AMOR

"Ensina só Amor, pois é isso que tu és"

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

"Como Aumentar a Probabilidade de Conhecer Mulheres e de Encontrar Namorada Mais Rápido"

"Como Aumentar a Probabilidade de Conhecer Mulheres e de Encontrar Namorada Mais Rápido"


Pergunta de leitor 1:

"Boa ideia Pedro ainda não tinha pensado nisso, ouvi o áudio depois de vir do estágio, vou ouvi-lo pela manhã.

Gostava de fazer uma pergunta ou várias xD sobre a minha situação actual:

1 - Uma rapariga no Badoo ficou interessada em mim e queria ter algo íntimo comigo. Eu perguntei-lhe se tinha namorado e ela respondeu que não. A partir daí não vi nenhum obstáculo uma vez que eu também a achava atraente, e de seguida ela pediu-me que lhe enviasse fotos íntimas de mim e eu, não sei bem porquê, disse que não enviava fotos íntimas, porque não me sinto seguro a fazer isso pela net, e a partir daí ela descartou-me. O que aconteceu aqui Pedro, eu agi correctamente ou eu sabotei-me a mim próprio? O que devemos fazer nestes casos?

2 - Às vezes dou por mim num sentimento de superioridade quando sigo princípios íntegros, o que fazer para combater isso? Humildade? Já tentei mas depois o ego ataca e diz algo do tipo "eu sou humilde, não sou como vocês" e o ataque é um ataque de cócegas porque eu gosto daquele sentimento de superioridade. Para dizer a verdade não sei bem se é de superioridade ou se é outro sentimento porque às vezes olho para certas pessoas que estão frustradas com coisas que para mim não vale a pena estarem frustradas e surge um sentimento do tipo "caramba, ainda bem que sou humilde e grato o suficiente para não ficar assim frustrado". 

3 - Vida Social xD
Há um ano para cá que tenho aumentado muito a minha vida social, passo os dias na escola, centro comercial, bares, restaurantes, centro da cidade e até tive a estagiar num restaurante. Apesar de até haver momentos de grande diversão e alegria, a verdade é que a maior parte das vezes eu sinto-me como um peixe fora de água xD porque olho à minha volta e a sensação que tenho é que as pessoas estão a ser falsas do tipo, é o fumar para dar nas vistas, o ficar bêbado para dar nas vistas, o tomar café para parecer adulto, é a maneira como se vestem para se acharem superiores, até as próprias conversas eu raramente me enquadro nelas. Não tenho nada contra quem fuma nem contra quem bebe aliás eu adoro beber as minhas caipirinhas xD e de vez em quando bebo um café, não é isso que está em causa, mas sim as pessoas em si. Tipo eu até que adorava essa vida se as pessoas fossem como eu desejo xD mas como não as posso mudar xD não posso fazer nada, mas vou continuar com a minha vida social, ainda não consegui ir a uma discoteca precisamente por ter a ideia de que as pessoas que frequentam aquilo vão para lá para beber shots de aprovação xD mas ainda vou me aventurar numa para ver se desfaço essa minha crença.

Obrigado Pedro, um Abraço!!

Não perca brevemente mais perguntas de Miguel Stallone num cinema perto de si!! :) "


Resposta, comentários:

1 - Não és obrigado a enviar fotos íntimas tuas a ninguém, mas se queres ter experiências excitantes com mulheres pela internet, então enviar fotos desse género é algo que por vezes terás de fazer. Nesse contexto acobardaste-te e sabotaste-te. O que eu não sei é se o perfil dessa rapariga era verdadeiro, ou se era alguém a gozar contigo. Tens a certeza que era um perfil real, de uma mulher real? Se sim, e se querias ter algo excitante com ela pela internet, então perdeste uma oportunidade devido a medo.

"...de seguida ela pediu-me que lhe enviasse fotos íntimas de mim e eu, não sei bem porquê, disse que não enviava fotos íntimas..."

Não sabes bem porquê, dizes, mas na verdade sabes que foi por medo. Acobardaste-te e tens vergonha de pensar nisso e de o confessar. Provavelmente esse medo está associado a uma auto-imagem negativa, a desconforto e insegurança em relação ao teu corpo e/ou sexualidade. O ego esconde as suas verdadeiras motivações (ou inventa-as) para não ter de lidar com sentimentos de culpa e vergonha, por exemplo. Mas só admitindo todas as emoções e pensamentos que temos exactamente, é que vamos poder transcendê-los e deixar de ser limitados por eles. No teu caso foi medo, cobardia. Podias ter simplesmente arriscado, mas decidiste seguir o medo, e sabes disso, e tens vergonha disso. E depois? Isso apenas significa que és humano, nada mais. Se te mantiveres activo na internet, mais cedo ou mais tarde uma nova oportunidade surgirá e a minha sugestão é que dessa vez envies a foto que a rapariga te pedir. Tendo em conta, claro, que achas que o perfil dela é real e que te sentes atraído por ela.

2 - "eu sou humilde, não sou como vocês". haha!! O ego é um comediante ^_^

É normal que te sintas bem contigo próprio quando fazes algo genuinamente bom na vida, como por exemplo seguir um princípio íntegro na prática, através de uma escolha. É daí que vem a confiança real, e a auto-estima real: fazendo coisas genuinamente boas na vida, e não apenas coisas narcisistas, seguindo emoções negativas. Claro que depois vem o ego tentar mascar essa energia por motivos de orgulho, e sim, humildade é a solução. Não humildade como conteúdo, "eu sou humilde", mas como atitude de gratidão. Sentes-te grato por te ter sido concedido o poder de ser alguém que consegue seguir princípios íntegros, e grato pelo bem estar que isso te traz depois.

"caramba, ainda bem que sou humilde e grato o suficiente para não ficar assim frustrado"

Isso que dizes a ti próprio é uma forma de gratidão. Não estás a criticar os outros pela forma como pensam e por serem frustrados, estás apenas aliviado e grato por não seres assim e não teres esse sofrimento. O nível a seguir dessa observação seria algo do género: "Obrigado Espírito por me guiares para ser humilde e grato o suficiente para não sofrer de frustração". =)

E lembra-te sempre: é o ego que vem com essas ideias, não és tu. Tu és apenas Silêncio e Alegria. Basta estares consciente de que essas ideias vêm do ego e não de ti, e escolheres ignorá-las e não as seguir.

3 - Estás a cair em julgamentos do ego. Nem todas as pessoas fazem essas coisas por essas razões. Estás a projectar o teu próprio orgulho nas pessoas que observas na tua vida social. Se queres evoluir nessa área, é essencial que saias muito, mas só isso não chega. Estar nesses locais e ficar a observar e a julgar não te vai levar longe lol tens de te mexer! Tens de meter conversa com as pessoas, perguntar-lhes o que estão a beber, por exemplo. Falar com empregados, fazer observações, brincar um pouco, etc. A ideia é transcenderes o medo de falar com desconhecidos, e ganhares o gosto de falares de vez em quando com as pessoas que estão a frequentar o mesmo local que tu. Não és obrigado a nada, muito menos a ires falar com pessoas que não te agradam, nem a ir sair sozinho à noite para discotecas. Mas na minha experiência pessoal, falar com desconhecidos e sair sozinho para o ambiente social intenso que é a discoteca, dá-te uma certa confiança e à vontade que são essenciais para conhecer mulheres. É algo que elas irão identificar no teu olhar. É uma energia de experiência que está na presença, ou aura, tal como no pistoleiro que entra silencioso no Saloon, e sem dizer ou fazer nada, todos sentem e percebem que ele é um homem confiante e que se sabe defender. É algo que está no olhar e que não dá para fingir. Ou é real ou esquece.

