AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

“O Que Dizer a Uma Mulher Bonita Para Iniciar Uma Conversa Com Ela de Uma Forma Autêntica”

Recebi por email uma pergunta sobre o tema de conhecer mulheres de uma forma autêntica, que toca em pontos super importantes que te vão de certeza interessar e ajudar.

Lê a pergunta que me enviaram e depois lê a minha resposta.

Pergunta:

«
Pedro, o primeiro estímulo que me faz ter vontade de ir falar com uma mulher é o facto de ela ser atraente. Parece-me bastante válido que eu queira partilhar a minha vida com uma mulher bonita (pelo menos para mim), embora não seja essa a única “qualidade” mas será a primeira. Naturalmente que um homem sente-se mais motivado a aproximar-se de uma mulher bonita do que se não for. Eu só devo interagir com uma mulher atraente, se honestamente tiver algum assunto que me interesse verdadeiramente? Porque me parece muito difícil que um homem diga algo a uma mulher atraente mas desconhecida pela vontade de saber algo ou comentar algo genuinamente. Imaginemos que eu vou para a discoteca, observo as mulheres que lá estão, alguma atrai-me, por mais íntegro que eu queira ser eu vou pensar em algo para lhe dizer não por curiosidade pura e simples de saber a resposta mas sim para me aproximar. A curiosidade mais honesta que me surge sobre qualquer mulher é saber como é a personalidade dela. Resumindo, se eu quero conhecer mulheres para seleccionar alguma para ser minha companheira eu só vou querer conhecer mulheres atraentes, logo qualquer assunto que eu utilize nunca será sincero porque a minha verdadeira motivação para falar com ela é ela ser atraente. Se puderes comentar, agradeço.»

Resposta:

“o primeiro estímulo que me faz ter vontade de ir falar com uma mulher é o facto de ela ser atraente. Parece-me bastante válido que eu queira partilhar a minha vida com uma mulher bonita (pelo menos para mim), embora não seja essa a única “qualidade” mas será a primeira.”

É perfeitamente válido que a beleza física de uma mulher seja o primeiro estímulo que te dê vontade de ir falar com ela. Não há nada de errado nisso, nem em teres como preferência ter uma namorada físicamente atraente, uma vez que também tens em conta que há outros factores mais importantes. Há sempre um Ser por detrás da beleza física... e é no Ser que deves focar a tua atenção, e não meramente na sua beleza física.

“Naturalmente que um homem sente-se mais motivado a aproximar-se de uma mulher bonita do que se não for.”

Isto também é verdade... mas será que a dimensão física da mulher é a única coisa que se pode apreciar à distância sem a conhecer...? Claro que não. Mais à frente esclareço este ponto...

“Eu só devo interagir com uma mulher atraente, se honestamente tiver algum assunto que me interesse verdadeiramente? Porque me parece muito difícil que um homem diga algo a uma mulher atraente mas desconhecida pela vontade de saber algo ou comentar algo genuinamente.”

Sim, só deves interagir com uma mulher, seja atraente ou não, se honestamente tiveres algum assunto que te interesse verdadeiramente. Porque se assim não for nunca irás criar uma ligação com ela, não a irás de facto conhecer nem gerar naturalmente a energia e emoções que a farão querer voltar a ver-te. Serás apenas mais um mero escravo dos desejos do corpo que não tem capacidade para apreciar outras coisas que não apenas o corpo da mulher.

É difícil que um homem diga algo a uma mulher desconhecida, seja atraente ou não, pela vontade de saber algo ou comentar algo genuínamente se ele não tiver o nível de consciência elevado o suficiente para isso.

Repara bem nisto:

Conhecer mulheres não é uma actividade em si.


É algo que acontece naturalmente enquanto o homem vive, despreocupadamente e sem pensar nisso, a sua vida e dia-a-dia.

E claro, se ele tiver a energia, nível de consciência e qualidades para isso.

Ele não sabe o que dizer, ou não tem algo genuíno para perguntar ou comentar porque não está absolutamente a fazer nada. Anda apenas à caça de mulheres. Logo o único tema e texto que lhe surge na cabeça ao ver uma mulher bonita é “ela é bonita”.

As mulheres têm de apanhar o homem a fazer algo que ele adora fazer. A ligação será criada através dessa actividade ou tema, irá surgir naturalmente uma conversa que tem a ver com o ambiente em que ambos se encontram, e esse será o elo de ligação entre ambos.

