AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

"Como Evitar Divórcios E Separações"

Como Evitar Divórcios e Separações

Como é que se evita um divórcio ou uma separação?

Será que é mesmo possível fazer-se isso?

Claro que é.

Mas como? Através de magia? De sacrifícios? De controlo possessivo? De agressividade? De proibições? De esquemas? De manipulação? Andando a trair o parceiro?

Wow! Mas que lista mais manhosa de soluções...

Nem pensar, não é nada disso.


Um divórcio ou uma separação evitam-se ANTES de se conhecer a pessoa.


Não tem nada a ver com o que se possa tentar fazer durante a relação, mas sim o que se faz ANTES de se conhecer a pessoa e de se iniciar a relação.

Mas antes de te revelar como podes evitar um divórcio ou uma separação, vou-te explicar exactamente porque é que existem divórcios e separações.

Ok, então porque é que divórcios e separações acontecem?

É claro que cada situação é uma situação... mas todas elas têm a mesma origem. A razão específica superficial pela qual as pessoas se divorciam ou separam é diferente de caso para caso... mas a sua essência é sempre a mesma.

Sempre.

Eu já falei sobre isto aqui... mas vou voltar a falar. E vou voltar a falar pois este tema é extremamente importante, e vou repeti-lo as vezes que forem necessárias.


Divórcios e separações acontecem devido a não haver SELECÇÃO.


A maioria das pessoas entra numa relação às cegas, não conhecendo bem o parceiro, e pior, chegando a conclusões sobre o parceiro através de idealizações.

Passam-se apenas dias ou semanas e iniciam logo uma relação. Baseam-se apenas na atracção que sentem e não procuram descobrir como é a a personalidade da outra pessoa.

Atracção surge sempre que há polaridade masculino/feminino. Para saberes mais sobre este tema lê os meus posts sobre “Relação Masculino/Feminino”.


Mas atracção não garante nada... é apenas uma ferramenta da Natureza para que haja reprodução e se gere mais Vida.


Infelizmente a maioria das pessoas nunca irá seleccionar. E nunca irá seleccionar pois ou tem baixa auto-estima, ou funciona através do ego.

Vive desesperada por uma companhia.

Vive desesperada por amor.

Desesperada por sexo.

Desesperada por validação.

Vê o sexo oposto como um comprimido que lhe vai resolver todos os problemas e finalmente trazer-lhe a felicidade pela qual tanto anseia.

O que acontece é que o sexo oposto não serve para tapar buracos. O sexo oposto não “serve” para nada. Essa mentalidade é disfuncional.

Com o sexo oposto tem-se intimidade e acrescenta-se algo fabuloso à nossa vida. Mas a nossa vida é criada por nós, não pelo sexo oposto.

Somos nós que temos de criar uma vida que nos satisfaça, não é a presença do sexo oposto que a vai tornar como desejamos. Não é ele o responsável pela nossa vida, somos nós e só nós.

Ele não é a salvação, apenas pode trazer mais qualidade à nossa vida. Mas ela já nos tem de satisfazer. Pois se não nos satisfazer, também não irá satisfazer ao nosso parceiro.

Uma relação tem a ver com partilha. E se não temos qualidade para partilhar, quem estiver connosco não se sentirá atraído, cativado e fascinado por nós durante muito tempo.

Não havendo selecção entra-se em relações com pessoas incompatíveis connosco. Incompatibilidade traz discussões e mal entendidos. Discussões e mal entendidos trazem insatisfação.


Insatisfação traz o desejo de separação e divórcio.


Mas duas pessoas podem ser compatíveis, e mesmo assim a relação acabar em divórcio ou separação. Isto porque duas pessoas inseguras são compatíveis... assim como duas pessoas negativas são compatíveis... mas essas características criam emoções negativas, logo repelem.

E é apenas uma questão de tempo até um dos dois se fartar.

Os opostos atraem-se... mas só no caso da polaridade masculino/feminino. De resto há uma Lei da Compatibilidade.

Se um homem negativo se sentir atraído por uma mulher positiva, não é por essas características que se sentem atraídos, mas sim porque um é masculino e o outro feminino.

É então a não selecção que causa os divórcios e as separações. Não são os casos específicos que acontecem durante a relação... é sempre a personalidade dos parceiros. Pois é a sua personalidade que define a forma como funcionam na vida.

Então a solução é SELECCIONAR.

É conhecer-se várias pessoas e ir-se saindo com elas... criando assim uma espécie de “simulação” da relação.


Uma relação não é só o tempo em que se está com a outra pessoa na cama a fazer sexo. A maior parte do tempo não se está a fazer isso...


Portanto é o que acontece fora da cama que irá definir o tipo de relação.

O sexo é importante... mas é fora da cama que a personalidade se descobre. Por isso se saires com alguém durante vários meses, pelo menos 1 vez por semana, irás perceber como é estar numa relação com essa pessoa.

Pois a maior parte do tempo de uma relação íntima é passado a interagir, a sair, a passear, a visitar sítios, a fazer coisas juntos, a ir ao cinema, a ir comer fora, etc.

Pois a pessoa com quem estás a sair antes da relação é a mesma depois da relação. É a mesma personalidade. Ou seja, essa pessoa irá comportar-se da mesma forma nessas situações.

Irá falar sobre as mesmas coisas, ter as mesmas atitudes, as mesmas reacções, etc. E assim irás perceber como seria estar numa relação com essa pessoa.

Durante esse tempo não há nada de beijos na boca, nem sexo. Sai-se e convive-se como amigo. E amigo não é um estado fixo... é apenas uma fase transitória.

Atracção não tem a ver com o rótulo que se mete na relação. Se um homem é naturalmente atraente, a mulher vai-se sempre sentir atraída por ele, mesmo que só saiam como amigos. E ao contrário é o mesmo.


A personalidade nunca se transforma para melhor apenas porque se entrou numa relação (isso só é possível através de uma evolução pessoal intencional).


Por isso é sempre possível perceber-se como seria estar numa relação íntima com alguém, se se sair com essa pessoa 1 a 2 vezes por semana durante vários meses (6 no mínimo).

