AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quinta-feira, 5 de junho de 2008

"Como Ser Positivo E Começar A Mudar A Tua Vida Para Melhor"



Como Ser Positivo E Começar A Mudar A Tua Vida Para Melhor


Pensar-se positivo e ser-se optimista, e pensar-se negativo e ser-se pessimista, são a diferença entre ter-se uma vida espectacular e ter-se uma vida de sofrimento, sacrifícios e problemas constantes.

As pessoas positivas irão sempre ter cada vez mais coisas fantásticas na sua vida... enquanto que as negativas terão sempre cada vez mais coisas insatisfatórias.

É assim que funciona e não há como fugir disto.

Por isso se queres criar para ti uma vida amorosa de qualidade, que realmente te satisfaça, ou se queres melhorar uma outra qualquer área da tua vida, seja pessoal, financeira, social, saúde, familiar, amizade, etc, é essencial que desenvolvas uma mentalidade positiva.

E é precisamente isso que eu te vou explicar, aqui e agora, neste post. Vou-te dar as bases teóricas úteis para compreenderes todo o processo e vou-te dar alguns exercícios para fazeres.

Mas como é então, realmente, uma pessoa positiva?

Uma pessoa positiva não é uma pessoa que ignora os problemas... é uma pessoa que os interpreta de uma forma que a beneficia.

Ela vê os problemas que lhe surgem na vida como um desafio, como uma oportunidade para evoluir.

Yah, claro que quando um problema surge é sempre chato... e mais chato ainda é tê-lo de resolver. A pessoa positiva não gosta de problemas, não é isso que significa ser positivo.

A diferença é esta:

Enquanto que perante um problema a pessoa negativa sente-se logo triste ou irritada, e fala dele a toda a gente, e pensa nele a toda a hora como o “fim do mundo” e a maior “tortura do universo”, e sente-se cada vez pior, mais impotente, desesperada e com extrema dificuldade em ultrapassar a situação ou em resolver o problema...

...a pessoa positiva vê o problema como uma pequena pedra no sapato que tem de ser tirada. Vê-o como um desafio, como algo que na verdade a vai ajudar a longo prazo, porque a vai permitir evoluir e preparar para o futuro. Ela vê o problema como apenas algo que tem de ser feito... e não como algo que define toda a sua vida para sempre. Logo ela sente-se bem, confiante e motivada perante o problema... seja ele qual for. E é isso que é útil.

Porque assim ela irá conseguir começar a resolvê-lo imediatamente, e as coisas vão muito rapidamente voltar a estar bem.

Enquanto que a pessoa negativa vai estar encravada mentalmente a pensar e a repensar na tragédia... “Mas porque é que isto me aconteceu?”, “Mas que mal fiz eu a Deus??”, “Isto não devia ter sido assim!!”, “Eu não aguento mais isto assim!!”, “Eu não consigo ultrapassar isto, é tão mau...!!!”, etc, etc, e a situação vai piorar cada vez mais.

Dar importância ao problema é irrelevante. Não interessa para nada se é grave ou muito sério... essa definição não ajuda a resolvê-lo o mais rapidamente possível, nem permite a pessoa sentir-se bem.

Mas a pessoa negativa “adora” dar importância ao problema. E assim sente-se cada vez mais impotente perante ele, sente-se cada vez mais triste ou irritada, e não está a criar a sua realização pessoal.

O que define a qualidade da nossa existência são as emoções que sentimos. Se essas emoções forem negativas (tristeza, aborrecimento, raiva, etc) o ser humano vai dizer que vive infeliz e que não gosta da sua vida. Se essas emoções forem positivas (motivação, descontracção, boa disposição, etc) o ser humano vai dizer que vive feliz e que a sua vida é espectacular.

E estas emoções são algo que se cria... com ou sem intenção. O primeiro grupo de seres humanos cria-as claro sem intenção... e é por isso que levam com as emoções negativas em cima.

Mas o segundo grupo não. O segundo grupo cria-as intencionalmente. Porque o seu objectivo é alcançar a sua realização pessoal... e eles fazem tudo, mas tudo mesmo, o que seja preciso para que isso aconteça.

