AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 13 de julho de 2009

“O Que Fazer Quando Surge Um Silêncio Desconfortável Durante Uma Conversa Com Uma Mulher”

Aqui está uma das maiores dores de cabeça que muitos homens têm relativamente às mulheres e à sua vida amorosa:

Os terríveis silêncios desconfortáveis.

O cenário é este:

Um homem conhece uma mulher e sai com ela. Durante essa saída estão a conversar e, de repente, ambos se calam.

...

O homem não sabe o que dizer para continuar a conversa, e a mulher também não diz nada.

Resultado: silêncio desconfortável.

E surge então a eterna dúvida:

O que se faz quando surge um silêncio desconfortável?

Porque a consequência é que estraga um pouco o ambiente e a energia da interacção. E se antes havia estímulo, desejo e atracção, depois do silêncio desconfortável tudo isso desaparece bastante. E o homem fica à beira do precipício da rejeição definitiva.

Então como é que se evita os silêncios desconfortáveis?

Como é que se vê livre de vez dos silêncios desconfortáveis?

Qual é a melhor e mais consciente decisão a tomar quando surge um silêncio desconfortável?

O que se faz para não se dar cabo do bom momento e interacção e manter a energia positiva a fluir?

Há várias coisas a ter em conta e a assimilar relativamente aos silêncios desconfortáveis...

E a primeira delas é que não há absolutamente nada de errado num silêncio desconfortável.

Sim, é apenas um breve momento de silêncio.

Se ele é desconfortável é porque o homem o considera desconfortável. E se o homem o considera desconfortável é porque ele se sente desconfortável com esse momento de silêncio.

Não tem a ver com o momento de silêncio em si, mas sim com a forma como o homem interpreta esse momento de silêncio e como lida com ele.

O silêncio em si não é a questão, a questão é o homem sentir-se desconfortável quando ele surge. Isso é que dá cabo da energia da interacção... não é o silêncio.

Logo a solução não está em eliminar para toda a eternidade os momentos de silêncio, mas sim em mudar o que o homem sente quando surge um desses silêncios.

Até porque, se analisarmos conscientemente a situação, rapidamente percebemos que não faz sentido nenhum estar sempre, 100% do tempo, a falar. Nós somos seres humanos, não somos rádios humanos.

E outra coisa, a missão do homem como energia masculina, não é estar sempre a falar... mas sim OUVIR a mulher. Fazer-lhe perguntas e ouvir as suas respostas.

A mulher fala, e o homem ouve. E o “segredo” está em fazer perguntas.

Claro que o homem também fala e a mulher ouve, mas o papel flexível do homem é ouvir, e ouvir a sério. Logo o homem vai mais fazer perguntas e ouvir, e a mulher irá mais falar e ser ouvida.

Uma das coisas que as mulheres mais se queixam é de que os homens não as ouvem. Acho que a mensagem é bastante clara e não deixa quaisquer dúvidas. É dos conceitos mais simples de Atracção Natural.

Agora voltando aos silêncios...

A solução está em mudar o que o homem sente. Pois são as emoções que o homem sente no momento presente que vão atrair ou repelir a mulher.

Não é o silêncio... mas sim o que o homem faz com ele.

Durante a conversa, a troca de informação e palavras, há uma energia a circular. Mas lá porque há conversa não quer dizer que seja estimulante... para que uma conversa (troca de informação) seja estimulante, é preciso que seja uma conversa criada através das energias da atracção natural. Em termos simplificados, tem de ser divertida (fazer rir) e interessante (criar curiosidade).

Portanto silêncio não é sinónimo de problema e conversa também não é sinónimo de atracção.

Depende sempre da energia e das emoções do homem no momento presente.

Mas vamos imaginar que a conversa estava a ser estimulante e que de repente surge um silêncio...

Se o homem se sentir desconfortável, preocupado, nervoso ou tenso com esse silêncio... então sim, a mulher também vai sentir isso e não haverá atracção.

Mas se o homem se sentir confortável, descontraído, confiante e relaxado... irá continuar a haver atracção. Ou até mais atracção, se o homem de facto usar o momento de silêncio.

Porque o momento de silêncio é uma oportunidade para criar um tipo diferente de momento e energia atraente.

Neste caso, uma energia mais ligada à polaridade masculino/feminino... uma energia mais sensual e erótica.

Então quando surge o momento de silêncio, é isto que tens a fazer:


Olhar a mulher nos olhos e sorrir.



E só isto criará uma interacção muito mais estimulante do que se só tivesse havido conversa.