Mas é importante que se ande a conhecer e a sair com outras pessoas também, pois só assim se tem opções para seleccionar.

E não há nada pior do que se iniciar uma relação por carência, ou seja, por falta de opções.

Respeita-te e serás respeitado. Vive a vida com intenção e selecciona, pois o futuro não se adivinha... cria-se.


Perguntas (grátis):
CoolVibesClub@hotmail.com

Adiciona no MSN ou envia-me um email para fazeres parte da mailing list do Cool Vibes e receberes todas as novidades.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

"A Origem Do Medo"

A Origem do Medo

Porque será que a maioria das pessoas vive através do medo?

A resposta é simples:

Por causa do senhor Ego Humano =)

E o que raio quer isto dizer?

Bem, primeiro de tudo vou definir o que é o medo.

Uma pessoa tem medo de algo quando lhe associa uma emoção negativa. Da mesma forma que adora algo quando lhe associa uma emoção positiva.


Só que o medo tem uma característica engraçada...


É que está sempre e só apenas na nossa imaginação, dentro da nossa cabeça. Não passa de um pensamento. As pessoas têm medo de fazer algo ANTES de o irem fazer. Logo se não o estão a fazer, apenas podem estar a imaginar-se a fazê-lo.

Medo não passa de um pensamento negativo.

Claro, cada pessoa terá a sua razão e lógica para justificar o seu medo. “Aconteceu-me isto...”, “Aconteceu-lhe aquilo...”, “Isto é assim...”, Aquilo é assado...”, “Costuma acontecer...”, “Costuma ser assim...”, etc, etc.

Mas por muito sentido que a justificação faça, continua a ser meramente um pensamento negativo.

Ainda não aconteceu nada, mas a pessoa já está a imaginar resultados e cenários prejudiciais e negativos... e depois fica com medo.


Mas é apenas imaginação.


Como o homem que tem medo de ir falar com uma mulher desconhecida pela qual se sente atraído...

Ainda não aconteceu nada, mas ele já tem uma lista de 193 coisas más que lhe podem acontecer se lá for falar com ela.

Medo é meramente criação de uma lógica que nos faz chegar à conclusão de que algo nos vai fazer sentir mal de alguma forma.

Mas quando se pensa nessa coisa, nada está a acontecer. Não se está a experienciar nada... nada à nossa volta está a acontecer. Não se está consciente nem presente no momento. Está-se apenas a pensar.

E está-se a desperdiçar energia a pensar em algo negativo. Pois ainda nada aconteceu... não há nada para resolver, não há nada para fazer. Apenas algo imaginado.

E o que tem isto a ver com o Ego Humano?

Pois o Ego Humano é a nossa mente. É o que nos permite pensar. E 99% das pessoas vivem perdidas dentro da sua cabeça a imaginar 1001 coisas que não têm nada a ver com o momento presente.


Vivem inconscientes... apenas a reagir ao que vem do exterior.


Vivem refugiadas numa zona de conforto que as bloqueia na vida.

Vivem mergulhadas em pensamentos negativos e conclusões negativas que só as bloqueiam na vida.

Todo e qualquer pensamento negativo é inútil.


Sim, todo e qualquer pensamento negativo é inútil.


Não interessa se faz sentido ou não. Não interessa se a pessoa tem razão ou não. Não interessa se é verdade ou mentira.

Vida é Criação, e é impossível criar-se seja o que for com pensamentos negativos.

Eles apenas criam emoções negativas, e fazem a pessoa afastar-se de algo. Com medo.

Medo afasta o ser humano das coisas. Fá-lo fugir e evitar coisas. E ao hábito de fugir e evitar coisas chama-se de insegurança.

E insegurança irá depois fazer com que o ser humano desenvolva um estilo de vida chamado Zona de Conforto.

Nessa zona de conforto nada de novo é criado. Ou se recebe de alguém algo já criado... ou se está tramado. Vive-se em carência e dependência... através de uma mentalidade de escassez.


Todo o tipo de desafios e de decisões difíceis são evitadas.


O mundo está cheio de decisões fáceis. Só as difíceis é que criam as maiores e mais significativas mudanças. Só as decisões difíceis é que fazem as coisas realmente mudar, e é que permitem as coisas de qualidade serem criadas.

Medo bloqueia e paralisa o ser humano. É completamente inútil e ridículo. Está-se com medo de algo e decide-se evitar algo... não estando nada a acontecer à nossa volta.

Não é o mesmo que alucinações... mais é uma forma de funcionar na vida completamente desconectada da Realidade.


A maioria das pessoas vive perdida em textos e pensamentos... dentro da sua cabeça. E não está realmente a ver ou a experienciar o que está a acontecer à sua volta.


Nós somos seres humanos, e não pensares humanos. Mas a grande maioria das pessoas cai na segunda categoria.

Vivemos numa sociedade baseada no medo (e no ego).

As crianças nascem e começam logo a ser ameaçadas pelos pais, pois se fizerem determinada coisa que não devem irão logo sofrer uma consequência negativa e sentir-se mal.

Esses pais também só sabem funcionar através do medo, em vez de motivar a criança a fazer algo de positivo através de uma consequência positiva, fazem o oposto, pois só conhecem esse oposto.

Eles não têm a culpa, aliás ninguém tem a culpa disto. Isto não se trata de atribuir culpas, trata-se sim de tornar claro que todos nós temos a oportunidade de viver de outra forma mais útil para a nossa realização pessoal.

Mas este tipo de educação faz com que todos cresçamos a funcionar através do Sistema Operativo do Medo. Pois essa educação dos pais é depois encontrada também nas escolas, na sociedade, nos entretenimentos, na televisão, etc.

São tudo colecções de lógicas e de pensamentos negativos. Quanto menos televisão e telejornais vires melhor... 90% da informação que transmitem lá não serve para nada. 10% será útil e deves ter conhecimento dela, mas 90% vai-te influenciar negativamente, desenvolver o teu sistema operativo do medo e bloquear-te na vida fazendo-te acreditar em coisas que te limitam.