Se queres evoluir na tua vida social tens de enfrentar os teus medos sociais e ganhar entusiasmo com a tua vida social, e não há como contornar isso. Se não fores falar com ninguém, paciência, não te ataques por causa disso. Mas então em vez de imediatamente achares que a pessoa está a fumar para dar nas vistas, questiona-te: "será que a pessoa está mesmo a fumar para das nas vistas? Que marca é que ela fuma? Porque está ela aqui, hoje e agora? De onde é ela? O que fará ela para se divertir? Para onde gosta ela de ir sair?". Curiosidade, e não julgamento, é o que te irá meter a mexer. Claro que estarás muitas vezes correcto nas tuas observações, é um facto que a maior parte das pessoas não são íntegras, são narcisistas e são um caso perdido ^_^ mas isso não significa que são demónios, super-vilões ou bandidos a abater lol são limitadas e primitivas, sim, e grande parte delas é boa ideia evitá-las, mas isso é diferente de estar-se sentado sozinho a disparar julgamentos sem ter a experiência de falar com muitos desconhecidos primeiro.

4 - Ha! Não perguntaste, mas a tua principal limitação é medo, e o teu ego tenta compensar isso com orgulho. Daí os pensamentos de superioridade e os julgamentos em massa ^_^ tens de te mexer e enfrentar os teus medos com as mulheres, sexualidade e vida social, e apostar a sério na gratidão (e fazer as outras coisas que sugiro nos áudios do curso). Precisas de experiência, muita experiência. Enquanto não estiveres disposto a morrer pela tua felicidade irás sempre sucumbir aos argumentos aparentemente plausíveis do ego para evitares fazer certas coisas. Basicamente segues as suas sugestões de seguir o medo, pois todos os medos vão dar ao medo essencial de morrer. Portanto arrisca, enfrenta os teus medos, e agradece todos os pequenos avanços, sucessos, emoções positivas e momentos felizes que tiveres pelo caminho =) e salta-lhes para cima com carinho ^_^


Pergunta de leitor 2:

"Olá Amigo Pedro, boa noite!

Na minha vida tudo parece funcionar, tenho um bom trabalho, um bom relacionamento com os meus pais e amigos, mas há algo que acho que não está a funcionar muito bem, tem haver com, mulheres. Saio à noite com regularidade, já falei com imensas mulheres, mas até agora nunca consegui nada, digamos, mais íntimo com elas. Não percebo o que se passa comigo. Sou considerado pela sociedade digamos assim, como um homem bonito seguindo esses padrões, mas não compreendo o porquê de ver por exemplo homens que costumam sair com mulheres e que conseguem envolver-se com elas, e eu… nada. Não considero por exemplo estar dominado por desejo, pois não sinto aquele desespero de arranjar mulheres, sinto apenas curiosidade e um enorme fascínio pela beleza que elas têm, pela maneira como andam, olham, comem, etc. Há algo de inexplicavelmente belo nelas, e tenho pena de não conseguir, digamos, ter algo mais profundo com elas, se é que me entendes.
Como me podes ajudar? Um abraço Pedro, bem-haja!"


Resposta, comentários:

É pá, já é de noite? Então tenho de ir dormir! :D

Digamos. ^_^

Como te posso ajudar? Não sei se te posso ajudar. Isso depende do que fizeres com o que eu partilhar contigo, e se estiveres disposto a largar aquilo que te mantém nesse nível de sofrimento. O que posso fazer é partilhar contigo o que sei por experiência, e o resto será o que for, dependendo do teu karma.

Agora que já estamos todos entusiasmados, passo às explicações e clarificações :D

Teres um bom trabalho, bom relacionamento com a tua família e amigos, e seres bonito tem o seu mérito e é motivo para te sentires grato. Mas a prova dos 9, o momento da verdade, é a nossa relação com as mulheres. Exige qualidades invisíveis que essas outras áreas não requerem. Todas essas coisas vão-te ajudar a ter acesso a mulheres com vidas melhores e mais bonitas, o que é óptimo. Mas para isso primeiro tens de conhecer a mulher e avançar em termos de intimidade com ela.

"Saio à noite com regularidade, já falei com imensas mulheres, mas até agora nunca consegui nada, digamos, mais íntimo com elas. Não percebo o que se passa comigo."

Eu não sugiro que saias à noite mais que uma vez por semana. E tem em atenção com quem sais à noite. Regra geral, quando sais com amigos, nada de íntimo e puro acontece com mulheres. Algo mais íntimo com uma mulher não é algo que se consegue que aconteça, é algo que acontece por si só. Não é uma questão de como o forçar a acontecer, mas de como Ser para que mais naturalmente e facilmente possa acontecer por si só. O que se passa contigo é um certo nível de frustração por não estares a conseguir fazer acontecer com as mulheres aquilo que queres. Ou seja, desejo :D e medo, provavelmente também. Sinceramente não tenho a certeza o que queres dizer com "algo mais íntimo". Sexo? Beijar a mulher? Ligações que dão em saídas? Namoro? Estás a montar um harém em casa? :D

Calculo que queiras dizer algo amoroso, algo que possa levar a namoro. O teu obstáculo é o desejo de quereres algo mais íntimo com as mulheres. Desespero por arranjar mulheres não é a única forma de desejo que existe. Por outro lado, esses homens que costumam sair com mulheres e conseguem envolver-se com elas, isso acontece pois eles seguem a vontade de as beijar, e não o medo de serem rejeitados. O beijo é o momento da verdade, é a ponte entre o "só conversa" e o "algo mais íntimo e profundo". Portanto tens de transcender o medo de beijar uma mulher, e isso faz-se enfrentando-o. Como? Aproximando a tua cara da de uma mulher para a beijares ^_^

"...sinto apenas curiosidade e um enorme fascínio pela beleza que elas têm, pela maneira como andam, olham, comem, etc"

Queres comê-las, portanto. :D

Essa conversa é muito linda, mas é só conversa. Estás a fantasiar a atracção que sentes pelas mulheres bonitas que vês. Estás a filosofar e a fazer poesia, preso na mente. Perdido em imaginações. Guarda isso para o teu best-seller :D na vida real precisas de Ser real. Se olhas para uma mulher e a achas bonita é porque te sentes atraído por ela. As tuas intenções podem ser boas, mas o lado animal masculino funciona à mesma. Essa atracção significa que queres algo sexual com elas, e isso é normal, e na verdade bonito. Só as más intenções e desrespeito do narcisismo do ego masculino é que tornam isso feio. Sim, sentes curiosidade. Curiosidade em saber como será penetrá-las :D ganhas mais em aceitar esse teu desejo sexual e brincares com isso, do que fingir que és um anjo assexuado com um pénis de Luz LOL porquê? Porque enquanto não vires a atracção pelo que ela é, serás controlado por ela. Será algo que fantasiarás, levarás a sério, e te deixará tenso e com medo. Atracção pode levar a algo lindo entre um homem e uma mulher, para quê negá-la? Para quê ter vergonha ou medo dela? Para quê falar dela como se fosse algo que não é? Enquanto estiveres na cabeça em invenções, não estarás na mulher em amores ^_^ e terás medo de beijar a mulher. E as tuas conversas serão fracas pois já vais ter com elas demasiado sério e nervoso.

"Há algo de inexplicavelmente belo nelas..."

Sim, as mamas :D

Brinca com a atracção que sentes por elas e deixa o teu estado interior elevar-se. Estas coisas não são para dizeres às mulheres, são para dizeres a ti próprio para te libertares das limitações que te impedem de teres algo mais bonito e íntimo com elas. Se beijar uma mulher é para ti uma aventura épica de 3 filmes de 4 horas cada um, esquece lol beijar tem de ser algo normal que fazes sem hesitação quando gostas mesmo de uma mulher, quando a achas linda, depois de teres tido uma pequena conversa na qual te apercebes de atracção e entusiasmo mútuo.

Podes começar a sentir-te grato por conseguires ir falar com muitas mulheres. Sem gratidão real não vais avançar lá grande coisa, e serás mais limitado pela pressa e ânsia do desejo de ter algo mais íntimo. A mulher vai perceber que não estás a apreciar a conversa, e que queres apenas algo mais íntimo. Ora isso nem sequer faz sentido lol Só se quer algo mais íntimo e profundo se a interacção for estimulante, não chega a mulher ser linda. Se queres apenas curtes e sexo, basta a aparência da mulher, mas se de facto queres algo mais íntimo e profundo, terás de avaliar durante as conversas a essência da mulher que está contigo. Só depois é que sabes o que queres ou não queres.