Porque nesse momento terás projectado e expressado confiança e masculinidade, e terás também expressado confortávelmente a atracção física/sexual que sentes pela mulher.

E ela vai sentir e perceber tudo isso. E será agradável, atraente, e muito diferente do que o que ela está habituada a experienciar com um homem durante uma simples saída.

A questão é: E depois, o que fazes?

Bem... não faço a mínima ideia =)


...

O que tens de fazer é isto:

O contacto visual só tem de ser suficientemente longo, ou seja, mais longo do que o normal. O ideal é até ser a mulher a desviar o olhar primeiro, mas não tem de o desviar sequer. Se sentires que o contacto visual (com o sorriso subtil) e o silêncio já duraram mais que o normal, então faz-lhe uma pergunta e continua a conversa.

Se ficarem durante muitos segundos no silêncio e no contacto visual, podes sempre beijá-la, se o desejares e se fizer sentido no contexto da vossa ligação.

Seja como for, ao durante o silêncio a olhares nos olhos com um sorriso subtil durante vários segundos, desvie ela primeiro o olhar ou faças tu entretanto uma pergunta, terás plantado uma poderosa semente de energia sensual/erótica, que poderá levar a vossa ligação a um nível mais profundo, mais físico, mais íntimo.

Como vês é super simples.

E a Verdade é esta:

Nós não somos o nosso corpo, nem os nossos pensamentos, nem as nossas emoções, nem nada que podemos observar ou percepcionar à nossa volta...


Nós somos pura consciência, acto de testemunho em silêncio. Somos o que tudo observa e nada do que pode ser observado. E nesse estado de consciência, nesse acto de testemunho, quando estamos presentes no momento, estamos em silêncio.


Logo se nos sentimos desconfortáveis com silêncios, é um forte e claro sinal de que nos estamos a identificar com algo que não somos, e que está na nossa realidade material. O resultado disto são muitos problemas, e sofrimento.

Portanto dá as boas vindas aos silêncios durante as tuas interacções com as mulheres. Vê-os como amigos, e como uma oportunidade de gerar e criar um novo momento estimulante para ambos. Porque tu és esse silêncio, tu és esse vazio. Pura consciência e acto de testemunho. Sempre confiante, sempre poderoso.

E daí virá sempre atracção natural.

Perguntas:
CoolVibesClub@hotmail.com

Pedro Constantino
The Cool Vibes Man

8 comentários:

Rui disse...

Adorei este post, Pedro!

Revejo-me bastante nessa situação, de ficar desconfortado perante um momento de silêncio, numa interacção. É como se isso revelasse "dificuldades" na minha abordagem à mulher...

Mas este post elucidou-me. E essa atitude de o Masculino ser um observador/ouvinte do Feminino é algo que cada vez mais sinto que faço com naturalidade e prazer!

Um abraço, da Margem Sul ;)

Danilo Macedo disse...

Uau! Essa do olhar realmente tem efeitos. É só fitar os olhos e abrir um sorriso que ela vai ceder e sorrir também. Isso deixa o clima mais 'relax' até.

Anónimo disse...

Já tinha saudades deste tipo de posts, obrigado Pedro!

Pedro Constantino disse...

Obrigado eu por lerem o post e acompanharem o Cool Vibes! Vem aí uma série de posts que muito provavelmente será a melhor fase do Cool Vibes até hoje... e este foi apenas o primeiro. Para quem tem mesmo uma paixão e fascínio por estes temas, vêm aí muitas surpresas. Grande abraço!

Edison disse...

Sensacional!!
Já estudei vários materiais sobre atração e nunca havia visto uma abordagem como esta para os temidos silêncios.
Muito bom saber que não precisamos falar como loucos para ganhar uma mulher.
Parabéns Pedro, estou sempre aprendendo contigo.
Grande abraço.

§Fábio§ disse...

Rádios Humanos, nunca me ri tanto essa foi a melhor Pedro, adorei !!!!
As pessoas estao sempre preocupadas no que dizer, no que vao falar a seguir e o silencio as vezes é muito bom, rsrsrss abraços !!!!

Marcos disse...

Antes de mais devo dizer que o que aqui tens feito tem sido uma imensa ajuda tanto para homens como para mulheres, quantos não se encontram nestas situações sem saber o que fazer, e por quantos também me incluo a mim lol, tens sido uma grande ajuda e acabas por nos dar uma perspectiva diferente do que se chama atracção. Por isso muito obrigado pela grande ajuda que nos tens dado.
Continua o excelente trabalho.

Abrax =)

Vinicius disse...

Desde a criação do ser humano, nem sempre existiram as palavras mas sempre existiu a atração pelo sexo oposto.