A sociedade educa-nos a fazer as coisas por medo, para evitar um resultado imaginado negativo, e não por prazer e paixão, para criar satisfação constante e alcançar um resultado positivo.


A maioria das relações começam por medo... medo de não se encontrar mais ninguém interessado em nós e de se morrer sozinho sem amor.


O que é uma grande TRETA e completamente impossível.

Eu tenho uma novidade: é que não existem só 2 seres humanos. Escassez é uma ilusão criada pela mente humana.

Existem milhares e milhares de pessoas que poderiam ter uma boa relação íntima contigo. Não há só uma... isso é uma ilusão.

Se fores a um centro comercial ou a uma discoteca, ou a qualquer outro sítio, irás ver dezenas e dezenas de pessoas à tua volta.

A questão é que para se conhecer pessoas do nada é preciso coragem... ou seja, é uma actividade evitada na zona de conforto.

E porque se evita fazer isso, vive-se conhecendo um número muito limitado de pessoas, e daí vem a mentalidade de escassez e a carência.


Pois se não der com aquela pessoa está-se tramado... pois não se sabe como conhecer outra.


Tudo isto tem origem na mente humana, mais específicamente no mau uso da mente humana.

Sim, pois a mente humana não passa de uma ferramenta, cuja função é chegar a soluções para se criar algo.

Mas porque se pode pensar em tudo e em coisas que não existem ou que não estão à nossa frente, desperdiça-se todo o potencial dessa magnífica ferramenta.


Vive-se através do medo... e em busca de validação do exterior.


Quando a Verdade é que todos nós nascemos podendo usar Coragem, e todos nascemos com Valor.

Coragem é uma decisão. É a decisão de se fazer o que é certo fazer independentemente de como nos sentimos.

Todos nós nascemos com valor. Todos nós temos valor independentemente daquilo que os outros possam pensar ou dizer de nós.

A verdade sobre nós é imutável... os textos que os outros podem criar sobre ti não definem nem mudam nada acerca de ti. Apenas revelam algo sobre eles.

O medo é então inútil. É uma ilusão. Assim como também é mentira haver alguém que não tenha medo de nada.


O que se passa é que todos nós temos o poder de escolher.


Todos nós temos o poder de escolher ou uma vida criada através do medo, refugiando-nos numa zona de conforto, evitando arriscar, evitando desafios, evitando decisões difíceis, evitando tudo aquilo que nos faça sentir desconfortável ou com medo, e vivendo uma vida de insegurança e pensamentos negativos que não nos satisfaz...

Ou uma vida criada através de coragem, de desafios, de decisões difíceis, arriscando, pensando positivo mesmo quando tudo e todos à nossa volta nos demonstram e dizem que é negativo, criando assim coisas novas que nos tragam satisfação e que melhorem a qualidade da nossa vida.

O ser humano não é um animal indefeso, sensível, fraco e frágil... é um animal poderoso capaz de criar e alcançar coisas fantásticas.

Todos nós somos poderosos e capazes de criar e de alcançar coisas fantásticas nas nossas vidas.

Todos nós nascemos com esse poder, e a evolução pessoal irá ajudar-te a viver através desse poder do qual infelizmente o ego humano te desligou e fez esquecer.

Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com

Adiciona no MSN ou envia-me um email em branco para fazeres parte da mailing list.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

“Como Saber Se Ele Gosta De Mim: Como Saber Se Um Homem Gosta Mesmo De Uma Mulher”

“Como Saber Se Ele Gosta De Mim: Como Saber Se Um Homem Gosta Mesmo De Uma Mulher”



Estas são as perguntas que muitas mulheres fazem a si próprias. E é natural que o façam.

A maioria dos homens que conhecem e com quem se partilham são medíocres.

Enganam-nas, manipulam-nas, abusam delas, usam-nas...

E elas perdem a confiança nos homens.

Por isso este post é totalmente dedicado a este tópico. E se és uma mulher e estás a ler isto, no final deste texto saberás exactamente como descobrir se um homem realmente gosta de ti e te ama, ou não.

Mas espera lá...

Será mesmo isso que eu vou explicar aqui?

Bem... não.





Pois a primeira coisa que deves saber é que essas não são as perguntas certas que deves fazer a ti própria.



Partilhares-te com um homem porque ele gosta de ti ou te ama não é a atitude que te vai ajudar.



Tens de ser selectiva. Tens de te respeitar e aceitar apenas o melhor para ti, e nunca menos do que isso.


E tens de perceber isto: a maioria dos homens não são naturalmente atraentes.

A maioria dos homens não têm as qualidades necessárias para poderem fazer uma mulher sentir-se feliz numa relação a longo prazo.

São inseguros... têm baixa auto-estima... são femininos... e pior, vivem presos dentro da sua cabeça... escravos do seu ego.

Isto significa duas coisas: que ou pensam que as mulheres são a solução absoluta para todos os problemas que têm na vida, pois pensam que vocês vão preencher o vazio que eles sentem.

Ou então simplesmente usam as mulheres para alimentarem o ego, e para se conseguirem sentir um homem.

Seja como for não sabem apreciar o feminino... muito menos o compreendem e sabem o que ele realmente quer e precisa.

E se no 1º grupo de homens ainda há alguma compaixão e respeito, no segundo isso não existe.

Por isso o que deves perguntar a ti própria não é se ele gosta de ti ou não, ou se te ama mesmo ou não...

Pois a maioria dos homens irá sempre, inicialmente, montar um espectáculo de apreciação da tua pessoa. Irá sempre demonstrar-se interessado... demonstrar que gosta de ti... demonstrar que te ama... para conseguir assim obter algo de ti.

Para assim conseguir obter de ti validação. Ou seja, o teu interesse. O teu “Sim”. O tua companhia... o teu corpo.

Portanto se te perguntares “Será que ele gosta mesmo de mim?” irás sempre descobrir que sim. Pois ou é isso que ele te dirá, ou é isso que ele irá sempre aparentar.


E muitos homens são peritos a usar este tipo de “truques” para levar as mulheres a fazerem o que eles querem.


