quarta-feira, 11 de março de 2009

"Exemplo de Interacção Natural Entre Homem e Mulher, e de Criação de Ligação Emocional Autêntica"

É hoje, aqui e agora... o misterioso excerto de filme que te vai ajudar a conhecer as mulheres que desejas, e a perceber melhor como tudo se processa.

Antes de veres o vídeo é importantes que tenhas em mente que não é um exemplo perfeito. E se já viste o filme tenho a certeza que sabes porquê.

Mas é um exemplo suficientemente bom, através do qual é possível observar e explicar vários aspectos importantes da Arte Social de conhecer mulheres naturalmente.

E agora, senta-te confortavelmente, vai buscar um refresco pois o Sol decidiu finalmente aparecer em grande... (mas hey, nada de alcóol), vê com atenção o vídeo e depois lê a minha explicação. E se for preciso, volta a ver o vídeo a meio da explicação, as vezes que forem necessárias.







Sim, este é um excerto do mais recente filme de Mickey Rourke, The Wrestler. Realizado por Daren Aronofsky e também com Marisa Tomei.

Então o primeiro aspecto a ter em conta relativamente a este excerto, é o contexto em que deves olhar para ele. Não se trata de uma abordagem inicial, ou de como iniciar uma interacção, mas sim de como desenvolver uma interacção e criar uma ligação emocional.

Randy “The Ram” Robinson (Mickey Rourke), começa por convidar Cassidy para ir beber uma cerveja. E aqui está logo o primeiro ponto importante: um convite simples, directo e honesto... sem fogos-de-artifício, sem espectáculos montados, sem esquemas ou esperteza manipuladora... ele limita-se a fazer-lhe um convite simples para irem fazer algo simples que ele gosta de fazer e costuma fazer: beber uma cerveja e conversar.

E se observares bem o Randy, vais-te aperceber de que ele não tem qualquer problema em ser rejeitado. Ele diz o que tem a dizer, faz o convite, é autêntico e ele próprio na sua simplicidade, e está pronto para qualquer resultado. A isto chama-se Coragem, e é um dos princípios da Arte Social.

E o convite em si é inocente, há uma certa inocência e vulnerabilidade na sua atitude. Beber uma cerveja não é nada de especial, se calhar naquela altura até era a única coisa para a qual ele tinha dinheiro, e das poucas coisas que costumava fazer na sua vida social. Ele está mesmo de braços abertos, pronto para levar com qualquer resposta.

E para quem em Dezembro do ano passado foi à workshop ANQ (Atracção Natural: As Qualidades), a importância da qualidade Vulnerabilidade está bem presente. Ou pelo menos deveria estar...

A seguir, Cassidy (Marisa Tomei) hesita (e quando vires o filme percebes porquê). Ela sente-se um pouco desconfortável, e acaba por dizer que tem uma criança, que é mãe.

Ela não diz que sim nem que não... não dá a Randy uma resposta clara, mas a balança está mais inclinada para o não.

Randy é então nesse momento “rejeitado”. O seu convite não foi directamente aceite. E o que faz ele? Como reage ele? Tenta insistir com a arma secreta do “vá lá, anda lá...”? Não. Saca de uma resposta esperta para a manipular e convencer a ir? Não.

Ele nem sequer reage à incerteza dela. Ele nem sequer reage à rejeição. Ele limita-se a continuar a falar com ela, porque para ele é ELA que INTERESSA, e não o que ELE pode OBTER dela (aceitar o convite, ir com ele beber uma cerveja).

Então o que faz ele? Pergunta-lhe se a criança é rapaz ou rapariga. Ele está presente no momento a interagir com Cassidy, e a responder-lhe através do que ela diz (interacção natural), e não preso dentro da cabeça a pensar preocupado “como é que eu a convenço a vir comigo beber uma cerveja?”, “o que é que eu digo/faço a seguir?”, “será que ela gosta de mim?”, “aquilo no céu é mesmo um ovni ou ando a fumar demasiada ganza para aliviar a minha baixa auto-estima?”.

Ele simplesmente OUVE Cassidy e fala com ela tendo em conta o que ela DIZ. Chama-se a isto estar em sintonia com alguém, e sem isto nunca há interacção (muito menos ela se desenvolve), nunca há ligação emocional entre duas pessoas, nunca há ligação emocional entre um homem e uma mulher.