Agora vem a parte chata para o ego masculino: só uma minoria das mulheres irá gostar de ti. Falas com 100, e dessas 100 só 5 ou 6 irão gostar mesmo de ti para serem tua namorada. E não há nada que possas fazer em relação a esta verdade.

Evoluir irá dar-te acesso a melhores mulheres, o que levará a melhores relações e mais momento bonitos, mas não mudará esse número (que é aproximado, isto não é linear, não é matemático). Evoluir irá permitir-te ir falar com mais mulheres, pois não será impedido por medo. Vai levar-te a ter melhores primeiras conversas. Poderá levar-te a teres mais curtes e sexo. Vai levar-te a mais satisfação a curto prazo, mas nunca te levará a haver, e a descobrires, mais mulheres que gostam realmente de ti como és.

Evolução leva a qualidade, não a quantidade, na vida amorosa.

Se fores autêntico, é isto que acontece. Felicidade só surge com autenticidade, pois só assim a nossa vida e o que experienciamos é real.

A questão do namorar é tudo uma questão de compatibilidade a vários níveis, não é só uma questão de atracção. É compatibilidade na aparência, visual, estilo de vida, nível socioeconómico, educação, tipo de personalidade, nível de consciência, princípios, etc. É fácil perceber que isto não se controla na mulher, apenas se pode descobrir uma que já seja compatível connosco a esses níveis. Se não em todos, num número suficiente que leve a namoro. Curtes e sexo de uma noite, ou de encontros quase apenas sexuais, isso é uma coisa, e para isso basta haver atracção mútua. Relações amorosas é outra história. E esta lista de compatibilidades não é algo que vais verificando mentalmente e que controlas. Quando estão presentes compatibilidades suficientes, a relação acontece espontaneamente sem haver escolha da nossa parte. O ego acredita que consegue controlar estas coisas, mas na verdade não controla nada, é uma ilusão. As coisas primeiro acontecem na realidade, há um atraso na percepção, e depois o ego diz, "fui eu que decidi!", "fui eu que escolhi!", "fui eu que fiz acontecer!", "fui eu que criei!", LOL não, aconteceu antes do ego sequer percepcionar que aconteceu, essa é a verdade da qual ganhamos consciência com o estilo de vida contemplativo.

Então o que podemos fazer? E porque conseguem os manipuladores seduzir as mulheres?

Esta verdade de que há um número pequeno de mulheres que gosta realmente de nós, é incomodativo para o ego. Porquê? Porque isto significa que o homem tem de falar com muitas mulheres, e que vai levar tempo até encontrar uma que goste dele e que aconteça o que ele gostava que acontecesse. Assim é insuportável para o ego pois tem de levar com todo o tipo de rejeições, e leva demasiado tempo a obter o que quer... nunca mais chega a validação, aceitação e sexo, caraças pá!! :D

Então o ego tem a "genial" ideia de forçar a mulher a aceitá-lo, porque ele quer o que quer, aqui e agora, e acabou-se caraças!! :D

A solução torna-se assim manipular a mulher. Controlado por desejo e orgulho, e sem consideração pela mulher, lá vai o homem narcisista todo convencido tentar controlar o que a mulher sente por ele, para conseguir o que quer dela. Que regra geral é validação e sexo. Com esta intenção vale tudo: fingir que não está interessado na mulher (quando obviamente está pois foi ter com ela lol); mentir; fingir ser um tipo de homem que não é; entretê-la com jogos e truques de magia; vestir-se de forma ridícula e/ou provocante para dar nas vistas; etc. Em essência o que ele está a fazer é tentar perceber que tipo de mulher está à sua frente, e fingir ser compatível com ela. Ele, através de espertas técnicas de manipulação e de actor, vai fingir ser do tipo de homem pelo qual a mulher que está à sua frente se sente atraída e é compatível. Claro que assim que ele pára o espectáculo, ela perde o interesse lol ele tem de estar constantemente a bombardeá-la com falsas aparências, pois se ele simplesmente relaxar e for ele próprio, ela não tem interesse nele. porquê? Porque na verdade eles não são compatíveis, está tudo a ser forçado e fingido pelo homem. Estes homens basicamente vendem a alma noite após noite, mulher após mulher. São fracos, não têm essência. Apenas fingem ser aquilo que a mulher deseja lol são vazios, e combatem esse vazio com mais validação de mais mulheres, obtida através de truques de actor. É uma pobre e triste vida de aparências. Claro que eles depois andam todos orgulhosos, pois em aparência o que fazem torna-os numa espécie de campeões da sedução. O que eles não sabem, nem nunca saberão, é a figura de parvo que fazem perante as mulheres que percebem o que eles estão a tentar fazer, e que apenas ficam a falar com eles por piedade e/ou gozo. LOL claro que vão sempre enganar muitas mulheres e aproveitarem-se da sua inconsciência, mas muitos julgam que vão fazer algo muito esperto ou sedutor, e depois são tema de conversa de gozo entre a mulher e as suas amigas, que depois contam isso a homens como eu :D mas nem precisavam de contar, pois eu topo esses idiotas à distância, e já só vou a sítios onde eles não estão presentes, ou raramente aparecem. A manhosice vê-se à distância lol o lobo em pele de ovelha só tem hipótese com quem faz o mesmo ^_^

Então que podemos nós fazer para a nossa vida amorosa ser uma experiência autêntica de felicidade?

Evoluindo vamos ver-nos livres de limitações que nos impedem de ir falar com mulheres, e de avançarmos com elas em termos físicos e amorosos. Ganhando experiência vamos ficar mais sofisticados na forma como vamos falar com elas, e como avançamos fisicamente. Porque não temos essas limitações e fazemo-lo com excelência, vamos falar com muitas mulheres e fazê-lo com muitas mulheres, o que irá acelerar o processo de encontrar namorada, ou seja, é uma questão de números. Ter namorada é uma questão de números e tentativas, até descobrirmos uma mulher que é compatível o suficiente connosco. Quando a descobrimos é inevitável: espontaneamente acontece a intimidade e a relação. Não há como fugirmos da nossa próxima namorada, é inevitável :D

É portanto uma questão de nos aperfeiçoarmos como ser humano, de autenticidade, se seguir o coração, alegria e entusiasmo inocente em vez de medo, desejo e orgulho, é uma questão de coragem, de números, de nunca tentar controlar, forçar ou manipular seja o que for, mas de apenas nos mostrarmos como somos e de expormos o que queremos com excelência.

É patético mentir só para se conseguir ter uma conversa breve com uma mulher bonita. Para quê? Para depois se contar todo orgulhoso aos amigos, "Eish consegui falar com a boazona... inventei uma peta, disse-lhe que tinha XYZ e ela ficou DUH". lol É pobre. E mesmo que a mentira seja mais sofisticada, mesmo que a manipulação seja mais complexa e o homem vá para a cama com a mulher, a satisfação e prazer a curto prazo apodrecem rapidamente, e surge culpa (que pode ser consciente ou inconsciente, e só não surge se o homem for psicopata, o que é mais comum haver do que se pensa, e mais subtil também), pois o que aconteceu foi graças a algo falso lol e isso traz um karma "lindo" :D mas isso é problema dos idiotas narcisistas sem princípios. ^_^ o verdadeiro falhado é aquele que falha na integridade.