E uma dessas coisas que fizeram foi desenvolver uma mentalidade positiva perante TUDO na vida.

Qualquer emoção negativa que sintas na vida é completamente inútil. É natural senti-las. Todos as sentimos, sejamos positivos ou negativos. A questão é que os positivos sentem-nas muitas poucas vezes (10% do tempo), enquanto que as negativas sentem-nas a maior parte do tempo (90% do tempo).

Estes números não são científicos, são apenas para te dar uma ideia da situação de cada tipo de pessoa.

Portanto o teu objectivo deve ser este:

Criar em ti emoções positivas, sempre.

Se te estás a sentir triste, procuras fazer sentir-te alegre.

Se te estás a sentir desmotivado, procuras fazer sentir-te motivado.

Se estás nervoso, pões-te descontraído.

Se estás inseguro, pões-te confiante.

Se estás furioso ou irritado, pões-te calmo e relaxado.

E isto não tem nada a ver com inteligência ou experiência de vida... 90% dos seres humanos são negativos e não conseguem mudar de emoção quando querem. Não conseguem sentir aquilo que desejam. E dentro desses 90% há pessoas de todas as idades, todas as profissões, todas as situações financeiras, todos os níveis de popularidade e de sucesso, etc.

Não interessa se têm 20, 30, 40 ou 50 anos. Não interessa se já viveram muito, se já passaram por muita coisa na vida, se já viajaram muito, se já tiverem muitos empregos diferentes ou praticaram muitas actividades diferentes, não interessa se são um campeão do mundo em alguma coisa, não interessa se são ricos ou pobres... quando chega um problema a reacção é sempre a mesma: negativa e de desespero. E mantém-se assim, apenas piorando.

O que essas pessoas não conseguem compreender, porque para elas os seus problemas ou vida são sempre os piores do universo, é que há seres humanos com problemas piores que reagem bem, fazem o que é preciso fazer, andam para a frente e volta a ficar tudo bem rapidamente.

Se te sentes mal, o teu objectivo deve ser sentires-te bem.

Uau, esta foi de génio não foi...?

Isto é tudo muito óbvio e simples, mas infelizmente na prática e no mundo real quase ninguém realmente domina este conceito.

As pessoas que alcançam a sua realização pessoal e que são verdadeiramente felizes em todas as áreas da sua vida não são melhores do que ninguém... simplesmente aprenderam a dominar o óbvio e o simples. São mestres do óbvio e do simples.

Então mas se nos sentimos mal... como é que nos podemos sentir bem ao mesmo tempo??

Não é ao mesmo tempo... é uma troca. E uma criação.

Primeiro de tudo tens de perceber se te estás a sentir bem ou mal. Porque nem sempre é óbvio...

É que ser-se positivo não é algo que se liga magicamente apenas quando surge um problema... é algo que se é sempre. Todos os segundos.

Assim como que ser-se negativo não é algo que se desliga magicamente depois de um problema ter desaparecido. É algo que se é, todos os segundos.

Não são as circunstâncias que moldam a nossa vida e estado emocional... é a nossa reacção às circunstâncias.

Perante exactamente a mesma circunstância a pessoa insegura irá recuar, paralizar, fugir e deixar tudo na mesma... enquanto que a pessoa confiante irá avançar, agir, enfrentar, criar, mudar e evoluir.

Logo ser-se positivo ou negativo é algo que está dentro de nós, que faz parte de nós e que vai connosco para todo o lado, em todos os momentos e situações.

A diferença está quando surge um desafio. Aí percebe-se logo quem é positivo ou negativo. Porque quando tudo está espectacular, todos são espectaculares. Ou seja, quando tudo está bem à volta de um ser humano, esse ser humano sente-se bem.

Mas quando vem uma surpresa desagradável, há um véu que se levanta. E a reacção desse ser humano ao desafio irá sempre revelar a verdade sobre ele... se é positivo ou negativo.

Aquele tipo de expressões “É normal reagir-se assim” a uma situação difícil qualquer ou a um desafio, é uma mera justificação das pessoas que reagem assim para que o exterior, ou os outros, não as percepcionem como fracas ou inferiores.