Então Randy pergunta a Cassidy se é rapaz ou rapariga. E Cassidy responde, mais confortável com a situação, que é um rapaz.

Depois Randy pergunta-lhe que idade ele tem... e Cassidy responde-lhe confortavelmente que tem 9 anos de idade.

Mais uma vez, e como é suposto, Randy estava em sintonia com ela, a ouvi-la, e a dizer-lhe algo conforme o que ela lhe dizia = LIGAÇÃO EMOCIONAL. Estavam ambos a explorar o mesmo tema de conversa, que por acaso estava a vir dela. Ouvir as mulheres, realmente ouvi-las, é um dos principais conceitos da Arte Social.

Estar preso dentro da cabeça a pensar em respostas espertas de manipulação, ou em como dar a volta à situação e sair a ganhar obtendo o que se deseja... isso é o que tu queres evitar e eliminar da tua vida. E uma das razões é porque atrai mulheres que estão presas dentro da cabeça, a pensar em respostas espertas de manipulação, ou em como dar a volta à situação e sair a ganhar obtendo o que desejam de ti.

E tu não queres ter esse tipo de mulher na tua vida, acredita.

Outra razão é que estar preso dentro da cabeça dá-te uma energia que no contexto da vida social, ou durante uma interacção, não é lá muito atraente ou útil... e eu hoje vou-lhe dar o nome oficial de energia zombie ;)

Depois de Randy saber que o filho de Cassidy tem 9 anos, ele vai ao carro buscar uma action figure de si próprio e oferece-o a Cassidy para ela o dar ao filho.

Manipulação...?

Não.

Só se ele andasse na carrinha com uma colecção de action figures de propósito para engatar mulheres com filhos. O que não é o caso. Wrestling é a grande paixão de Randy, e ele anda no carro com a action figure para se recordar dos seus tempos de glória nos anos 80. A action figure não estava na carrinha de propósito para ele conseguir obter de Cassidy o que queria.

Não tem nada a ver com (gulp!) pagar uma bebida a uma mulher com quem se quer falar.

Ok, pára tudo. Acabei de ter a ideia do século! Segura-te bem...

Em vez de certos desgraçados andarem a pagar coisas às mulheres para falarem e sairem com elas... que tal criar-se uma espécie de parquímetro portátil para esse tipo de mulher? Assim o homem aproximava-se dela e colocava uma moeda no parquímetro para falar com ela! ;D

E conforme o tempo que quisesse estar a falar ou a sair com ela, ía colocando mais moedas no parquímetro. Mas espera, isto não se pode chamar assim... tem de ser o... INTERACCÍMETRO. Sim, porque não tem a ver com parque de estacionamento, mas com tempo de interacção.

No mínimo teria que se chamar... ATRACCÍMETRO.

E agora que já partilhei com o mundo a minha ideia genial, bora lá voltar à explicação do vídeo...

A oferta do boneco não tem nada a ver com manipulação, foi uma ideia engraçada que ele teve na altura, naquele momento. Porque quando vires o filme vais perceber que Randy gosta de crianças, e costuma convidar um miúdo que vive perto de si para jogar um jogo de wrestling antigo na Super Nintendo.

Tudo o que ele fez veio naturalmente da pessoa que é, e não de propósito para obter um resultado exterior. A sua paixão por wrestling e compaixão por crianças deram-lhe a ideia de oferecer a action figure ao filho de Cassidy. Isto é o que se chama de caminho na vida e paixões a funcionarem: ficamos rodeados de coisas criadas por nós que nos vão ajudar naturalmente e honestamente.

Agora imagina que Randy não tinha nada a ver com wrestling, perguntava a Cassidy do que o filho mais gostava, ela respondia wrestling, e ele no dia a seguir ía comprar umas action figures de wrestlers famosos de propósito, oferecia-os a Cassidy para ela dar ao filho, e logo a seguir insistia na ideia de ela ir sair com ele...

Isso sim, chama-se manipulação.

Há muito mais a dizer e a explicar, mas a ideia base é essa.

Continuando...

Randy depois diz a Cassidy para o filho dela ter cuidado com a action figure pois é um coleccionável de 300 dólares.

E ela responde admirada “A sério?”

E ele diz “Não...”

