AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

segunda-feira, 6 de abril de 2009

“Introdução Ao Ego Humano – O Que É, Como Funciona E Qual É O Problema”


Como já tinha anunciado aqui no blog, Abril é o mês do ego humano no Cool Vibes.

Nas próximas semanas irei lançar 4 posts (a contar com este) sobre o ego humano. No post de hoje vou fazer uma introdução ao tema, explicando o que é afinal o ego humano, como funciona e qual é o Verdadeiro problema que este nosso amigo traz.

Este é daqueles temas super importantes, que todos os interessados na sua evolução (e estou a falar de evolução a sério) deviam saber, mas que infelizmente quase não se ouve falar sobre ele em lado nenhum.

É difícil falar sobre o ego e os problemas que causa pois ele nunca gosta que falem dele e das suas asneiras/disparates. Logo não é um tema que atraia muita gente a workshops, livros ou qualquer outra forma de transmissão de conhecimento.

Mas como isto é o Cool Vibes e não uma loja de validação, e porque o Cool Vibes é para quem quer evoluir e subir de nível de consciência a sério, aqui está com todo o prazer uma série de 4 posts super importantes.


(Que provavelmente vão apenas ser lidos por 3 ou 4 pessoas lol)

Então, o que é o ego humano?

Presta atenção porque isto é muito simples... é que o problema está em experienciá-lo, não em compreendê-lo.

O ego humano é o nosso eu separado.

O nosso corpo, a nossa mente, as nossas emoções... aquilo que temos separado dos outros no mundo material.

É a noção de eu separado, aquilo com que te identificas em contraste com tudo o resto no mundo material.

O meu corpo, os meus pensamentos, o meu nome, as minhas emoções, as minhas necessidades, os meus desejos...

E o nosso amigo eu separado, ou ego, está sempre preocupado com ele próprio. Com o que lhe acontece, com como está.

Até aqui tudo bem. Ele tem de se proteger porque está sempre à mercê das 1001 coisas diferentes que se vão manifestando na sua vida material.

Tudo o afecta, porque ele está lá.

E porque tudo o afecta, ele cedo começou a perceber que tem de evitar certas coisas e ter outras para se sentir bem. Logo tudo o que ele percepciona ou experiencia no mundo material interessa-lhe. Isto significa que lhe vai dar atenção e importância. Que se vai identificar com tudo o que surge... pois tudo o afecta, tudo cria e define algo nele.

Então a forma básica como ele funciona é um estado constante de protecção e uma espécie de preocupação com o seu estado, com como está, com como vai sair das situações, se vai perder algo, se vai sair prejudicado, se se vai sentir mal, etc.

O que se passa com este nosso amigo ego, é que vive em constante julgamento e crítica para se proteger. “Isto é bom ou mau?”

E como no fundo o ego, ou eu separado, está sempre “indefeso”, este estado de preocupação/julgamento está sempre ligado, a funcionar, e é utilizado em relação aos outros egos e eus separados.

O resultado é simples: constante comparação com os outros egos... e definição de valor próprio através dessa comparação.

Então qual é o problema?

São vários... o que torna a vida numa aventura e viagem bem “interessante” e “divertida”.

O primeiro deles todos é que o ego está sempre a sofrer. Se tudo o afecta, tudo o irá fazer sofrer. Porque se surgir e for mau, enquanto existir irá fazê-lo sofrer. Se surgir e for bom, quando desaparecer vai fazê-lo sofrer.

Ele não tem escolha, está sempre à mercê do mundo material e do que neste surgir.

O outro problema, para além de viver em constante sofrimento sem ter escolha, é que para se preocupar com ele próprio... não se pode preocupar com os outros. E é aqui que as coisas começam a tornar-se muito “engraçadas”.

Para o ego estar bem, só pode tratar de si e ter-se a si próprio em consideração. Para ele é sempre o que ele ganha e obtém que interessa, pois é a única solução que tem para se aliviar do sofrimento constante em que vive. O grande problema surge quando numa das suas comparações com outro ego ele chega à conclusão que o outro está a obter mais que ele, ou que de alguma forma está melhor ou é superior a ele.

Aí começa a festa.

A grande festa que o ego tanto adora. Que é tentar mandar abaixo os outros e prejudicá-los para se sentir bem ou melhor consigo próprio.

Este estado de não querer saber dos outros expressa-se essencialmente de duas formas: ou o ego quer obter algo de alguém e por isso faz tudo o que achar que pode resultar não querendo saber de como a outra pessoa se sente ou fica, e vai usar desonestidade, manipulação e outras coisas fantásticas do género...