Nota: para saberes quais são as atitudes mais comuns do homem medíocre, vai à secção Archives e clica em “Como Detectar Um Homem De Qualidade”.

Portanto, da próxima vez que conheceres um homem, e sempre que estiveres com ele, a pergunta que deves fazer a ti própria é esta:


“Será que EU gosto dele?”


E para poderes responder a esta pergunta tens de viver com uma atitude selectiva, sempre.

Ao estares com um homem, estas são as perguntas que deves fazer a ti própria:

“Ao estar comigo, ele fala sobre temas negativos, criticando algo ou alguém, expressando pessimismo e revolta... ou fala sobre temas positivos, divertidos e sobre as suas paixões, interesses e o que lhe dá prazer na vida?”

“Quando está comigo, ele olha para outras mulheres... ou só se concentra em mim como se não existisse mais nada à nossa volta?”

“Ele proíbe-me de fazer coisas (como sair à noite com as minhas amigas, de usar decotes e mini-saia, etc)... ou motiva-me a fazer as coisas que mais adoro fazer?”

“Ele telefona-me (quase) todos os dias a perguntar-me o que estou a fazer, com quem estou ou onde estou... ou telefona-me de vez em quando para falar de coisas divertidas que me fazem rir, ou de coisas interessantes que me deixam curiosa e que me estimulam?”

“Como é que ele fala de outras mulheres e de relações? De uma forma negativa, meio chateado a criticar... ou de uma forma positiva e bem disposta, demonstrando que sabe lidar com as mulheres e com a sua vida amorosa e sexual?”

“Ele não faz o que me diz que vai fazer... ou faz sempre o que me diz que vai fazer, quando diz que o vai fazer?”

“Ele só se dá com homens... ou sempre teve amigas também?”

“As suas dedicações limitam-se a ver futebol e a sair à noite para apanhar bebedeiras... ou ele tem interesses mais profundos e universais, e com valor, com os quais posso aprender algo útil que me ajude, e sentir-me curiosa, e entretida como mulher?

“Ele fala mais naquilo que tem e que sabe fazer... ou sobre aquilo que GOSTA de fazer?”

“As sua expressão facial comum é negativa, meio séria, agressiva, zangada ou meio infeliz... ou é positiva, sempre de sorriso subtil na cara?”

“Ele critica os que têm algo espectacular na vida... ou procura descobrir uma forma íntegra de o ter também?”

“Ele fala muito directamente sobre sexo... ou sabe usar metáforas e é sensual?”

“Como é a sua personalidade? Ele é feminino e só me apetece ser sua amiga... ou é masculino e cria desejo sexual em mim?”

“Ele é imaturo, só faz asneiras, é desonesto, desrespeitoso e demonstra ter baixa auto-estima... ou tem maturidade, vive uma vida de integridade, tem compaixão por todas as pessoas e demonstra ter auto-estima, pois respeita-se e sabe respeitar?”

“Ele é uma seca e aborrecido, pois nem me faz rir nem tem nada de interessante para partilhar comigo, fazendo sempre as mesmas coisas chatas, falando sempre dos mesmos temas aborrecidos e previsíveis, e indo sempre aos mesmos sítios da seca... ou ele faz-me rir, conta-me coisas interessantes que me deixam curiosa, a sua companhia entretem-me e estimula-me, pois ele está sempre em busca de aprender e de saber coisas novas, úteis e interessantes?”

“Ele procura estar sempre comigo todos os dias demonstrando não ter vida... ou está comigo quando pode, demonstrando ter uma vida?”

“Ele está sempre à espera que seja eu a decidir e a definir tudo (uma seca não é?)... ou ele toma a iniciativa e diz-me onde vamos e quando vamos, mas ouvindo depois também a minha opinião?”

“Ele vive dependente de mim, ligado a mim para viver como um doente ligado a uma máquina... ou é independente e está a seguir o seu caminho na vida?”

“Com que tipo de pessoas é que ele se dá? Só com amigos de bebedeiras que só fazem disparates, não têm compaixão pelas mulheres manipulando-as, mentindo-lhes e usando-as, e superficiais e desinteressantes... ou com pessoas com maturidade e interessentes, a seguir o seu caminho na vida de uma forma íntegra?”

“Como é a sua vida? Ele reage mal aos problemas que lhe surgem? Vive refugiado na sua zona de conforto a evitar desafios e a criticar aqueles que arriscam? Tem ciúmes e inveja de quem tem sucesso? Vive preso dentro da sua cabeça sempre a pensar em algo, preocupado? Ou sempre a pensar no passado e a imaginar o futuro?... Ou ele sabe lidar com os problemas que lhe aparecem na vida... desafia-se e vive uma vida de coragem, indo assim alcançando o que deseja ter... Fica feliz pelos outros que têm sucesso... e vive consciente concentrado no momento presente, e em mim?”

Lê e relê todas estas perguntas até as assimilares. Todas elas te devem saltar à cabeça assim que estiveres com um novo homem que não conheces.

Lembra-te que não é saber se ele gosta de ti que te irá permitir perceber se uma relação com ele te deixaria feliz.

Assim como saber meros factos da sua vida, apesar de também ser necessário sabê-los, como por exemplo saber qual é a sua profissão e onde ele vive, não te serve de nada em termos de selecção.

São as suas atitudes, comportamentos, reacções, forma de pensar, temas de conversa, actividades, amigos e vida que te vão revelar isso tudo.


Pois são essas coisas que te irão permitir saber a Verdade sobre ele...


Saber como é a sua Personalidade... que é o que irá definir como serão todos os momentos que estiveres com ele.

Não é meramente saber se ele gosta de ti ou não que te irá ajudar... é saber se ele tem a personalidade e as qualidades que lhe permitirão fazer-te sentir feliz e realizada como mulher.


Trata-te como queres que os outros te tratem. Respeita-te... pois se não o fizeres nunca ninguém o fará.




Segue o que Amas,
- Pedro C.

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

"Como Seduzir, Conquistar e Engatar Mulheres... Mais o Apaixonante Perfume de Feromonas!"

Como Seduzir, Conquistar e Engatar Mulheres... Mais o Apaixonante Perfume de Feromonas!

