terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

"A Origem Do Medo"

A Origem do Medo

Porque será que a maioria das pessoas vive através do medo?

A resposta é simples:

Por causa do senhor Ego Humano =)

E o que raio quer isto dizer?

Bem, primeiro de tudo vou definir o que é o medo.

Uma pessoa tem medo de algo quando lhe associa uma emoção negativa. Da mesma forma que adora algo quando lhe associa uma emoção positiva.


Só que o medo tem uma característica engraçada...


É que está sempre e só apenas na nossa imaginação, dentro da nossa cabeça. Não passa de um pensamento. As pessoas têm medo de fazer algo ANTES de o irem fazer. Logo se não o estão a fazer, apenas podem estar a imaginar-se a fazê-lo.

Medo não passa de um pensamento negativo.

Claro, cada pessoa terá a sua razão e lógica para justificar o seu medo. “Aconteceu-me isto...”, “Aconteceu-lhe aquilo...”, “Isto é assim...”, Aquilo é assado...”, “Costuma acontecer...”, “Costuma ser assim...”, etc, etc.

Mas por muito sentido que a justificação faça, continua a ser meramente um pensamento negativo.

Ainda não aconteceu nada, mas a pessoa já está a imaginar resultados e cenários prejudiciais e negativos... e depois fica com medo.


Mas é apenas imaginação.


Como o homem que tem medo de ir falar com uma mulher desconhecida pela qual se sente atraído...

Ainda não aconteceu nada, mas ele já tem uma lista de 193 coisas más que lhe podem acontecer se lá for falar com ela.

Medo é meramente criação de uma lógica que nos faz chegar à conclusão de que algo nos vai fazer sentir mal de alguma forma.

Mas quando se pensa nessa coisa, nada está a acontecer. Não se está a experienciar nada... nada à nossa volta está a acontecer. Não se está consciente nem presente no momento. Está-se apenas a pensar.

E está-se a desperdiçar energia a pensar em algo negativo. Pois ainda nada aconteceu... não há nada para resolver, não há nada para fazer. Apenas algo imaginado.

E o que tem isto a ver com o Ego Humano?

Pois o Ego Humano é a nossa mente. É o que nos permite pensar. E 99% das pessoas vivem perdidas dentro da sua cabeça a imaginar 1001 coisas que não têm nada a ver com o momento presente.


Vivem inconscientes... apenas a reagir ao que vem do exterior.


Vivem refugiadas numa zona de conforto que as bloqueia na vida.

Vivem mergulhadas em pensamentos negativos e conclusões negativas que só as bloqueiam na vida.

Todo e qualquer pensamento negativo é inútil.


Sim, todo e qualquer pensamento negativo é inútil.


Não interessa se faz sentido ou não. Não interessa se a pessoa tem razão ou não. Não interessa se é verdade ou mentira.

Vida é Criação, e é impossível criar-se seja o que for com pensamentos negativos.

Eles apenas criam emoções negativas, e fazem a pessoa afastar-se de algo. Com medo.

Medo afasta o ser humano das coisas. Fá-lo fugir e evitar coisas. E ao hábito de fugir e evitar coisas chama-se de insegurança.

E insegurança irá depois fazer com que o ser humano desenvolva um estilo de vida chamado Zona de Conforto.

Nessa zona de conforto nada de novo é criado. Ou se recebe de alguém algo já criado... ou se está tramado. Vive-se em carência e dependência... através de uma mentalidade de escassez.


Todo o tipo de desafios e de decisões difíceis são evitadas.


O mundo está cheio de decisões fáceis. Só as difíceis é que criam as maiores e mais significativas mudanças. Só as decisões difíceis é que fazem as coisas realmente mudar, e é que permitem as coisas de qualidade serem criadas.

Medo bloqueia e paralisa o ser humano. É completamente inútil e ridículo. Está-se com medo de algo e decide-se evitar algo... não estando nada a acontecer à nossa volta.

Não é o mesmo que alucinações... mais é uma forma de funcionar na vida completamente desconectada da Realidade.


A maioria das pessoas vive perdida em textos e pensamentos... dentro da sua cabeça. E não está realmente a ver ou a experienciar o que está a acontecer à sua volta.


