segunda-feira, 11 de maio de 2009

“O Maior Erro Que Os Homens Cometem Quando Saem Para Conhecer Mulheres”

Qual será o maior erro que os homens cometem quando saem para conhecer mulheres?

Na workshop da Arte Social que dei em Março de 2009, partilhei este erro, o 15º erro que não está no ebook das 14 coisas que nunca deves fazer ao conhecer mulheres em locais públicos.

Este é sem dúvida o maior erro dos 15, e um erro muitas vezes difícil de detectar e de trazer para a Consciência. Mas no fundo, e como vais já descobrir, é muito simples e fácil de compreender.

Este erro impede as coisas de correrem bem, faça o homem o que fizer. Não interessa o que ele faz ou diz, as suas boas intenções e linguagem corporal, o quanto evoluiu e o nível de consciência em que está. Pois se ele comete este erro, vai-se sempre sabotar a si próprio e não vai conseguir perceber porque as coisas não estão a correr bem e a resultar, se ele fez tudo bem.

Então cá vai:

O maio erro que os homens cometem quando saem para conhecer mulheres... é sair para conhecer mulheres.

“Hã?!”

Oh yeah... =)

Se um homem sai de casa com o objectivo de conhecer mulheres, se a razão pela qual ele sai de casa é a de ir meter conversa com mulheres e tentar conhecê-las, então ele está praticamente tramado.

Quando um homem sai de casa com a mera intenção de conhecer mulheres, ele fica num estado de “caçador” que o vai prejudicar. O homem que sai de casa para conhecer mulheres projecta sempre uma imagem de “predador sexual” que afasta as mulheres, que as faz logo fechar-se a ele, fugir dele, defender-se e proteger-se... porque na mente delas ele anda no engate e é do tipo de homem que não lhes interessa, pois não é de confiança.

E elas têm razão, a sua interpretação é correcta.

Sair e conhecer mulheres obviamente que não tem nada de mal.

Sair PARA conhecer mulheres já é outra história. Apesar de também não ter nada de mal, faz o homem projectar uma ideia de si que o prejudica, e que vai afastar o tipo certo de mulher.

Qualquer mulher ou homem percebe logo quem anda à caça no engate e quem não anda. E ser um homem que precisa de andar atrás de mulheres, que precisa regularmente da sua validação, que depende do que obtém delas para se sentir bem com ele próprio, é ser-se do tipo de homem que afasta o tipo certo de mulher, o tipo de mulher que ele realmente deseja.

“Então mas afinal como é que se conhece mulheres se não se pode sair de casa para conhecer mulheres?”

Primeiro de tudo a vida de um homem não deve girar à volta de conhecer mulheres e obter delas algo.

O homem naturalmente atraente sai de casa para ir ter com as pessoas que gosta, fazer o que gosta de fazer, e para ir onde gosta de ir. Se vai lá conhecer alguma mulher, isso é completamente secundário. Ele sai para viver a sua vida, seguir o seu caminho e fazer o que gosta... não para andar atrás de mulheres a tentar iniciar conversas e conhecê-las. Muito menos a andar a tentar obter o contacto de mulheres como se andasse a fazer colecção para depois mostrar aos amigos e se gabar. Muito menos andar atrás da validação de muitas mulheres. Muito menos para se partilhar físicamente com várias mulheres para assim conseguir aliviar o vazio interior em que vive e sentir-se um homem.

O homem naturalmente atraente não é dependente das mulheres. De nenhuma mulher, seja qual for o seu nível de consciência. Ele não precisa de andar a conhecer mulheres, mas ele é capaz de as conhecer quando a situação se proporciona. E mesmo quando não se proporciona, ele consegue conhecer as mulheres que realmente o motivam para isso. Mas tudo sempre numa dinâmica de naturalidade, nada é forçado.

Se por acaso ele vir uma mulher que o interessa num dos locais para onde geralmente vai sair com os amigos, então ele vai conhecê-la se no contexto em que ambos se encontram isso fizer sentido e for natural.

Muitos homens massacram-se porque não fizeram nada e desperdiçaram a oportunidade “x”. Isso não tem mal nenhum, ninguém tem de ir falar com todas as mulheres que vê e por quem se sente atraído. Nem tem de dar sempre em alguma coisa com as quais se interage. O homem naturalmente atraente não anda a correr desesperado atrás de todas as mulheres, a tentar aproveitar todas as oportunidades que surgem, como se fosse um esfomeado a correr atrás de todos os animais que aparecem para os tentar caçar e comer.