Neste post vou-te revelar algo extremamente importante em relação à atracção e às mulheres. Por isso vai buscar qualquer coisa fixe para beber, senta-te confortavelmente, e diverte-te.

Para um homem que queria aprender, ou descobrir, como atrair mulheres ou atrair uma mulher com sucesso, é fácil deparar-se na internet com coisas do género:

“Como Conquistar Uma Mulher: Aprenda As Mais Poderosas Técnicas De Conquista e Persuasão Para Atrair Mulheres!”

ou

“Sedução E Conquista: Aprenda A Ser Um Mestre Na Sedução!”

ou então

“Seduzindo: A Arte De Seduzir Ao Seu Alcance. Conquiste Quem Você Gosta!”

ou até coisas do género

“Sedução Magnética: Como Seduzir Qualquer Mulher Que Você Desejar!”

E se te deres ao trabalho de pesquisar na internet, vais encontrar muitos mais exemplos deste género.

Não, não se trata de vigarices ou de mentiras. Aquilo que ensinam nestes sites sobre sedução, conquista e engate resulta.

E é essa a questão.

Seduzir, Conquistar e Engatar não têm nada a ver com realização pessoal. São meros actos de alimentação do ego.

São o que se faz para se obter algo de uma mulher específica. São sistemas, truques e técnicas de manipulação.

São pura manipulação do ego e das inseguranças das mulheres. E o único objectivo é obter validação delas. Seja através de uma demonstração de interesse, da sua companhia e atenção, do seu contacto, ou de sexo.

São o que alimenta a atitude base de procurar por quantidade de mulheres sem haver selecção. De andar a manipulá-las para se obter mais uns contactos, mais umas saídas, mais uns beijos, mais uma noite de sexo, etc.

Mas a vida do homem que busca isso continua na mesma. Ele não está a evoluir nem a mudar a sua vida. Está apenas a ser um bom actor para obter validação das mulheres.

E como nós atraímos aquilo que projectamos, ele irá sempre e apenas atrair o tipo de mulher que corresponde ao tipo de homem que ele é: manipulador e escravo do seu ego.

Seduzir, Conquistar e Engatar não têm mal nenhum. Mas jamais irão fazer com que atraias a mulher de qualidade que desejas e tenhas uma relação íntima com ela que te satisfaça como homem, e jamais irão fazer com que consigas criar a vida de qualidade que mereces.

O homem naturalmente atraente não pensa em seduzir, conquistar ou engatar mulheres... a forma como se move pela vida atrai naturalmente as mulheres.

Ele não define planos mentais para conseguir obter algo delas. Ele nem sequer pensa em obter algo delas... ele pode-se sentir atraído por uma mulher, pois ele adora mulheres e sabe apreciar a essência do feminino, mas ele é selectivo.

Ele está mais interessado em descobrir como a mulher é e se o merece. Sempre com compaixão e respeito. E por isso as mulheres adoram-no, e apresentam-no às suas amigas.

O homem naturalmente atraente para as mulheres segue o seu caminho na vida e as suas paixões. Ele não precisa de andar atrás de mulheres e de obter a sua validação para se sentir um homem.

Ele tem a personalidade e as qualidades que o tornam não só naturalmente atraente para as mulheres, como também capaz de criar a vida que deseja.

E agora vem a parte cómica do post:

“Poder-Atractivo: Concentrado De Feromonas Para Atrair O Sexo Oposto!”

e ainda...

“Apaixonante: Perfume De Feromonas, Atrair Mulheres Com O Poder Das Feromonas!”

Brutal.

Eu acho isto simplesmente brutal! =)

E no caso do segundo site têm lá escrito algo do género:

“Agora você tem a oportunidade de atrair mais mulheres sem mudar absolutamente nada em si!”

O que é ainda mais brutal.

Pois isto significa que antes o homem não atraía mulheres, e se não atraía é porque não tinha uma personalidade naturalmente atraente.

E se não tinha uma personalidade naturalmente atraente e vai passar a atrair mulheres sem ter de mudar absolutamente nada nele, é porque as vai atrair através de algo exterior a si, que não tem nada a ver consigo.

Tal como ser-se milionário ou famoso. Ou usar-se truques e técnicas de manipulação.

Ou seja, ou ele põe o perfume todos os dias... ou está tramado.

Mas hey, muito provavelmente o perfume até funciona...

Vamos analisar a situação: um homem coloca um perfume especial de feromonas e atrai mais mulheres sem mudar absolutamente nada nele...

Ou seja, se colocarmos o perfume em qualquer homem, qualquer homem se torna atraente para as mulheres...

Logo se colocarmos o perfume num rinoceronte... as mulheres vão sentir atraídas por ele.

Se o colocarmos num garfo... as mulheres vão sentir-se atraídas por ele.

Se o colocarmos num sofá... as mulheres vão sentir-se atraídas por ele.

Oh yeah, brutal! =)

Ok, eu não sei qual é a ciência por detrás dos efeitos desse perfume. Mas sei isto:

Não há comprimidos mágicos que te tornem naturalmente atraente para as mulheres instantaneamente.

Lamento, mas isso não existe.

Atrair mulheres naturalmente não tem nada a ver com o que tens (dinheiro ou fama), com a tua aparência (físicamente atraente), com o que dizes ou fazes (como os truques e técnicas de manipulação dos temas da sedução, conquista e engate), e muito menos a ver com perfumes de feromonas...

Tem a ver com como és. Com a forma como funcionas na vida.

Tem a ver com a tua personalidade.

E para teres uma personalidade naturalmente atraente para as mulheres precisas de te dedicar à tua evolução pessoal. De desenvolver as qualidades que te tornem naturalmente atraente para as mulheres, e também capaz de criar a vida que desejas.

E isto não é fácil nem rápido. Mas é possível. E porque é possível é apenas uma decisão.

Não acredites em resultados instantâneos. Acredita em ti. Pois é isso que fará com que tenhas a vida, a mulher e a relação que desejas e que mereces.