Lol

Sentido de humor a funcionar, e a brincar com ele próprio e a sua situação de wrestler um pouco arredado dos tempos de glória e fama. Mais uma vez: autenticidade, inocência e vulnerabilidade. Nada de dicas espertas para dar a ideia que é superior a ela... nada de esquemas para parecer uma grande coisa...

Uma piada simples, que faz Cassidy rir-se.

Agora, toda esta pequena interacção foi criando em Cassidy conforto, foi deixando-a mais descontraída e gerou entre ambos uma LIGAÇÃO EMOCIONAL. Eles estavam em sintonia, haviam emoções e a saltar de um lado para o outro... e ele não só foi super simples, como autêntico, teve consideração por ela, teve a ideia engraçada de oferecer a action figure ao filho dela, como também disse uma piada a brincar com ele próprio e fê-la rir-se...

E naquele momento em que a ligação estava mais forte e viva, fazia todo o sentido voltar a convidá-la. Sem esquemas espertos, sem tretas, para exactamente a mesma coisa (beber uma cerveja) da mesma forma... estando novamente pronto para qualquer resposta, reacção ou resultado...

E desta vez ela aceitou... pois já havia uma ligação emocional entre ambos. Ou seja, houve partilha de uma experiência... ele contribuiu para a vida dela, criando nela emoções positivas, falando com ela sobre algo de que ela gosta (o filho), fazendo-a rir, oferencendo ao filho dela a action figure... etc.

Ele DEU algo... não se limitou a estar ali apenas a querer OBTER algo dela. E durante toda a pequena interacção ele estava confiante, descontraído, a dar-lhe espaço, etc.

Muita coisa positiva e útil neste excerto que encontrei por acaso... e que foi uma das coisas que me motivou a ir ver o filme ao cinema. Não é um exemplo perfeito, mas é muito bom.

Claro que, este vídeo mostra apenas uma parte da ponta do iceberg... a Arte Social é muito profunda, vasta e variada.

E as inscrições vão abrir daqui a uns dias...

Sim, as inscrições para a espectacular workshop do Cool Vibes, ARTE SOCIAL – Como Conhecer Mulheres Em Qualquer Lado, A Qualquer Momento, De Uma Forma Natural e Autêntica e Desenvolver Uma Vida Social Extraordinária, vão abrir daqui a uns dias.






Irás receber um email com detalhes da workshop e como te podes inscrever (também irei aqui colocar no blog um post com essa informação).


*A workshop Arte Social vai ser no dia 28 de Março (sábado), às 15h30m, no Aparthotel VIP Suítes do Marquês em Lisboa*

Vai ser uma workshop super divertida e interessante, com conteúdos e ferramentas inéditas do Cool Vibes, as minhas últimas e mais poderosas criações. Ao participar irás ainda receber 10 ebooks do Cool Vibes, e para acabar o post de hoje, fica aqui uma lista dos temas da workshop...

Nesta workshop irás:

- Aprender como usar todas as tuas 5 dimensões humanas (mental, física, emocional, espiritual e consciência) na tua vida social para conheceres as mulheres que desejas;

- Saber quais são os 15 erros que nunca deves cometer ao conhecer mulheres (há um novo super importante e crucial de evitar sobre o qual tens mesmo de me ouvir falar);

- Aprender como detectar e evitar o tipo errado de mulher, e detectar e criar oportunidades com o tipo certo de mulher (Selecção Consciente);

- Saber como iniciar uma conversa com os 2 tipos atraentes de motivação (e evitar os 2 errados que te vão sempre prejudicar sem dares por isso);

- Aprender os aspectos mais importantes do estilo de vida do homem naturalmente atraente que conhece mulheres facilmente e regularmente;

- Descobrir quais são as 4 qualidades essenciais da Arte Social e como as desenvolver no teu dia-a-dia;

- Criar afirmações e fazer visualizações para mais facilmente obteres os resultados que desejas na tua vida social e amorosa com as mulheres;

- Praticar o tipo de linguagem corporal que mais te vai ajudar a atrair e conhecer mulheres naturalmente (Atracção Natural à distância, presença atraente, 1ª impressão cativante);

- Aprender os 9 princípios do Karma Yoga Social, ou seja, como aplicar espírito e consciência na tua vida social e interacções com as mulheres. Pista: mega poderoso;

- Descobrir como desenvolver a Coragem necessária para falar com qualquer mulher que desejas;