Portanto mantém-te activo, positivo e autêntico. É normal não acontecer nada com a maior parte das mulheres. Não quer dizer que não tens valor, orgulho é uma ilusão. Quer apenas dizer que não és compatível com a maior parte das mulheres, e todos os homens são assim. Aqueles que parecem ter sucesso com muitas mulheres forçam e falsificam essa compatibilidade através de manipulação, são actores, logo o seu sucesso com as mulheres é baseado em algo falso. É um esquema do ego, não representa a realidade. A vida amorosa não é uma questão de quantidades do orgulho, mas sim de qualidades do amor. E depois cuidado com as percepções. Quando vês um homem com uma mulher, que são namorados ou estão a curtir, só estás a ver o que está a acontecer naquele momento. Não sabes à quanto tempo estão na relação, não sabes como a relação realmente é em termos de felicidade, não sabes se ele anda com outras, ou ela com outros. Só sabes o que está à tua frente naquele momento, e estar numa relação ou andar a curtir com muitas mulheres não é o paraíso garantido lol depende da tua essência, sempre. O homem pode enganar os outros com a sua aparência, mas nunca se engana a ele próprio, pois é a essência que manda. Ele sabe o que anda a fazer, e sabe que está a forçar as situações. E ele sabe que se for apenas ele próprio sem coisas decoradas na cabeça, e sem técnicas de actor, as mesmas mulheres com quem ele teve algo não quereriam nada com ele. O "fazer jogo" ou "jogar" é isso mesmo que significa: falsificar compatibilidade e forçar atracção.

Ter namorada é bom, e ter experiências com mulheres também é bom, mas não vale a pena vender a alma pois nada disso garante felicidade. É precisamente o nunca vender a alma que nos torna íntegros e felizes mesmo quando não temos mulher na nossa vida.

Sem autenticidade não há integridade, e sem integridade não há felicidade. Por isso dedica-te a sério à tua subida de consciência, aperfeiçoa-te como ser humano, sê tu próprio, sê paciente e persistente, mantém-te activo e positivo, nunca tentes forçar, controlar ou manipular, aceita a realidade e aceita o que acontecer, não vejas as rejeições das mulheres como uma questão de orgulho mas apenas como uma questão de incompatibilidade, e sê feliz solteiro, para depois teres felicidade para partilhar com a mulher dos teus sonhos.


Obrigado pelas perguntas.

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

"The New World - Filme Íntegro da Semana"


The New World

-

Filme íntegro da semana








Belo.


Contemplativo.


Não Linear.


Transcendente.


É mais uma experiência que uma história.


Se este tipo de filme te agrada, eu sugiro que vejas a versão alargada de 172 minutos.



quarta-feira, 29 de julho de 2015

"Como Ter Mais Qualidade de Vida e de Relações Através de Melhores Escolhas e Afirmações"

"Como Ter Mais Qualidade de Vida e Melhores Relações Através de Melhores Escolhas e Afirmações"


Pergunta de leitor 1:

"... deixa de perder tempo com coisas inúteis e intensifica a tua dedicação."

Me dedico à leitura e pesquisa dos assuntos que me interessam diariamente, mas tem dias em que o ambiente por causa de brigas/discussões torna-se quase insuportável e nem sempre posso sair ou tenho lugar para ir, então fiz alguns perfis em 4 sites de relacionamentos diferentes, onde tenho conhecido várias mulheres no qual 90% das vezes que decido encontrar a mulher pessoalmente resulta em curtes/ficas (como chamamos aqui no Brasil). Passar meu tempo fazendo isso seria uma dessas coisas inúteis nesse momento que estou atravessando?

"Isso inclui sermos mais selectivos com tudo..."

Às vezes me ocorre encontrar e conhecer mulheres das quais eu observo serem negativas por causa de suas conversas/inseguranças/frustrações/decepções e sei que fazendo selecção consciente esse seria o tipo a ser evitado. O fato é que as vezes fico em busca de qualquer lugar para ir, para poder sair de casa, e ocorre vez ou outra alguma dessas mulheres me fazerem convites para sair ou ir na casa delas, mas fico receoso por achar que não vou me sentir bem com a pessoa visto que não me senti bem no primeiro ou nos primeiros encontros. Devo aceitar os convites mesmo não tendo intenção alguma de relacionar-me com a pessoa?

"Tirar um curso superior é uma experiência de vida de 3 a 5 anos que só se tem assim, e que molda a pessoa."

Então amigo, esse é um sonho a ser realizado. Uma meta que estabeleci para mim. Não tive educação no meu ambiente familiar e isso atrasou/atrapalhou meus estudos. Tive que instruir a mim mesmo e com muito esforço e dedicação concluir o ensino médio em escolas públicas e ir em busca de emprego. Tenho tentado e me esforçado o quanto posso para ingressar em uma faculdade pública e ainda não obtive êxito, mas persistirei até conseguir. Quando começo a conhecer uma mulher e sinto confiança/segurança conto todo o necessário sobre mim. Quem sou, onde estou, o que faço e o que busco. Falo abertamente e de maneira clara. E de início isso não é nenhum obstáculo para as mulheres que citei no comentário anterior, mas depois que a coisa se intensifica e passamos a ter mais intimidade, surgem essas cobranças o que me leva a um afastamento da pessoa na maioria das vezes. Creio eu que o amor cobre todas essas coisas. Quando gostamos de fato de alguém não colocamos obstáculos ou dificuldades. Por amor fazemos o que podemos para tornar as coisas melhores ou para aliviar o sofrimento dos que nos rodeiam.

"Só tens encontros esporádicos com quem quiseres, mas se elas só te procuram para isso..."

Um exemplo prático : Estou saindo com uma garota que conheci ano passado. Uma mulher muito atraente e inteligente. Bem humorada. Tem 6 anos a mais que eu. Não tem filhos e mora com a mãe. Tivemos uns dois encontros com beijos e abraços e por aí ficou e ambos seguimos nossos caminhos. Um ano se passou e ela tornou a me procurar. Ela já concluiu duas faculdades, e está na conclusão da terceira. Tem carro próprio e um bom emprego. Ela já sabe bastante sobre mim, já me levou para conhecer a mãe dela e aos poucos outros familiares, mas sempre me apresenta como amigo. Observo o carinho e entusiasmo dela por mim, sempre me beija em todos os lugares, reclama quando não seguro a mão dela ao caminhar na rua, já fui à igreja dela com ela sempre segurando minha mão na presença da mãe e me beijando de maneira espontânea. Estamos em contacto todos os dias. Já tivemos relações sexuais e quando estou na casa dela, noto que tenta me agradar de todas as formas. 
Mas uma vez ou outra ela me cobra não ter faculdade e noto que ela exige exclusividade e fidelidade de minha parte. Já expus minha situação para ela. Gosto dela. Mas ela diz que estamos apenas nos conhecendo. Já que temos incompatibilidades devo findar o que ainda nem começou? Pois ela me cativa em tudo e a cada dia que passo me apego mais a ela. Tenho receio de me magoar.


Resposta, comentários:

"Passar meu tempo fazendo isso seria uma dessas coisas inúteis nesse momento que estou atravessando?"

É útil pois estás a fazer algo pela tua vida amorosa. Quando falo em algo inútil, falo por exemplo passar o tempo a ouvir música negativa tipo heavy metal e a ver filmes de terror. Perder tempo com entretenimento negativo e não íntegro. Útil é por exemplo ouvir áudios do David Hawkins, ou Tony Robbins se preferires; ouvir música bonita como Celtic Woman; ver filmes inspiradores como o Braveheart, etc. Se o ambiente em casa estiver mais negativo, fecha-te no quarto, põe uns phones nos ouvidos e ouve áudios positivos e inspiradores, de mestres de espiritualidade e desenvolvimento pessoal. Ou sai de casa e vai dar uma volta a pé a contemplar. Tudo isso será útil para ti.


"Devo aceitar os convites mesmo não tendo intenção alguma de relacionar-me com a pessoa?"

No teu caso deves recusar sempre os convites de alguém com quem não te sentiste bem nos primeiros dois encontros. Se não gostaste da sua companhia e presença, esquece a pessoa. Podes sair sozinho de casa e ir para um café ler um livro, não precisas de companhia para fazer isso. A liberdade de sair sozinho é um estado de poder inegável, nunca mais serás o mesmo, e nunca mais perderás tempo com quem te faz sentir mal ou não te respeita. E passarás apenas a estar com quem realmente vale a pena estar, pois irás passar a apreciar as pessoas como elas realmente são, e a aceitá-las por isso, e deixarás de estar com elas por necessidade ou falta de coragem para as largares, por medo da sua reacção ou medo de estares sozinho.

