terça-feira, 10 de maio de 2011

"Como Apresentar Uma Namorada com Filho(s) aos Pais"

Pergunta de um leitor:


"Ei Pedro tudo bem?
Vejo que voltaste aos Post's!!! :)
Tenho aqui um tema que gostava que desses a tua opinião/visão. É algo que ainda não consta nos vastos temas do blog...


"Mulheres com filhos"


- Enfim... como "apresentar aos pais?"
-Será que é uma boa opção?
- Muitas delas são descriminadas à partida por serem mães, será isso correcto?


Acho que seria interessante um post ou mesmo um audio sobre o tema! Acredito que ainda arranjes mais um ou outro ponto (para além daqueles que mencionei) para expores sobre o tema!!


Eu gostava mesmo muito que falasses sobre isso (problema pessoal...) Acredito que muitos dos leitores do blog também possam ter ou vir a ter interesse sobre o tema!!


Uma Boa Páscoa Pedro!
Abraço"


-


Então a situação é a seguinte: tens namorada, ela tem um ou mais filhos, e queres apresentá-la aos teus pais mas tens medo que eles não gostem dela e não queiram que namores com ela porque ela já tem filho(s).


É muito simples :)


1) Apresentas a tua namorada normalmente. Dizes a verdade sobre ela. Deixas os teus pais falarem com ela e fazerem-lhe perguntas, assim como também lhes respondes com a verdade quando eles te fizerem alguma pergunta sobre ela.


2) Será que é uma boa opção? A opção não é boa nem má. Fazes o que quiseres. Lembra-te que não tens de apresentar nenhuma namorada aos teus pais, não és obrigado a fazê-lo. Só o fazes se quiseres. Portanto inicias um namoro e esse namoro só diz respeito a vocês os dois. Se por acaso os teus pais perguntarem se tens namorada, dizes a verdade, mas não te sintas obrigado a apresentá-la. Os teus pais estão completamente desligados da tua vida amorosa, não lhes diz respeito, não lhes tens de escrever relatórios do dia sobre o assunto :D És livre de escolher apresentá-la ou não, quando achares apropriado ou que faz sentido porque tu assim o decidiste. A tua vida amorosa só te diz respeito a ti, e nunca ao ego dos outros. Não se trata de esconder, mas trata-se de não te sentires obrigado a fazê-lo se não é algo que naturalmente queres fazer. A vida amorosa não é motivo de segredos nem de publicidade, e o espírito compreende isso. O ego paranóico é que irá sempre achar errado e que tem de saber tudo porque é importante mas isso é falso. É apenas uma justificação convincente para ele sentir o prazer narcisista de saber o que os outros andam a fazer para depois formar uma opinião egocêntrica sobre o assunto e julgá-los.


Os "zombies" andam por todo o lado :D


Não escondas, mas também não te sintas obrigado a apresentá-la se não quiseres. Se cada um olhasse apenas para a sua vida amorosa em vez de querer saber coisas sobre a dos outros seriamos todos um pouco mais alegres :D


3)Discriminação vem de julgamento do ego, que é sempre baseado em uma percepção/interpretação falsa da situação. Sim é possível que os teus pais a julguem e discriminem, e por isso não gostem dela e não queiram que namores com ela porque ela já tem filho(s).


E depois? :D


Tu namoras com quem quiseres e não com quem os outros querem. És tu que decides. Os teus pais podem não gostar dela mas és tu quem decide com quem namoras. Por isso não te preocupes: segues os princípios da integridade e amor, namora com ela com alegria e intenção de a servir, e o que os teus pais acham dela ou não é irrelevante.


Obrigado pela tua pergunta.


-----


COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES - CURSO ONLINE NÍVEL 1
(14 EBOOKS + 6 MESES DE EMAIL COACHING PERSONALIZADO!)


Descobre como ser um homem naturalmente atraente para as mulheres, como as conhecer em qualquer lado de forma honesta e como ter namorada.


Alcança satisfação nesta área sem qualquer tipo de falsidade ou manipulação.


Vai a http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer_27.html e pede mais informações em CoolVibes_Coaching@hotmail.com assunto: "Info COACM"


A tua vida amorosa e social nunca mais será a mesma!


"Obrigado pelo ebook das *Qualidades* que me enviaste, ajudou-me bastante. Ontem eu fui para uma escola e 3 raparigas queriam conhecer-me e perguntaram-me o nome!"
- Ricardo S.

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá Pedro quando conhecemos uma mulher falamos das nossas qualidades e não dos defeitos é o ego humano , se falarmos dos nossos defeitos estamos a ser verdadeiros , apesar de eles serem negativos. Os 23 erros que mencionas no teu livro são erros ou defeitos?

Anónimo disse...

Pedro já li sobre a linguagem corporal na teoria é fácil , mas na prática é mais complicado fazemos muitos gestos. Como fazer a sua interpretação?