Tens de eliminar a mentalidade de “quero uma mulher bonita como namorada” pois isso dá-te uma energia de caça (necessidade e desejo), que vai condicionar tudo o que sentes, pensas e fazes quando sais porta fora. Queres algo, logo vais andar atrás desse algo.

Tens de ter uma mentalidade de “sinto-me preenchido”. Isso só surge quando evoluis espiritualmente, quando meditas regularmente. Enquanto isso não acontecer és mais um caçador de mulheres, e nem sequer dás por isso. Tens de pensar mais em como criar o estilo de vida que gostarias de ter e menos em como conhecer mulheres (meter ou prender mulheres a ti ou à tua vida).

Uma coisa é desafiares-te e praticares. Aí vais falar com as mulheres que achas bonitas e ponto final. Perguntas algo simples pelo desafio de falar com uma desconhecida por quem te sentes atraído, e para ganhares experiência a fazer isso. Mas esta actividade do desafio/prática é o nível mais baixo de todos na arte social de conhecer mulheres naturalmente. NATURALMENTE. Isto significa que, no nível mais elevado, mesmo que ela seja super atraente, se não for natural... não o fazes. Mesmo que tenhas as capacidades sociais para o fazer.

O nível do desafio/prática é o que vem logo a seguir ao “eu não sou capaz e não faço nada”. É apenas o primeiro passo... não é o fim da “corrida”. É super importante, mas não é para ficar nele eternamente. É apenas ir do “não faço nada” para o “faço algo”.

Ao mesmo tempo que te desafias e tens interacções só pela experiência e pela prática, procuras desenvolver-te INTERIORMENTE, e criar um estilo de vida, ou vida social que te agrade e apaixone. Procuras fazer o que mais gostas, independentemente das mulheres. Um homem a sério não anda à caça de mulheres... ele é independente das mulheres. Pois só assim se desenvolve a um nível em que de facto pode trazer algo único e especial a uma mulher. E isto é o que significa Atracção Natural.

Não é andar atrás de todas as mulheres bonitas sempre que vês uma. Não é persegui-las pensando no que dizer para as tentares conhecer... é desenvolveres a tua consciência, estares em sintonia com a tendência natural do Todo, para SERES um homem que tem capacidade de Amar na sua forma feminina e masculina, o guerreiro que faz o que é preciso fazer sejam quais forem as consequências. Desenvolver o interior e a consciência é o que traz naturalmente as melhores experiências do mundo exterior material.

Mas primeiro tens de meditar muito, tens de escrever afirmações, tens de imaginar a realidade que queres viver. Há muito trabalho interior a fazer.

Claro que podes aproximar-te de uma mulher e dizer-lhe “hey estava ali ao fundo e reparei em ti, e quando vejo uma mulher bonita fico curioso por descobrir mais sobre ela...”. Desta forma estás a ser autêntico dentro do teu nível de consciência actual. Só que se dizes isto com a energia de preciso/quero (necessidade/desejo), ela vai-se sentir repelida e defender-se de ti como puder. Porque inconscientemente vai sentir que lhe querem tirar algo. Essa é a energia do obter. Se disseres com uma energia de dar, de Amor, de compaixão, de partilha de um momento sem estar à espera de qualquer resultado ou de obter seja o que for com aquela conversa, então aí sim a magia vai acontecer.

Mas o nível de consciência continua a não ser o mais elevado possível. Andar de mulher em mulher, a iniciar conversas, só porque ela é bonita físicamente é um pouco atitude de adolescente excitado em busca de prazer físico e validação emocional (“sou um grande homem porque tenho muitas interessadas em mim”).

A forma mais consciente de fazer isto é desenvolver um estilo de vida, sem pensar em mulheres. Um estilo de vida no qual fazes o que gostas, vais onde gostas, e no qual tens sempre algo genuíno para comentar ou perguntar. Algo que não tem apenas a ver com a beleza física delas, ou com o conseguir conhecer mulheres e ter finalmente a namorada bonita, mas que existe independentemente delas. Assim irás criar ligações naturalmente.

É que te estás a esquecer completamente que do outro lado está um ser humano, e não apenas um corpo humano. Eu sei que procuras outras qualidades, mas não te estás a focar nisso no momento das conversas... porque se estivesses já saberias melhor o que dizer e perguntar. E se já estivesses a fazer algo que adoras fazer, terias logo sobre o que falar.