O homem naturalmente atraente sente-se perfeitamente confortável com a situação de ver uma mulher pela qual se sente atraído e não ir falar com ela, pois o contexto não era natural. Ele não sente que faltou algo ou que perdeu algo. E ele nunca, mas nunca sai de casa com o intuito de conhecer mulheres. Ele sai de casa para fazer algo que gosta, para se divertir, para estar com os seus amigos, para ir onde gosta, para seguir o seu caminho e construir a sua vida, e se durante uma das suas actividades e saídas surgir uma mulher que realmente lhe interesse, então ele tem as qualidades e nível de consciência para conseguir conhecê-la naturalmente. Mas ele nunca sai do seu caminho para conhecer uma mulher. Se conhecer determinada mulher é compatível com o seu caminho, tudo bem, ele conhece-a. Mas se não for, então ele nem sequer se sente motivado a conhecê-la.

Sair de casa de propósito e apenas para se andar a meter com mulheres e conhecê-las, não tem mal nenhum mas nada tem a ver com o nível de consciência da atracção natural. E por isso vai sempre prejudicar o homem sem ele perceber porquê, e afastar dele o tipo certo de mulheres.

Pois esse tipo de mulher vai observá-lo e vai logo sentir que se deve proteger dele. Vai-se fechar e não vai querer conhecê-lo nem falar com ele. Vai evitá-lo ao máximo e afastar-se. Vai rezar para que ele não a veja e não vá falar com ela. A energia do predador sexual não é lá grande coisa, e tu sabes disso pois certamente já viste na tua vida social homens que estão naquele local, como por exemplo a discoteca, de propósito e apenas para andar no engate a meter-se em série com mulheres. Não tem mal nenhum, mas não permite que haja evolução, muito menos contribuição para a vida da mulher, e afasta o tipo certo de mulher. Isto mesmo que o homem até tenha as melhores das intenções. Mas porque a sua mentalidade é a de “hoje vou conhecer umas mulheres”, fica logo tudo estragado desde o primeiro segundo em que ele põe o pé fora de casa.

“Ok, estou a perceber e faz todo o sentido, mas então se eu estou a aprender a conhecer mulheres e tenho de me desafiar e praticar, como é que eu faço? Eu tenho de sair de casa com o objectivo de me desafiar e praticar a falar com mulheres desconhecidas.”

Nesse caso é muito diferente. Porque nesse caso tu não estás a sair de casa para conhecer mulheres... tu estás a sair de casa para evoluires, para te transformares e subires de nível de consciência. Essa é a 1ª intenção e principal objectivo. E nesse caso está tudo bem, não há uma mentalidade prejudicial. Nesse caso o conhecer mulheres é apenas algo secundário que vais fazer para alcançar um outro objectivo, não é o objectivo em si.

Conclusão:

O maior erro que os homens cometem quando saem para conhecer mulheres é sairem para conhecer mulheres.

Deves sair para ires fazer o que gostas, estar com quem gostas, ires onde gostas, e durante isso, se se proporcionar, então conheces mulheres. A tua vida não deve girar à volta da actividade de conhecer mulheres, muito menos de obter a sua validação ou outras coisas. Ser independente das mulheres é uma qualidade importante do homem naturalmente atraente. Ele segue as suas paixões, não as mulheres. Ele segue o seu caminho, não as mulheres. Mas ele conhece naturalmente as mulheres que surgirem na sua vida enquanto ele está a seguir o seu caminho.

Sair de casa com o objectivo de meter conversa com mulheres e tentar alcançar algo com elas gera uma energia de predador sexual que é repelente para o tipo certo de mulher. Elas não vão querer falar com esse tipo de homem, vão fechar-se, ser antipáticas, evitá-lo, afastar-se, etc. Não se vão sentir confortáveis para falar com ele.

Se estás a aprender a conhecer mulheres e tens de te desafiar e praticar, então não há problema nenhum, pois a tua principal intenção é evoluires e subires de nível de consciência.

O homem naturalmente atraente não persegue as mulheres. Não anda constantemente atrás delas a tentar fazer com que algo aconteça. Ele não precisa de ir falar com todas as mulheres pelas quais se sente atraído, ele não sente essa necessidade. Ele é independente das mulheres. Ele adora-as, mas não precisa da sua validação. Ele atrai naturalmente as mulheres, não anda atrás delas. Vai falar com as que realmente deseja e conhece-as, mas nunca força situações. Ele não vive “esfomeado” e desesperado por mais uma validação feminina. Ele vive cheio de energia. Energia para partilhar e com a qual pode contribuir.

O seu caminho nada tem a ver com andar a conhecer mulheres em série e ir falar com todas pelas quais se sente atraído. O seu caminho é um caminho de evolução e contribuição, ao qual todas as mulheres são bem-vindas se com ele forem compatíveis e se nele surgirem naturalmente.

E acredita que na vida deste tipo de homem elas surgem sempre.

E se quiseres aprender de uma vez por todas como conhecer mulheres em qualquer lado a qualquer momento, de uma forma natural e autêntica, e desenvolver uma vida social extraordinária, então é importante que saibas que o meu curso online da ARTE SOCIAL está novamente disponível, com vários ebooks, áudios especiais, e várias sessões de online coaching comigo. Para saberes mais e receberes um PDF com todas as informações sobre o curso e como te podes inscrever e participar, envia-me agora um email para CoolVibesClub@hotmail.com, com o assunto “Curso Online Arte Social”.
Nota: curso apenas disponível para residentes em Portugal.
Perguntas:
Obrigado por leres e segue as tuas paixões!
Pedro Constantino

23 comentários:

R.O disse...