Perguntas (envia-me uma mensagem com o teu 1º nome para fazeres parte da mailing list do Cool Vibes):

CoolVibesClub@hotmail.com

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

"O Segredo Para Atrair Mulheres Naturalmente, Como Atrair Mulheres Naturalmente"

Como Atrair Mulheres Naturalmente!

Atrair uma mulher não tem nada a ver com truques, técnicas, mentiras, falsidade, jogos ou manipulação.


Atrair mulheres não tem nada a ver com ser-se físicamente atraente, rico ou famoso.


Atrair uma mulher não tem nada a ver com o que tens, ou com o que dizes ou fazes.



Tem a ver com como és, com a tua forma de funcionar na vida.
Tem a ver com a tua personalidade.



As pessoas gostam de nós pelas emoções positivas que criamos nelas. E um ser humano cria emoções positivas noutro ser humano através de qualidades.


A personalidade naturalmente atraente para as mulheres é composta por 20 qualidades essenciais distribuídas por 3 grupos específicos.


Através de cada grupo cria-se um tipo de emoção positiva diferente que atrai naturalmente as mulheres.


Um dos grupos faz com que qualquer homem crie naturalmente desejo sexual nas mulheres.


Outro grupo faz com que qualquer homem resolva a relação que tem consigo próprio.


É este grupo de qualidades que faz alguém confiar noutra pessoa e ter prazer em ser seu amigo. Cria conforto e segurança nas mulheres e vontade em ter uma relação com o homem.


O último grupo faz com que qualquer homem seja sempre uma companhia estimulante e desejada pelas mulheres. Este grupo torna qualquer homem interessante.


Acontece que brevemente irei lançar ao público este meu processo de evolução pessoal.


Será um Online Coaching de 1 mês, composto por workbooks e sessões de orientação personalizadas comigo via MSN, através do qual eu explico-te, passo-a-passo e em detalhe, como desenvolver todas as 20 qualidades que te tornarão naturalmente atraente para as mulheres.


Esclarecerei todas as tuas dúvidas sobre o tópico.


Ajudar-te-ei a ultrapassar qualquer obstáculo que te surja.


Irás descobrir todos os segredos que não só te permitirão atrair naturalmente mulheres... mas também criar a vida que desejas.


Sim, pois este meu processo é de evolução pessoal... tem a ver com como te moves pela vida e não só com atrair mulheres.


É um programa completo criado por mim através de tudo aquilo que eu estudei, apliquei e descobri durante a minha evolução pessoal.


Este modelo das 20 qualidades é simples e eficaz, ou seja, elegante.


E não existe em mais lado nenhum.


É o grande contributo original do Cool Vibes para ti, que és um homem, e que queres tornar-te naturalmente atraente para as mulheres e mudar a tua vida.


Os resultados não são imediatos. Depende da tua dedicação, pode levar semanas ou meses, mas uma vez que comeces a desenvolver conscientemente os 3 grupos de qualidades, tudo começará a mudar aos poucos e é apenas uma questão de tempo até um novo e poderoso homem "nascer".


Tu vais mudar.


A tua vida vai mudar.


A forma como as mulheres reagem a ti vai mudar.


Garantido.


Irás resolver a relação que tens contigo próprio, e consequentemente ter a atitude base perante a vida e as mulheres que te permitirá obter os resultados positivos que tanto desejas e mereces.


Pois eu sei o que é estar sozinho. Sei o que é ser solteiro e nem sequer conseguir falar com raparigas. Sei o que é ter baixa auto-estima e depressões.

Sei o que é sentir-se perdido e impotente perante a vida.

Pois é daí que eu venho...

E é por isso que eu criei o Cool Vibes e que me dedico a ele todos os dias, desde o momento em que acordo até ao momento em que adormeço. Mesmo recebendo de vez em quando críticas negativas destruidoras de universos...


Pois quando se tem uma paixão e se acredita em algo, mesmo a sério, segue-se em frente e coisas fantásticas acontecem.


Eu sei o que é viver diariamente em insatisfação emocional... eu sei o que é ser rejeitado e não ser correspondido...


Mas também sei isto:


Sei que foi porque fui honesto comigo próprio e que me deixei das minhas opiniões, e que foi porque fui corajoso e dei o 1º passo em direcção ao desconhecido, que hoje sou feliz.


Eu podia ter descoberto todas estas coisas e não as partilhar com ninguém... mas evolução pessoal não tem nada a ver com essas atitudes medíocres.


Eu dedico-me à evolução pessoal todos os dias. Pesquiso, estudo, aplico, experimento, pratico, obtenho resultados, crio os meus próprios conceitos e processos, testo-os, escrevo-os, falo constantemente sobre estes temas, etc.


E o Cool Vibes é mais uma forma de me dedicar a isto tudo.


Porque eu quero-te ajudar.


Não interessa se tens baixa auto-estima e nem sequer consegues falar com raparigas...


Ou se tens uma vida social activa e tens muitas amigas...


Ou se andas a sair e a ir para a cama com uma mulher diferente todos os dias (e noites)...


Ou se até estás comprometido numa relação íntima...


Evolução Pessoal é para todos.


Não porque todos precisam, mas porque todos têm a beneficiar com ela. Há sempre mais espaço para evoluir-mos, para nos tornar-mos mais atraentes e para a nossa relação íntima e vida melhorarem.


Evolução pessoal não é um conjunto de teorias e técnicas estranhas da treta, abstractas e complexas, que nem resultam ou que nem sequer é possível aplicar.


É prática, muito prática. E acessível a todos.


E se aquilo que eu te quero ensinar não resultasse, eu ainda teria baixa auto-estima, depressões, não conseguiria falar com raparigas, e este blog nem sequer existiria pois eu ainda teria vergonha de falar sobre mulheres, sexo e atracção (aliás, nem sequer saberia falar sobre estes temas, ou teria algo a dizer).


O Cool Vibes não veio de um conjunto de livros muito bons que eu li... veio de experiência. Eu percorri sozinho e sem orientação o longo e difícil caminho da evolução pessoal, e continuo a percorrê-lo. Pois sei que há sempre mais para aprender, aplicar e evoluir, e quero-o aprender e aplicar. E evoluir.


