quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

“Como Conhecer Mulheres No Carnaval – Máscaras, Partidas, Brincadeiras, Risos, Samba... e Atracção Natural!”



“Como Conhecer Mulheres No Carnaval – Máscaras, Partidas, Brincadeiras, Risos, Samba... e Atracção Natural!”



Hey, vem aí uma altura fantástica para conheceres mulheres!


O Carnaval é uma época de brincadeira e divertimento que abre as pessoas a interagir com estranhos, e podes e deves aproveitar isso para iniciar conversas com mulheres.

Se gostas de celebrar o Carnaval e de te mascarar (ou não), descobre um local onde haja uma festa de Carnaval (há muitas discotecas que vão fazer festas), ou vai ao teu local favorito de celebração do Carnaval. Seja uma festa de máscaras ou ver o samba a desfilar, são ambientes brutais para falares com as mulheres que desejas.

Não te tens de mascarar se for algo que não costumas fazer. O que tens de fazer, se gostas de celebrar o Carnaval, é sair de casa para o teu local favorito para te divertires.

Sair apenas tendo em mente conhecer mulheres cria em ti uma energia de predador que é repelente e só te vai prejudicar.

Tens de sair porque queres estar com os teus amigos, queres divertir-te, conversar, rir e celebrar o Carnaval e a vida. Vais sair porque vais fazer algo que adoras fazer num local onde adoras ir.

E conhecer mulheres é um processo de selecção consciente através do qual tentas encontrar mulheres que te mereçam e te consigam estimular das formas que são importantes para ti.

Não é um processo de caça sexual desesperada à esfomeado (tipo querer usar o corpo dela para ter um orgasmo), ou de pedinte de esmola emocional (sendo uma espécie de filho que precisa da atenção da mamã).

Não é um processo para obter algo, mas sim para partilhar uma experiência, um momento, com uma mulher. Fazê-la sentir-se bem e contribuir para a sua vida, tendo verdadeira compaixão, consideração e fascínio pelo Ser que ela é.

Nota: Eu já falei sobre isto noutros posts, não me vou voltar a repetir. Por isso para saberes quais são os outros aspectos importantes do processo natural e autêntico de conhecer mulheres, clica aqui Como Conhecer Mulheres e lê todos os posts que quiseres.

Então, no Carnaval, como podes iniciar conversas e conhecer mulheres?

Quais são as coisas específicas que precisas de saber e fazer?

Para começar, tudo o que dizes a uma mulher ou vem da tua observação do que está à tua volta no momento presente, ou do que ela te diz.

Portanto estar presente no momento e ouvir a mulher são dois conceitos essenciais. Sem eles nunca irás chegar onde realmente desejas.

Ao veres uma mulher pela qual te sentes atraído, deves reparar se há algo nela que te deixa curioso. Neste caso, pode ser a sua máscara.

Observando a sua máscara saberás sempre o que dizer ou perguntar.

Uma coisa muito simples que podes perguntar é:

“Hey, mas que máscara brutal! Onde compraste??”

Ou por exemplo:

“Hey, mas que máscara brutal! Porque decidiste mascarar-te assim?”

Podes também entrar em brincadeiras com a mulher. Conforme a sua máscara, cria um momento que seja uma simulação do que poderia acontecer se ela fosse mesmo aquilo de que se mascarou.

Uns exemplos muito simples, só para perceberes aquilo que eu estou a dizer:

Se ela estiver mascarada de mulher polícia, podes dizer-lhe de forma “séria” algo do género:

“Agente Rafa, temos uma situação ali ao fundo... traz o seu apito consigo?”

Se ela estiver mascarada de enfermeira (também de forma “séria”):

“Por favor, pode-me dizer para que lado são as urgências?”

Se estiver mascarada de bruxa ou feiticeira:

“Então foste tu que o transformaste em sapo...”

Qualquer coisa serve, desde que esteja dentro do contexto no qual ambos se encontram.

O que importa é a energia que está por detrás do que dizes, e a tua intenção ser divertires-te, não estando preocupado com nada. Sendo completamente indiferente se de facto vais acabar por ter uma conversa com ela, obter o seu contacto, saber o seu nome ou voltar a vê-la.

O que dizes a seguir?

Ouve a resposta da mulher, observa a sua reacção, e desenvolve a conversa/brincadeira através disso. É assim que se cria uma ligação com uma pessoa: estando em sintonia com ela, a funcionar através do seu momento presente e energia.

Então e se ela não estiver mascarada?

Podes sempre dizer-lhe algo do género:

“Então, também decidiste mascarar-te de ti própria hoje? Eu estou mascarado de (diz o teu nome), e tu?”

O que mais te vai ajudar não é decorares e usares os exemplos que te dei, mas sim criares os teus próprios. Podes usá-los à vontade, mas ao os usares terás de na altura aceder à tua memória e ficarás dentro da cabeça. Ou seja, lá se vai a energia e o momento presente.

Deves vir sempre de Consciência, e evitar vir meramente da mente. Podes vir da mente e da memória, mas tens de conseguir, e muito bem, ir logo a seguir para o momento presente... onde de facto está a mulher, onde estás em paz e confiante, onde tens a energia certa e onde tudo é possível!

E para o pessoal do Brasil:

Vocês têm o melhor Carnaval do mundo. Os desfiles de samba são eventos brutais para brincar e falar com as mulheres... estás à espera do quê man?

Sai de casa e vai celebrar! :D

Diverte-te à grande neste Carnaval, e adiciona bons momentos à vida das mulheres com quem falares.