Caro Pedro,
eu tenho 30 anos, ja tive algumas curtes, e ja tive 5 namoros sérios e duradouros..
(enquanto duraram ) :-)
vivi junto, etc.

e digo-te...
ainda hoje não compreendo as mulheres, pois elas não são uma só MENTE, elas não são um objecto matemático etc.
cada mulher é uma personalidade diferente, consoante o meio em que vive e a educação que teve, experiências de vida etc.
portanto cada mulher terá padrões comportamentais diferentes...nao é?

eu quando pergunto dicas a amigas (sim, como rapaz acho util perguntarmos dicas às moças), elas nem sabem expplicar-me como funciona a mulher...
elas proprias admitem que nao se percebem a si mesmas..
elas proprias admitem "a mulher é um ser complicado".

quando a mulher diz «não» a alguma coisa, ela pode estar querendo dizer sim, mas diz-nos «não», apenas para ver se lutamos pelo que quermos, etc.
elas contradizem-se bué

R.O disse...

nem todas as mulheres são "certinhas" ao ponto de não querer homens que andam no engate.

há milhares de mulheres que também andam nas curtes, e também usam os homens, fingem-se apaixonadas, prometem uma vida a dois.. etc.
Depois de irem para a cama com o fulano, descartam-no e passam para outro.
há casos em que elas é que magoam os homens..

nunca podemos falar da mulher e do homem como personalidades diferentes.

as diferenças entre ambos são apenas físicas...
homem e mulher são diferentes fisicamente, apenas.

mas a nivel de personalidade, há mulheres idênticas aos homens, buscam apenas prazer por prazer, sem compromisso...etc

Pedro Constantino disse...

R.O. :

Sim é verdade. Mas estes posts são apenas para homens que querem mulheres de um nível de consciência elevado, e não mulheres que andam nas curtes com homens ao calhas, que usam os homens, que se fingem apaixonadas, que prometem uma vida a dois, e que "magoam" os egos dos homens.

Há homens de vários níveis de consciência assim como há mulheres de vários níveis de consciência, e o Cool Vibes é para homens que querem SUBIR de nível de consciência e que querem atrair mulheres de um nível de consciência elevado. Daí o que eu partilho é sobre como atrair as mulheres de nível de consciência elevado, logo apenas falo dessas e não das outras. Das outras falo em posts sobre como detectar o tipo errado de mulher.

Pedro Constantino disse...

R.O. :

Como eu já disse, há mulheres de níveis de consciência mais elevados e mulheres de níveis de consciência mais baixos. As mulheres do mesmo nível de consciência, são muito semelhantes. Têm o mesmo tipo de desejos, necessidades, preferências, reacções, problemas, homens, etc, etc.

Não são 100% iguais, mas porque estão no mesmo nível de consciência, apenas têm determinadas compreensões e capacidades. O Cool Vibes é direccionado para homens que querem ser naturalmente atraentes para as mulheres do nível de consciência mais elevado, mulheres que os estimulem a todos os níveis, que sejam de confiança, íntegras, divertidas, interessantes, femininas, etc. As que não tiverem essas capacidades têm o mesmo valor que as outras mas não estimulam da mesma forma e trazem muitas dores de cabeça desnecessárias.

Elas não são um objecto matemático, mas são um Ser possível de definir e conhecer. E mulheres de diferentes níveis de consciência e de diferentes tipos de personalidade são claro diferentes umas das outras.

Marco Aurelio disse...

Hey Pedro,

Estou sempre a ler seu posts, e este último me deixou intrigado.

Todo homem naturalmente deve seguir seu caminho e se dedicar a suas paixões. E de modo algum viver a buscar validação das mulheres, nem mesmo ser dependentes delas, ou mudar seu caminho para estar com elas. É isso, ou interpretei errado a proposta do CoolVibes?

Se assim for, corro eu o risco de não ter um namoro? de ser sempre solteiro? de não encontrar uma rapariga na qual eu viva uma vida a dois? Ou sempre, haverá uma rapariga a me estimular em todos os niveis?