É esta a minha paixão, pois foi isto que mudou a minha vida. Completamente.


Já ensinei a um grupo muito pequeno de pessoas este meu processo das qualidades.


Sim, ele já foi testado em outras pessoas.


E apenas alguns meses depois de terem começado a aplicar os conteúdos desse processo, já obtêm resultados nas suas vidas que antes pareciam impossíveis.


Eles mudaram e evoluiram.


Eles estão cada vez mais naturalmente atraentes para as mulheres e estão a melhorar as suas vidas.


Foi aos poucos... leva o seu tempo... mas é possível para qualquer um.


E porque é possível para qualquer um, é apenas uma decisão.


Infelizmente é uma decisão que apenas os interessados e corajosos irão tomar. Mas eu acredito que um dia evolução pessoal será senso comum. E este mundo será muito diferente e melhor.


Ainda estou a desenvolver o Online Coaching das Qualidades...



Mas não vou voltar a falar sobre isto aqui...



Por isso se este tema te interessa e queres estar a par de todas as novidades sobre "As Qualidades, envia-me agora um email para:




Com o teu primeiro e último nome, e recebe GRÁTIS o meu eBook “Os 23 Maiores Erros Que Os Homens Cometem Com As Mulheres”.

Estou a criar uma lista de interessados em participar (sem compromissos), por isso é essencial que me envies agora o teu email, com o teu 1º e último nome, para eu depois poder entrar em contacto contigo e avisar-te de todos os desenvolvimentos.

E fala deste meu programa "As Qualidades" a alguém que aches poder estar interessado neste tema e que queiras ajudar.


Primeiro e último nome (são apenas 5 minutos de investimento... que podem mudar a tua vida para sempre).



Obrigado por leres o meu blog. Ele existe para TE ajudar.
- Pedro Constantino
Cool Vibes Creator / Attraction Expert

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

"Dicas Para O Dia Dos Namorados (Dia De São Valentim) Que RESULTAM!"

Dicas Para O Dia Dos Namorados (Dia De São Valentim) Que RESULTAM!

Hey, vem aí o grande dia... e já só falta uma semana.

Já tens ideias para o que vais fazer nesse dia?

Cuidado, olha que é um dia muito especial... não é?

Não.

E neste post eu vou-te explicar exactamente porquê.

É que eu tenho uma graaande surpresa para ti...

Sim, mesmo grande.

É que todos os dias são dia dos Namorados ou de São Valentim!

“É pá todos?! Então mas tenho de lhe estar a oferecer prendas e ir jantar fora todos os dias?? Isso é muito dinheiro, não dá!”

Pois aí é que está o problema... é que uma relação íntima não tem nada a ver com objectos, dinheiro, jantares, prendas, presentes, cartões, dedicatórias, ou qualquer outra coisa exterior a ti que tente simbolizar o que sentes pela outra pessoa.

Tem a ver com quem tu és. Todos os dias. Todos os segundos.

E não é o dia 14 de Fevereiro que irá tornar uma relação melhor ou mais estimulante, só porque se decora coisas para dizer, se compra presentes caros, ou se sai para algum sítio caro.

Não é nesse dia que alguém vai conseguir safar a relação só porque usa textos, dinheiro e objectos para bombardear o parceiro e fazê-lo “ver” o quanto gosta dele, apesar das asneiras que tem feito.

Uma relação íntima é para ter qualidade e ser estimulante TODOS OS DIAS. E não meramente num dia qualquer específico, idealizado pela mente humana.

O dia dos Namorados é um dia igual a todos os outros. O Sol nasce e põe-se. Não há nada de mágico ou especial, é um dia que deve ser apreciado como todos os outros, no qual deves procurar evoluir, ser mais grato, ter mais compaixão, mais respeito por ti e por todos, etc.

O dia dos Namorados não é o dia da “safa” da relação. Não é o dia em que se ganham mais uns pontos ou se sobe na consideração do parceiro.

A dedicação especial que se tem nesse dia deve-se ter todos os dias. Se a relação não te satisfaz sai dela. Respeita-te. Há milhares de pessoas que podes conhecer e de certeza que terás uma relação melhor com uma delas.

Não fiques à espera que o dia dos Namorados venha a mudar alguma coisa... pois fora da mente humana, num certo e determinado sítio onde todos nós vivemos, que é na Realidade, esse dia é igual a todos os outros.

Não é porque alguém oferece um presente caro, ou vai passear a um sítio bonito, ou vai jantar a um sítio especial, que irá fazer a relação melhorar.

No momento em que se está a experienciar o presente, o passeio (ou viagem), e o jantar, sim, há emoções positivas que satisfazem. Mas essas emoções positivas são momentâneas. No dia seguinte o parceiro é a mesma pessoa, com as mesmas conversas, pensamentos, atitudes e comportamentos. A relação é a mesma.

Pois a tua relação não é com os presentes, ou com o passeio, ou com o restaurante. É com a outra pessoa. E essa outra pessoa é o que é constante na relação, e é com ela que tens (ou não) intimidade. Logo é ela que define a qualidade da relação.

Mas isto não quer dizer que não devas fazer algo diferente no dia dos Namorados. Hey, se tens alguma ideia fixe, avança com ela. Diverte-te com a pessoa que é especial para ti. Força nisso. E lembra-te que o que fizeres de especial nesse dia, é o que deves fazer todos os dias.

São as emoções que criamos através da nossa personalidade que contam. E não as que criamos através do dinheiro que gastamos, dos elogios que fazemos, das prendas e dos presentes que oferecemos, dos objectos, dos locais onde vamos, das flores, etc. Tudo isto é exterior a nós. E a outra pessoa tem uma relação connosco, com o que está dentro de nós.

Imagina este cenário:

Se não existisse nada, se o ser humano ainda não tivesse criado nada, e se estivesses com alguém do sexo oposto, ambos nus, no meio de uma floresta, e se nem sequer existisse linguagem, o que farias, sem tocar no outro ser humano, para o fazer sentir-se naturalmente atraído por ti e gostar da tua companhia?