"...mas depois que a coisa se intensifica e passamos a ter mais intimidade, surgem essas cobranças o que me leva a um afastamento da pessoa na maioria das vezes."

Isso é sinal de incompatibilidade e parece-me que fazes bem em te afastar. Se te estás a dedicar a isso então é apenas uma questão de tempo até teres formação superior. Para já não tens e essas mulheres não são para ti, digamos assim. Desfruta as saídas e curtes, e um dia mais tarde irás desfrutar uma relação duradoura. É importante aceitarmos o que vem naturalmente na nossa direcção, e apreciarmos isso com gratidão. As mulheres geralmente, mas nem sempre, querem casar e ter filhos, e isso exige disponibilidade financeira, que geralmente se associa a formação superior. Pode ser esta, ou não, a razão, mas seja como for, desfruta com gratidão o que de bom tens agora na vida, sê paciente e dedicado, e quando tiveres a tua formação superior novas opções surgirão, entre elas, relações mais longas.

"Mas uma vez ou outra ela me cobra não ter faculdade e noto que ela exige exclusividade e fidelidade de minha parte. Já expus minha situação para ela. Gosto dela. Mas ela diz que estamos apenas nos conhecendo. Já que temos incompatibilidades devo findar o que ainda nem começou? Pois ela me cativa em tudo e a cada dia que passo me apego mais a ela. Tenho receio de me magoar."

Primeiro de tudo, ou escolhes seguir o medo de te magoares, ou escolhes seguir o amor que tens por ela. Depois, se ela te cativa em tudo, não há razões para acabares seja o que for. Vocês apenas se estão a conhecer, segundo ela, mas repara: vocês já estão a fazer tudo o que um casal de namorados faz lol não há mais nada para além do que vocês já fazem. Se já saem juntos, se há beijos e sexo, se gostam um do outro, se dão a mão, se vais ter com a família dela... quando começarem a namorar será mais disso, não vão começar a voar, nem a teletransportar-se nem vão ficar instantaneamente Iluminados, haha! Portanto na prática já estás a namorar com ela. Agora, ela cobra-te não teres faculdade, mas tu estás a tentar, estás a dedicar-te para teres faculdade, logo ela se gosta de ti só tem é de esperar =) se ela quer exclusividade e fidelidade da tua parte, dás-lhe isso se quiseres. Mas antes de dares tens de ter uma conversa honesta com ela sobre a questão da formação superior e carro: isso incomoda-a assim tanto? É assim tão importante para ela? Porquê? Porque na prática não lhe chega a pessoa que és? O que se passa? O que ela sente e pensa em relação a isso, exactamente e claramente? É que isso até pode na verdade ser irrelevante para ela, mas ela não consegue resistir à tentação do ego de te julgar por não teres essas coisas. Esperemos que ela escolha o amor que tem por ti em vez de o amor que tem pelo seu ego ^_^

Seja como for parece-me que estás no caminho certo. As fazes más têm grandes lições escondidas e trazem depois fases magníficas de mais paz, alegria e poder na nossa vida. Tudo é temporário, incluindo o negativo e os baixos da vida. Por isso mantém-te dedicado e activo, e recusa as interpretações negativas do ego em relação a ti e à tua vida, e vai apreciando e desfrutando com gratidão tudo o que vais experienciando de bom, bonito e positivo.


Pergunta de leitor 2:

"Hey Pedro!
Espero que estejas bem...

Acerca das afirmações positivas, sempre soube que eram uma ferramenta poderosa, mas nunca dei grande importância... até agora. Quero começar a incutir em mim afirmações positivas para obter aquilo que desejo na minha vida em todos os níveis.

Mas tenho algumas dúvidas... será que vale a pena? Podias relatar a tua experiência com afirmações. Obtiveste os resultados que pretendias? Quanto tempo demoraram a fazer efeito?

Em relação ao número de afirmações, devem ser poucas e amplas, ou muitas e especificas? Até porque se escolher muitas fica muito chato estar a dizê-las todas várias vezes ao dia...

Pronto, é isto. Obrigado pelos conteúdos que tens disponibilizado!
Abraço."


Resposta, comentários:


"Quero começar a incutir em mim afirmações positivas para obter aquilo que desejo na minha vida em todos os níveis.
Mas tenho algumas dúvidas... será que vale a pena? Podias relatar a tua experiência com afirmações."

Vale a pena, sem dúvida. É uma ferramenta de evolução e transformação poderosa e eficaz. Aquilo que mantemos em mente tende a manifestar-se na nossa vida. Um número imenso de pessoas que já usaram afirmações confirmam esta verdade, pois as afirmações e visualizações que usaram tornaram-se realidade. A afirmação em si anula a ilusão e pensamento negativo que nos impedem de experienciar o melhor que a vida tem para oferecer. Usando e repetindo afirmações positivas sobre nós e a nossa vida, ajuda-nos a aceitar as fantásticas possibilidades a que temos acesso na nossa vida humana. Em vez de pensarmos, "bah não vale a pena", "eu nunca conseguirei ser/fazer/ter xyz", "é impossível", etc, passamos a pensar que é possível e isso vai-nos direccionar a consciência para os contextos e escolhas que irão potenciar aquilo que preferimos e pretendemos para nós e para a nossa vida. Se pensarmos negativamente que não é possível, nunca iremos ver as possibilidades nem reparar nas oportunidades, mesmo que estejam à nossa frente e que alguém nos diga no momento que é boa ideia e para irmos em frente lol as afirmações nem sempre acontecem igual a como as escrevemos, mas experienciamos a mesma essência ou uma essência semelhante, o que é indiferente na prática pois a experiência e sensação de felicidade estará presente à mesma. Podem acontecer de forma directa ou indirecta, e quanto mais íntegras forem (ou quanto menos narcisistas forem), mais rápido irão acontecer. Regra geral, se as afirmações forem egoístas e narcisistas, podem não se tornar realidade pois estamos a usar força, a retirar energia aos outros e ao mundo, e isso traz contra-força e defesa ao nosso redor. Depois, é a realização dessas afirmações que nos fará verdadeiramente felizes. Podem trazer prazer e satisfação a curto prazo, mas isso não é o mesmo que felicidade. Temos de saber o que realmente nos faz felizes, e isso é uma questão interior de essência e consciência. Ter um carro novo, ganhar mais dinheiro ou ter uma pornstar diferente todos os dias para fazer sexo, vai trazer um prazer a curto prazo, mas por ser narcisista não trará felicidade e irá convidar ataques, sabotagens ou mesmo bloquear algo de acontecer naturalmente como ganhar mais dinheiro. A minha sugestão é escrever afirmações que tenham a ver com a nossa transformação interior e experiência da vida no dia-a-dia.

Como queres ser?

Como te queres sentir todos os dias?

São as afirmações que responderem a essas perguntas que mais te irão ajudar e tornar feliz. As respostas podem, por exemplo, ser algo do género: "Eu sou um homem confiante, entusiasmado e que faz o que ama"; "Eu sinto-me em paz e satisfeito todos os dias, independentemente do que faço, do que tenho e do que me acontece". Se te tornares assim irás ter qualidades que te vão ajudar em tudo na vida, seja a conhecer mulheres, seja a ter mais sucesso e a fazer mais dinheiro. É pensar na origem real das coisas boas, e não apenas em ter as coisas e nos prazeres da vida.

"Obtiveste os resultados que pretendias? Quanto tempo demoraram a fazer efeito?"

Sim, obtive os resultados que pretendi, e tive experiências e coisas que me aconteceram que nunca tinha imaginado sequer. Umas levaram semanas a acontecer, outras meses, algumas anos. Tornei-me como queria ser, e tenho a vida que queria ter, portanto agora estou completamente satisfeito e a desfrutar e apreciar os frutos de todo o meu esforço diário, fases más e sacrifícios (para o ego foram sacrifícios, mas na verdade não o foram lol).

"Em relação ao número de afirmações, devem ser poucas e amplas, ou muitas e especificas? Até porque se escolher muitas fica muito chato estar a dizê-las todas várias vezes ao dia..."

