AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quarta-feira, 21 de maio de 2008

"7 Coisas Que NUNCA Deves Dizer Ou Perguntar A Uma Mulher"



7 Coisas Que NUNCA Deves Perguntar A Uma Mulher


Hey, hoje vou-te falar acerca de 7 coisas que NUNCA deves dizer ou perguntar a uma mulher.

O que dizes não é o que importa, pois a única coisa que importa é quem és.

Porque quem és é o que define COMO dizes o que dizes.

E das duas uma: ou dizes as coisas de uma forma atraente... ou de uma forma repelente.

E infelizmente a maioria dos homens expressa-se de uma forma repelente que só dá é vontade de fugir às mulheres com quem interagem.

Até pode haver uma certa amizade entre eles, mas intimidade... esquece lá isso.

Este post é para te fazer compreender que basta uma frase que expresse uma falta de qualidade para a mulher se sentir repelida...

...e nunca mais a voltas a ver. Ou então se a vires ela jamais terá interesse em ter uma relação íntima contigo.

Porque essa frase expressou como é a tua personalidade... como funcionas na vida.

Em termos de atracção não se erra. Não se diz ou faz coisas por engano que deixam a mulher repelida e com vontade de se afastar ou de não querer intimidade...

...ou se tem ou não se tem as qualidades. Ou se é ou não se é naturalmente atraente.

Porque quando não se é naturalmente atraente diz-se e faz-se muita coisa que não “resulta”. Que faz a mulher torcer o nariz e afastar-se com uma desculpa qualquer. Que a faz não atender os telefonemas, não responder às mensagens e emails ou não aparecer nos encontros.

Quando não se é naturalmente atraente expressa-se isso através de tudo o que fazemos ou dizemos... porque tudo o que fazemos ou dizemos vem da nossa personalidade e cria na mulher, neste caso, emoções negativas (repelentes).

Nota: é por isso que há tantos homens adeptos dos temas da sedução, manipulação, pickup e mentiras... porque assim conseguem esconder que não são naturalmente atraentes para as mulheres e projectar ser através de truques. Só que não estão a ser autênticos, o que dizem e fazem nada tem a ver com a sua verdadeira e natural forma de ser e personalidade... eles continuam sem ter as qualidades do homem naturalmente atraente, apenas as conseguem fingir ter. Escolheram o caminho fácil... e o caminho fácil é sempre uma expressão de mediocridade e também apenas atrai mulheres falsas. O que não te interessa para nada.



Mas quando se é naturalmente atraente, tudo o que dizes e fazes atrai... porque é feito e dito através das tuas qualidades reais, e criam emoções positivas (atraentes) na mulher.


Mas então quais são as 7 coisas que nunca deves dizer ou perguntar a uma mulher?

Antes de te dizer quais são, lembra-te que esta lista é apenas para te dar uma pequena orientação. Pode salvar-te de algumas oportunidades desperdiçadas, mas não chega para alcançares a relação íntima de qualidade que desejas.

1) “Olha, posso ficar com o teu número / email?”

Posso?!

Hey, uma coisa é ser-se uma cavalheiro e educado... outra coisa é perguntares a uma mulher se tens valor suficiente para merecer e ter o seu contacto (número de telemóvel ou email).

O que é ridículo, porque tu tens sempre valor... para qualquer mulher. Sejas virgem ou não, sejas atraente ou repelente, tu tens SEMPRE valor.

Portanto se queres pedir o número / email a uma mulher não uses a palavra posso como uma criança a perguntar à mãe se pode ficar até às 23h a ver desenhos animados.

Lidera e faz as coisas acontecer. Diz algo do género:

“Hey, dá-me o teu número / email...”

Muito mais poderoso, atraente e masculino. E isto deve ser dito com boa disposição e descontracção... porque não se trata de uma ordem. E também só o dizes depois de teres criado uma pequena ligação verdadeira com a mulher. Isto não é a primeira coisa que se diz a uma mulher que não se conhece de lado nenhum... pela simples razão de que:


Se não a conheces de lado nenhum porque raio é que queres o contacto dela?


Tens de ser selectivo, porque sem selecção não há qualidade. Se selecção és mais um homem desesperado por validação e sexo, barato e fácil, que cheira mal a kilómetros de distância para as mulheres de qualidade.


2) “Posso-te beijar...?”

Esta ainda é pior que a primeira... porque projecta algo do género:

“Eu sinto-me atraído por ti e quero-te beijar... mas não consigo porque não tenho confiança para isso. Preciso de saber primeiro se mereço o teu beijo.”

Se mereço o teu beijo?!?!

Hey, tanto no 1º exemplo como no 2º há uma clara expressão de baica auto-estima e de insegurança... que são extremamente repelentes.

Se queres beijar uma mulher beija-a. Claro que tem de haver uma ligação entre os dois para isso, um contexto. Mas beija-a.

A questão é esta:


Será que ELA merece o TEU beijo...?



3) “Importas-te que eu te segure na mão?”

Mais uma vez...

Insegurança + Baixa Auto-Estima = Mulher Super Repelida

Se lhe queres segurar na mão segura-lhe na mão e pronto. Perguntares-lhe se mereces segurar-lhe na mão vais apenas fazê-la perceber que lhe queres segurar na mão mas que não tens confiança para o fazer... e que na verdade nem te sentes digno de o fazer.