Segue o que Amas,
Pedro C.


9 comentários:

Kohinoor disse...

"Temos de ser responsáveis"

concordo. esta nas nossas mãos criar a nossa vida, o nosso trabalho, as nossas relações.

Ficar consciente e evoluir é um processo lento... mas com a ajuda aqui do cool vibes vamos todos ficando mais maturos heheheh

"Tem de haver honestidade conosco próprios".
Só assim saberemos os nossos valores, o que queremos realmente, o que sentimos e podemos tomar decisões mais conscientes, sem nos desviar do nosso "bushido".

Hey e por falarem em auto-conhecimento... Vejam este site!

http://www.astral-online.com/numerologia/index.shtml

"Consciencia para ultrapassar obstáculos"

Já o Einstein dizia, para resolver um problema, seria necessário elevar o nível de pensamento onde ele foi formulado! E para começar é necessário estar consciente do problema.

- Clichés são repetitivos, mas são verdades (ou melhor, regras) pois vêm sempre ao de cima.

"Podes ter 70 anos e conhecer mulheres em discos em discotecas"

Ahahhaha, sim é possível, até pode ajudar os netos a arranjar namoradas!

Curti :)

Abraço

Pedro Constantino disse...

Kohinoor:

Man, andas a faltar aos treinos! lol

Obrigado pelo teu comentário, tens razão em tudo o que dizes. E obrigado pelo link também.

Grande abraço e diverte-te no Carnaval! Já sabes o que tens a fazer...

Vinicius Roz disse...

Como diz o pessoal de Portugal: post Brutal!!!!

Na verdade temos que ter esta mentalidade em todo momento, sempre. As festas são uma enorme oportunidade de colocar isso em prática.

Obrigado mais uma vez pelo trabalho e ajuda.

Abraços do Brasil

Kohinoor disse...

ixx Enganei-me, era pra meter este comentário no post anterior! lol

"Man, andas a faltar aos treinos! lol"

Ya, ja sinto falta de bons desafios. Vou ver se no carnaval trato disso ;)

Diverte-te! Abraço

Pedro Constantino disse...

Kohinoor:

Tás todo marado já LOL

Eu também estava a achar "estranho" o comentário... um pouco desconectado do post, mas fazia todo o sentido em si.

Abraço!

♥rose♥ disse...

Olá Pedro, tenho outra questão que não tem a ver com este post, mas é o seguinte:
Eu ando a conhecer homens...não muito regularmente, mas penso em todos os que já conheci e na nossa sociedade, e eu acho que nunca vou encontrar um homem sem atitude de obter...seja validação, seja sexo. Eu mesma dou por mim e estou na atitude de obter quando me sinto atraída por algum deles.
Depois há uma das qualidades que é a confiança, eu nunca vejo um homem olhar-me nos olhos sem desviar, nem nunca vejo um que me sorria, achas que isso é mesmo importante? ou devo dar-lhes uma oportunidade e aceitar a sua insegurança?
Acho melhor desistir da selecção rígida e ver o que posso aceitar, pois estou a ver que esses homens não existem.

Vanessa disse...

Pedro, parabéns por seu blog. Apesar de ser mulher adoro ler os conselhos que tu dás aos homens em função de nós. Aprendo muito pois me vejo em situações que são de fato reais e que os homens usam ao seu favor.
Também acho interessante o assunto sobre as polaridades feminino/masculino ainda mais quando há o fato de existirem mulheres yang e homens yin, enquanto que a maioria pensa que obrigatoriamente as mulheres tem que ser yin e os homens yang. E é essa polaridade que tu falas que atrai sexualmente, como li em posts anteriores.
Ah, como sou do Brasil acabo lamentando quando tu postas vídeos sem muitas escritas, pois fica difícil a compreensão devido ao sotaque.
No mais, agradeço por ter descoberto seu blog, ele é ótimo!

Pedro Constantino disse...

Rose:

Esses homens QUASE não existem, mas existem. Eu nunca disse que este caminho era fácil... e só pessoas dispostas a viver uma vida de coragem, integridade e compaixão é que o conseguem percorrer.

O que deves fazer é ir falar com os homens que te interessam e atraem, e sair com eles. Se não andas a conhecer e a sair com regularidade é óbvio que nunca mais vais encontrar o tipo de homem que desejas. Pensar não chega, é preciso agir no presente e fazer as coisas acontecer.

Não se trata de selecção rígida, mas sim de selecção consciente. E se não andas a tratar da tua parte espiritual, meditar, etc, então esse tipo de homem também nunca irá aparecer, e quando aparecer não serás capaz de o reconhecer.

Deixares de se selectiva é abrires as portas ao sofrimento na tua vida amorosa, deixando entrar homens que só te vão fazer sentir mal, desrespeitar, mentir, usar e deitar fora, trair, sufocar, etc.

Não existe meio termo aqui, ou te sentes confortável em não ter ninguém mais próximo e ir conhecendo e saindo com vários homens... ou vais mergulhar de cabeça em relações que só te vão dar cabo da vida e fazer sofrer.

Não podes andar desesperada por uma companhia masculina íntima, nem pela validação e alívio do vazio interior que isso te pode trazer... tens de criar a tua vida amorosa com Consciência, para que de facto possas ser uma mulher feliz, tal como desejas e mereces.

Pedro Constantino disse...

Vanessa:

Obrigado pelo teu comentário. Sê bem-vinda ao Cool Vibes! ;)