Anónimo disse...

como mulher quero contradizer o R.O! Quando eu digo "não" quero dizer "não" e não compreendo porque é que os homens não entendem isso... parece que o meu "não" significa "pois claro que sim" e tornam-se ultra maçadores ao ponto de me perseguirem e insistirem com algo que eu disse não querer desde o inicio... tornam-se mais simpáticos e atenciosos, totalmente disponiveis, emanam sorrisos e ligam-me 15 vezes por dia para me convidarem para ir ver um filme que não me apetece ver ou ir tomar café e às vezes só falta dizerem-me que eu sou rainha e que os meus desejos são ordens se é que não dizem mesmo, mas eu odeio esta atitude e esta abordagem, sinto-me completamente ignorada e nada do que façam me pode agradar porque eles estão a desconsiderar a minha vontade ou falta dela... eu disse "não" e "não" quer dizer "não"... parecem surdos e isso incomoda-me... há muitos homens de quem eu fui apenas amiga, de quem eu quis ser amiga e de quem eu gostava como amiga e que deitaram tudo a perder por quererem ser mais do que isso e por não respeitarem a minha vontade de não ser mais do que isso... depois responsabilizaram-me por os fazer sofrer quando eu não tive nada a ver... eu disse desde o inicio "gosto de ti como amigo, podemos ser amigos, preocupo-me contigo como amiga, quero que estejas bem porque sou tua amiga mas eu não tenho interesse em namorar contigo, eu nem sequer tenho o coração disponivel, estou interessada noutro com quem estou a começar a dar-me bem! tu até sabes disso, não insistas comigo"... nunca valeu a pena, todos os homens a quem disse isto não entenderam, não quiseram entender, não viram, não quiseram ver... por outro lado, aquele em quem estava interessada e a quem disse "sim" nem sempre se aproximou o suficiente de mim... andava perto, conversavamos, falavamos na hipotese de seguirmos em frente, tudo dava a entender que era pra ser mas depois do meu sim eu tive sempre de o perder... ele afastava-se de mim e desaparecia por uns tempos, tanto que eu quase o esquecia depois quando eu pensava que já nada aconteceria ele reaparecia e voltava a aproximar-se de mim e a dizer que me queria até voltar a ouvir o meu sim, depois desaparecia...

pedro, explica-me tu porque é que os homens são assim e não compreendem o significado nem do "não" nem do "sim"??

já pensei começar a ser diferente, dizer "sim" a quem não quero e "não" a quem quero mas como autêntica que gosto de ser eu não sou capaz de o fazer... eu só queria compreender o porquê disto ser assim!! porque eu só consigo ser autêntica e não compreendo a resposta dos homens à minha autenticidade...

Vinicius disse...

R.O disse algo importante:

"quando a mulher diz «não» a alguma coisa, ela pode estar querendo dizer sim, mas diz-nos «não», apenas para ver se lutamos pelo que quermos, etc.
elas contradizem-se bué"

Fiquei muito tempo pensando se isso é uma atitude natural do feminino ou se é o ego em ação. Ainda estudo sobre isso para entender mais as características do feminino e hoje imagino que isso esta mais para o ego, pois parece mais um tipo de teste: "hey, eu quero dizer sim mas vou dizer não e ver até onde este homem se esforça para me agradar e validar"

Essa cena é muito comum de ser encontrada porém, acredito que uma mulher pode perfeitamente ser feminina e não ter esse tipo de comportamento de contradições.

R.O disse...

sim tem lógica..

e até porque, mulheres de nível consciencial baixo, e que são mentirosas, mais cedo ou mais tarde deixam cair a máscara.. tropeçam em alguma mentirinha que disseram, atrapalham-se etc..

Então essas mulheres escolhem um homem pelo intelecto, em vez do visual?
Algumas delas podem ter sido magoadas por homens, no passado, e ficam um pouquinho traumatizadas..
Têm aquela linha-de-pensamento "homens são todos iguais, são todos uns canalhas".. etc.

outras tornam-se lesbicas :-)

Pedro Constantino disse...

Anónimo:

O que se passa é que te tens cruzado na vida com homens de um nível de consciência baixo. Eles sentem-se atraídos por ti e sentem desejo de ter intimidade física contigo, logo querem mais do que uma amizade. O que tu lhes dizes não lhes interessa, pois eles na verdade não querem saber de ti... querem OBTER algo de ti. Eles nem te ouvem, apenas ouvem aquilo que sentem. Não têm verdadeira consideração e fascínio pelo Ser que és... querem é OBTER o teu "sim", ou manter-te interessada a "andar atrás" deles.

Enquanto sais como amiga na mente deles isso é uma esperança. Enquanto passarem tempo contigo e falarem contigo eles acreditam que a qualquer momento podes querer namorar com eles. E eles vão fazer tudo para que isso aconteça enquanto tiveres a porta aberta e fores ter com eles.

E há outra coisa: o ego deles não consegue lidar com uma "rejeição". Logo eles não aceitam o "não", vão sempre tentar transformá-lo num "sim" para que não tenham de lidar com a dor da "rejeição". É como um náufrago agarrado desesperamente à bóia para não se afogar. Por muito que digas que é só amizade, eles vão sempre tentar mudar isso pois 1) sentem desejo de ter algo mais e diferente; 2) não querem ter de lidar com a "dor" da "rejeição" pois o menino ego não aguenta isso.