“Imaginemos que eu vou para a discoteca, observo as mulheres que lá estão, alguma atrai-me, por mais íntegro que eu queira ser eu vou pensar em algo para lhe dizer não por curiosidade pura e simples de saber a resposta mas sim para me aproximar. A curiosidade mais honesta que me surge sobre qualquer mulher é saber como é a personalidade dela.”

Primeiro de tudo, a discoteca é o pior local para se conhecer mulheres. É excelente para te desafiares muito, praticares iniciar conversas e ter interacções, mas onde deves conhecer mulheres é onde já vais naturalmente no dia-a-dia fazer algo que gostas.

Gostas mesmo de discotecas ou vais lá apenas para ver se consegues conhecer alguém?

Estás lá porque esse ambiente de festa te fascina e estimula ou vais lá apenas para ver se consegues conhecer alguém?

Estás lá por causa de uma festa específica que te interessou, para estares com os teus amigos, por causa da música, para experimentar uma bebida nova, ou vais lá apenas para ver se consegues conhecer alguém?

A discoteca é apenas para desafio e prática, nada mais. A não ser que tenhas mesmo um fascínio pela noite e por esses ambientes, e que sejas naturalmente sociável. Aí sim, estarás a fazer algo que de facto gostas, e não estás a perseguir as mulheres, a tentar obter a namorada bonita que desejas.

Integridade não é algo que se tenta ser através de algo que se diz ou faz num determinado momento. Isso é simular Integridade, não é ser-se íntegro. Para se ser íntegro tem-se de evoluir espiritualmente, tem-se de meditar muito. E isso é algo que tens mesmo de começar a fazer a sério.

Se vais perguntar algo não por curiosidade de saber a resposta mas apenas para te aproximares então sim, não estás a ser autêntico e nunca o deves fazer. Tens de te tornar primeiro no homem que já está a fazer algo que gosta, e que gosta de falar com as pessoas pelo prazer de falar com as pessoas. Alguém que é naturalmente conversador e sociável, que adora pessoas e comunicar. Aí sim, terás sempre temas e será sempre autêntico. Andar a meter conversa, mulher a mulher, sendo a motivação exterior (beleza física dela) e não interior (quem eu sou), esse é o grande problema aqui. Estás a tentar simular ser alguém naturalmente conversador com estranhos e desconhecidos, em vez de de facto te tornares nesse tipo de homem e desenvolveres esse estilo de vida real.

Se para ti a curiosidade mais honesta que te surge é descobrires como é a sua personalidade, então é esse o tema de conversa que deves usar. “Hey estava ali ao fundo e reparei em ti... e quando vejo uma mulher bonita fica sempre curioso por descobrir como é a sua personalidade... o que mais gostas de fazer na vida?”

Só perguntas sobre música se de facto fores um interessado em música e tiveres essa paixão.

Só perguntas sobre bebidas se de facto fores um interessado em bebidas e tiveres o prazer de descobrir novas bebidas, ou a curiosidade de saber o que as pessoas em determinados sítios costumam beber.

Não confundas desafio/prática (fase de aprendizagem) com o acto natural e autêntico de conhecer uma mulher.

Nunca deves sair de casa com a intenção de conheceres mulheres, nem nunca deves pensar que é possível conhecer todas as mulheres... ou que deves iniciar uma conversa com todas as mulheres bonitas que vês independentemente do contexto.

Se não for natural, não o faças. Forçar ou procurar uma forma esperta/engenhosa de o conseguir fazer é ser o típico adolescente imaturo excitado em busca de mero prazer físico (mulher como corpo humano e não como ser humano) e validação, para quem vale tudo para o conseguir (mentir e manipular incluído). E isso é o extremo oposto de um homem a sério.

Claro que estes adolescentes imaturos vão conhecer e atrair mulheres... que estão ao seu nível. Não as de um nível de consciência mais elevado, com as quais os melhores momentos e relações são possíveis.

Não ponhas os pés numa discoteca se isso não for uma paixão para ti. Apenas numa fase inicial para treinares, aprenderes e desenvolveres o que for preciso... para que depois, durante o teu dia-a-dia normal, o consigas fazer.

A ideia nunca é seres uma espécia de máquina de conhecer mulheres que sai com uma diferente todos os dias. A ideia aqui sempre foi desenvolver o que é preciso para que tenhas a escolha. Para que se vires alguém que realmente te interessa teres a capacidade de ir falar com essa pessoa e teres uma presença estimulante, criando ao mesmo tempo uma ligação com ela se ambos forem compatíveis. E voltando-a a ver tendo como base essa ligação.