Não há número certo ou errado de afirmações. Sim, torna-se exaustivo se forem muitas e não é necessário. A minha sugestão é ter pelo menos 5 afirmações, claras e detalhadas, de apenas 1 linha, ou 2 no máximo, que tenham a ver com como queres ser, como te queres sentir, e como gostarias que fosse a tua vida, mantendo a sua essência inocente, pura, íntegra, humilde e realista - transformares-te num dragão estão fora de questão lol Pela minha experiência basta escreveres as afirmações  1 vez por dia durante os primeiros 3 dias, e depois lê-las 2 ou 3 vezes por dia nos próximos 7 dias. Isto não tem que ser assim, é apenas um exemplo de orientação para começar. No fundo basta ter em mente a nossa intenção em relação a como queremos ser e como nos queremos sentir na vida. Depois virão até nós experiências e oportunidades que nos permitirão transformar e viver então a vida que preferimos ter.

Obrigado pelas perguntas.


quarta-feira, 22 de julho de 2015

"Um Poder Criativo Chamado Visualização - Curso Online, Parte 7"


"Um Poder Criativo Chamado Visualização"


Parte 7 (última parte) do curso online do Cool Vibes, "Como Ter Uma Vida Amorosa Alegre".


Algumas visualizações guiadas para ajudar a alcançar e experienciar o que se quer na vida; para se ficar num estado mais elevado e poderoso para o dia-a-dia e para tudo o que envolva estar com mulheres; e para curar percepções e bloqueios que impedem o melhor de acontecer.



quarta-feira, 15 de julho de 2015

"Um Mergulho Profundo no Silêncio da Verdade - Curso Online, Parte 6"


"Um Mergulho Profundo no Silêncio da Verdade"


Parte 6 do curso online do Cool Vibes, "Como Ter Uma Vida Amorosa Alegre".


Mais esclarecimentos, dicas e princípios sobre vida social, iniciar conversas e conhecer mulheres, encontros amorosos com mulheres e relações amorosas. Visão espiritual da vida amorosa para mais felicidade.








Faz as tuas perguntas na secção de comentários do blogue.


Para a semana:



"Um Poder Criativo Chamado Visualização"

"Factores de Atracção e Compatibilidade: Como Melhorar de Vida e Ter Relacionamentos de Mais Qualidade"


"Factores de Atracção e Compatibilidade: Como Melhorar de Vida e Ter Relacionamentos de Mais Qualidade"



Pergunta de leitor:



"Pedro, é possível evoluir de consciência e depois retroceder? Acredito ter vivido um tempo onde estava perfeitamente alinhado com os princípios do Espírito, mas ocorre que houveram mudanças drásticas em minha vida. Tive um problema de saúde que me obrigou a retornar para minha cidade natal, para a casa de minha mãe onde é um ambiente extremamente negativo e desrespeitoso, e pelo que posso observar avaliando o momento presente é que vou ter que passar bastante tempo aqui, e tem dias que observo que acordo péssimo por causa disso tudo.

Tenho tido relativo sucesso com as mulheres, ou seja, não tenho dificuldade para conhecer mulheres e tenho tido relações que duram o tempo que têm que durar. Meu único meio de transporte é uma motocicleta, e noto que quando conheço mulheres que possuem automóvel isso se torna num obstáculo por elas acharem que eu devia ter automóvel também. Vejo que isso as desanima pois mesmo depois de ter encontros onde acontecem beijos, sexo e momentos alegres não consigo dar continuidade ao relacionamento. Às vezes por isso, e também por não possuir formação superior (formação em faculdade). Vejo que esses são os dois pontos onde comummente elas (mulheres que possuem automóvel e formação superior) costumam tocar.

O fato é que elas sempre costumam me procurar, mas não para relacionamento sério. Apenas para encontros esporádicos, o que não aceito e acabo excluindo a pessoa de todo acesso a mim. Mas o facto é que às vezes eu até gosto bastante da pessoa e observo que não posso prosseguir por não querer me iludir e quando recusam duas ou três vezes meu convite para sair eu excluo qualquer acesso. E ocorre na maioria das vezes encontrar casualmente a pessoa e esta me reclama por minha atitude. Que orientação podes me dar para melhorar de vida e ter relacionamentos de mais qualidade?
Parabéns pelo excelente trabalho."



Resposta, comentários:


Olá e obrigado =)

"é possível evoluir de consciência e depois retroceder?"

Sim. Isso acontece principalmente por duas razões, devido ao ego "espiritual". Esta faceta do ego vai buscar orgulho à sua dedicação espiritual, e é por exemplo aquela atitude de odiar e julgar aqueles que não têm essa dedicação. A pessoa evolui, e por estar a viver de forma melhor e mais feliz, e de se sentir mais poderosa e conseguir fazer coisas que antes não fazia, passa-se a sentir especial e superior aos outros. Ou seja, em vez de com humildade atribuir todas as coisas boas e capacidades ao Espírito, e ter uma atitude de gratidão, passa a ter uma atitude de orgulho e bloqueia a si própria o acesso a essas coisas boas e capacidades, ou seja, retrocede de nível de consciência. Tudo porque o ego se acha especial e a origem desse poder, e porque acha que já sabe tudo. Portanto é essencial mantermos sempre uma atitude de humildade e gratidão, e atribuir ao Espírito, como origem, tudo de bom que temos, que conseguimos fazer e que nos acontece, pois é essa a verdade.

"Tive um problema de saúde que me obrigou a retornar para minha cidade natal, para a casa de minha mãe onde é um ambiente extremamente negativo e desrespeitoso"

Lamento o teu problema de saúde e que isso te tenha obrigado a ir para esse ambiente negativo e desrespeitoso, mas por muito mau que te pareça, não passa de uma oportunidade para subires de nível de consciência. Se estavas alinhado com os princípios do Espírito, não há razão para deixares de estar. Foi o contexto que mudou, e não tu. A escolha é interior, independentemente das circunstâncias exteriores, e quanto piores elas forem, maior a razão para mais alinhado e dedicado estares com esses princípios, pois são eles que te vão ajudar a sentir melhor durante essa fase da tua vida.

Não há mudanças drásticas, apenas mudanças. Tudo é kármico, logo isso aconteceu-te pois tens de passar por isso para aprenderes lições essenciais. Pode parecer que não, mas são essas fases piores que nos permitem evoluir e subir de nível de consciência... não são festas, viagens e massagens ^_^

Tens a oportunidade, devido ao teu problema de saúde e ambiente negativo e desrespeitoso, de transcender mais um pouco o teu ego, largando as ilusões que te levaram a essa fase na tua vida. Seja ela como for, é apenas temporária, e lembrares-te constantemente dessa verdade vai ajudar-te a aliviar o teu sofrimento actual. Não é o que tu és, é apenas algo temporário que te está a acontecer. Depois terás de contemplar, e muito. Tens de largar todas as tuas opiniões, racionalizações e definições em relação ao que te está a acontecer, pois é precisamente isso que te faz sofrer. Não é o problema de saúde em si nem o ambiente, é a tua percepção desses eventos passageiros. Tens de começar por os aceitar, pois mereceste-os karmicamente por razões que desconheces, e tens de estar aberto a todas as possibilidades, ou seja, o que acontecer aconteceu. Tens de deixar de resistir e tentar controlar a tua actual fase, e deixá-la acontecer, pois é assim que te livrarás mais um pouco do ego, e do seu sofrimento e limitações. O que resistimos, persiste. Logo se continuares a resistir à tua actual fase, ela irá prolongar-se. Quanto mais cedo a aceitares e estares disposto ao que der e vier, mais rápido ela passará. A mente pouco te poderá ajudar, aqui tens mesmo de permitir que a mente se acalme e silencie, e fazer o que tens a fazer conforme o que for acontecendo, sem julgar ou resistir. Aí estarás a aprender a lição que tens a aprender.