O que é ridículo. Pois todos temos o mesmo valor. E reagir mal a algo ou negativamente não tem mal nenhum, simplesmente não ajuda a pessoa a ser feliz e a ter a sua vida e estado emocional sob controlo natural.

Mas pronto... coisas do senhor ego.

A solução não está em mudar uma emoção específica, está em mudar a atitude e mentalidade geral perante a vida.

E isso faz-se desenvolvendo uma qualidade.

Não se pode simplesmente deixar de ser negativo. Não se pode simplesmente eliminar algo, fazê-lo desaparecer.

Só se pode substituir.

É por isso que as pessoas negativas não conseguem mudar. Porque elas só se concentram naquilo que não querem, e naquilo que querem fazer desaparecer...

...em vez de se concentrarem naquilo que querem, e naquilo que querem fazer existir, ou criar.

Porque vida é criação. Mas para isso tem que haver intenção, tens de saber exactamente o que queres criar... porque essa criação é sempre algo que sai da tua mente.

Só tu sabes o que é... e só tu é que o crias.

Muitas pessoas ao lerem O Segredo ou qualquer outra obra ou autor de desenvolvimento pessoal ficam com a ideia de que basta pensar e as coisas aparecem.

Isso é uma treta. Não funciona assim.

Parte dessas pessoas chegam a essa conclusão pela negativa... para poderem assim pensar que esses livros são uma treta.

É óbvio que essas pessoas já vão ler esses livros num estado emocional negativo... logo tudo o que lerem irá passar por um filtro de interpretação negativa que colocará qualquer informação nova que entre na sua cabeça em sintonia com o seu estado emocional.

É por isso que há pessoas que estão a cometer erros e parece que não percebem algo... ou não compreendem o que lhes dizes para as ajudar.

A verdade é que a única pessoa que as pode ajudar são elas próprias.

A mudança de estado emocional negativo para positivo nunca vem de palavras do exterior, vem de uma motivação interior que começa muito pequena e vai crescendo com o tempo.

E a pessoa vai fazendo cada vez mais coisas para mudar, e a sua vida começa a moldar-se cada vez mais à volta da sua mudança e evolução pessoal...

E quando a pessoa der por si... já é positiva. E muitas mais outras coisas espectaculares.

Foi o que aconteceu comigo.

E se pensas que contigo não vai dar, se não consegues ver-te sendo positivo e tendo as coisas à tua volta espectaculares, então pensa outra vez.

E pensa outra vez porque eu daqui consigo vê-lo.

E eu consigo vê-lo porque sei como foi comigo, e porque já vi pessoas mudar à minha frente e a fazer coisas fantásticas que nunca tinham feito antes diante dos meus olhos.

E para mim é essa a Verdadeira recompensa de ter criado o Cool Vibes e de andar a ajudar as pessoas.

E com isto este post já ficou muito grande...

...e porque muita informação de uma vez só não leva ninguém a lado nenhum, e isto não é como as aulas da faculdade em que os alunos são metralhados com informação, ou em que há professores que tentam meter a informação dentro da cabeça dos alunos à “pázada”...

...hoje vamos ficar por aqui =)

Para a semana vem aqui ler a 2ª parte do post para saberes mais conceitos importantes em relação a ser-se positivo e para saberes quais são os exercícios que te vão ajudar a desenvolver essa mentalidade e atitude.

Até lá, segue as tuas paixões e obrigado por aqui vires ler os meus posts.

Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com



4 comentários:

Luis disse...

Está muito bom.
Sinto-me cada vez mais motivado a mudar. Quero ser uma pessoa positiva a todos os segundos da vida =)
Agora fico à espera do 2º post para aprender entao os procimos conseitos..

Abraço
Luis

Anónimo disse...

Tá bom, muito obrigado.

Mas tenho uma sugestão, tenta melhorar o teu português ao nível da utilização dos "e".

Usas muito: e ... e... e... e... e...

Fica o texto um pouco sem ligação.

Força e abraço,
Marco Sousa

Hugo Coutinho disse...

Obrigado, agora e sempre.

Tiago disse...

Estou a amar cada vez mais isto.. o meu mais sincero obrigado , isto esta a mudar a minha vida de certa forma, e vou lutar todos os dias e melhorar cada vez mais e ainda mais , abraços