Não é para andar à caça armado em campeão da sedução que se gaba depois aos amigos.

É para se tornar e Ser um homem que naturalmente Ama todas as mulheres e traz algo especial às suas vidas. Porque quando mais dói, ele mantém-se firme no seu caminho e paixão. Quando a tempestade é mais forte ele está lá para enfrentar os trovões até ao último suspiro. Seja o que for que aconteça, ele mantém-se no seu caminho de contribuição, de fazer algo por algo que vai muito além dele próprio.

Achas que um guerreiro espartano tinha alguma dificuldade em conhecer e atrair uma mulher?

Só em anedotas.

Não porque eram espiritualmente evoluídos, não creio que o fossem, mas pela sua coragem e atitude. Eles, garanto-te, não andavam atrás das mulheres como um adolescente emocionalmente carente...

É um exemplo extremo claro, mas aquilo que eles faziam físicamente, nós devemos fazer emocionalmente e espiritualmente (e mentalmente também, se quiseres). A atitude de viver uma vida de coragem, de fazer algo único e valioso pelos outros, de nos mantermos no nosso caminho independentemente das consequências... isso é o que faz uma mulher admirar um homem.

Quando ele está a fazer algo de valor pelo mundo, e as consequências podem ser negativas para ele. Essa é a verdadeira coragem, esse é o verdadeiro guerreiro que inspira. Ele está disposto a morrer pela sua paixão, pelo Todo. E essa infinita capacidade de Amar é uma energia tão poderosa que a maioria não a consegue compreender, apenas temer. O homem que não pode ser manipulado ou controlado. O homem que diz sempre a verdade. O homem que se mantém de coração aberto perante a rejeição e o desafio. O homem que não é controlado pelos impulsos de desejo e necessidade do seu eu separado (ego, ou mente/corpo), e que os satisfaz equilibradamente. O homem consciente que tem verdadeiro fascínio e consideração pela mulher que está à sua frente. O homem que lhe dá a liberdade para ela ser quem é, e para seguir o caminho que mais deseja, mesmo que ele não faça parte desse caminho.

Há um interior e estilo de vida a desenvolver primeiro.

O nível de consciência mais elevado de conhecer mulheres é este:

Seja qual for o sítio onde vais regularmente, encontras lá sempre pessoas (entre elas mulheres bonitas) que já conheces. Muitas vezes nem reparas nelas porque estás focado nos teus amigos e no que estás a fazer, e são elas que vão ter contigo, e muitas vezes com o seu grupo de amigas...

Nunca mais terás de voltar a iniciar uma conversa com nenhuma mulher.

Esta é uma vida social tão extraordinária que nem nunca foi retratada em filmes, pois nenhum realizador ou argumentista teve o nível de consciência para poder imaginar algo assim... para pensar que algo assim fosse possível. Mas é. Só que para se chegar aqui é preciso primeiro evoluir interiormente, espiritualmente e desenvolver um estilo de vida que te agrade e o permita acontecer naturalmente.

Primeiro tens de atravessar o deserto... só depois vem o paraíso. O processo de criação do paraíso chama-se desafio, enfrentar o Medo. Viver através da energia do Amor. E não é rápido nem fácil.

“Resumindo, se eu quero conhecer mulheres para seleccionar alguma para ser minha companheira eu só vou querer conhecer mulheres atraentes, logo qualquer assunto que eu utilize nunca será sincero porque a minha verdadeira motivação para falar com ela é ela ser atraente.”

O assunto será sincero, nesse caso, se for sobre a beleza da mulher com quem queres ir falar. Mas essa não tem de ser a única coisa que te motiva a ir com uma mulher que não conheces. Há muitas outras coisas autênticas sobre as quais falar. Muito provavelmente quando vês essas mulheres bonitas não estás a fazer algo que gostes, não estás onde gostas mesmo, não consegues apreciar outros aspectos da vida nesse momento que não apenas a beleza física da mulher.