Se o ambiente é negativo e desrespeitoso, deixa de perder tempo com coisas inúteis e intensifica a tua dedicação. O ambiente está-te como que a dizer que tens de ser mais disciplinado na tua dedicação, para teres energia e sabedoria suficientes para lidar com a vida. Lê mais sobre os temas, ouve mais sobre os temas, ouve apenas música que te faça sentir bem, vê apenas filmes que te façam sentir bem, deixa de estar emocionalmente envolvido com o negativo, com a tua mãe e família, arranja o teu cantinho positivo na casa, isola-te mais rodeando-te de tudo o que seja positivo, arranja coisas para fazer fora de casa e passa longe desse ambiente o máximo de tempo que possas.

Sê sempre educado e simpático para a tua mãe e quem aí viva, sê prestável, mas desligado e afastado, como apenas um canalizador que vai lá a casa prestar um serviço, mas apesar de educado não é amigo íntimo. Poupa-te e salva-te de qualquer conversa mais longa e profunda com eles, revelando apenas o essencial da tua vida e de ti, e apenas o que tiver a ver directamente com eles. Tens de aprender a lidar com essas pessoas pois elas estão por todo o lado! lol não há como fugir, pois este é o mundo do ego, das aparências e do negativo. Com compaixão podes identificar como elas são, evitá-las, ou se necessário aprender a lidar com elas não as deixando perturbar a tua tranquilidade nem sabotar o teu entusiasmo pela vida e evolução. Não é saudável nem bonito ser amigo íntimo dessas pessoas, pois a sua energia negativa, como estás a experienciar, manda-te abaixo. Não as tentes mudar nem te ponhas com dicas sobre como elas deveriam ser ou pensar. Deixa-as ser e pensar como quiserem, simplesmente mantém a tua posição firme e diz-lhes que sim para as despachares e calares lol procura ver tudo com humor e partilhar esse humor. Isso não só vai ajudar a curar a tua percepção e reduzir o teu sofrimento, como também as vai ajudar a estar num estado um pouco melhor. Valoriza aquilo que essas pessoas tiverem de genuinamente bom, pois nem tudo é mau nelas. Aquilo que reconheças ser bom nelas, aprecia-o e elogia-o no momento.

Eu sei como é viver nesses ambientes pois passei pelo mesmo, preso numa casa de ambiente negativo durante anos. E isso motivou-me não só a intensificar a minha dedicação, como a ser ainda mais selectivo em tudo. As leituras, músicas e filmes íntegros sempre foram uma grande inspiração para mim, ajudando-me a lidar melhor com o ambiente negativo. Filmes como o "Empire of the Sun" e "The Shawshank Redemption", em que as personagens principais se encontram entaladas em prisões, mas mesmo assim nunca perdem a esperança e fazem coisas incríveis enquanto lá estão, e depois vêem-se livres daqueles ambientes horríveis, foram uma grande ajuda para mim em termos de percepção e atitude perante a minha vida. Quando a corda aperta e as chamas se aproximam, é quando temos de ser mais implacáveis com o nosso ego, e intensificar a dedicação à espiritualidade, mesmo quando por vezes não nos apetece. Isso inclui sermos mais selectivos com tudo, pois por exemplo, se temos poucas oportunidades para estar longe desse ambiente negativo, não é propriamente inteligente desperdiçá-lo com coisas, actividades, locais e pessoas que não nos permitem sentir como realmente nos queremos sentir. Há que ler mais, ver mais, e ouvir mais todos os dias, no nosso quarto, arranjando assim o nosso cantinho positivo nesse ambiente, como que uma ilha paradisíaca no oceano perigoso cheio de tubarões e latas ferrugentas de Sumol a boiar :D e principalmente fazer o que realmente nos transforma que é contemplar, estar com essas pessoas sem pensar em nada, principalmente quando elas estão a falar, e aplicar no momento os princípios espirituais.

Portanto, fontes de energia positiva e inspiração o máximo de tempo todos os dias, ser implacável na selecção, e de facto fazer trabalho espiritual. Felicidade não é para os espiritualmente preguiçosos ^_^

Se existem pessoas como Viktor Frankl que foi um prisioneiro num campo de concentração e sobreviveu, e escolheu usar o tempo que lá passou para descobrir mais sobre a vida e evoluir, então não há desculpas para nenhum de nós. Pesquisa sobre ele, pode vir a ser uma inspiração para ti.

"Vejo que isso as desanima pois mesmo depois de ter encontros onde acontecem beijos, sexo e momentos alegres não consigo dar continuidade ao relacionamento."

Não tentes dar continuidade ao relacionamento, deixa de tentar controlar a duração dos relacionamentos. Não forces a sua duração. Não tentes fazer com que encontros onde acontecem beijos, sexo e momento alegres dêem em namoros e relacionamentos. Desfruta esses encontros por si só, deixa a mulher desfrutá-los pelo que são, deixa as mulheres sentirem-se livres e à vontade, pois se forças essa continuidade, o que basicamente é forçar as mulheres a estarem mais tempo e vezes contigo, elas vão achar que ao estar numa relação contigo se vão sentir presas e controladas... e não vão querer ter uma relação contigo.

Por outro lado, se não controlares e forçares os teus encontros com mulheres, e eles não derem em namoro ou relação, é porque não era suposto darem. Se fosse suposto darem, dariam. E isso deve-se a factores de atracção e compatibilidade. É o teu karma, é o teu nível de consciência, a tua aparência, saúde, nível socio-económico, educação, inteligência, estilo de vida, experiência com mulheres e relações, etc. Tudo isso interage no momento com esses factores na mulher, e depois ou são compatíveis ou não são. Não sendo compatíveis, nada acontece. Mas sendo compatíveis, não só acontece, como que acontece naturalmente e facilmente. Temos de estar conscientes do que somos e do que não somos. Que qualidades realmente temos? Que limitações realmente temos? Como realmente somos? E a que tipo de mulher isso nos dá acesso? E a que tipo de experiências com mulheres?

Não podemos negar nem limitações, nem qualidades, nem fingir que certa característica da nossa existência humana não existe, ou que uma é mais importante que outra. Todas têm igual importância, mas em aspectos diferentes.

Falas das limitações de não teres carro, nem formação superior. Isso são factores de compatibilidade. Quando falo em compatibilidade falo em termos de relações de longa duração, e não de encontros românticos. A curto prazo funciona de forma diferente, pois as pessoas estão-se a conhecer e a descobrir, e pode haver atracção e isso leva a que certas coisas aconteçam, mas não leva a uma relação amorosa duradoura e harmoniosa. Apenas a curtes, relações curtas e ligações mais superficiais.

Portanto compatibilidade é aquilo que leva naturalmente um homem e uma mulher a ficarem juntos como casal a longo prazo. Assim sendo, irás ficar a longo prazo com mulheres que, ou para quem ter ou não ter carro é neutro, ou que não têm carro, e que também não têm formação superior. Porque esses dois factores influenciam o estilo de vida da pessoa e o tipo de conversas, interesses e escolhas que fazem. Não se trata meramente de julgar alguém por não ter carro nem formação superior. Tem de facto um efeito na vida da pessoa. Quem tem carro tem acesso a mais mobilidade, e a mulher pensa mais em família, o que uma motocicleta não dá para transportar-te, mais a ela e mais o filho ou filhos. Essa mobilidade é um conforto que dá acesso a certos prazeres da vida, como passear para mais longe e viajar. Ora, se não tens carro (e não tens de ter, mas tens de estar consciente das consequências) e a mulher tem, ela estando numa relação contigo ou te dá sempre boleia - o que para certas mulheres é neutro e tranquilo fazer - ou não está para se sentir limitada naquilo que gosta de fazer, tendo sempre de te ir buscar e conduzir até aos sítios onde querem ir, sem haver a opção de irem no teu carro ou de seres tu a conduzir. No seu estilo de vida ela passeia e viaja de carro, e isso torna a sua vida melhor, com essas satisfações. Vem um homem para a sua vida sem carro, e ele pode ser um obstáculo a essa qualidade de vida que ela prefere, e que tem o direito de preferir. Mas isso depende sempre da mulher, e é para ser descoberto caso a caso, claro. Só que é uma realidade que não pode ser negada nem ignorada.

