo os não-íntegros como inferiores e os íntegros como superiores, isso são as pessoas que interpretam lol nós interpretamos as coisas conforme o nosso nível de consciência. É o ego que se sente ofendido e perde auto-estima, não o espírito :D

Os não-íntegros são controlados por medos e vergonhas, mas ser não-íntegro não é apenas isso. Ser não-íntegro é funcionar através de ilusões. O medo e a vergonha são sempre baseados em algo falso, que nada tem a ver com o que a pessoa realmente é: o Espírito. Mas na não integridade não há apenas medo e vergonha, também há ódio, orgulho, desejo, tristeza, culpa, apatia, etc. Não vejo nada disso como inferior ou mau, apenas como subjectivamente desagradável e limitador :D eu vejo isso com Alegria e não com ódio ou arrogância. Quem lê o que eu escrevo é que pode ter essa interpretação, que vem do seu nível de consciência, mas a Verdade é outra.

Ser Luz e olhar com Compaixão é ver a Verdade. O Espírito reconhece quando algo é bonito e quando algo é feio, e expressa-o. A Verdade não é para meninos lol não é para os que se ofendem e ficam magoados facilmente. Apenas o ego se ofende e fica magoado lol se não é íntegro, não é íntegro. Se é íntegro, é íntegro. E depois? :D É a Verdade que importa e não o orgulho/auto-estima do ego lol o Espírito é puro Amor e Alegria, e por isso olha com Amor e Alegria para a Verdade. Mas vê a Verdade tal como ela é. Não a esconde nem a procura atenuar só porque o senhor ego pode ficar incomodado ou indignado porque lhe dizem que ele é falso e não quer saber dos outros, quando tudo isso é Verdade lol :D

Pedro C. disse...

Luigi:

Eu não vejo os não-íntegros como inferiores e os íntegros como superiores, isso são as pessoas que interpretam lol nós interpretamos as coisas conforme o nosso nível de consciência. É o ego que se sente ofendido e perde auto-estima, não o espírito :D

Os não-íntegros são controlados por medos e vergonhas, mas ser não-íntegro não é apenas isso. Ser não-íntegro é funcionar através de ilusões. O medo e a vergonha são sempre baseados em algo falso, que nada tem a ver com o que a pessoa realmente é: o Espírito. Mas na não integridade não há apenas medo e vergonha, também há ódio, orgulho, desejo, tristeza, culpa, apatia, etc. Não vejo nada disso como inferior ou mau, apenas como subjectivamente desagradável e limitador :D eu vejo isso com Alegria e não com ódio ou arrogância. Quem lê o que eu escrevo é que pode ter essa interpretação, que vem do seu nível de consciência, mas a Verdade é outra.

Ser Luz e olhar com Compaixão é ver a Verdade. O Espírito reconhece quando algo é bonito e quando algo é feio, e expressa-o. A Verdade não é para meninos lol não é para os que se ofendem e ficam magoados facilmente. Apenas o ego se ofende e fica magoado lol se não é íntegro, não é íntegro. Se é íntegro, é íntegro. E depois? :D É a Verdade que importa e não o orgulho/auto-estima do ego lol o Espírito é puro Amor e Alegria, e por isso olha com Amor e Alegria para a Verdade. Mas vê a Verdade tal como ela é. Não a esconde nem a procura atenuar só porque o senhor ego pode ficar incomodado ou indignado porque lhe dizem que ele é falso e não quer saber dos outros, quando tudo isso é Verdade lol :D

Luígi disse...

Grato pela resposta!
Gostei de teres dito que cada um interpreta a realidade de acordo com o seu nível de consciência. Diria que todos os problemas que tenho na vida são criados dentro da minha cabeça! :) Toda a realidade é perfeita.
Vou tentar conectar-me com o teu nível de consciencia dizendo o que estou a interpretar da tua mensagem. Se percebi mal, pff corrige-me: Quando a pessoa está num nível "não integro", está a operar por ilusões e todo o sofrimento que posso sentir, é irreal, baseado em coisas não Verdadeiras. E quando a pessoa está num nível integro, quer dizer que ultrapassou os problemas, caso os tivesse, removeu as ilusões que tinha de si próprio e da vida, e vive num estado de paz e alegria. A tua proposta é dizer às pessoas que quando estão a sofrer, é baseado em ilusões e que olhem para a verdade?