Não tem mal nenhum, mas não é o que mais te vai ajudar. Quando começamos a evoluir espiritualmente deixamos de nos relacionar com as mulheres através de uma energia de carência ou desejo (obter), mas com uma de partilha e compaixão (dar). Assim como nos tornamos capazes de sentir a energia da mulher. Se é positiva ou negativa, se é íntegra ou não íntegra, só de olhar para ela à distância. A beleza física continua a ser uma dimensão que apreciamos na mulher, mas deixa de ser a única. Logo daí surge algo diferente para comentar/perguntar quando ainda não conhecemos a mulher: “Hey tens uma energia muito agradável, fazes yoga?”. E a motivação para falar com ela também já não tem apenas a ver com a sua beleza.

Tens de também perceber outra coisa. É que seja qual for o tema que uses para iniciar a conversa, a mulher sente e percebe que de certa forma há um outro motivo silencioso que muuuuito provavelmente é o facto de a achares bonita. Não se trata de não seres autêntico ou de estares a esconder seja o que for... trata-se de iniciares uma conversa com algo que é o mais natural possível dentro do contexto em que ambos se encontram, e com algo que te permite criar uma ligação com a mulher, se for possível. É assim que as pessoas criam uma ligação naturalmente: falando sobre algo que têm em comum, algo que as liga. E isso pode ser algo que observas no momento presente, tendo em conta o contexto em que ambos se encontram (actividade, local, etc).

E outro conceito importante: se as únicas pessoas desconhecidas com quem te sentes motivado a falar são mulheres bonitas, então estás tramado. Porque a ideia é falares com todas as pessoas: quem trabalha nos locais que frequentas, homens, mulheres, velhotes, crianças, dinossauros, tudo. Só assim te irás tornar no homem sociável que tem sempre algo autêntico para dizer, pois está sempre a fazer algo que tem a ver consigo: falar com estranhos sobre o que está a acontecer no momento por puro prazer e diversão.

Pessoalmente eu nem gosto muito da fase de andar a conhecer mulheres. Conversas e ligações superficiais não me fazem sentir realizado. Se dentro do contexto não é natural falar com a mulher, eu simplesmente não falo. Prefiro ligações profundas, intimidade, algo com significado. Relativamente a esta área de conhecer mulheres a minha intenção nunca foi gerar quantidade e viver nessa quantidade constante, mas sim ter a escolha. Para que nunca mais sentisse a frustração de, tendo as melhores das intenções, não conseguir falar e conhecer quem queria. O meu objectivo sempre foi ter a compreensão e capacidade para que em momentos especiais e únicos, em que sendo solteiro vejo alguém que realmente me interessa, conseguisse de uma forma natural e autêntica ir falar com ela. Quantidade não significa nada para mim nem me atrai. Sou homem de uma só mulher. Mas sei que para chegar a essa mulher especial primeiro tive de conhecer outras até a descobrir. É necessário ter essa capacidade social e interpessoal, e é esse o conceito que procuro partilhar aqui no Cool Vibes.

Não se trata de andar à caça de validação, sexo ou de outra coisa qualquer. Não se trata de andar de mulher em mulher a tentar obter algo. Não se trata de andar com muitas à garanhão.

Trata-se de desenvolver a compreensão e a capacidade necessárias para se ter a escolha. Para se falar, de uma forma natural e autêntica com quem se deseja. Tornar-se num conversador natural – e não apenas em alguém que decide abrir a boca apenas porque, e quando, ela é bonita. Ter como paixão a vida social e desenvolver um estilo de vida em que as ligações são criadas super naturalmente e facilmente, e já encontras pessoas que conheces onde vais, e conheces pessoas através de quem já conheces...

Não fizeste nada de errado, estás no caminho certo pois como poucos buscas por fazer o que desejas da forma mais autêntica possível, e isso tem todo o valor. Acho que talvez confundiste um pouco a fase inicial de desafio/prática que para quem está a começar é super importante. Acho também que precisas de te sentar e pensar no teu estilo de vida social, como gostarias que ele fosse. Tens de começar (isto se ainda não o fazes) a falar mais com estranhos, sejam mulheres que te interessam ou não. Começa por perguntar coisas a quem trabalha nos locais onde gostas de ir. E o mais importante de tudo: começa a meditar diáriamente. 5 minutos por dia já vão fazer uma grande diferença.

E quando deres por ti, a magia já está a acontecer...

Obrigado pela tua pergunta!

