terça-feira, 16 de março de 2010

"Ferramentas de Transformação - Repetição"

PARTE 1



PARTE 2



PARTE 3



Obrigado por ouvires :)

Dúvidas:
CoolVibesClub@hotmail.com

Coragem, Verdade e Amor
Pedro Constantino

10 comentários:

RuiBeb disse...

Gostei do audio! É fixe, saber que afinal até posso ouvir estes audios sem prestar grande atenção... God bless Energy! ;)

Thanks

Pedro disse...

Olá Pedro

Gosto muito de te ouvir e sinto que estás cada vez mais calmo, reflexo do caminho que segues.

Nem de propósito, a repetição foi referida numa conversa que tive há pouco tempo atrás como uma das ferramentas mais poderosas de aprendizagem.

Quero só referir uma questão já que, sim, o meu ego ficou tocado.
Passo a explicar:
Referes na terceira parte dois estilos musicais.
Sou adepto ferveroso de um deles, Hip Hop.
Penso que os dás como exemplo mas como nada é por acaso também, decidi mesmo escrever.

Eu utilizo o hip hop como evolução pessoal, essencialmente o nacional. Com ele tive a oportunidade de chegar à rádio e assim transmitir o "meu" hip hop e a minha mensagem que é o no que ele se baseia, seja política, social ou de vida.
Através das letras transmito mensagem e nos intervalos tenho a palavra para transmitir as minhas, desta feita baseadas naquilo que compreendo.
Sendo a evolução pessoal algo que pratico, a maioria das mensagens, quando não ligadas ao movimento hip hop (é para ele que me dirijo maioritariamente) são de cariz de evolução pessoal.
Não foi um nem dois programas que dediquei inteiramente à evolução pessoal e as entrevistas mais relevantes que fiz até agora a artistas são exemplos disso, cito NBC e Dealema.
Caso queiras poderei facultar-te pois acho que são exemplares nesse sentido e em muito do que se passa aqui, neste blog. Não querendo fazer publicidade, podes checkar a de Dealema no blog que criei dedicado ao programa, Hora H (através do meu profile).

Bem sei que a esmagadora maioria do hip hop que é disseminado seja por que meio for (tv, radio e interet) é lixo, principalmente em termos de mensagem. Mesmo assim, sublimo o caminho de vários poetas que temos em Portugal e os quais valorizo muito.

Obrigado por continuares este blog! Com ele já cresci muito!

Abraço

Pedro disse...

Afinal estão lá as duas entrevistas! ;)

Daniel disse...

Olá Pedro vim apenas agradecer ; acompanho o coolvibes ja tem uns 2 anos , me lembro até do primeiro audio que eu ouvi ,o de "como descobrir se uma mulher está interessada" faz tempo... hehe!! achei esse audio por acaso no youtube , des daquele dia sempre tenho acompanhado todos os outros audios do coolvibes e o blog.
Foi um, dos maiores contribuintes(e ainda é) pro meu desenvolvimento espiritual. de verdade..
,me sinto livre, confiante ,tenho tenho uma relação muuito boa, me sinto forte, com paixão pela vida, etendi o significado de coisas como: integridade, compaixão autenticidade, contribuição... Essa palavra que você sempre menciona, "contribuir" pra mim foi essencial! muito obrigado mesmo! o coolvibes foi um dos responsáveis por minha vida ter um sentido hoje!!me sinto mais acordado, é como se eu estivesse tirado um óculos ebassado de meus olhos, hoje compreendo e enxergo as coisas de outra forma!!
eu quis agradecer respondendo uma mensagem de um ebook que me enviou mais acho que a mensagem é automatica!! mais de toda forma aqui esta minha gratidão
um grande abraço

Daniel
Brasil

Pedro Constantino disse...

Obrigado Rui! Abraço

Pedro Constantino disse...

Pedro:

Eu referi o hip-hop em termos gerais. A mensagem passada através do hip-hop pode ser íntegra, e nesses casos é sempre válido e útil. Mas como sabes, e referiste, a maior parte do hip-hop, seja nacional ou internacional, tem uma mensagem não-íntegra, muito ligada à violência, revolta (raiva/ódio), orgulho/arrogância e outras coisas semelhantes. As excepções íntegras/positivas são claro sempre bem-vindas mas são uma raridade. A qualidade musical e dos artistas não está em questão, mas um artista pode ter muita qualidade e músicas artísticamente e criativamente espectaculares, mas ser nao íntegro e a sua mensagem ser não-íntegra, negativa e egocêntrica. Seja no que for na vida, seja em que área for, em que arte for, em que entretenimento for, em que actividade for, o objectivo daqueles que querem mesmo alcançar um nível de consciência mais elevado e viver em estados e energias mais elevadas tem mesmo de ser o de evitar toda e qualquer fonte de energia negativa/não-íntegra/egocêntrica, mesmo que essa fonte seja algo que tenha sido uma paixão para essa pessoa durante 50 anos. No caminho da evolução há sempre grandes sacrifícios a fazer. Mas claro que hip hop íntegro é sempre bem-vindo, o problema não é o hip-hop em si, é o hip-hop não íntegro.

Kohinoor disse...

Há coisas que concordo, mas outras discordo, principalmente no 3o audio.

Por exemplo, Sedução. Não é algo para se evitar, é a dança constante do masculino e feminino! Se tens uma mulher na tua vida, tens de a seduzir todos os dias.

Falas também sobre evitar o desejo e ter necessidades. Isso é contra a vida. Precisamos uns dos outros, precisamos de amor. E temos necessidades, precisamos de comer, respirar, dormir, descançar, falar, namorar. Estar a nega-las é negar a própria vida! Mas afinal, desejas uma mulher na tua vida ou não?

Se o "desejo" que estás a querer recusar é aquele que as TVs influenciam, o desejo de comprar doces, de ter mulheres boas comó milho, e outras coisas irreais e desnecessárias, isso concordo que são coisas que não precisamos. Mas há que estar em contacto com o "Eu", com o corpo, há que meditar para ter consciencia e distingir o que precisamos, as nossas necessidades e desejos. Caso contrário está-se em apatia e a viver sem paixão!

Senti a necessidade de me expressar. :P
Abraço

Clenio disse...

Olá Pedro!
Obrigado por ter explicado essa questão da energia, eu não percebia direito sobre elas. Interessante essa questão da energia que o áudio transmite mesmo quando estamos fazendo alguma tarefa e não estamos prestando 100% de atenção.
Esse áudio está me ajudando muito a desapegar-me do mundo material, inclusive dos meus próprios sentimentos também. Grande abraço

Ricardo Peixe disse...

Optimo audio! E grande trabalho que estás a fazer em dotar homens e mulheres de mais ferramentas para serem felizes!

Abraço

Ricardo Peixe
http://www.confidencegt.com/

Pedro disse...

É isso. E não posso deixar de dar a mão à palmatória em certos aspectos do hip hop. O tema do último programa foi mesmo a violência no hip hop..e é claro que há e existe a mensagem não integra.

Não poso é deixar de sublinhar o que de tão bom se faz em Portugal e muitas vezes paga o justo pelo pecador como é este o caso.

Abraço e boas vibes