Mas espera lá... e se a mulher não quiser dar o contacto, não quiser beijar nem quiser dar a mão?! O que é que eu faço??

Hey simples: não fazes nada.

Porque não a vais obrigar a nada... se ela não quiser alguma dessas coisas garanto-te que ela te vai dizer claramente que não quer. Ela vai fazer-te perceber que não quer.

E aí páras. Não insistes.


Mas lembra-te: muitas vezes um “não” não quer dizer “pára para sempre”... quer dizer “ainda não...”.


Tens de aprender a perceber a forma como as coisas são ditas e o contexto em que são ditas. Mas a regra sólida é esta: se ela não quiser dar ou fazer pára imediatamente e não insistas. Continua a conversar com ela naturalmente, de uma forma descontraída e divertida.


4) “O que é que achas de mim até agora?”

Num encontro ou saída, isto é dar um tiro certeiro... no pé.

Gostar de estar com a mulher, ter compaixão por ela e estar a conversar e a divertir-se com ela é uma coisa...

Estar preocupado se ela gosta de ti ou não é outra completamente diferente.


Isso é uma mera busca por validação... é o ego a pregar rasteiras.


Como que se por acaso a mulher respondesse aos pulos e às cambalhotas “Estou a adorar!!”, os dois magicamente naquele momento se casassem...

Como se as coisas fossem acontecer sozinhas só porque ela disse que estava a gostar.

As coisas não acontecem sozinhas... és tu quem as tem de fazer acontecer de uma forma natural e autêntica.

Sair com uma mulher não tem nada a ver com obter a sua validação e ganhar umas medalhas e taças... tem a ver com criar uma ligação e interacção estimulante para os dois.

Tem a ver com estar no momento e divertir-se.

Porque quando um homem está com os seus amigos ele não lhes pergunta “O que é que estão a achar de mim até agora?”

Ele simplesmente está lá a ser ele próprio, a rir-se, a interagir e a divertir-se: porque está descontraído. E está descontraído porque não está dentro da cabeça a pensar se estão a gostar dele ou não.


5) “Sou o teu tipo de homem?”

Ou seja “Achas que tenho alguma hipótese de ter intimidade contigo? Achas que tenho alguma hipótese de obter a tua validação (porque o meu ego precisa desesperadamente) e de obter um beijo teu? Achas que tenho alguma hipótese de ser pegado ao colo por ti e de ser levado para o quarto?”

Bem, eu... acho que não.

Pelo menos com uma pergunta destas não.

Querer saber se se encaixa nas preferências da mulher não é algo que seja lá muito selectivo...

Logo nunca vai trazer resultados positivos a longo prazo.


6) “Como é que está a ir o encontro?”

7) “O que é que achas, sentes uma ligação?”

Tanto o 6 como o 7 projectam a mesma coisa:

Preocupação em obter validação, em ouvir um “sim”, em ver uma demonstração de interesse da parte da mulher, etc.

Como se atracção tivesse alguma coisa a ver com conclusões lógicas da parte da mulher, ou a ver com a mulher a liderar e a fazer as coisas acontecer depois do homem lhe fazer uma destas perguntas e de ela se ter magicamente apercebido de que a resposta é sim.

Conceito nº1

O importante e o que te vai ajudar não é procurar descobrir se ela quer algo ou não, o que ela acha ou se está interessada em ti ou não.

É tu descobrires se TU queres algo ou não, o que TU achas e se TU estás interessado ou não.

Conceito nº2

Não percas tempo nem energia em busca da validação dela ou a ficar à espera que seja ela a tomar a iniciativa e a fazer as coisas acontecer...

Sê selectivo e lidera, sempre. Ela vai adorar, não só pelas emoções positivas que irá sentir, mas também porque quase nenhum homem faz isso.

Conceito nº3

Elimina a mentalidade de que tens de merecer o que queres de uma mulher... e que ela tem de verbalizar que o mereces. Uma coisa é ser educado e respeitar as mulheres, outra coisa é sentires que não tens valor ou que tens menos valor que ela.

Tu tens sempre valor. Todos nós temos exactamente o mesmo valor porque todos nós somos o mesmo animal: um ser humano.

E o ser humano é um animal poderoso capaz de criar e de alcançar coisas fantásticas e incríveis.

Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com


3 comentários:

b@be disse...

ah ah ah ah

ADOREI!! MUITO BOM!!

BEIJOS da b@be

sandra disse...

Até que enfim que mandaste mail, eu ainda à uns dias achei estranho não receber aviso que havia novos textos, e entao ja tinha 3 posts para ler.

Este é um dos textos que eu vou copiar e colar num email, mas com o teu nome porque respeito os direitos de autor, é que acho que os homens deviam ler isto. é exactamente por isso que tou sozinha à tanto tempo, porque só me aparece "cromos" como esses a dizer essas frases repelentes,posso ter uma baixa auto-estima mas sei ver o que é bom e mau num homem e mereço alguem que se enquadre nos parametros que estabeleço. E ajo exactamnete da forma que tu descreveste quando dizem uma frase de fugir como akelas que apresentaste que não se devia dizer... parabéns pelo post, foi muito bem conseguido. cumprimentos

blog do wemerson disse...

hé gostei muito legal me ajudou bastante no meu encontro
E o resultado não podia ser outro
deu certo