Quanto ao outro que queres mas ele não... estás apenas a perder tempo. Muitos homens querem apenas validação e aprovação das mulheres para se sentirem homens. Não gostam delas, gostam do que OBTÊM delas. Quando as coisas são para acontecer e funcionar elas acontecem e funcionam, não há "pára e anda" nem "estou e não estou", nem se aproxima e depois se afasta. Essas são as típicas dinâmicas de manipulação que muitos homens usam para controlar as mulheres e mantê-las interessadas e disponíveis, para que eles possam continuar a obter o que desejam... enquanto fazem o mesmo a outras mulheres.

É importante dizer "não" e perceber quando algo não pode funcionar.

Não percas tempo nem com os "melgas" que não te ouvem e não te largam, nem com os "espertalhões" que criam desejo em ti mas que andam sempre a "fugir" e na verdade também não querem saber de ti para nada. Tem compaixão por ambos pois ambos fazem o que fazem pois vivem em sofrimento, mas fica consciente de que nem os primeiros nem os segundos te podem fazer verdadeiramente feliz como mulher.

Obrigado pelo teu comentário e por partilhares a tua situação.

R.O disse...

anonima..
existem milhões de mulheres e milhões de homens, todos somos diferentes.

aquilo que eu escrevi nao era nenhuma opinião "machista" minha..
eu converso muitas vezes com amigas e colegas de trabalho e peço dicas a elas, elas proprias nem sabem dizer como funciona a mente feminina..
elas diziam que por vezes dizem "não" a algum convite, porque querem ser conquistadas, não querem facilitar a tarefa..
gostam de ser cortejadas e querem que o homem insista (o que demonstra que ele é lutador, tem ideias fixas, que é dominante) e isso é excitante para elas.
percebes?

tu podes não agir assim, obviamente, cada mulher é um ser único :-)
eu respeito muito a mulher...

ja houve ocasiões que desperdiçei, por desistir logo ao primeiro "não" que ouvia..
depois elas comentavam com amigas "oh desistiu logo à primeira, não tem graça.."


agora faço-te a pergunta:
esses homens que eram teus amigos..
tu via-los como amigos apenas, nunca sentista nada por eles..
mas alguma vez colocaste a hipotese "quem sabe um dia, mais tarde, me apaixone por ele?".

ou sempre descartaste essa hipótese?

eu acho que quando a mulher vê um homem como amigo, ela nunca o conseguirá ver como outra coisa além disso.. somente amigo.


quando rejeitaste um homem, ele nunca entendeu e insistiu sempre, né?
isso não significa que fosse por te ignorar ou por não respeitar a tua vontade.
eles insistiam, pura e simplsmente porque não conseguiam lutar contra as emoções que sentiam, "a esperança é a ultima que morre".
:-)

imagina que queres imenso uma coisa.
por mais que tentes evitar fazer (no caso desse rapaz que amavas), não conseguias esquecer a pessoa... né?
então o mesmo ocorria com os teus pretendentes... eles estavam a lutar pelo que desejavam :-)

não estou a defender os homens, pois sei que há homens com elogios baratos e que so querem levar a mulher para a cama.
mas esses palhacinhos, tu podes facilmente ver a máscara deles cair...

PedroXeneta disse...

UAU! Gostei muito de ler estes comentários a este post!

Pedro C., a certa altura que lia o posto lembrei-me: e a noite do GS onde se enquadra nisto? e no fim percebi, aliás, causaram o verdadeiro insight! lol! Noutro dia estava eu num bar ao qual costumo ir pq gosto e nem é muito frequentado por mulheres. As que lá estão é sempre impossivel de prever, normalmente não conhecidas, etc. É giro pq há clientes habituais e aparece assim um pessoal saido do bau volta e meia, o que se torna giro no contexto da cidade pequena em que se insere.
Tudo isto pq a última vez que lá fui ia mesmo pq um grande amigo meu ia pôr música (mega show por acaso! :)) e no fim houve efectivamente uma mulher que veio ter comigo e conversar. Aí, eu estava mesmo só pq o estava a ver tocar e estava entusiasmado pois estava realmente a ser grande set!
Já saí muitas vezes com essa do conhecer mulheres, sozinho e em grupo e efectivamente ñ vejo ng a arranjar uma mulher de qualidade nessas saídas. Até namoram e rapidamente se separam!


O mais engraçado nestes dois comentarios são visões dispares.
ALguem q procura homem de qualidade e só lhe saiem homens de baixo nivel de conciencia..imagem projectada errada?