- Descobrir quais são as 4 energias da Arte Social, e como as desenvolver em ti e usá-las;

- Realizar um poderoso exercício que simplesmente vai mandar os bloqueios do ego para o caixote do lixo juntamente com os pacotes de leite e as cascas de banana;

- Aprender como iniciar uma conversa com uma mulher que não conheces de lado nenhum. Vais aprender como criar o que dizer em qualquer situação, e fazer exercícios comigo e com os outros participantes para desenvolveres essa qualidade e compreenderes todo esse processo (assim como sairás da workshop com um exercício simples para fazer no teu dia-a-dia que te vai ajudar imenso e mudar);

- Aprender como desenvolver uma interacção estimulante com uma mulher e criar com ela uma ligação emocional verdadeira (mega importante!);

- Aprender como obter naturalmente o contacto da mulher (seja email ou telemóvel);

- Saber como convidar uma mulher para sair e criar saídas estimulantes que criem nela o desejo de voltar a sair contigo;

- Descobrir qual é e como manter a dinâmica do potencial parceiro íntimo, e não ficar encravado na categoria frustrante de só amigo, quando desejavas algo mais com as melhores das intenções.


Por hoje é tudo. Obrigado por aqui teres vindo ler este post.

Se estás interessado em participar na workshop Arte Social, envia-me agora um email para CoolVibesClub@hotmail.com com o assunto “Workshop Arte Social”, e serás adicionado à lista especial de interessados que serão avisados de tudo.

E se o tema da Arte Social realmente te interessa, então tens MESMO de ouvir este super áudio: http://coolvibesblog.blogspot.com/2009/03/arte-social-de-conhecer-mulheres.html

Segue as tuas paixões e até dia 28 de Março!
Pedro Constantino

4 comentários:

Anónimo disse...

Só podia ser o mickey rourke, como achas que ele aprendeu a ser assim? mesmo nas personagens dos filmes ele é assim.

João Vitor Campos dos Reis disse...

Voltei à universidade esses dias, afim de praticar o que andei a ler, mas ainda não tive nenhuma chance de ter contatos com mulheres atraentes. Daí esse post caiu como uma luva!

Pedro Ribeiro disse...

Bem, depois do Trata a vida por tu LOL! Acho que agora sei mesmo ser autêntico. Obrigado Pedro por me teres posto alerta para este workshop, é realmente BRUTAL! Agora tenho que fazer um dos teus para demonstrar mesmo essa gratidão! MUITO PODEROSO! Mesmo assim, tu Pedro, mostraste-me e familiarizaste-me com muitas coisas: o ser autentico por ex. Agora sim, sinto que posso vir a ser autentico! Já sei como é! Ya, BRUTAL!
Cheguei agora ao Porto de Lx vindo do workshop... Bem... Universo, olá!!!!! Objectivo ao chegar a casa: ligar a net e procurar videos do Tvtu! OHHHH, não há! Bem, vamos entao ver o mail.

"Voce está a passar por um novo transito astrologico"

Bora lá ver o que o novo transito trata!

Titulo: Autoconhecimento, harmonia e bem-estar.

NÃO ACREDITO! Melhor, claro que acredito! Obrigado universo! LOL!!

O que lá dizia é o que estou a sentir...! Bem estou em pulgas! Agora o cool vibes faz ainda mais sentido(dps do tvtu)! Claro!

Bem, foi brutal, momentos de meditaçao brutais e pah....acho que me transformei ou estou a transformar! Tudo ganha sentido!!

Bem, sem palavras! É só acreditar e claro...confiemos! O universo é MARAVILHOSO! Já agora, tu também Pedro! Acho que gratidao e obviamente Obrigado ganharam novo significado!

Bem, BRUTAAAAAAAAAAALLLLLLLLL!!!!!

LOL, acho que sentem a minha emoçao neste momento, não?
Tudo se começa a montar de uma forma extraordinaria e eu digo SIM a esta transformaçao!

Obrigado Pedro por partilhares connosco este blog e um grande Obrigado ao Daniel Sa Nogueira, CLARO!

Transformaçao, ESTOU AQUI! SIM! bem....é mesmo só dizer: BRUTAL!


NHA NHA NHA !!!!!!! Estou tão felizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz!!!!!!!!! LINDO!

Cláudia Nóbrega disse...

Este comentário do Pedro Ribeiro é muito inspirador... só boas energias... :)