Ou ao se aperceber que alguém está melhor que ele ou é superior a ele, vai tentar prejudicá-lo, mandá-lo abaixo, ou de alguma forma destruir o seu bem estar e sucesso.

É óbvio que quando estas duas expressões tomam proporções grandes, temos todo o tipo de crimes, injustiças, traições, abusos, violência, guerras, conflitos, etc, etc.

Porque para o ego funciona assim:

“Sou eu contra ti, e só um se pode sentir bem no final disto. E podes ter a certeza que não vais ser tu!”

Bem, uma forma um pouco limitada e primitiva de viver mas hey, é o nosso amigo ego humano =)

Tanto se prejudica a si próprio como aos outros, é a causa de todo o sofrimento humano.

Agora vem a parte difícil de compreender. É que não há nada de errado com o ego humano e a sua existência. Para quem começa a compreender este fenómeno do ego e as suas consequências negativas, surge logo um ódio em relação a ele e um desejo de o criticar severamente e eliminar. O engraçado desta reacção é que nada mais é do que o próprio ego a compreender a sua existência e a mandar bocas a si próprio.

Então se não há nada de errado no ego humano, o que se faz?

O problema não está na existência do ego humano, está no seu controlo sobre nós e na nossa identificação com ele. Transcender o ego não significa eliminá-lo, significa vermo-nos livres do seu controlo. Ele continua lá, e devemos não só transcendê-lo como também fazê-lo evoluir e torná-lo saudável.

E é isto. Agora estás livre de todo o sofrimento humano e és verdadeiramente Feliz.

Hã? Como? Ainda não?? Então mas eu já expliquei a cena...

Era fixe que fosse assim tão simples, saber e pronto, já está. Mas não é... até porque saber algo, ter a informação dentro da cabeça e pensar nela, continua a ser uma experiência do ego.

Os meus pensamentos, lembras-te?

Então como é que se sai disto??

Isso é o que te vou explicar nos próximos posts. Há uma solução e todos estão à altura de a usar. Se há algo que não ajuda absolutamente ninguém é dar à actividade de transcender o ego uma aura de “algo quase impossível que apenas 2 ou 3 seres humanos conseguem”. Isso não é verdade, todos temos em nós o que precisamos para transcender o ego e fazê-lo evoluir. É preciso é entrar em acção, e estar pronto para muitos desafios a sério. Como eu já disse, relativamente ao ego é quando a evolução humana se torna menos atraente, pois o processo não é nada fácil nem rápido. Mas para o ser humano que quer de facto subir de nível de consciência e contribuir para o Todo, este é um trabalho sério de evolução que tem mesmo de ser feito.

Agora, lá porque eu estou aqui a falar disto não quer dizer que seja porque sou um guru iluminado e porque já transcendi o meu ego com uma perna atrás das costas, e só estou disponível ou para quem me pagar milhares e milhares de euros, ou para quem conseguir descobrir a gruta onde vivo afastado do mundo e da humanidade ;)

Obviamente que continuo o meu caminho, aqui não há gurus, mestres nem campeões... eu apenas partilho aquilo que tem feito a diferença na minha vida. E se eu nunca experienciei algo, então também não falo sobre isso aqui.

E se há algo que eu tenho experienciado, é uma cada vez mais liberdade relativamente ao meu ego, e uma cada vez maior Compaixão e paz interior, independentemente das pessoas e das situações. É por isso que decidi partilhar contigo aqui no Cool Vibes, ideias e conceitos sobre o ego humano, para que tu, se estiveres interessado, possas ter mais paz na vida e contribuir para a vida dos outros através do teu novo nível de consciência.

Hoje vou ficar por aqui. Foi apenas uma breve introdução ao ego humano, nos próximos posts vou entrar em mais pormenores, casos concretos, e dar uma visão mais prática e realista.

O próximo post vai ser sobre reacções, decisões e atitudes comuns do ego humano.

Até lá, segue as tuas paixões!
Pedro Constantino

Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com

PS: Evolução de Consciência para uma Vida Extraordinária – o novo espectacular programa áudio completo do Cool Vibes em
http://www.youtube.com/view_play_list?p=1E97D6BC2DCD26FA

8 comentários:

Fabrício Amaral Lisboa (Brasil) disse...