R.O., essa do "não" que quer dizer "sim"...já ouvi tanta história com isso que continuo a perceber qual é a duvida! Se se diz não pra se fazer de dificil..é o mesmo que o homem a quem o "anonimo" diz sim e ele se afasta... É a mesma historia vista ao contrario. Essa mulher nao quer perceber se es lutador pq se ela quiser algo serio contigo e for de um nivel elevado d consciencia ela ja sabe isso antes, ja te conhece.. se és lutador LOL gostei dessa! sério!
Um MULHER percebe tudo aquilo que lhe interessa perceber num homem mediante o interesse q ela tem. Elas comem gajos como gajos comem gajos pq são bons ou famosos. nunca vi ninguem a curtir ninguem porque o outro é muito inteligente tendo as medidas erradas. Já a namorar és capaz de ter vsto lol aqueles típicos casais em que tu não percebes o que a mulher viu naquel homem. quantos de nós já n vimos isto? pode ter sido o que quer q seja, uma qualidade, dinheiro, etc. o que foi determina o grau de autenticidade dessa relaçao.
Se ela te diz nao porque quer fazer-se dificil é porque não acha logo à primeira, também, que tu és quem ela quer. Tudo o que queres na vida dizes SIM, EU QUERO! com todas as letras e força e vontade. Não andas a jogar com outras coisas na vida, não jogues também que joguem com a tua vida amorosa nem jogues tu com ela.
Diverte-te, curte se é isso que queres no momento, namora com alguém que te diz SIM e demonstra a todos os niveis interesse por ti ou não será uma relaçao compativel com o tempo, a mascara cai, como disseste!

Vinicius disse...

R.O:

Não acredito que se uma mulher te vê como amigo, quer dizer que nunca poderá ser algo mais dela e não ter intimidade física. Acredito que a amizade é uma espécie de estado de transição, ela é necessária para conhecer-se a pessoa e saber se são compatíveis, para aí sim, ter intimidade futuramente.

Se não aconteceu de a amizade dar em relação é porque as duas pessoas não são compatíveis.

Vinicius disse...

Anonimo:

Posso dizer que eu ja presenciei este tipo de contradições do "sim" e "não".

No meu caso, um dos exemplos já em uma relação, é que ofereci algo a uma mulher durante uma saída, ela disse que não queria, eu até insisti dizendo que iria pagar, me levantei para ir comprar mas mesmo assim ela dizia que não... depois de algum tempo ela veio reclamar comigo insatisfeita e me disse que falou "não" mas queria dizer "sim", que estava fazendo charme e queria que eu tomasse a iniciativa mesmo ela dizendo não... :/

Isso não quer dizer que todas as mulheres são assim, respeito a maneira de cada uma ser mas não vejo esse tipo de comportamento que descrevi como algo muito útil para um relacionamento.

Pedro Constantino disse...

Marco Aurélio:

Sim, compreendeste bem o conceito. O homem naturalmente atraente está disposto a não ter nenhuma mulher pela sua evolução e contribuição para o Todo. Ou a mulher vale mesmo a pena e é compatível com esse caminho, ou nada feito. Ele está pronto para morrer pelo seu caminho, logo não é uma mulher que o vai fazer sair dele.

Agora, isto não significa que ele de facto fique sozinho, isso é quase impossível. Ele dedica-se conscientemente à sua vida amorosa, logo é apenas uma questão de tempo até encontrar alguém que realmente valha a pena. Apesar de Amar todas as mulheres, apesar de ter Compaixão e Fascínio por todas, ele tem a sua Consciência desenvolvida, e por isso sabe quando uma mulher é compatível com ele e com o seu caminho, e quando não é. Ele sabe quando uma mulher está à altura, e quando não está.

Mas vai sem dúvida surgir uma rapariga que te estimule a todos os níveis.

Anónimo disse...