Nós somos seres humanos, e não pensares humanos. Mas a grande maioria das pessoas cai na segunda categoria.

Vivemos numa sociedade baseada no medo (e no ego).

As crianças nascem e começam logo a ser ameaçadas pelos pais, pois se fizerem determinada coisa que não devem irão logo sofrer uma consequência negativa e sentir-se mal.

Esses pais também só sabem funcionar através do medo, em vez de motivar a criança a fazer algo de positivo através de uma consequência positiva, fazem o oposto, pois só conhecem esse oposto.

Eles não têm a culpa, aliás ninguém tem a culpa disto. Isto não se trata de atribuir culpas, trata-se sim de tornar claro que todos nós temos a oportunidade de viver de outra forma mais útil para a nossa realização pessoal.

Mas este tipo de educação faz com que todos cresçamos a funcionar através do Sistema Operativo do Medo. Pois essa educação dos pais é depois encontrada também nas escolas, na sociedade, nos entretenimentos, na televisão, etc.

São tudo colecções de lógicas e de pensamentos negativos. Quanto menos televisão e telejornais vires melhor... 90% da informação que transmitem lá não serve para nada. 10% será útil e deves ter conhecimento dela, mas 90% vai-te influenciar negativamente, desenvolver o teu sistema operativo do medo e bloquear-te na vida fazendo-te acreditar em coisas que te limitam.

A sociedade educa-nos a fazer as coisas por medo, para evitar um resultado imaginado negativo, e não por prazer e paixão, para criar satisfação constante e alcançar um resultado positivo.


A maioria das relações começam por medo... medo de não se encontrar mais ninguém interessado em nós e de se morrer sozinho sem amor.


O que é uma grande TRETA e completamente impossível.

Eu tenho uma novidade: é que não existem só 2 seres humanos. Escassez é uma ilusão criada pela mente humana.

Existem milhares e milhares de pessoas que poderiam ter uma boa relação íntima contigo. Não há só uma... isso é uma ilusão.

Se fores a um centro comercial ou a uma discoteca, ou a qualquer outro sítio, irás ver dezenas e dezenas de pessoas à tua volta.

A questão é que para se conhecer pessoas do nada é preciso coragem... ou seja, é uma actividade evitada na zona de conforto.

E porque se evita fazer isso, vive-se conhecendo um número muito limitado de pessoas, e daí vem a mentalidade de escassez e a carência.


Pois se não der com aquela pessoa está-se tramado... pois não se sabe como conhecer outra.


Tudo isto tem origem na mente humana, mais específicamente no mau uso da mente humana.

Sim, pois a mente humana não passa de uma ferramenta, cuja função é chegar a soluções para se criar algo.

Mas porque se pode pensar em tudo e em coisas que não existem ou que não estão à nossa frente, desperdiça-se todo o potencial dessa magnífica ferramenta.


Vive-se através do medo... e em busca de validação do exterior.


Quando a Verdade é que todos nós nascemos podendo usar Coragem, e todos nascemos com Valor.

Coragem é uma decisão. É a decisão de se fazer o que é certo fazer independentemente de como nos sentimos.

Todos nós nascemos com valor. Todos nós temos valor independentemente daquilo que os outros possam pensar ou dizer de nós.

A verdade sobre nós é imutável... os textos que os outros podem criar sobre ti não definem nem mudam nada acerca de ti. Apenas revelam algo sobre eles.

O medo é então inútil. É uma ilusão. Assim como também é mentira haver alguém que não tenha medo de nada.


O que se passa é que todos nós temos o poder de escolher.


Todos nós temos o poder de escolher ou uma vida criada através do medo, refugiando-nos numa zona de conforto, evitando arriscar, evitando desafios, evitando decisões difíceis, evitando tudo aquilo que nos faça sentir desconfortável ou com medo, e vivendo uma vida de insegurança e pensamentos negativos que não nos satisfaz...

Ou uma vida criada através de coragem, de desafios, de decisões difíceis, arriscando, pensando positivo mesmo quando tudo e todos à nossa volta nos demonstram e dizem que é negativo, criando assim coisas novas que nos tragam satisfação e que melhorem a qualidade da nossa vida.