Achei seu blog hoje e (apesar do português diferente do Brasil em algumas colocações e algumas palavras) achei fantástico!!! Está dando para compreender direitinho seus posts, onde você deixa claro que não tem "fórmula mágica" de "como ser você e o que dizer" e sim ser autêntico no momento que está acontecendo os fatos! Suas colocações tem uma energia incrível sobre o pensamento de quem vive os conflitos das relações humanas! Me identifiquei e muito em várias coisas, principalmente num post que li aonde você fala da dependencia dos amigos para sair.
Sempre saia sozinho e ultimamente estava achavando que não era normal (até pq nunca tive amigos para sair)... então percebi que realmente é apenas meu EGO dando rasteiras e dizendo que não seria aceito saindo sozinho, que seria um anormal... Pura bobagem!!! Transcender o EGO é muito bom!!! :D hehehehe
Depois e sempre que precisar, vou entrar e continuar lendo, pois tem vários e requer um tempinho!!! :D hehehehehe
Parabéns pelo teu trabalho man!!! Realmente é fantástico, motivador e de um grande crescimento humano!!!

Pedro Constantino disse...

Obrigado pelo teu comentário Fabrício.

Sem dúvida que o caminho é ser-se sempre Autêntico e nunca andar a pensar em esquemas para se obter algo dos outros.

É esse o caminho da Atracção Natural com que todos saiem a ganhar, pois é um caminho de contribuição, partilha e estimulação mútua.

E nesse caminho da Atracção Natural é preciso detectar as rasteiras, bloqueios e controlos do ego, pois só assim poderá depois haver Compaixão e ligações profundas com as pessoas do sexo oposto (ao contrário das típicas relações fast-food e superficiais "criadas" através de mero desejo sexual ou de satisfação de carências - atitude de obter, em vez de DAR e CONTRIBUIR).

Marco Aurelio disse...

Hey Pedro,
Fantástico o post introdutório sobre o "ego".
Penso que esse nosso "amigo" seja 90% dos casos um vilão para o caminho de se tornar um pessoa autêntica.
Já estou na expectativa dos próximos posts.
Admiro muito seu trabalho. Gosto da sua maneira de pensar a respeito do comportamento humano. Me soa muito natural, sem artificialidades e jogos.
Confesso estar entristecido de não poder participar do último "curso" "As qualidades", mas farei o possível para estar na próxima, ainda que eu esteja aqui no Brasil.
Aprendi a ser um amante da minha evolução pessoal, e gostaria de saber quais os caminhos tomar.
Abraço e sucesso

Pedro Constantino disse...

Marco Aurélio:

Artificialidade e jogos não só atraem pessoas artificiais e que se metem com jogos e manipulações, como também são as ferramentas de quem não tem qualquer consideração ou Compaixão pelos outros, e só quer obter algo deles.

Atracção Natural não só te vai dar poder de escolha relativamente à tua vida amorosa, como também capacidade para de facto contribuir para a vida de uma mulher, fazê-la Feliz, e atrair o tipo certo de pessoas.

Obrigado pelo teu comentário, sê bem-vindo ao Cool Vibes!

Filipe disse...

Hey Pedro. Desde já deixo aqui o meu sincero agradecimento por dedicares parte da tua vida para nos ajudares a todos, que juntamente contigo estamos a evoluir :)
Ontem num momento de "iluminação" pensei comigo mesmo: "Era mesmo fixe k o Cool Vibes tivesse um fórum.." :D

E achei por bem vir partilhar esta ideia contigo e com os restantes leitores do blog.

Força aí com o blog

Abraço

Pedro Constantino disse...

Filipe:

Obrigado pela teu comentário e sugestão do fórum. Para já não tenho tempo para tomar conta de um fórum do Cool Vibes, para garantir que se mantém a funcionar bem e apenas com quem está mesmo interessado nestes temas e em evoluir. Essa ideia já surgiu várias vezes e muito provávelmente vou criar um grupo do Cool Vibes num site (que será em princípio o Netlog e/ou o Facebook), que funcionará como fórum.

João Vitor Campos dos Reis disse...

tenho que falar que é pelas necessidades que nós sentimos que tudo vai por água abaixo Pedro. Isso quando o contexto é o de entender o problema do ego, mas apesar disto, não perceber o domínio dele por conta desta necessidade e pelo ódio que as pessoas tem pelos que são profundamente dominados. Estou ansioso pra ler o post seguinte.

§Fábio§ disse...

Daí Pedro tudo tranquilo !!!! Uma FELIZ PÁSCOA pra ti e pra toda tua Família !!!!
Páscoa é vida então muita vida pra ti continuar fazendo esse trabalho que ajuda tantas pessoas, valew !!!!