Apoio a tua intenção, há que ter é atenção à maneira como expões a tua verdade. Citando o Oscar Wilde:
"If you want to tell people the truth, make them laugh, otherwise they'll kill you." :)
Abraço

Anónimo disse...

Pedro, e c/ relação aquele 'tempo' que antes você falava de que era necessário p/ conhecer melhor a pessoa antes de termos uma relação íntima com a pessoa (até mesmo um simples beijo)? Não sei se estou certo ou errado..mas qnd chega o momento de deixar a pessoa, e vejo ela chorar..dá um aperto no meu coração, mesmo sabendo que na verdade é o ego dela q ta causando tal sofrimento..fica uma sensação em mim que eu poderia ter feito melhor..nesse momento fico me cobrando q a minha proxima relação só vai acontecer qnd eu tiver certeza que´a pessoa é a pessoa certa....tudo pra não fazer mais ngm sofrer..apesar de saber q o grande o vilão ai é o ego. Abraços

Anónimo disse...

Pedro nas redes socias devemos colocar foto?

Ana.. disse...

Pedro e Luigi..

A consciência é uma verdade que precisa ser vivida....Nós a conhecemos porque a vivemos.

Porém, infelizmente, é muito difícil que o ser humano a vivencie sozinho, sem ter o conhecimento adequado.


Eu por exemplo, ou melhor, minha mente, sempre foi egocêntrica, perdida em pensamentos. Eu sofria, era angustiada.

Fui conhecer a meditação , quando, um dia, procurando um bom livro na seção de auto ajuda de uma livraria , encontrei um título que me chamou a atenção " O poder do agora" e comecei a ler as primeiras páginas.Comprei na hora. E aí, tudo mudou, se clareou, meu corpo gritou " eu sabia,até que enfim".

Foi o conhecimento dele que me ajudou e me abriu portas, e me abriu a vida. Fui eu que vivi, mas graças ao conhecimento que ele me passou.

Apesar de um auto grau de consciência, eu ainda não entendia muita coisa a respeito das relações homem e mulher. Foi graças ao Cool Vybes e seus artigos maravilhosos (eu já li praticamente o blog inteiro) que hoje eu consigo ter satisfação nessa área.

Mas eu não poderia saber se não fosse o Cool Vybes, se não fosse Eckh. Tolle..


Encontramos pessoas não íntegras a todos os momentos, em todos os lugares. Alías, quase não encontramos pessoas íntegras. A humanidade não ama, vive o EGO, está presa ao tempo, à matéria, a seus pensamentos.
Porém, eu acho válido, ao invés de simplesmente dizer " Oi, você está sugando minha energia, não quero me relacionar com você agora " dizer a verdade ; " Eu conheço meditação, gostaria de compartilhar o Cool Vybes/Anthony de Mello/Osho/Joel Gold Smitch/Ekchart Tolle/Krisnamuty/ com você, se você sentir que mudou, pode me procurar, mas por enquanto, você não tem o nível de consciência que eu procuro.Gostaria que conhecesse esses livros antes de tentarmos um relacionamento amoroso"

Podem nos achar malucos, mas e daí? ? Queremos construir um mundo consciente, ou não ?
A verdade é a verdade, vão nos achar malucos por pouco tempo. Afnal, eles são nós, e nós somos eles......


Eu acho que precisamos compartilhar o que sabemos, porque ninguém está inconsciente porque quer,mas porque vive num mundo assim. Um mundo que está dormindo.

Anónimo disse...

Qual a opinião do Coolvibes a respeito dos livros de Nessahan Alita?

Luígi disse...

Oi Ana, obrigado por te dirigires tb a mim. Fico contente por estares a fazer coisas para cuidares da tua vida e de quem tu és. Tambem li alguns desses autores e faço meditações activas Osho, entre outras coisas.
Tomaste um caminho seguindo autores "espirituais" que nem toda a gente a nossa volta tem interesse em consultar, e por vezes sentimo-nos sós no nosso caminho, e surge uma vontade de partilhar e ligar com outros. Por isso é bom ter uma pessoa, amigos, ou grupo de pessoas que também tenham interesses em comum. Também por isso que eu consulto e comento o Cool Vibes, é uma relação com interesses em comum e temos possibilidade de nos expormos e conectar com outros.