O ser humano não é um animal indefeso, sensível, fraco e frágil... é um animal poderoso capaz de criar e alcançar coisas fantásticas.

Todos nós somos poderosos e capazes de criar e de alcançar coisas fantásticas nas nossas vidas.

Todos nós nascemos com esse poder, e a evolução pessoal irá ajudar-te a viver através desse poder do qual infelizmente o ego humano te desligou e fez esquecer.

Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com

Adiciona no MSN ou envia-me um email em branco para fazeres parte da mailing list.

4 comentários:

CosmicSWAN disse...

Olá Pedro!

Ainda não li o artigo por completo:)! Mas, deu para sentir.

Gostava de dar-te um abraço, bem sentido, para te dizer que sim, tudo é muito simples, mas tudo requer trabalho connosco/e o resultado reflete-se na nossa relação com os outros. Enfim, tu sabes, nós todos sabemos, as vezes 'passamos pela brasas', não é? Só que há gente a dormir profundamente :)). E por isso, é muito bom haver pessoas como tu, que se dispõem a ajudar a 're-acordar'/re-lembrar.

Não há que ter medo!

Grata pelo trabalho, e pela noção sincera de que és um homem/humano com as suas limitações e com conhecimento (conquistado?);).

Fico por aqui.

Boa continuação ...

Da Harmonia para a Harmonia,

Cosmicswan

André disse...

Oi Pedro, tudo bom!!! Aqui quem tecla é o André do Brasil. Muito interessante seu blog, oferece um esclarecimento de grande qualidade sobre os temas abordados, sobre o ego traz bastante esclarecimento e até fui à biblioteca procurar um maior aprofundamento sobre o assunto.
E a primeira impressão fala-se muito de Freud, de equilibrar o ego entre o id e o super-ego mas não vi nada sobre tirar o ego de cena.
Um autor sobre psicanálise falava em trabalhar o ego,já você diz pra colocá-lo no lixo, seria matá-lo propriamente dito fazendo desaparer, pergunto especificamente sobre isso porque de acordo com que li no seu blog chego a conclusão que vivi os últimos 4 anos dentro da minha cabeça e não preciso dizer que isso não é lá muito legal.Acho que minha zona de conforto é muito grande talvez pelo desejo mesmo de evitar a dor associada ao desconforto(falo de dor física mesmo sempre que lido com desafios)e adivinhe, todos desafios ligados à interações com pessoas. Muito grato pelos esclarecimentos!!!

Pedro Constantino disse...

André:

O Freud foi um grande homem e um grande profissional na sua área. Descobriu coisas fantásticas sobre a mente humana e contribui para a evolução da humanidade.

Mas o ser humano não é apenas um bloco de massa cinzenta chamado cérebro. Somos muito mais do que isso...

E compreender a mente humana, ou ego humano, é uma coisa. Libertares-te do ego é outra. Psicanálise e psicologia têm a sua importância, valor e são necessárias. Mas para te libertares do ego tens de aprender coisas que nada têm a ver com essas áreas de conhecimento.

Eu vou escrever mais um post sobre o ego humano para esclarecer alguns pontos importantes. Fica atento ao blog para o leres quando o colocar aqui.

Obrigado pelo teu comentário e continua as tuas pesquisas e processo de evolução.

claudia correia da silva disse...

Olá Pedro! Fui parar ao teu blog por acaso, foi o q inicialmente pensei. Mas na realidade acredito q foi algo q m atraiu p tudo o q li até agora. Reparei q 1 dos teus documentarios favoritos é o The Secret. Tb o vi e a minha perspectiva sobre a vida mudou inicialmente. Mas o meu mal tem a ver c os meus neuroptransmissores já viciados no dito 'Medo' q tto falamos e... tudo volta á estaca 0. N consigo mta coisa sempre pq tenho medo e qto mais penso nisso mais atraio. N sei bem como sair daqui. e acredita q era o meu maior sonho. Ter asas p voar.... fazer e dizer tudo o q me apetecesse... Acho q se n fosse o Medo eu podia ser tudo. Acho q nasci c mtos dons mas... n os ponho cá p fora. Quiça um dia!