obrigada Pedro, obrigada RO. respondendo ao RO, nunca pensei que houvesse hípótese de passar a amizade com os homens que "rejeitei" porque eu sempre soube o perfil da pessoa que me agradava e eles simplesmente não correspondiam... sempre gostei de me dar bem com todas as pessoas com quem me cruzo, inclusive sempre gostei de ajudar no que estiver ao meu alcance a melhorar a vida das pessoas com quem me cruzo mas isso não significa que queira namorar com todas as pessoas... ser amiga, simpática e generosa é algo que não significa obrigatoriamente interesse e foi isso que eu acho que nunca ninguém percebeu... eu era assim ao natural para qualquer pessoa, embora o meu interesse para um relacionamento fosse bem mais selectivo, sempre me agradou o positivismo e a capacidade de ser feliz ao natural, coisa que pouca gente consegue... por exemplo eu podia ajudar um dos meus amigos a resolver qualquer problema que ele tivesse, podia ouvir e dar-lhe força e esperança de que tudo correria bem mas a atitude derrotista com que ele me apresentava o problema, fazia com que eu jamais me interessasse nele, não era esse o perfil que me agradava ou que eu sabia que queria na pessoa que gostaria que estivesse ao meu lado... a minha ajuda podia fazer aumentar o interesse que tinham em mim mas a dependência da minha ajuda fazia-me desinteressar mais ainda nessas pessoas embora eu ajudasse no que estivesse ao meu alcance, "como amiga, não quero namorar contigo"... eu faço a distinção entre amigo e namorado/possivel namorado e um amigo não é um possível namorado embora um namorado/possivel namorado seja também um amigo.
ainda respondendo ao RO, não compreendo o exemplo que deste... eu sempre tive auto-controlo e até quando o rapaz que eu amava se ia embora eu nada fazia para o impedir, ele foi todas as vezes que quis ir... eu podia não entender o porquê,podia não querer, mas eu respeitava a vontade dele ir, não o andava a perseguir e a "melgar" até ele mudar de ideias e ficar... recebia-o se ele quisesse voltar, ouvia-o mesmo sem o massacrar com perguntas, tentava eu propria encontrar nas conversas e atitudes respostas a perguntas como: porque foste, porque voltaste, porque foste novamente e porque estás a voltar outra vez? e correspondia conforme o que eu entendesse ser a resposta certa... acho que não há desculpa para não se ouvir o que os outros dizem e muito menos para não se respeitar... não entendo os esquemas de se falar ao contrário nem a surdez que gera apegos sem sentido... acho que antes de nos apegarmos a alguém devemos resolvermo-nos a nós próprios... eu não tinha a culpa dos outros serem negativos e do seu ego não aguentar uma rejeição... antes de me melgarem, deviam procurar em si as respostas para a minha rejeição e melhorá-las e aí talvez tentar a minha atenção, não deviam perseguir-me a ver se eu mudava de ideias... tal como eu estou a tentar fazer para compreender o porquê do outro sujeito ir e voltar tantas vezes... eu não o massacro, deixo-o ser quem ele é, tento compreender, tento adaptar-me se tal for possível mas não o obrigo a nada nem o culpo de coisa nenhuma... deixo-o ir e voltar como as ondas do mar e aproveito para melhorar a pessoa que eu sou nos intervalos...
o pedro disse que não devo perder tempo com nenhum deste tipo de homens, talvez ele tenha razão mas se eu decidir acatar essa opinião não precisei melgar nem culpar nenhuma das pessoas com que me relaciono por essa decisão... limitei-me a reflectir e pedir uma opinião e aí escolher a minha direcção... há que apostar na evolução, aprender a lição de cada situação e seguir em frente!!!!!

Pedro Constantino disse...

Anónimo:

"Antes de nos apegarmos a alguém devemos resolvermo-nos a nós próprios"

Aí está uma frase daquelas que gosto de ler... ;)

Eu apenas dou sugestões, as pessoas depois são livres de as experimentar ou não. Mas garanto-te que quando algo é para acontecer acontece naturalmente sem "pára e anda", sem "ir embora e depois voltar".

É assim que a atracção natural funciona, e é isso que tento transmitir às pessoas da melhor forma possível. Se está a haver dúvida, esforço, sacrifício, distância, etc, é porque algo está "errado" à partida. É porque é o tipo errado de pessoa (relativamente a como cada um é), e está mais numa dinâmica de obter do que de partilhar. Pois quando se quer partilhar e contribuir pazrtilha-se e contribui-se, não se desaparece e aparece e desaparece outra vez. Quando se quer avançar avança-se. Quando de facto há consideração e fascínio pela mulher isso expressa-se claramente, nunca deixa dúvidas.

Parte do processo da atracção natural é aprendizagem e evolução, é saber como Ser. A outra parte é saber identificar quando algo ou alguém não é a melhor escolha, principalmente quando isso custa muito. Quando custa muito afastarmo-nos.

R.O disse...

por vezes a mulher se manda sinais de interesse sao tão subtis, quase imperceptíveis :-)
por outro lado, se ela é simpatica, o homem pode pensar que a simpatia é "algo mais"...
lol

dei um exemplo hipotético, sei lá, não conheci esse caso, nem as motivações desse rapaz..

somos milhões de pessoas, mentalidades diferentes, e não sei se um dia os humanos se conseguirão compreender uns aos outros, plenamente...

R.O disse...

Ola Pedro,
veja este estudo científico :-)

«Nem sempre os bonzinhos são passados para trás»

http://tinyurl.com/prmcus

Daniel disse...

Me diga uma coisa Pedro:
em outros post já comentaste que um namoro sem sexo se assemelha a uma amizade, que a intimidade fisica diferencia um namoro de uma amizade....
Pois bem, se um homem namora uma rapariga, mas esta não se sente confiante a ter sexo com ele, pode este namoro perder o "fogo", fazendo com que a própria mulher se sinta desinteressada????

Anónimo disse...

pedro, como lidar com aqueles rapazes com quem curtimos e que depois dizem aos amigos que tivemos com eles? ja decidi que parar com curtes é mesmo o melhor.

Pedro Constantino disse...