Mas tenho uma pergunta para ti:
Como te sentirias se te sentisses atraída por alguém e estarias aberta a ter intimidades com essa pessoa, só que ela te dizia que só se envolvia contigo caso tu estudasses todos os nomes de todas as equipas e jogadores nacionais, se não fizesses isso, te dizia "volta mais tarde"?

É obvio que todos gostamos de ter coisas em comum com as pessoas que nos são íntimas, mas uma relação amorosa não nos vai resolver todos os desejos, necessidades nem problemas que a vida nos trás.
Se exigimos coisas a outros e eles não quiser fazer, estarão indo contra a sua própria vontade e caminho para fazer o que nós queremos, ai não vai haver muita integridade nem paixão na relação.

Tu estás a atrair pessoas e relações de acordo com a tua consciência actual, se há algo a mudar é a tua consciência e não as outras pessoas, os outros são somente um reflexo, um espelho de ti.

Ana disse...

Oi Luigi,

Obrigada pelo seu comentário!!

Puxa vida, vc descreveu exatamente o que sinto: Vontade de compartilhar interesses e descobertas com pessoas. Ultimamente só tenho o feito com pessoas da Internet (meu Deus, que invenção é essa, a internet...) e bem, no meu dia a dia, aqui, onde estou presente, no ambiente de trabalho, faculdade e família, eu me sinto só com minhas descobertas.
Gostaria de estar realmente presente com pessoas que estivessem compartilhando das mesmas idéias e quisessem experienciar as mesmas coisas.

Estou pensando em tirar umas férias e fazer uma viagem, existem alguns grupos de meditação que fazem retiros junto à natureza, deve ser maravilhoso . =)

Hmm, bem, veja bem :
Eu ainda acho que consciência,oq estamos tratando aqui, é um assunto de interesse comum a todos, pq diz respeito ao que realmente somos . Acho que é uma questão de tempo para a humanidade se conscientizar ,afinal, é o que ela é!

Não acha??

Porém, estive observando, é verdade, alguns seres humanos ainda não estão íntegros e nem interessados em se-lo, e não há nada que se possa fazer , nem mudar, nesse momento...

E no fim, acho que é isso que estamos discutindo, né ?


E que belo seu último parágrafo!!!
"Tu estás a atrair pessoas e relações de acordo com a tua consciência actual, se há algo a mudar é a tua consciência e não as outras pessoas, os outros são somente um reflexo, um espelho de ti." Lindo!!!
É algo que a mente não pode compreender, vc percebe ? ;).

Obrigada novamente.

Luígi disse...

Oi Ana,

Pois, se não fosse a internet ainda estariamos na idade da pedra! ehehe Mas ela é muito insuficiente nas relações humanas, serve de muleta pois a vida é para ser vivida ao vivo, com pessoas, sentindo, contactando, tocando.

Acho apropriado responder-te com uma citação de um indiano famoso:
"Sê a mudança que queres ver no mundo"

Essa consciencia que queres ver nas outras pessoas e no mundo, já pensaste se tu a vivessses? Se te tornares mais feliz, pacífica, forte, amorosa e carinhosa, seguires a tua intuição, sentires contacto com o teu corpo, dançares... porque não fazes tu isso, te tornas num farol de luz e amor. É inevitável expalhares essa energia no mundo e inspiras outros a fazer o mesmo! Até começas a atrair mais amigos e mais pessoas a sentir tesão por ti. O que achas? Não é isso que no fundo o teu lado feminino deseja? ;)

Disseste:
"É algo que a mente não pode compreender, vc percebe ? ;)."

Mas não percebi. Para além de achares que são lindas palavras, o que tu achas que querem dizer?

O que te irrita nas pessoas à tua volta? Como são elas?
O que gostas nessas pessoas?

As respostas que te virão são traços da tua própria consciência e não como os outros realmente são. Eles simplesmente existem. O que vês nos outros é como tu pensas de ti. Pode demorar um bocado a entender, mas irás perceber :)
A mente é tua aliada, usa-a!
Felicidades