* * * * *


COMO ATRAIR E CONHECER MULHERES

CURSO ONLINE NÍVEL 1

«Como Ser Naturalmente Atraente, Iniciar Conversas e Conhecer Mulheres»

14 ebooks + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/04/curso-online-como-atrair-e-conhecer.html


* * * * *

COMO TER UMA VIDA AMOROSA ALEGRE

CURSO ONLINE NÍVEL 2

«Espiritualidade / Aumento de Consciência / Como Atrair, Conhecer e Amar a Mulher dos teus Sonhos / Intimidade e Relação Amorosa / Vida Social / Afirmações, Visualizações, Meditação, Contemplação e Exercícios»

( 8 áudios / 9 horas de mp3 + 6 meses de email coaching personalizado )

Mais informações em http://coolvibesblog.blogspot.com/2011/06/como-ter-uma-vida-amorosa-alegre-curso.html


10 comentários:

♥rose♥ disse...

adorei este post por dizeres que é uma espécie de treino para depois com a pessoa "certa" termos as capacidades para contribuir para a sua vida e principalmente pela nossa evolução pessoal, para conhecer pessoas ser uma escolha ao inves de ser algo que não fazemos porque não conseguimos, isso dá-nos uma certa segurança, um controlo sobre a nossa vida e poder de criar.
Beijo

David Veríssimo disse...

5 estrelas. Um dos melhores posts deste blog.

Pedro Constantino disse...

Obrigado David!

Pedro Constantino disse...

É exactamente isso Rose. Prática pela nossa evolução interior, para podermos conhecer naturalmente e de uma forma autêntica quem desejamos, e para que quando surja a pessoa certa, tenhamos as capacidades e consciência para contribuir para a sua vida e ser uma companhia estimulante. Alguém que traz momentos extraordinários à sua vida.

Danilo Macedo disse...

Pedro, vê se consegues me entender. Eu entendo bem quando você fala que o que mais atrapalha os homens a obter um resultado bom, quero dizer, uma interatividade legal com as mulheres, é justamente a mentalidade de 'caça'. Mas conheço muitos homens, que saem a noite apenas pra caçar mesmo, 'pegar' as mulheres mais bonitas, nada além do que isso, vão confiante, se aproximam delas com o mesmo espírito de apenas atração sexual, e na grande maioria esmagadora das vezes conseguem. Não quero julgar aqui se isso é algo de um nível de consciencia baixo ou nao, apenas quero pôr em questão o que eu acredito a respeito da mentalidade. Acho que ir pra balada com a mentalidade que você nos ensina(que acho a mais natural e evoluída), tem um grande efeito tranquilizador para pessoas com baixo auto-estima..mas para quem não tem, independente da mentalidade, elas sempre vão conseguir. Não sei se deixei claro. Abração.

Vinicius disse...

Creio que além de se fazer uma pergunta, existem outras formas de iniciar uma conversa com uma mulher que nos atraiu fisicamente.

Pode-se também fazer um comentário sobre algo ou até uma brincadeira se for natural para o momento.

Desde que seja dito de forma autêntica, natural e confiante, já é possível começar a conhecer a personalidade da mulher a partir de sua reação. Me parece também uma boa forma de se iniciar uma interação.

Anónimo disse...

Fala Pedro! Realmente uns dos melhores posts!!!

Mas achei interessante a dúvida do Danilo, seria uma boa se respondesse

abs
João

Pedro Constantino disse...

Eu respondo à dúvida do Danilo para a semana num post.

Obrigado pelos comentários!

Renato disse...

Muito bem explicado, quando se faz o que gosta, você vibra em uma boa frequência, porem quando vc sai a "caça" esta explicito o desejo e a necessidade, a falta, e sempre que estamos com falta de algo o sentimento de estar incompleto faz com que nossa vibração demonstre isso incoscientemente e as pessoas percebem, mesmo que inconcientemente percebem, e o fato de as vezes "capturarmos" alguém é por que essa pessoa também esta vibrado nesta mesma frequência, logo este relacionamento sera infeliz ou superficial.

Anónimo disse...

Pedro, meus sinceros parabéns cara! Conheci o blog hoje e já estou me interando das ideias. Esse post, realmente foi o mais tocante dos que já li.

Aqui, esclareces muito bem que não se trata de mudar as medidas externas (veículos lunares), como usar uma "catanda mágica". Trata-se, sim, de mudar a atitude interna (trabalhar com os veículos solares). A partir daí, se aprimora a percepção de pessoas com quem realmente valha à pena conversar e conhecer. De tal forma, os assuntos a conversar são meros produtos da percepção.

Parabéns pelo trabalho!

Nilton