Anónimo:

Exacto, a solução é mesmo parar com as curtes. Eu já falei sobre isso aqui num post. Curtes em sim não têm mal nenhum, mas é uma forma aleatória de se partilhar com as pessoas, e é muito fácil atrair-se o tipo errado de pessoas. Logo a solução é não ter um estilo de vida de curtes. Há coisas com as quais a pergunta não é "como lido com elas". Não tem a ver com as manter na nossa vida e fazer algo... tem a ver com as retirar da nossa vida. E isso chama-se Selecção Consciente. Mas infelizmente muitas pessoas ainda não perceberam o que isto significa.

Pedro Constantino disse...

Daniel:

Pode acontecer, sim. Mas isso depende sempre do tipo de rapariga e de como o resto da relação é. Se não for super importante para ela a parte física ese o resto da relação for muito estimulante, então não vai haver problema e é apenas uma questão de tempo até ela se sentir confortável em ter sexo com o namorado. Até porque nesse caso, se ela está a namorar com ele e nem há sexo, sexo não é assim tão importante para ela logo nunca pode ser um factor que possa acabar a relação.

Mas atenção que estes casos de namoro sem sexo não são todos iguais, é preciso ver o contexto de cada situação. Mas como regra geral para quem quer criar uma relação íntima de qualidade que é completa, é importante haver a parte física e evitar parceiros que NUNCA te irão estimular a esse nível. Agora, se for por uma questão de confiança e tempo, isso é diferente. Mas tens de ter a certeza que é uma questão de confiança/tempo e que não se trata de um nunca. Pois há muitas pessoas sexualmente desconfortáveis que nunca querem fazer nada nesse sentido. Há outras que apenas esperam um click dentro delas, pois têm o desejo de o fazer. Ainda não se sentem é preparadas ou confiantes.

E há uma grande diferença entre as pessoas sexualmente desconfortáveis do nunca (que muitas vezes até têm algo contra o sexo), e as pessoas que têm o desejo de experimentar mais ainda não se sentem 100% confiantes para o fazer.

Pedro Constantino disse...

Primeiro de tudo quero agradecer a todos os vossos comentários e participação, tem sido fantástico.

Cuidado com a situação da mulher que se faz de difícil para o homem ir atrás. Muitas mulheres apenas gostam de se sentir perseguidas pelos homens, e não querem saber para nada deles. Querem apenas obter deles validação, e não partilhar algo.

É completamente desnecessário ficar "encravado" numa mulher dessas. Quando a mulher é de um nível de consciência mais elevado ela não faz esses jogos imaturos e infantis. Ela percebe rapidamente que tipo de homem está diante de si, e se gosta então aceita estar com ele conforme pode, e tudo flui naturalmente. Se não gosta diz directamente que não gosta e afasta-se.

Andar atrás das mulheres é uma perda de tempo, pois há mulheres simpáticas, sociáveis e divertidas que, apesar de nem sempre poderem sair porque a sua vida não lhes dá tempo, estão abertas a isso sem jogos da treta para obter validação. A mulher que se faz de difícil e faz jogos é o tipo de mulher que não interessa. Ela mete uma cenoura à frente do homem e o desagraçado anda ali atrás da cenoura a fazer o que ela quer.

Já não somos "macacos", felizmente desenvolvemos a nossa mente e consciência o suficiente para podermos perceber com que tipo de pessoa estamos a conviver e o que está a acontecer, e temos a capacidade e liberdade de dizer "não" e de nos afastarmos de qualquer mulher, quando esta se demonstra manipuladora, desonesta e prejudicial. Isto claro, é tanto para os homens como para as mulheres.

Nunca te partilhes com quem anda a brincar com o teu tempo, energia e *gulp!* dinheiro. Estás a criar a tua vida e não é fácil. A última coisa de que precisas é de um "vazio interior ambulante" a trazer-te dores de cabeça e problemas desnecessários, quando em vez de teres todo esse stress, dúvidas e sofrimento poderias estar a passar tempo com uma pessoa fantástica que te permite evoluir e contribuir para o mundo.

Há pessoas de coração aberto e pessoas de coração fechado. As primeiras vão estar contigo naturalmente sem esquemas, jogos ou qualquer outra atitude imatura. As segundas vão tornar a tua vida num Inferno.

A questão NUNCA mas NUNCA é: "O que tenho de fazer para conseguir 'X' com esta pessoa?", mas SEMPRE: "Será que esta pessoa me merece? Será que merece o meu tempo e energia?".

Porque ao se fazer a primeira pergunta vai-se estar a adaptar e a manipular a outra pessoa, e não se estará a ser autêntico e a ver se de facto a pessoa vale a pena. O interesse em alguém do sexo oposto muitas vezes é mera carência e atracção física... e vir daí não nos diz nada em relação à personalidade e nível de consciência da pessoa. Resultado: muito mau.

Se tens de andar a perseguir alguém, a tentar e a tentar e a tentar, a forçar, a pensar e a pensar e a pensar, na dúvida... então é porque essa é a pessoa errada. Porque se fosse a certa já tudo teria acontecido naturalmente.