Hey, pergunta difícil não é?

Agora vem a grande surpresa: os nossos antepassados deviam ser uns génios... pois eles sabiam exactamente o que fazer nesta situação tão simples, pura e natural. Pois sempre existiu atracção, relações, intimidade e sexo... mesmo antes de tudo o que o ser humano criou, e antes de existir linguagem. E antes de existir o Dia dos Namorados.

Então qual é o grande segredo aqui?

Porque é que os nossos antepassados, cujos corpos eram “feitos” exactamente do mesmo que os nossos e sentiam as mesmas emoções que nós, criavam essa atracção natural e hoje em dia 99% dos seres humanos simplesmente não faz a mínima ideia como o fazer?

Eu tenho 3 letras para ti: E G O

Mas há uma forma de, mesmo como somos hoje em dia, se criar atracção natural...

Mas voltando ao tema deste post, vou dar-te agora dicas claras sobre o que deves fazer no Dia dos Namorados.

Caso estejas comprometido numa relação íntima:

Aproveita o dia, ainda que idealizado, e diverte-te. Não te apoies apenas no que é exterior a ti, mas procura criar emoções positivas no teu parceiro através da tua personalidade e qualidades. Pois é apenas isso que conta, uma vez que só isso é que é constante.

Oferece o que quiseres, vai onde quiseres, faz o que quiseres. Sê criativo e tem como objectivo principal estimular o teu parceiro e divertires-te.

Caso estejas solteiro mas andes a sair com alguém:

Afasta-te do Dia dos Namorados! Não penses que combinar algo nesse dia com alguém é uma espectacular táctica secreta e poderosa que fará essa pessoa apaixonar-se por ti.

Lembra-te desta palavra (escreve-a na testa): Selecção.

Se ainda estás solteiro e andas a conhecer pessoas, ainda nenhuma delas é especial para poderes combinar algo com ela para esse dia.

O dia é um dia como qualquer outro, mas está muito idealizado e essa pessoa com quem apenas andas a sair pode pensar uma destas duas coisas:

“Oh não... carente! Nós não temos nada e ele está a apressar/forçar isto! Bolas... vou ser simpática hoje, mas depois vou-me afastar.”

“Fixe... ele gosta de gastar tempo, energia e dinheiro com pessoas que não são especiais para ele. Bem, já que ele tem prazer nisso, quando não tiver ninguém com quem sair demonstro-me um pouquito interessada nele e assim aproveito-me do seu dinheiro.”

Nem todas as pessoas são assim, claro. Mas seja como for, sair com alguém no Dia dos Namorados com quem não se está numa relação, é uma espécie de simulação de intimidade que só dá mau resultado.

Por isso hey, nada de saídas com alguém do sexo oposto nesse dia. Nem telefonemas, sms, emails, etc.

Caso estejas solteiro e sozinho:

Mas que cenário tão espectacular... solteiro e sozinho.

Durante os meus negros anos de baixa auto-estima eu costumava sentir-me em baixo no Dia dos Namorados. Pensava coisas do género “Estou só”, “Nenhuma mulher me quer”, “Sou um frustrado”, “Há algo de errado em mim”, etc.

Hoje percebo o ridículo que era. Oh yeah! =)

Pois se estás solteiro e sozinho, eu tenho uma novidade para te dar:

É que mesmo solteiro e sozinho, estás sempre numa relação. E estás na relação mais importante de todas...

A que tens contigo próprio.

Não é angariar para a tua vida uma pessoa do sexo oposto que te irá resolver a insatisfação que sentes. Isso é uma fantasia e uma ilusão. É o teu ego a pregar-te partidas.

O que irá resolver a insatisfação que sentes é tratares da relação que tens contigo próprio. Pois é essa relação que irá definir tudo o resto na tua vida.

Se não tens uma boa relação contigo próprio, jamais terás uma boa relação seja com quem for. E jamais alguém quererá ter uma relação contigo... pois se não consegues criar emoções positivas em ti, não as sabes criar em ninguém.

É assim que a Realidade funciona.

A culpa não é tua, mas és o único responsável por mudar isso.

Aproveita o Dia dos Namorados para te tratares bem. Aproveita-o para saires para um sítio de que gostes, para ir ao cinema ver um filme fixe, ou simplesmente para fazeres algo que te dá prazer fazer.

Foi precisamente isso que eu tive de fazer. Não específicamente no Dia dos Namorados, mas todos os dias.

Passei a fazer mais coisas que gostava de fazer, passei a sair mais de casa, passei a conviver mais com pessoas... mas principalmente, passei a pensar sobre mim de uma forma diferente. Passei a pensar em mim de uma forma positiva. Em vez de me andar sempre a mandar abaixo pelo que não tinha, decidi conscientemente e intencionalmente passar a pensar naquilo que tinha e naquilo que queria ter e que viria a ter.

Os teus pensamentos criam aquilo que sentes. E aquilo que sentes é o que define se te sentes satisfeito contigo e com a tua vida, ou não.

Se não gostares de ti, ninguém irá gostar. Esta frase feita, e gasta também, é surpreendentemente Verdade. Eu não a compreendia, para mim era apenas texto irrelevante. Mas o que ela realmente transmite é que se decidires gostar de ti, irás procurar em ti aspectos positivos, e ao pensares em aspectos positivos, irás sentir emoções positivas. E depois, as pessoas à tua volta, irão ver-te bem disposto, e através dessa boa disposição, ao interagires com elas, irás criar nelas, de várias formas diferentes, emoções positivas.

E nesse momento elas irão sentir-se bem e gostar de ti.

Pois as pessoas gostam de nós pelas emoções que criamos nelas. Pelas emoções positivas que criamos nelas. E continuam a gostar de nós, ou a sentir-se atraídas e cativadas por nós, se nós criarmos constantemente nelas essas emoções positivas.

Mas para as podermos criar nos outros, temos de primeiro as sentir.


Perguntas:

CoolVibesClub@hotmail.com

Adiciona no MSN para receberes a Newsletter grátis do Cool Vibes.


Segue as tuas paixões.
- Pedro Constantino