Quanto à formação superior, isso dá acesso a certos empregos, conversas, interesses e experiências de vida. Tirar um curso superior é uma experiência de vida de 3 a 5 anos que só se tem assim, e que molda a pessoa. Sem terem isso em comum, pode ser uma limitação para aquele que não tem essa experiência compreender certas coisas que ela diz e prefere, isto para não falar na partilha de experiências que se teve durante essa fase.

Depois há sempre coisas boas que se descobrem e aprendem nessa fase universitária, seja nas aulas seja apenas por se estar numa universidade e fazer-se várias coisas com várias pessoas. Há assim o desenvolver de interesses que dificilmente se desenvolvem sem tirar um curso superior. É também uma ginástica mental e um esforço emocional que levam a certos tipos de conversas e interesses que só se podem ter com quem também passou por isso. A pessoa que não tem formação superior não é de maneira nenhum inferior há que tem, não é isso que estou a dizer. O que estou a dizer é que é diferente, estou a dizer que não têm isso em comum e que isso influencia a qualidade das suas conversas e interesses em termos de espontaneidade, profundidade, humor e harmonia, o que numa relação é importante. Dependendo da mulher. pode ser mais, ou menos, importante. E sim, há mulheres com formação superior que te vão ver como inferior em vários aspectos que podem ser, ou não, verdade, como por exemplo em termos de cultura e inteligência, ou de esforço e mérito, pois também sem curso superior tens, supostamente para elas, acesso a trabalhos piores onde és pago menos. Se para uma mulher é importante que tivesses formação superior, nada feito. Sejam quais forem as razões dela, ela tem liberdade e direito a ter essa preferência e razões. Sem teres formação superior terás acesso natural e fácil, para relações duradouras, a mulheres sem formação superior.

No passado partilhei mitos da atracção da sociedade, tais como que é preciso ser-se rico, ou famoso, ou físicamente atraente para se conseguir conhecer mulheres e ter todo o tipo de experiências com elas. E sim, é falso que isso é necessário. Mas esses factores têm à mesma uma influência nas ligações com as mulheres em termos de compatibilidade. Em termos socio-económicos, claro que não temos de ser ricos nem famosos, e quem é rico e famoso pode ter acesso a mais mulheres (muitas delas serão materialistas, interesseiras, oportunistas e orgulhosas, mas pronto lol). Mas o dinheiro e a fama trazem um determinado estilo de vida que pode ser, ou não, compatível com certas mulheres e com outras não. Se uma mulher faz 10000 euros por mês, e o homem faz 1000 euros por mês, ele pode à mesma ir falar com ela, haver atracção, conversarem, sairem, beijarem-se, fazer amor, etc, mas a relação está condenada a não durar muito pois 10000 euros permitem um estilo de vida que 1000 euros não permitem. Ela com esse dinheiro pode fazer várias coisas que adora, que o homem nesse caso não consegue acompanhar com o seu ordenado. Ela até pode ao início pagar-lhe o que for preciso, mas porque isso é forçar a presença dele - pois ele não tem dinheiro suficiente para aquele estilo de vida - é apenas uma questão de tempo até ela se fartar e sentir a sua vida limitada em vez de mais feliz pela presença dele. O mesmo acontece com a fama.

Também não é preciso ser-se fisicamente atraente, ou seja, ter-se aquela imagem e ideia comum da sociedade actual de "homem bonito", para se conhecer mulheres e ter todo o tipo de experiências com elas. Não é preciso ir ao ginásio nem ter a cara do Brad Pitt. A curto prazo pode haver sempre atracção com mulheres lindas e acontecer algo. Mas a longo prazo temos de estar conscientes da nossa aparência real, pois só funciona na realidade com mulheres que estão mais ou menos ao nosso nível em termos de beleza natural. Isto é um golpe para o orgulho do ego, mas é verdade, é assim que funciona. As vaidosas sexy do ginásio só vão estar numa relação a longo prazo com os vaidosos do ginásio, por exemplo. Pessoas de cara bonita vão estar com pessoas de cara bonita. Pessoas de nível semelhante de beleza natural são compatíveis a longo prazo, e não há como dar a volta a isso. A curto prazo muita coisa é possível, mas a longo prazo não. A curto prazo, seja por atitude, coragem e consciência elevada, ou por esperteza e manipulação, o homem consegue estar com todo o tipo de mulheres, mesmo mulheres fora da sua liga em termos de beleza natural, digamos assim. Há claro depois mulheres que são naturalmente lindas mas que em nível de consciência são fracas e até inseguras ou depressivas, e claro que essas nunca se acham bonitas, logo isso influencia as ligações que têm com os homens que conhecem. Mas o que é importante aceitar é que a aparência é um factor que influencia a compatibilidade para relações a longo prazo, e que devemos nos ficar por mulheres que estão mais ou menos ao nosso nível em termos de beleza natural, na cara e corpo.

"O fato é que elas sempre costumam me procurar, mas não para relacionamento sério. Apenas para encontros esporádicos, o que não aceito e acabo excluindo a pessoa de todo acesso a mim."

Só tens encontros esporádicos com quem quiseres, mas se elas só te procuram para isso, é sinal de que devido ao teu nível de consciência actual ainda não estás pronto para relacionamentos sérios.  Seria boa ideia aceitares com gratidão essas mulheres e encontros para ganhares mais experiência e aprenderes as lições que precisas para evoluíres.

"Mas o facto é que às vezes eu até gosto bastante da pessoa e observo que não posso prosseguir por não querer me iludir e quando recusam duas ou três vezes meu convite para sair eu excluo qualquer acesso. E ocorre na maioria das vezes encontrar casualmente a pessoa e esta me reclama por minha atitude."

Se elas recusam o convite é porque não estão lá muito interessadas em ti, mas podem gostar de ti e estás a ser ingrato, como a atitude delas revela. Pelo que descreveste é impossível estares a fazer verdadeira selecção consciente. O que demonstras é que quando elas não te fazem a vontade (não querem relacionamento sério contigo; recusam 2 ou 3 vezes os teus convites, etc) por birra fechas-lhe a porta na cara lol não precisas de fazer isso, convida-as quando te apetecer e apenas quem te apetecer, mas se gostas da pessoa aceita os seus futuros convites e conversas. A selecção faz-se por como a mulher é na sua essência, e não porque não quer um relacionamento sério ou não aceita determinado número de convites.

Várias dessas mulheres até podem ser mais evoluídas e experientes que tu na vida amorosa, e podes ter bastante a aprender com elas se continuares a sair e a falar com elas. Só sais com as mulheres de quem gostas, claro, isso não está em causa. Mas se gostas, não lhes feches a porta na cara e excluas qualquer acesso tipo birra. Sê grato pelas mulheres que fazem parte da tua vida, seja de que forma for, desfruta e aprecia a sua beleza e os momentos que passas com elas, esquece que existe algo chamado "relacionamento sério", e aprende o que tens a aprender com elas. Quanto mais experiência tiveres melhor. E tu queres demasiado ter um relacionamento sério, e transmites isso à mulher através de tudo o que dizes e fazes, e ela sente-se pressionada a ficar presa a ti, o que é repelente lol esquece isso e aceita o que acontece. Esquece essa ideia de relacionamento sério e escolhe antes amar a mulher que estiver à tua frente sem ela ter de ser tua e sem ter de acontecer nada. Essa ânsia não é íntegra e só te está a prejudicar.  Uma coisa é ter a preferência por relações íntimas, mas quando se tem a preferência deixa-se as ligações fluir ou acabar sem a tu angústia, pois é apenas uma preferência, não é um desejo que leva a tentar controlar e forçar as ligações, nem a ficar frustrado quando segundo a percepção negativa do ego, nada acontece lol ou não acontece o que ele deseja.

Apenas com contemplação, humildade e gratidão poderás ter uma vida melhor e um dia estar numa boa relação com uma mulher que te ama. Até lá será mais do mesmo.

Obrigado pela tua pergunta.